História O alfa da casa ao lado - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Kookmin, Namjin, O Alfa Da Casa Ao Lado, Paumdonamjoon17, Taeyoonseok
Exibições 3.102
Palavras 1.895
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá anjos, como vão? Até as notas finais <3

~Leiam com gosto~

Capítulo 13 - Primeiros passos.


Fanfic / Fanfiction O alfa da casa ao lado - Capítulo 13 - Primeiros passos.

Pov Autora

Já haviam se passado uma semana desde a festa e o dia que antecedeu a mesma e nada de Jimin falar com Jungkook, o pequeno ômega havia ficado constrangido ao ter pedido que o alfa tirasse o plug do popo (era como o mesmo chamava sua bunda).

Ele sabia que não poderia evitar o outro, já que foi ele quem pediu para Jungkook fazer aquilo, mas ele não conseguia, simplesmente não conseguia.

Jimin acordara e se espreguiçara, ele só queria ficar em casa e dormir mais, já que Tae e Jin inventaram uma festa do pijama em que só os três participaram e contaram coisas que para Jimin, que era inexperiente, era um absurdo e constrangedor e até mesmo o deixara magoado por nunca ter acontecido aquilo com ele.

Levantou e com os olhinhos ainda fechados tratou de procurar sua farda, o ômega apenas vestia um blusão lilás que ia até o meio de suas coxas e meião que ia até metade de suas coxas fartas, ao achar colocou as mesmas na cama e foi pegar a toalha, mas antes disso abriu as cortinas para que o quarto pegasse um pouco do sol fraco da manhã e levou um susto ao ver Jungkook só com a toalha cobrindo suas partes intimas.

O mesmo corou com o que vira, Jungkook parecia tão gostoso daquele jeito que Jimin fechou os olhinhos para afastar aqueles pensamentos de perto dele.

Olhou mais uma vez e Jungkook agora estava só de cueca boxer cinza e algumas gotas escorriam pelo corpo branquinho do mesmo, Jimin por um momento quis tocar o alfa e morde-lo, mas a vergonha era grande demais para que o mesmo pudesse fazer tal ato.

Jimin analisava tudo que Jungkook fazia, até um passar de mãos pelos cabelos em forma de tira-lo dos olhos era lindo para Jimin, poderia até está babando se duvidasse, aposto que se Tae visse o ômega fazendo isso o zoaria eternamente e chamaria o outro de covarde.

O ômega não reparara que Jungkook havia percebido e estava olhando para o ômega, que como estava absorto em pensamentos não percebeu.

-Estar gostando do que vê anjo? – Jungkook pergunta sorrindo ladino, o mesmo ainda estava só de cueca, fazendo o Minnie se assustar e paralisar.

-N-Não é isso, só estava limpando as janelas. – Jimin tenta convencer a Jungkook que não estava ali o olhando, mas essa desculpa sinceramente não colocava com ninguém.

-A essa hora? Não foi o que me pareceu, se quiser ver mais de perto é só avisar que estarei aí em dois segundos. – O alfa comenta fazendo Jimin corar mais do que o normal se isso era possível.

-Aish, idiota, já disse que não estava olhando você! – Jimin comenta e fecha as cortinas, seu coração poderia a qualquer minuto sair da sua boca, o mesmo fechou os olhinhos tentando normalizar a respiração que estava descontrolada.

Ele ficara excitado ao ver Jungkook daquele jeito, direcionou seu olhar para seu membro que estava ereto fazendo o blusão de Jimin ficar um pouco levantado e fazer o ômega xingar o Jungkook por ter o deixado naquela situação.

-Droga, preciso tomar um banho, isso não pode está acontecendo, impossível. – Jimin comenta passando as mãos nervosas no rosto, para que os vermelhos das bochechas saíssem.

E foi com esse pensamento que o ômega tomou seu banho, ele não iria se masturbar, ele só fazia isso quando estava no cio porque ele não respondia por ele nessas horas, na verdade nenhum ômega e fazer aquilo fora do cio para ele era vergonhoso.

Então apenas relaxou e deixou por um momento em pensar no Jungkook só de toalha, o que fora bem difícil, mas que no final dera tudo certo.

Naquela altura todos já estavam se encaminhado para escola e seus afazeres, Tae esperava Jimin do lado de fora e não tardou muito para que o ômega aparecesse ali e caminhassem até a escola.

Pov Jimin

-Tae, não fale algo desse tipo, você vai dormir na casa do Jimin hoje, não vai? – Pergunto puxando a alça da minha mochila.

-Vou, sabe que fiquei responsável por você até seus pais voltarem. – Tae comenta e bagunça alguns fios seus.

-Até parece, o Jimin é quem cuida de você e o Jin hyung, não sei como minha omma deixou, na verdade ela nem disse para onde ela e o appa iriam, acho muito estranho. – Comento mexendo em minhas mãos, por algum motivo estava nervoso e inquieto.

-E você ainda se preocupa Minnie? Se divirta e faça tudo que você não pode fazer quando seus pais estão por perto, sei lá você tem 15 anos, mas parece ter 90 anos. – Tae comenta me fazendo bufar, idiota.

-Aish, só tenho medo que algo aconteça, você sabe como minha omma é então nem fale nada. – Comento desviando o olhar, para um canto especifico, droga

-O que foi Minnie? Estar me assustando. – Tae comenta me puxando, acho melhor andarmos mais rápidos.

-Olha, Jimin acha melhor nós andarmos mais rápidos TaeTae, tem alguém nos seguindo e não estar só. – Comento tremendo um pouco, afinal não era alguém conhecido.

-Puta merda, e agora? Se for alfa nós estamos fodidos, eu estou marcado e qualquer medo que sentir meus alfas vem, mas você não está e eu tenho medo que possam fazer algo com nós dois, porque eu vou te defender. – Taehyung comenta tremendo, ele queria passar confiança, mas nem ele mesmo acreditava nas próprias palavras.

Caminhamos (corremos) rápido, mas não foi o suficiente para escaparmos. Ao chegar em uma esquina fui puxado para trás e tendo a boca tampada, e o que aconteceu naquele dia me veio à mente me fazendo chorar silencioso.

Tae foi puxado e tendo sua boca igualmente tampada, só que o mesmo se debatia, pois, o maior passava as mãos por todo seu corpo sentindo o cheiro de laranja que Tae possuía. Meu amigo estava quase sendo violado e eu não podia fazer nada, o que me segurava passava as mãos por minhas coxas e popo apertando logo em seguida, me dando vontade de vomitar.

-Olha o que achamos, tivemos grande sorte. – O que me segurava falava para os outros dois ouvirem e riram concordando.

-Esse daqui tem duas marcas, alfas filhos da puta de uma sorte se eu tivesse te visto antes teria te fodido até a morte. – O que segurava Tae comenta e lambe o rosto que continha lágrimas do meu amigo.

-Esse daqui nem marca tem, ótima hora eu apareci tão lindo e tão fodidamente gostoso. –O que estava no meu encalço proferi e cheira meu pescoço. – Quão cheiroso você é, cheiro de uva...

Eu só queria sair dali e voltar para meus amigos, Tae estava com os olhos fechados e chorava baixinho se os garotos estivessem aqui tudo isso seria diferente, não deixariam que eles nos tocassem dessa forma

-QUEM OUSA TOCAR NO MEU ÔMEGA? – Suga comenta usando voz de alfa, olhamos para ele que estava acompanhado do Hobi e Jungkook.

-Então, essa gracinha é seu ômega? Puta merda cara, deve ser foda foder essa gracinha. – O outro comenta em deboche e aperta no popo de Taehyung, não sei muito bem o que houve, mas foi rápido o outro já se encontrava desacordado no chão.

-Babaca, sorte a tua que MEU ômega está aqui, se não arrancava essa tua cabeça fora! – Hobi comenta e Tae abraça os alfas chorando, ele só sabia chorar e tremer.

-E você, estar esperando o que para soltar o meu ômega? – Jungkook pergunta e o mesmo mantém a postura calma, calma até demais.

-Por que eu faria isso? Ele não é marcado e essa belezura me levaria a loucura com essa boquinha. – O outro comenta e passa os dedos em meus lábios me causando náuseas.

-Você vai se arrepender de fazer isso com o meu anjo, a se vai. – Jungkook comenta e rosna alto me fazendo encolher, o mesmo exalava fúria e o que me segurava sabia disso, pois ele me soltou me jogando no chão e indo em direção ao Kookie.

Lógico que Jungkook não precisou de muito para deixar o alfa inconsciente e seguindo até onde eu estava, eu pude respirar aliviado. O terceiro saiu correndo e nem vimos quando.

-Meu doce, eu fiquei tão preocupado quando a marca de Suga e Hobi queimaram e eles sentiram medo percorrer todo o corpo de ambos, corremos sem saber onde ir. – Jungkook comenta e me abraça, coloquei meu rosto na curvatura de seu pescoço sentindo seu cheiro invadir minhas narinas.

-Desculpa, Kookie, o Jimin sentiu tanto medo e Tae hyung também. Nos sentimos tão sujos. – Comento e me encolho, era perigoso demais ômegas andarem sozinhos por aí.

-Tudo bem meu doce, já estamos aqui. Agora precisamos ir, ficamos sabendo que haverá prova surpresa, desculpa. – Jungkook comenta e eu apenas confirmo, afinal era o último bimestre, depois estaríamos em outra turma.

-Vamos, não é seguro para eles aqui, e Namjoon já ligou avisando que conseguiu prolongar nossa entrada na escola, avisando o que havia acontecido para diretora.

Confirmamos e Tae já estava mais calmo, corremos praticamente até chegarmos finalmente na escola.

Só precisava ficar mais calmo e fazer essa prova, afinal eu não era tão ruim assim.

(~°-°)~ Mais tarde ~(°-°~)

-O que você fez Taehyung? – Pergunto apavorado, afinal eu não tinha conversado tanto com o Jungkook assim!

-Oras, eu chamei ele para ficar um pouco aqui ChimChim, vai dizer que não gosta? – Meu amigo pergunta em tom de malicia, ai meu Deus.

-O que o Jimin fez para merecer isso em? Taehyung, eu não sei como me portar quando estou tão perto dele, peste! – Comento ajeitando meu blusão de lã azul bebê e minhas meias 7/8.

-Agora vai ter que aceitar, bora deixa de frescura e abre as pernas para o crush. – Tae comenta e sorrir escandaloso da cara que eu fiz.

-Tae, pare de falar coisas desse tipo é tão constrangedor. – Comento escondendo meu rosto entre as mãos.

-Ai ChimChim, muita coisa você ainda tem que aprender e Jungkook será um ótimo professor, escuta o que eu estou te falando. – Taehyung comenta e eu sorrio fraco, ótimo me tranquilizou não.

Fui até a cozinha e bebi um pouco de leite, sentei e fiquei apreciando o gosto do leite, costumava fazer isso quando precisava tomar coragem. Meus cabelos estavam um pouco bagunçados e meus lábios com algum brilho, os olhos um leve espumado, afinal eu ficava arrumado dentro de casa.

E a campainha tocou, me fazendo tremer e toda a coragem ir para o ralo.

Ouvi vozes e eram todos os meninos, por um momento relaxei, pelo menos não ficaria só eu e ele.

-Acho que será bem divertido não é Minnie? – Jungkook pergunta e eu sinto o sarcasmo em sua voz, será que eu vou me foder?

-O-Olá Kookie-ah, seja bem-vindo. – Comento e sinto um frio percorrer toda a minha espinha, ele me olhava como se tivesse me despindo ali mesmo.

Seus olhos estavam pretos vividos, minha boca ficou seca como se o leite tivesse sido evaporado pelos seus olhos. Meu baixo ventre se contorceu me fazendo grunhir baixinho e pedisse por atenção, de repente o clima frio ficou quente demais. Por que Jeon Jungkook, você faz isso comigo?


Notas Finais


MANO, OBRIGADA PELOS FAVORITOS E COMENTÁRIOS. LEMBRANDO O BTS CONFIRMOU VIR PARA O BRASIL ANO QUE VEM <3 <3 SIM TEM NO TWITTER <3

Sim voltando ao normal, minha tia não pôde vir para Fortaleza e não fomos ao velório ;-;. Ela estava com câncer há mais de 10 anos, enfim vida que segue, obrigada por todas as mensagens amores, obrigada mesmo...

Até terça ou até antes, amo vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...