História O Alfa dos sonhos - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Loki, Natasha Romanoff, Nick Fury, Phillip Coulson, Steve Rogers, Thor
Tags Alfa/betaomega, Stony, Thorki
Visualizações 189
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 34 - Complicações


As lágrimas rolavam soltas pelo rosto bonito da jovem Alfa, ela estranhava o fato de Jarvis não responder, por nesse momento provavelmente ele diria alguma coisa, a confortaria, não sabia para onde iria, mas sabia que tinha de sair dali, que ali não era mais seu lar, mas também estranhava o fato da porta do elevador ter se aberto "sozinha," tudo estava muito estranho e finalmente chegou ao térreo da Torre Stark.

Andando a ermo na pelas ruas da cidade, ela acaba em uma parte particularmente mau iluminada do local, e então ela sente algo batendo em sua nuca e com a visão turva ela reconhece Kraven.

- Achou  que podia caçar o caçador? -  Perguntou ele, que estava acompanhado, mas ela não viu de quem.

Enquanto isso na Torre dos Vingadores, tudo era um verdadeiro caos e a primeira a falar foi Ana.

- Pai você está bem? -  Perguntou para Steve.

- Não.  -  Ele ainda olhava para o elevador.

- Eu ainda não consigo entender o que diabos aconteceu aqui? -  Dessa vez foi Bucky quem falou.

- Isso deve ser...

- Um engano? -  Tony interrompeu Natasha. -  Não, não é. Jarvis?

- Sim senhor. -  Respondeu a IA. -  Senhor ates que me peça algo, devo dizer que meu sistema foi corrompido, mas eu consegui rastrear a fonte do problema e aparentemente é de outro país.

- De que país  exatamente?  -  Perguntou Tony.

- Impressionante Tony! você descobre que sua filha...

- Jarvis mande toda a informação para o laboratório. -  Tony falou, ele se sentia de certa forma culpado, por que se sua filha agia assim não era culpa de Steve e sim dele.

- Não, temos que fazer isso juntos! -  Disse Steve.

- Steve você está grávido, acho...

- Acho que não deveria falar assim com o papai, já não fez o bastante com a Gabi. -  Disse Ana. 

- A Gabi, sua irmãzinha é uma assassina!

- A Gabi, minha irmãzinha assumiu a culpa da minha gravidez, a minha irmãzinha  me contava histórias sempre que agente ficava sozinho em casa por que vocês estavam salvando o mundo e  eu não os culpo por isso, minha irmãzinha aos sete anos foi levada por malucos anti- mutantes e quase foi morta, minha irmãzinha salvou a vida de um menino, minha irmãzinha manteve segredo sobre eu ser o Homem- Aranha. -  Peter falou.

- O que? -  Perguntaram em uníssono todos que estavam na sala.

- Eu sou o Homem - Aranha e eu estou grávido do Deadpool, mas estar grávido foi um acidente. -  Peter falou.

- Como escondeu isso de nós? -  Perguntou Steve que no momento estava muito pálido. 

- Eu... não sei, só sei que eu precisava fazer alguma coisa, foi como um sinal quando eu fui picado por uma aranha radioativa. -  Peter disse.

- Pai, papai... -  Ana tirou seu distintivo da tropa nova do bolso. -  Sou uma agente da humana da Tropa Alfa, fui procurada aos 17 anos e para honrar o legado de vocês decidi aceitar, não foi difícil fazer vocês assinarem os papéis sem ler e mentir sobre viagens e tudo mais.

- Eu... sempre soube que... vocês escondiam algo... mas nunca.... -  Steve desmaiou, estava grávido e não podia passar tanto nervoso assim e tudo aquilo era mais do que qualquer um poderia aguentar.

- Me ajuda aqui! -  Tony gritou já que ele segurou Steve de um jeito que era mais para ele não cair do que para carregar ele, mas agora ele via que precisava carregar, então Bucky ajeitou o corpo do amigo no colo de Tony.

- O papai tá sangrando! -  Disse Peter.

Tony correu para o elevador e depois para carro, colocou Steve no banco de trás, ele não iria deixar acontecer nada com seu companheiro e seu bebê. 

Em outro lugar, ainda na cidade de Nova York, porém em um galpão abandonado, Gabriele estava algemada a uma pilastra de ferro puro com suas mãos amarradas trás, seu corpo pendia para frente e sua visão ainda era turva, mas logo se focalizou e então ela pode ver Kraven e um outro homem parcialmente escondido pelas sombras, mas pelo cheiro era mais um Alfa.

- Olha quem acordou! -  Disse o caçador.

- Valeu pela soneca, eu estava precisando. -  Ela falou forçando as algemas.

- Você é engraçadinha não.... -  Então um tiro que atravessou o ombro de Kraven.

- Que diabos...?

- Isso foi um aviso. -  O homem das sombras veio para luz e então a jovem Alfa pode perceber que era Ossos Cruzados. -  Ela agora é da HYDRA e  se você não for embora, o próximo vai ser na sua cabeça. 

- Ela é minha e eu vou... -  Mas um tiro na perna. -  Essa bala possui uma toxina, o antídoto está na sua casa e você tem trinta minutos para chegar lá, antes de seu coração parar.

- Isso vai ter volta. - Kraven disse saindo para salvar sua própria vida.

- Olha você jogou sujo. -  Disse  a loira.

- Você não faz idéia! -  Falou andando até a menina. -  Sabe eu tinha ordens para levar você para lavarem a sua mente, mas acho que vou baixar esse seu topete de outro jeito.

- Nossa que medo! -  Disse ela com deboche e logo tomou um tapa que machucou seu lábio. 

- Quando eu acabar com você nem seus pais vão te reconhecer! -  Disse o vilão. 

- Vai em frente, essa não é primeira surra que eu levo! -  Disse.

Enquanto isso no hospital, Tony, Bucky, Sam, Clint, Natasha, Ana e Peter, esperavam por notícias de Steve, eatavam na ala médica da S.H.I.E.L.D até que o médico veio falar com eles.

- O senhor Rogers e o bebê estão bem, ele está descansado, porém não poderá se aborrecer ou fazer qualquer esforço, por que se não com soro de super soldado ou não essa gravidez a partir de agora é de alto risco.
 


Notas Finais


E então me digam o que acharam?
Cometem por favor!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...