História O Alfa me domou - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 122
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Talvez possa ter meu ômega de volta




    Youngjae estava lutando em seu interior, não podia seder, ele era só e somente só de Jaebum, claro que já tinha passado cios sozinho mas depois que transou pele primeira vez com Jaebum, se tinha esquecido do quão doloroso podia ser passar um cio sozinho, e aquilo doía para caralho, doía mais ao sentir o cheiro de alfa tão próximo a si.

   –Jae abre essa porta! Você precisa de mim e eu de você, abre para eu poder te satisfazer, estar dentro de ti e te fazer gemer como nunca, abre vai, eu prometo que te tratarei com carinho– suho fala do outro lado da porta só com 1% de sanidade pois o cheiro que Youngjae destilava era sem igual algo maravilhoso que entrava pelas narinas e se espalhava pelo corpo do alfa lhe trazendo uma ereção imediata e lhe tirando a sanidade.

   –se forte Youngjae, não vou seder, eu sou do Jaebum, só o Jaebum pode me satisfazer, só o Jaebum, só o Jaebum – Youngjae sussurava para sí próprio enquanto se masturbava com a mão esquerda e se penetrava com os dedos da mão direita, porém aquilo não era suficiente, nada seria capaz de o satisfazer como Jaebum.

   –Jae, deixe eu entrar ômega, deixa eu te satisfazer deixa eu te tomar–

   –n-não, vai emboraaa– Youngjae gemeu ao sentir uma onda de desejo lhe percorrer o corpo, sério, quilo de se satisfazer sozinho não estava dando certo, Youngjae fechou os olhos mordendo os lábios com tanta força que chegava a sangrar, tudo isdo para que aquelas palavras não saíssem de sua boca mas naquele momento seu corpo não lhe obedecia e já fraco para conter os lábios...

   –alfa...ve-vem me tomar alfa– Youngjae falava chorando e logo Suho arrombou a porta perdendo completamente a sanidade ao ver Youngjae daquele jeito exposto só para sí.

   Youngjae chorava e chorava, mas seu corpo desejava ainda mais pelo corpo de Suho e aquilo lhe dava um certo nojo em sua mente mas seu corpo queria mesmo é ser tomado.

  Suho não perdeu tempo e começou a se despir logo ficando por cima de Youngjae, o beijando com vontade, Youngjae só correspondia por instinto de seu corpo e sem mais delongas sentiu o pênis de Suho o penetrar. Youngjae aranhou as costas do alfa por causa de brutalidade e dor, mordeu o lábio que já estava machucado tentando ao maximo pensar que quem estava o penetrando era Jaebum pois só nele encontrava o verdadeiro prazer.

00000

    –cade cade!– Roseanne a médica que estava cuidando dos gêmeos Jae, vasculhava as cavetas daquela sala que não era sua.

   –algum problema? Aqui?– Rosé se assustou e se virou para a porta rapidamente.

   –em...o Suho me mandou procurar umas fichas aqui, sabe eu estou quidando de alguns pacientes dele agora e preciso das fichas– falou nervosa, conhecia aquele alfa, conhecia seu caracter e do que era capaz por experiência própria por isso ficar perto dele lhe dava medo e arrepios.

   –hmm, não seria exatamente esta ficha?– Kai mostrou uma ficha para Rosé que conseguiu ler o nome do paciente oque a fez gelar. –Rosé, eu não sou bobo, sei oque você esta pensando em fazer mas vou logo avisando, seja inteligente e deixe isso quieto, não é de sua conta então não se meta– Kai falava bem próximo de Rose que estava com o coração a mil.

   –oque vocês fizeram com eles?–

   –nada, ele simplesmente decidiu que não queria mais ficar com seu alfa, pegou na sua cria favorita e foi morar com Suho, é apenas um caso em que o paciente se apaixona pelo médico– disse kai sem tirar os olhos da ômega.

   –isso é mentira, ele tem um alfa detinado e 3 filhotes, não tinha razão nenhuma para os abandonar e...–

  –calada!– kai gritou e a ômega se encolheu –eu não estou pedindo sua opinião, estou de informando em oque você deve acreditar  para sua segurança– falou em um tom ameaçador e chegou mais perto da ômega que chegava a tremer de tanto medo –você não quer reviver certos mementos do passado neh?– Kai perguntou sorrindo cínico acareciando o rosto de Rose que negou com a cabeça. –linda menina, então esqueça isso, e trate dos dois gêmeos como pacientes normais, entendidos?– Rose permaneceu quieta –eu perguntei se estavamos entendidos!– Kai tinha enrolado o cabedo de Rose em sua Mão e estava os puxando com uma certa força.

  –s-sim!– falou já não aguentando segurar as lágrimas e logo Kai a soltou saiu de lá mas antes lhe deu um olhar amassador.

   Rose caiu de joelhos no chão e começou a chorar desesperada se lembrando do que Kai tinha feito com ela a alguns anos, tinha sido algo tão traumatizante que teve de ir ao psicólogo para assimilar aquilo. Uma verdade era que ela não queria passar por aquilo de novo e outra era que não podia deixar mais alguem passar por aquilo e ela temia que Youngjae estivesse naquela situação, estava confusa, desesperada e desamparada, não tinha muita gente com quem contar por isso estava sozinha naquilo.


00000


    Jaebum estava na sala de estar de sua casa quase deitado no sofá dando mamadeira para Kwanjae, que estava já na segunda rodada, aquele menino realmente comia muito, não admira que Youngjae estava sempre reclamando que ele o chupava demais.

    Jaebum sorriu quando o menino fez uma cara identica a de Youngjae quando não estava satisfeito –Rosa! Traga outra mamadeira– Jaebum falou e viu a moça ir para cozinha –o Sunjae já acordou?–

     –já e parece estar com fome– Jisoo falou descendo as escadas com o filhote ômega nos braços. Tinha ido passar uns dias com o irmão para lhe dar companhia e ajudar a cuidar dos meninos, tudo bem que ela era alfa mas sendo a mais velha de 3 irmãos, tinha lá alguns dotes de omma.

  –aqui– Rosa entregou uma mamadeira a Jisso e outra a Jaebum que começaram a alimentar os bebês.

   –então?– Jaebum falou olhando para irmã com aquela carinha por ve-lá segurar Sunjae de maneira tão paternal.

   –aff, sai para lá Jaebum!– Jisso se levantou, sabia onde o irmão queria chegar.

   –aff, va-la, você já tem idade de até casar, porque não tem namorado ou namorada? Uma alfa bonita como você–

   –eu simplesmente não quero, ômegas são metidos cheios de chiliques e eu não to afim de aturar cu doce–

    –nada disso, o Youngjae não é assim, o Mark não é assim, o Bambam...bom o Bambam é o Bambam–

   –ta vendo? Se eu quiser transar eu tenho dinheiro para isso, se eu quiser um filhote eu adoto– falou a ômega com uma pose superior.

   –rs, era uma vez um alfa certinho que queria um ômega igualmente certinho, mas ele achou seu ômega destinado e viu que era um ômega desleixado completamente diferente de si mas o amor entre eles era maior que as diferenças–

   –bobagem! Eu nunca vou achar um ômega que...– a campainha tocou e Rosa foi atender –que seja do meu tipo–

    –senhor Jaebum, a doutora Park esta cá–

  –a Rose? Mende ela entrar– Jaebum se ajeitou no sofá e olhou a mulher entrar.

   –boa tarde– Rose se curvou previamente e olhou para Jisoo depois para Jaebum.

   –oi, tem algum problema com os bebês– Jaebum perguntou alarmado.

   –não...bom não exatamente– Rose fez uma expressão de cansada. Realmente estava cansada, de chorar, de pensar, de lamentar, de tudo.

   –se sente aqui– Jisoo indicou e logo Rose se sentou agradecendo a alfa.

   –como assim não exatamente?– Jaebum olhou curioso para ômega.

   –é sobre o Youngjae, eu...eu sei onde ele pode estar– Rose falou com tom de choro na voz e ganhou muita atenção dos 3 ali presentes.

  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...