História O acordo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Mabifica
Exibições 23
Palavras 574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Festa pt 1


Fanfic / Fanfiction O acordo - Capítulo 7 - Festa pt 1

Ok, talvez eu não devesse ter bebido tanto, mas...quantos shots de tequila eu tinha virado mesmo? Não faço ideia, parei de contar depois do quarto... Ou será que foi do oitavo? Bem, eu não conseguia lembrar, mas toda vez que a cena que vi naquele banheiro vinha a minha mente eu bebia um novo shot.

Agora isso me parecia uma ideia estúpida e amanhã eu estaria se ressaca, mas quem se importa? Definitivamente eu não e o carinha que eu estava beijando se importava menos ainda. Eu sabia que já o havia visto na escola, mas não lembrava o nome dele, tudo que eu sabia era que começava com “G", mas isso (assim como todo o resto) não importava.

Me separei do cara e me dirigi meio tonta para o bar afim de tomar uma água, mas acabei esbarrando em alguém enquanto fazia isso e se braços fortes e bronzeados não tivessem me segurado eu teria caído no chão.

Mermano me olhava preocupado enquanto falava algo que eu não ouvia por causa da musica alta.

-Não estou te ouvindo, mas quer dançar? -perguntei gritando e ele acenou afirmativamente.

O arrastei pra pista de dança no momento que o Dj começou a tocar “Work" e por Deus! Aquela festa estava lotada pra uma segunda-feira!

Comecei a dançar sensualmente no ritmo da musica sem me importar com os olhares se virando pra mim, a maioria com inveja, admiração ou desejo,mas a tequila me impedia de ligar pra qualquer um daqueles olhares além do da loira encostada na parede oposta a onde eu estava.

Ela me encarava de uma forma que eu não consegui a distinguir, mas continuei dançando ainda mais perto do Mermano que me olhava curioso, mas sem nos separar. Foi então que notei algo que me fez gargalhar. Como eu não tinha percebido aquilo antes? O peguei pela mão e o Guiei para escadas que davam pro andar de cima sentindo o olhar da Pacifica sobre nos como laser.

Quando entramos em um quarto e Fechei a porta ele disse:

-Como percebeu?

-Eu não sei, acho que finalmente o meu gaydar voltou a funcionar! -afirmei.

-Entendo. E pra quem você esta tentando fazer ciúmes? E não tente negar porque sei quando estão me usando!

-Pacifica Northwest. É pra ela que eu estou tentando fazer ciúmes -me sentei no chão- ridículo, eu sei. Ela nem sequer se importa!

-Como não? Ela estava quase me matando com o olhar! -ele disse e eu sorri.

-Gosto do seu sorriso. -falei sem pensar fazendo o sorriso dele aumentar assim como o meu.

-Que tal trabalharmos juntos? -ele sugeriu.

-Trabalhar juntos no que? -perguntei curiosa.

-Eu preciso manter minha imagem de hétero pelo bem da minha família e você quer fazer ciúmes para a Northwest, então que tal fingirmos ser um casal?

Poderei aquilo e logo decidi (talvez a bebida tenha influenciado um pouco):

-Claro. -disse- mas temos que oficializar! -ele me olhou com curiosidade e eu o beijei.

Eu havia me imaginado fazendo aquilo com ele mil vezes, mas não fora nem perto do que imaginei e muito menos tão bom quanto o beijo da Pacífica. De repente me senti mais sóbria do que eu gostaria.

-Que tal descermos pra beber e mostrar a todos que estamos juntos? -perguntei já levantando.

Ele concordou e voltamos pra pista de dança. Nos beijamos e dançamos a noite inteira e a todo momento eu sentia o olhar da Loira sobre mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...