História O Acordo Perfeito - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~Pam_lirian

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Ação, Romance, Tortura
Exibições 66
Palavras 1.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Atrasei umas horinhas mas já to aqui, calmaaaaa!!
Boa leitura ❤️
Muitas coisas interessantes nesse capítulo em 😱

Capítulo 11 - Brigas e confusões


Fanfic / Fanfiction O Acordo Perfeito - Capítulo 11 - Brigas e confusões

Acordei e vi que estava em um quarto estranho, que lugar era aquele?

Me sentei na cama e uma dor de cabeça me atingiu, eu não deveria ter bebido tanto noite passada!

Estava resmungando de dor quando a porta do banheiro se abre e Justin sai do mesmo com uma toalha na cintura.

Ah não

Quando me viu te observando, Bieber riu.

— Como foi a noite? — Perguntou sorrindo malicioso.

Não, todos menos ele, ele não!

— Não me diga que.... — Ele me interrompeu

— Vai dizer que não gostou? — Ele foi em direção ao closet, entrando no mesmo.

Olhei pro meu corpo e vi que estava apenas de langerie. Que droga 

— Como você pôde? — Perguntei — Se aproveitando de uma menina bêbada, você curte fazer sexo com bêbadas?

Ele riu

— Relaxa Baker, eu não transei com você. Sou tarado mas nem tanto

— Graças a Deus — Suspirei

Mas então lembrei que eu estava só de calcinha e sutiã, eu não acredito que ele...

— Não Bárbara, eu NÃO te dei banho, relaxa mulher, Caitlin te deu banho e te vestiu, eu só fiz a gentileza de deixar você dormir na minha cama. — Justin disse como se lesse meus pensamentos

— Eu odeio você, Bieber

— Também te amo, Baker

Revirei os olhos.

 

 

Estávamos todos no escritório, tentando bolar um plano para derrubar Lorenzo, mas toda opinião que eu dava, Justin simplesmente fingia que eu não existia.

Cansei de tentar falar alguma coisa naquele escritório e sai batendo a porta.

Alguns minutos depois, Justin veio atrás de mim.

— Você é louca? Porque saiu desse jeito? — Perguntou parando na minha frente

— Você tá mesmo perguntando isso? — Perguntei revirando os olhos

— Bárbara.. — O interrompi

— Não me chame de Bárbara, aliás, não fala comigo. Porque você tá falando comigo? Você já tava me ignorando mesmo, e eu nem sei porque — Apontei o dedo na sua cara — Você bateu em um cara que eu estava ficando, VOCÊ BATEU NELE, lembra disso? Ele não te fez nada, você acha que é quem?

Sim, Justin havia batido em um menino ao me ver ficando com ele.

Idiota

— TIRA ESSE DEDO DA MINHA CARA — Ele deu um tapa no meu dedo — VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE FALAR ASSIM COMIGO, VOCÊ ME DEU UM FORA PRA FICAR COM AQUELE CARA? SÉRIO? ELE NEM ERA GOSTOSO IGUAL EU! VOCÊ FICOU DANDO A NOITE TODA, ACHA QUE EU NÃO SEI?

Ele estava gritando comigo, não acredito nisso.

— DANDO? ME RESPEITA BIEBER, ME RESPEITA, EU SÓ FIQUEI COM UNS CARAS, ASSIM COMO EU APOSTO QUE VOCÊ FICOU COM PUTAS.

Perdi a cabeça, ele estava me irritando. Justin Bieber com certeza nunca viu como é uma mulher irritada, porque se tivesse visto, evitaria.

— VOCÊ REALMENTE QUER SABER? NÃO BÁRBARA, EU NÃO DORMI COM NINGUÉM, E NÃO ME PERGUNTE PORQUE, EU TAMBÉM NÃO SEI, EU SÓ NÃO CONSEGUI — Ele gritou ficando vermelho.

— Justin... — Sussurrei

— Não, me deixa em paz. — Disse e foi pro seu quarto, batendo a porta com força.

Droga, o que acabou de acontecer aqui?

 

POV JUSTIN

Me tranquei no quarto, eu estava com tanta raiva que não conseguia pensar em nada, só naquela filha da puta.

Taquei tudo que eu vi pela frente no chão, eu queria descontar toda minha raiva em algo, pra não descontar em alguém.

Passei as mãos pelo meu cabelo, quase arrancando ele e gritei:

  — NÃO, TUDO DE NOVO NÃO, NÃO PODE SER, QUE MERDA!

 

Eu não merecia passar por aquilo de novo.

 

— Just... — Vi Chaz abrindo a porta e me chamando, olhando pro quarto em choque — O que você está fazendo cara?

— SOME DAQUI! — Gritei, jogando um vaso em sua direção, pena que não acertei.

 

POV BÁRBARA 

Eu estava sentada no sofá, todos os amigos do Justin estavam lá também e pelo visto eles eram um bando de curiosos. Só conseguia ouvir cochichos a minha volta.

 

— Chris, você sabe o que aconteceu com Justin? — ouvi Caitlin perguntando, com uma voz preocupada

Chris negou

— Ryan, você sabe? — Chris perguntou

Ryan apontou diretamente pra mim.

IDIOTA

— Bárbara, o que aconteceu? Porque ele não sai de lá?

Então ouvimos algo se quebrando lá em cima.

— Você deve saber, virou amiguinha dele desde que chegou aqui — Caitlin disse, com uma voz de deboche.

Eu ainda iria socar a cara dela.

— EU NÃO SEI DE NADA, MAS QUE MERDA! PORQUE VOCÊS NÃO VÃO CUIDAR CADA UM DA SUA VIDA? MAS QUE SACO — Gritei

 Subi as escadas batendo o pé, ao mesmo tempo que ouvia outra coisa se quebrando lá em cima.

Eles conseguiram acabar com o restinho de paciência que eu tinha.

 

Fui em direção ao quarto do Bieber, isso não ia ficar assim.

Abri a porta sem bater, vendo ele sentado no chão, com a cabeça apoiada nos joelhos.

 

— Justin — Chamei

Ele não respondeu

— Justin!!! — Gritei

Ele me encarou

— O que você quer porra?

— Por que tá fazendo tudo isso? — Me apoiei na porta

— Sai e fecha a porta, me deixa em paz porra, eu já disse 

Ele bufou enquanto eu fechava a porta e me aproximava

— NÃO JUSTIN, EU NÃO VOU TE DEIXAR EM PAZ, VOCÊ TÁ DEIXANDO TODOS SEUS AMIGOS PREOCUPADOS, VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO, OLHA SÓ O QUE VOCÊ FEZ COM SEU QUARTO, VOCÊ TÁ LOUCO? — Me exaltei

— TO PORRA, EU TO LOUCO, VOCÊ NÃO CONSEGUE CUIDAR SÓ DA SUA VIDA? SE PREOCUPA COM O SEU PAPAIZINHO MORTO, OU COM A SUA MÃE DOENTE, NÃO COMIGO!! — Ele levantou gritando no mesmo tom que eu

Dei dois passos pra trás, foi como levar um tiro. Ele não podia ter dito aquilo, não podia.

Me virei e fui em direção à porta, mas ele puxou meu braço me virando pra ele.

— Bárbara, eu não queria dizer isso.

— Não queria mas disse, EU ODEIO VOCÊ, SEU EGOÍSTA DE MERDA — Senti lágrimas no meu rosto — EU NÃO PRECISO DE VOCÊ, EU VOU ACHAR MEU PAPAIZINHO MORTO SOZINHA E EU... — Não consegui terminar.

Ele me beijou

Eu fiquei em choque, mas quando recuperei a consciência logo me afastei

— Você é louco? 

Então ele me beijou de novo, e dessa vez eu não consegui fugir, ele beija bem pra porra.

Filho da puta

 

Depois do beijo, eu saí correndo do quarto dele, disposta a fazer as malas. Ele me humilhou, ele mostrou que não se importa com nada, com ninguém além de si mesmo. Eu não fico nem mais um segundo aqui.

 

Coloquei as malas na entrada da mansão e pedi a um segurança para me levar até minha casa.

Os meninos e Caitlin já tinham ido embora, acho que não queriam irritar mais Justin do que ele já estava.

 

Quando estava entrando no carro, ele apareceu na porta da mansão.

— O que você está fazendo? Onde você vai? — Perguntou alto, para que eu escutasse.

— Estou indo embora Justin, você deixou bem claro o que pensava sobre mim e minha família, e como eu disse antes, EU NÃO PRECISO DE VOCÊ.

Ele correu até mim e segurou meu rosto.

— Eu sei que você não precisa de mim, e eu odeio isso, acredite. Mas eu preciso de você, não vá embora.
 

E então ele me beijou como se sua vida dependesse disso

 


Notas Finais


TCHARAAAAMMMM!!!!!!!
ENTÃO? O QUE ACHARAM?
NÃO DEIXEM DE COMENTAR E FAVORITAR ❤️
Continuem acompanhando, um beijoooo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...