História O acordo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Mabifica
Exibições 31
Palavras 614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Linha tênue


Segunda-feira

Eu estava decidida a falar com a Pacífica, mas nossas únicas aulas juntas eram artes, ciências e português e eu dó tinha uma delas (português no caso) depois do intervalo, então teria que esperar.

Assim que o sinal do intervalo tocou me preparei para descer, mas a professora de matemática disse que precisava falar algo comigo.

Quando ela acabou de me pedir/implorar para ajudar os alunos com dificuldade na matéria depois das aulas todos os alunos já haviam descido para o pátio e o terceiro andar onde eu estava ficou assustadoramente vazio.

Estava passando pelos banheiros daquele andar quando ouvi um som arrastado que me fez parar.

-Vai, mais rápido! -disse uma voz que mesmo rouca pelo desejo eu poderia reconhecer.

Tudo depois disso se seguiu em câmera lenta: eu entrei no banheiro de uma vez e, quando entrei dei de cara com Pacifica em pé e com a calcinha abaixada enquanto uma garota (que eu já havia visto, mas não lembrava o nome) estava ajoelhada com o rosto dentro da saia dela fazendo sexo oral nela enquanto Pacifica gemia.

Ouvi um grito esganiçado e quando as duas garotas me olharam percebi que o grito havia sido meu. Pacifica disse algo que eu não ouvi, mas sabia que ela havia dito algo porque vi seus lábios se mexendo. Me virei antes que ambas se arrumacem e corri corredor afora me trancando em alguma sala.

Ouvi passos seguindo pelo corredor apressados e outros o seguindo, mas não me importei. Como eu pude ser tão idiota? Como pude pensar que ela sentia algo a mais que desejo por mim? Eu era realmente uma idiota!

Peguei meu celular na bolsa e liguei para alguem que eu sabia que me tiraria dali sem mais delongas.

Ligação on

Mabel: Wendy? Por favor, vem até a escola e me tira daqui!

Wendy: Mabs, aconteceu alguma coisa?

Mabel: Só vem logo,por favor!

Ligação off

Assim que encerrei a ligação desci e fui direto para a enfermaria sem me importar com as lágrimas que escorriam pelo meu rosto, na verdade elas foram muito úteis quando aleguei que estava com uma dor de cabeça infernal. A enfermeira me deixou ir quando viu as lágrimas e me deu um remédio sem saber que dipirona podia curar muitas coisas, mas coração partido não era um deles.

Quando cheguei no estacionamento Wendy já estava lá me esperando na Picape. Entrei rapidamente e me joguei em seus braços para um longo abraço. Wendy era como uma irmã mais velha, sabia festejar e zoar como ninguém, mas quando era pra abraçar e dar conselhos ela era a melhor também.

Eu ia começar a contar oque havia acontecido quando alguem bateu com força no vidro do meu lado. Me virei sabendo quem era.

-Oque voce quer Pacifica? -perguntei com o máximo de descaso que consegui reunir.

-Eu quero pedir desculpas e...

-Vai se foder - disse a cortando- ou melhor, manda aquela vadia foder você!

Wendy aceitou aquilo como uma deixa para partir com o carro em alta velocidade.

-Oque aconteceu lá atrás? -perguntou quando já estávamos longe.

-Eu gostava daquela garota e a peguei transando com outra -disse ríspida.

-“gostava"?  -perguntou curiosa- não gosta mais?

-Não, eu a odeio agora! -respondi com raiva na voz.

Wendy sorriu e disse com tom sábio:

-A linha é tênue.

-hã? -perguntei- oque quer dizer?

-Que a linha entre o amor e o ódio é tênue, Mabs. E acho que você esta balançando entre ela.

-E oque sugere que eu faça? -perguntei.

-Vamos pra minha casa! -disse como se fosse óbvio.

-E depois?

-Vamos encher a cara na festa da Tendy! -disse sorrindo e aumentando ainda mais a velocidade da picape.


Notas Finais


E ai? Eu ainda vou enrolar um pouquinho pra Mabifica rolar, MAS teremos personagens e tramas rolando enquanto isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...