História O alfa da casa ao lado - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Kookmin, Namjin, O Alfa Da Casa Ao Lado, Paumdonamjoon17, Taeyoonseok
Exibições 3.648
Palavras 1.968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, como estão? Voltei mais cedo e espero que gostem, muito obrigada também aos 1400 e poucos favoritos, em menos de um dia mais de 100 favoritos, meu core não aguenta.

~Leiam com gosto~

Capítulo 14 - O que é boquete?


Fanfic / Fanfiction O alfa da casa ao lado - Capítulo 14 - O que é boquete?

Pov Jungkook

-Aí hyung, isso dói! – Comento passando a minha mão direita na cabeça, pois, Suga havia me dado um cascudo.

-Isso é para você deixar de ser trouxa, não acredito que tu sejas meu primo Jeon! – O outro comenta com certa raiva, o que ele queria que eu fizesse?

-Fala assim só porque marcou o Tae e vice-versa, você não pode chegar e dizer isso para eu não hyung. – Comento empurrando o mesmo que me fuzilou com o olhar.

-Posso e vou dizer o que ninguém teve coragem, você fica sendo trouxa e se arriscando por um ômega que não está nem aí para você, fica que nem cachorrinho para ele. – Yoongi cospe aquelas palavras na minha cara fazendo-me abaixar minha cabeça.

-Eu simplesmente não me importo hyung, não me importo que me vejam assim e sabe por que? – Porque o amo, Jimin pode passar a vida me rejeitando e quando bem entender me usar, você nunca vai entender, nem você e nem os outros. – Comento com um nó na garganta, mas aquilo tudo era verdade.

-Vou fingir que acredito nisso, cadê ele mal fala contigo e é porque estamos na casa dele! Jungkook, pelo amor de Deus cadê o seu amor próprio? – Yoongi pergunta e sacode meus ombros.

-Deixou de existir desde de que eu passei a ama-lo, eu daria minha vida por ele hyung, eu só quero que ele me ame! – Comento um pouco frustrado, afinal não queria conversar sobre isso com ninguém.

-Poxa, acho melhor você se afastar Jungkook, isso não te faz bem e todo mundo ver isso e só você que não quer enxergar! Ele pelo menos deixa você tocar nele? Uns beijos de verdade já deram? – Yoongi pergunta me fazendo revirar os olhos, para que tudo aquilo afinal?

-Isso verdadeiramente importa? Eu não quero ficar com ele só para fazer sexo, eu o quero para sempre. Por favor, hyung, me deixe em paz e deixe Jimin fora disso. – Comento saindo da área de serviço e entrando na cozinha, levei um susto ao ver Jimin ali, será que ele ouviu algo? Espero que não.

O mesmo sorriu me tranquilizando um pouco, isso mostra que ele não ouviu.

-Kookie-ah desculpe eu ter lhe evitado depois do que aconteceu, eu só não sei como me portar diante de você. – Jimin comenta e eu reparo uma coisa: ele não falou em terceira pessoa.

-Tudo bem meu doce, isso acontece eu também precisava ficar um pouco afastado e deixar você pensar. Sabe, Jimin, desculpa eu sempre estar no seu pé, mas é espontâneo. – Comento coçando a nuca, algo que eu sempre fazia quando estava sem jeito.

-Por favor, não peça desculpas eu é que devo pedir. Acho que preciso me soltar mais como Taehyung disse, eu só sou assim por medo da rejeição, afinal minha omma me mostrou isso a rejeição. – Jimin comenta e me olha como se a qualquer minuto ou até mesmo segundo fosse chorar.

-Tudo bem anjo, vai ficar tudo bem, sempre fica. Só quero que saiba que sempre estarei aqui, sempre mesmo. – Comento e abraço o mesmo que cheira minha blusa me causando um certo arrepio.

-Eu quero tentar algo, mas só mais tarde Kookie, eu preciso me soltar mais e aproveitar, como Tae sempre diz. – Minnie comenta e pega na minha mão direita e seguimos até a sala, onde todos se encontravam.

Yoongi nos olhou torto, Jimin apenas sorriu fraco e sentou entre minhas pernas se encostando em meu peitoral. Namjoon estava sentado no chão e Jin encostando-se em seu peitoral também, já Tae estava entre Yoongi e Hobi.

-Bom, já que todos estamos aqui eu tenho algo para dizer a todos. – Jin se pronuncia. – É o seguinte, o Mark vai fazer uma festa na casa de praia dos pais dele, daí ele convidou toda a escola e aí vamos? – Jin perguntou não contendo a animação.

-Pode ser, por mim já estou até nadando. – Tae comenta nos fazendo rir, esse ômega é único viu.

-Eu não vejo problemas e também já vai ser no final do ano e antes do baile de formatura. – Hobi comenta e concordamos, ele tinha razão.

-O hyung tem razão, precisamos esquecer um pouco da escola, esse ano para os terceiros foi bem puxado e os professores pegaram muito no nosso pé por causa da faculdade. – Namjoon comenta e Jin, Yoongi, Hobi e eu concordamos, já que somos do terceiro ano.

-Então fechado, daqui a duas semanas é a casa de praia, vamos sair na sexta à noite e voltar na segunda pela manhã e não inventem de desistir na última hora. – Jin comenta e recebe um leve carinho de seu noivo.

-Ótimo, agora vamos ao filme e Tae já escolheu e será bruxa de Blair. – Namjoon comenta e Hobi grita, valha.

-Não, eu não gosto de filmes de terror, eu não tenho medo eu tenho é pavor! – Hoseok hyung comenta e todos dali caem na gargalhada, como assim Hobi?

-Menos amor, bem menos por favor. – Yoongi comenta e Hobi fica emburrado, nossa esses três realmente deram certo.

Apertaram o play e começou, Jimin já havia feito a pipoca e já estavam atacando. Como não estava com vontade apenas fiquei assistindo mesmo. Hobi só sabia gritar, até que Namjoon jogou uma almofada nele o fazendo calar a boca.

Nunca pensei que todos nós estaríamos assim juntos e amigos, Antes de eu e Yoongi conhecer os meninos, ficávamos em casa jogando ou saindo pegar outros ômegas e até mesmo alfas.

-Kookie-ah, eu posso te perguntar uma coisa? – Sou tirado de meus pensamentos, quando Jimin chama minha atenção.

-Sim anjo, o que quer perguntar? – Olho para o mesmo que está um pouco virado para mim.

-Eu quero tentar algo e só quero fazer isso com você. – O mesmo comenta e cora, fiquei meio sem entender.

-E o que seria isso? – Pergunto arqueando uma sobrancelha, estávamos falando bem baixo por sinal.

-I-Isso é um pouco vergonhoso. – Jimin comenta e esconde o rosto na curvatura do meu pescoço, o que me causou um certo arrepio. Como ele estava quase em cima do meu membro, quando se mexia fazia uma certa fricção me deixando brevemente excitado.

-Anjo, eu não sou advinha, ninguém está escutando, pode falar. – Comento e beijo seus lábios, em um selinho prévio.

-Eu q-quero tentar hã sabe... Aish, droga Jungkook eu quero tentar um boquete! – Jimin comenta e esconde o rosto entre as mãos.

Eu fiquei um pouco espantado com o que ouvi, acho que ele deva ter batido a cabeça em algum canto mais cedo.

-Anjo, isso é sério? Jimin, por favor... – Comento acariciando os fios loiros acinzentados do mesmo.

-Kookie-ah, eu nunca falei tão sério na minha vida, e se você não deixar eu vou te provocar, eu não sou tão santo quanto parento ser. – Jimin comenta no meu ouvido e se remexe mais, me fazendo pegar firme em sua cintura.

-Não faça algo que possa se arrepender ChimChim, eu quero que seja único e não assim de qualquer jeito. – Comento acariciando a bochecha do mesmo.

-Mas eu quero tentar Kookie, por favor me ensine! – Jimin comenta e morde o lábio inferior e a minha sanidade cadê? Foi para o espaço.

-Tudo bem anjo, eu te ensino, mas só quando eles forem embora não quero ninguém nos atrapalhando. – Comento e o beijo mais uma vez, mas dessa vez foi com urgência o beijo, pedi passagem com a língua e o mesmo cedeu, Jimin puxava os fios do meu cabelo me causando sensações boas que percorriam todo o meu corpo.

Paramos o beijo quando o ar fez falta, o mesmo voltou a prestar atenção no filme que por sinal já estava acabando isso indica que os outros já estavam se preparando para ir embora.

-Bom, já vamos indo e Minnie, não vou poder dormir aqui hoje, mas amanhã pela manhã eu e o Jinnie hyung passaremos o dia aqui. – Tae comenta se despedindo.

-Tudo bem, até amanhã então e se cuidem vocês. – Jin comenta abraçando Jimin, que sorriu fazendo seus olhinhos formarem pequenos riscos.

Todos se despediram e ficamos só nós dois, confesso que fiquei um pouco nervoso, afinal não pensei que Jimin estivesse falando sério.

O mesmo chegou perto e ficou nas pontinhas dos pés, colocou os braços em torno do meu pescoço e encostou os lábios nos meus. Aperto mais Jimin contra meu corpo e aprofundo mais o beijo.

Paramos o beijo quando o ar se fez falta, ficamos nos olhando e nossos olhos transmitiam luxuria. Peguei em sua mão e o levei até o sofá, apenas seria uma aula básica.

Me sentei e ele sentou no meu colo e começamos a nos beijar de novo. Segurei firme em suas coxas e apertei fazendo o mesmo ronronar manhoso, puta merda.

-Jungkook, tem algo cutucando o meu popo. – Jimin comenta quando paramos de nos beijar e eu ri.

-É assim que você me deixa Jimin, excitado e louco para te foder. – Comento e chupo o pescoço do mesmo, que segurou em meus ombros para empinar um pouco.

-P-Posso tentar Kookie-ah? – Jimin me pergunta e eu confirmo, fazendo o mesmo sair de cima do meu colo. – Fica de joelhos anjo!

Mando e o mesmo faz o que é pedido, abro um pouco minhas pernas fazendo Jimin se acomodar ali entre elas. Abro o zíper dos meus shorts e abaixo o mesmo até o meio das minhas coxas.

Jimin me olha entorpecido, sem tirar um minuto se quer os olhos do volume que meu membro faz na cueca box.

-Kookie, o-o que eu faço agora? – Minnie pergunta molhando os lábios, já que aparentavam estarem secos.

-O próximo passo é você tirar ele da cueca anjo, tome cuidado. – Comento rouco, com os olhos de Jimin sobre mim, a sala estava toda carregada, a tensão era palpável.

Jimin faz o que lhe disse e com as mãos um pouco tremulas pegou no volume apertando, fazendo-me estremecer ali, apertei um pouco o conforto do sofá tentando respirar, toda essa inocência me deixava mais excitado do que nunca.

Abaixou a cueca box, fazendo meu membro teso saltar para fora fazendo Jimin arregalar os olhos um pouco assustado e espantado, o que me fez sorri ladino.

Pegou nele e começou a movimentar para cima e para baixo tão devagar que eu jurei que morreria ali mesmo, suas mãozinhas fofas e macias faziam meu membro pulsar por mais contato com a mesma. Jimin ainda estava um pouco desajeitado, peguei em sua mão e comecei a movimentar ajudando o mesmo.

-Desse jeito anjo, e um pouco mais rápido. – Comento com um fio de voz e tiro minha mão de cima da dele, deixando o mesmo fazer só.

Jimin se inclinou e começou a acelerar os movimentos de vai e vem, eu gemia baixinho com tudo aquilo, ele era tão perfeito que gozaria apenas o vendo inclinado daquele jeito.

-E agora Kookie, é só isso? Então isso é boquete? – Jimin pergunta com certa inocência, sério que ele não sabe o que é boquete?!

-Isso não é boquete anjo, isso se chama masturbação, você já chupou pirulito, não é? – Pergunto e o mesmo confirma com a cabeça. – Pois bem, é isso que você vai fazer com meu membro, irá chupa-lo igual como se estivesse chupando um pirulito. – Comento e Jimin cora com aquilo, tão fodidamente gostoso.

-TaeTae é tão pervertido, ele me pediu para falar que queria que você me ensinasse a fazer boquete, mas eu não sabia que era isso. Eu tenho medo de machucar o seu brinquedo Jungkookie. – Jimin comenta e eu me derreto, meu membro só fez ficar mais teso do que já estava.

-Não vai anjo, eu sei que não vai. Está pronto para chupar o meu pirulito? – Pergunto e Jimin geme baixinho, sabia que o mesmo estava excitado, o que fez minha sanidade ir para onde nem sei mais.

-Sim, daddy estou pronto...


Notas Finais


~Correndo estou~

Eu sei que sou do mal, porém eu não irei demorar anjos. Uma última coisa antes de ir, recebi algumas mensagens, acho que duas sobre a fic não está tão boa. E eu resolvi fazer algo, ainda não está concreto, talvez apagar a fic? Quem sabe, não sei... É isso, amo vocês e para quem ler O amor não acabou, só amanhã, beijão <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...