História O Alfa - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Rap Monster
Visualizações 23
Palavras 1.624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii como estão vocês espero que estejam bem , porque depois desse capitulo vocês não vão estar...
BOA LEITURA!!!
e preparem o coração..

Capítulo 9 - A partir de hoje sermos um meu querido.


Fanfic / Fanfiction O Alfa - Capítulo 9 - A partir de hoje sermos um meu querido.

Kook: EU TE AMO E JAMAIS PODEREI AMAR MAIS NINGUEM, NUNCA PODERIA ME CONTER SO TENDO VOCE CONO AMIGO. MINHA MENTE MEU CORPO E MEU CORAÇÃO PEDE POR VOCE A CADA MINUTO E A CADA SEGUNDO...eu não quero mais ter você longe de mim eu quero você perto de mim se for preciso quero você dentro de mim para poder me sentir próximo a você.

Ele começou a chorar e eu não me contive não pude pensar em mais nada a não ser beija-lo e abraca-lo para traze-lo para perto de mim.

Suas lagrimas molhavam minha camiseta que emsegundos já estava encharcada no local onde ele estava encostado.

Eu: kook não precisa chorar eu também te amo e não imaginava que você se sentia assim por mim, queria muito ter você a muito tempo só para mim não queria que você se sentisse inceguro perto de mim então nao disse nada sobre oque eu sentia sobre você. Você não faz a minima ideia  de como eu ficava a cada vez que estava perto de vo...

Ele não deixa eu terminar de falar e me beija sem eu almenos esperar.

Kook:você sempre fala de mais meu tagarela.

Eu então o beijo com mais vontade, pesso passagem com a lingua e ele logo sede, nossas línguas novamente brigam por espaço, parecia que elas já se conheciam a muito tempo e ficaram muito tempo sem se tocarem.

O empurro em direção a cama subindo em cima do mesmo, sem ao menos parar o beijo um segundo, nossas respirações começa a falhar então precisamos para o beijo por falta de ar.

Eu: eu te amo!!

Kook: seu bobo eu sei disso.

Começo a tirar sua jaqueta e o mesmo me ajuda com isso, logo sua blusa foi de encontro ao chão e em seguida sua calça.

 Logo ele já estava só de box em minha frente, bom mais preciso em baixo de mim, o começo a adimirar seu corpo e o mesmo me bate com pouca força.

Eu: oque eu fiz ?

Kook: para de me encarar assim eu fico com vergonha.

começo a rir e logo o roubo um beijo.

Eu:seu bobo não deveria ter vergonha teu corpo e lindo e não tem porque ter vergonha.

Ele então me puxa para um beijo. Seu beijo era calmo ele me passava tranquilidade e paz, bem diferente do meu que era selvagem e necessitado.

Ele inverte as posissoes ficando em cima de mim. O mesmo começa a tirar minha blusa com minha ajuda,e logo começa a tirar minha calça mas eu logo o paro.

Eu:você tem certeza que e isso oque você quer ?!

Kook: absoluta.

Ele então termina de tirar minha calça se assustando um pouco com meu membro já ereto.

Ele começa a desnivelar nossa altura e vai indo em direção a meu membro. Ele respira um pouco  e elogio tira minha cueca fazendo ressautar meu membro.

Eu: kook você não presci...

Ele não deixa eu terminar de falar e me interrompe, colocando o meu membro em sua boca sem ao menos eu esperar.

Sua boca subia e descia tao lentamente que eu não conseguia mais raciocinar mais nada, minha cabeca estava vazia e meus pensamentos viajando por aquela sena linda a frente dos meus olhos.

Eu:...ah...kook..

Eu não conseguia mais me segurar minha perna já estava ficando dormente pelo fato de meu orgasmo estar chegando, minha mao foi automaticamente para sua cabeca mas a mesma foi impedida pelo menor a pegando e apertando a mesma como sinal de reprovação. Tentava nao me contorcer de prazer mas era impussivel. Sua boca parecia que tentava me provocar, passando a lingua pela glande inteira e depois voutando a colocar inteiro dentro novamente.

Tento segurar mais mas meu orgasmo chega e eunão consigo me segurar e acabo ejaculando na boca do menor.

Eu:Kook eu não...

Kook:você e completamente doce mas não imaginava que ate o seu goso também fosse.

Meu rosto ruboriza completamente.

Kook: você fica tao fofo quando esta com vergonha.

Controlo minha timidez já retomando o comando da situação.

Eu: você esta adorando me ver assim não é ?! mas vamos ver como você reage quando você esta nessa situação.

Jimin (off)

Kook (on)

Elecomeça ir em direção a minha intimidade logo a descobrindo, sinto minhas buxechas queimarem então tento esconder meu rosto em um travesseiro mais próximo.

Eu: kook não cubra seu rosto eu quero ver cada expressão sua quando eu estiver te masturbando.

Eu sinto mais vergonha ainda quando ele diz isso."como ele consegue falar algo assim sem nenhuma serimonia"... Estava perdido nos meus pensamentos quando sinto algo quente entrar em contato com meu membro, dou uma grunhida de prazer ao ver jimin colocar meu membro todo em sua boca.

Sua boca ia em um movimento lento e torturante, meu membro começa a dar seus primeiros sinais de excitação maxima, sinto o pré goso começar a sair . pensei em tentar me afastar de jimin antes que eu gosasse em sua boca , eu não queria isso seria super constrangedor. Mas sou Parado por uma forca que me Prença na cama mais ainda para mim não sair.

Jimin:você não vai sair agora, agora eu quero ir ate o fim e ver sua expressão de completa satisfação ao gosar em minha boca.

Apos ele dizer isso acabo gosando em sua boca sem mesmo perseber.

Jimin: bom menino.

Ele vem em minha direção novamente me beijando fazendo eu sentir meu próprio gosto.

Eu: jimin eu não aguento mais...eu te quero dentro de mim se não eu sinto que vou explodir.

Jimin se assusta um pouco com meu pedido mas logo abre um sorriso malicioso em seus lábios.

Jimin:não aguentava mais esperar.

Em um jesto delicado ele me vira de costas para ele.

Jimin: devo resistir a tentação de não te penetrar agora. Pois terei que te preparar primeiro.

Eu: jimin...por favor não me tortura mais.

Jimin:sei que pode ser doloroso para você mas não posso te machucar, nao na sua primeira vez, então terá que esperar um pouco.

Ele me penetra um dedo sem avisar, e não vou mentir a dor e horrível.acabo grunhindo de dor e ele persebe.

Jimin: viu oque eu te disse...você esta bem? Esta doendo não esta quer que eu paro.

Eu: não...precisa....eu estou bem.

Ele então fica com seu dedo parado um pouco dentro de mim ate eu conseguir me acostumar.

Mas logo penetra outro dedo, minha mente tenta me alertar que isso sera muito doloroso mas não posso parar. Não agora.

Ele então penetra outro dedo sem avisar, minhas costas se arqueiam automaticamente sem eu perseber,ador é insuportável mas o prazer começa a vir de vagar a cada segundo que se passa fazendo eu esquecer da dor.

Jimin:você esta bem?

Eu: sim

Jimin: eu acho que você esta pronto já.

Ele entao encosta seu membro  em minha entrada e começa a rrosalo na mesma, meu membro começa a se contorcer de prazer.

Ele então beija minhas costas como sinal que ira me penetrar a qualquer momento. Sua respiração esta descompassada, como um ferro quente ele entra em mim. Minhas maos se fechao de tanta dor,seu membro esta pulsando dentro de mim.

Jimin:voce esta bem?!!

Eu:....

Jinin: kook... Eu te machuquei?

Kook:...

Jimin: por favo me diga algo.!

Kook: eu poderia...pelo menos respirar um pouco...depois de você ter entrado ...assim....

Jimin: me desculpe não queria te ver sofrer a cada vez que eu fosse mais fundo, só não  queria te machucar mais do que o normal.

Kook:não precisa se preocupar sei que fez oque você podia para nao me machucar.

Jimin: posso?!..

Eu só assinto e ele começa suas estocadas bem devagar, quando se passam alguns minutos sinto a dor se transformar em prazer fazendo eu rebolar em reprovação para ir mais rápido, ele entende o recado e começa com as estocadas fortes e rápidas, eu queria gritar seu nome o mais alto que eu pudesse para lhe mostrar o quanto de prazer eu estava sentindo.

Jinim: kook... Eu te amo.

Ele diz Isso já ofegante e um pouco suado.

Eu: eu também te amo jiminie e se for preciso eu grito para todo o mundo ouvir.

Jimin:você sempre foi meio sem juízo assim ou e só porque esta sendo fundido por mim nesse esato momento.

Eu: eu acho que sim ou talvez seja uma doença que eu adquiri ao deichar você entrar na minha vida. Só espero que ela fique para sempre, porque nao quero me livrar dela nunca.

Jimin começa a rir do meu comentário.

Após mais augumas estocadas fortes de jimin eu acabo me derramando de prazer ao chegar ao meu ápice.

Jimin: é bom ver quevocê esta bem com tudo isso.

Eu: estou bem, mas, não satisfeito. E nem você

Kook (off) 

Jimin (on)

Ele vira tao rapidamente invertendo as posições e logo sobe em cima de mim, logo começando a cavalgar no meu membro sua vontade de me fazer gosar ultrapassa todos os meus limites.

Seu rosto estava tao fofo com um tom de vermelho nas buchechas  e como suor seus cabelos colaram na testa estava tao sexy que não pude evitar de me levantar para ficar sentado e lhe beijar.

Era um beijo que eu sentia que iria precisar para sempre. Suas mãos aucansaram minhas costas a arranhamdo em forma de demonstrar seu prazer para mim, eu começo a sentir o meu orgasmo se aproximando então aperto a cintura do menor a flexionando para baixo para fazer seus movimentos mais rápidos e fortes.

Meu orgasmo enfim chega e eu me desmancho dentro do mesmo.

Estava esgotado mas feliz por ter feito amor com meu kook, não havia felicidade melhor.

Kook: jimin...eu...quero ser seu para sempre e de mais ninguém.

Eu:você tem certeza disso ?!

Ele assente com um grande sorriso tímido no rosto, não poderia fazer mais nada eu era dele e ele era meu e disso nos dois sabemos.

Eu: kook eu vou pedir que você não se mecha, não quero te machucar.

Kook: tudo bem.

Eentão me aproximo de seu pescoço depositando um beijo carinhoso no local e depois deixando minha mordida nele. Não queria que ninguém alem de mim encostasse nele e se fosse preciso faria qualquer coisa para isso nunca acontecer.

Kook: agora nossomos um só.

Eu: sim, a partir de hoje somos um só.

                 Continua...


Notas Finais


Oiii que capítulo foi esses meu deus até eu to sem ar aqui. Alguem me empresta uma bombinha.
Mas então gostaram ?
Se sim deixe seus comentários,
Mas se não coloquem mesmo assim asseito críticas.
Não precisa se preocupara eu não mordo .... Bom nem tanto kkkk brincadeira.
Espero que tenham gostado, e até o próximo.
(Talvez posto no domingo outro)
BEIJOS AMO VOCÊS!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...