História O Aluno Nota F - Jikook - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Boyxboy, Bts, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!teacher, Jungkook!tops, Vhope
Visualizações 1.485
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU CONSEGUI O INGRESSO DO HARRY PORREADJFNKKED TOMA ATT PRA VCS DE PRESENTE S2
nesse capitulo que comeca mesmo hehehe

Capítulo 5 - Diversão


Fanfic / Fanfiction O Aluno Nota F - Jikook - Capítulo 5 - Diversão

 

Jimin e Yoongi foram direto para as bebidas, enquanto o casal Namjin cumprimentava os conhecidos e Taehyung ia pra sei lá onde. Enquanto o esverdeado enchia seus copos de Vodka com refrigerante, Jimin olhou para o lado e viu Hoseok rodeado de algumas garotas, conversando. O que esse cara estava fazendo aqui?

Os dois amigos beberam cinco ou mais copos cada um, e quando estavam os enchendo de novo, alguém toca no ombro de Jimin, que estava sentado em um banco alto. Ele se vira e dá de cara com Ga Eul, a vadia que ele já havia ficado diversas vezes. A garota também era popular no colégio e era conhecida por fazer a vida de todas as outras meninas um inferno. Jimin apenas gostava dela porque, independente de quantas vezes eles transassem, os dois nunca teriam algo sério, apenas tesão o que tinham um pelo outro.

 

“E aí Jimin, tá afim de fazer o nosso esquema?” Diz ela sorrindo maliciosamente. Aquilo já havia virado costume para os dois, pois em todas as festas que ele ia, das pessoas que ele pegava, Ga Eul era sempre uma delas, então ele responde: “Só se for agora.” E assim se levanta e ataca a boca da garota, logo a prensando contra a parede. Uma de suas mãos deslizava sobre o corpo dela, e a outra segurava uma garrafa de Vodka já pela metade. Jimin já sentia a famosa tontura e podia já saber que estava bem alterado, mas mesmo assim clicou no botão do foda-se e continuou a beijando.

 

“Vamos lá para o banheiro?” Diz ela ofegante, e o garoto apenas a arrasta pela mão até o lavabo que ficava em frente a porta de entrada. Ela tranca a porta e dois logo voltam a se beijar loucamente. Jimin deixa a garrafa em cima da pia enquanto a menina o beija e ao mesmo tempo agarra seu pau por cima da calça. Ela vai descendo, beijando seu peitoral tapado pela camiseta quando chega até o zíper de sua calça. Ga Eul vai o abrindo enquanto o garoto volta a pegar a garrafa e tomar o líquido forte puro mesmo. Ela massageia o seu membro e logo começa a chupá-lo, enquanto Jimin era uma mistura de gemidos e goles da bebida. Passou-se assim por um tempo, até que ela termina, fecha sua calça e se levanta, dando um selinho nele e dizendo: “Você sempre é ótimo, Jimin”

Ela sorri e sai do banheiro, Park apenas ri e nem consegue responder, de tão embriagado que estava. Ele deixa a garrafa em cima da pia novamente, percebendo que havia bebido todo o conteúdo que tinha nela. Jimin sai do banheiro, cambaleante, não tendo muita noção do que estava acontecendo, e tenta ver o que ocorria naquela festa, tendo a visão borrada por conta do álcool.

 Haviam várias pessoas rindo com copos ou garrafas na mão por todo o lado, o garoto vira para o a direita e vê Namjoon em cima de uma mesa, segurando uma garrafa com uma pose de “sou foda”, enquanto várias pessoas gritavam incentivos para ele fazer sei lá o que de novo. Na parede estava Yoongi se pegando com duas garotas, e Jimin se assustou quando viu que estava saindo fumaça de uma de suas mãos, mas depois riu de sua própria idiotice quando raciocinou (pois sua visão estava uma merda para realmente ver) que ele estava provavelmente fumando algo de seu” estoque maluco”, como ele chamava. Quase todo mundo estava muito louco naquela casa, e... peraí, aqueles são Taehyung e Hoseok se pegando, ou melhor, se comendo?!  O garoto falou sozinho: “Aquele safado do Taehyung... quando ele ia me contar que estava transando com o Hoseok Estranhão?” Jimin começou a rir do apelido que ele mesmo havia dado ao auxiliar, sem saber mais o que fazer.

Enquanto ele observava a “paisagem”, ele ouve a campainha tocar, da porta que estava bem a sua frente. Quem era o retardado havia chegado em uma hora dessas? Jimin se sentiu no direito de abrir a porta e ver quem era o idiota que estava tão atrasado. Ele foi abrindo a porta lentamente e logo foi ouvindo uma voz que lhe era familiar...

 

“Mas que merda, será que dá pra baixar a porra do volume nessa casa? Esses adolescentes não tem o menor respeito pelos vizinhos, em plena madrugada fazendo barul..., Jimin? É você que mora nesta casa?!” Mesmo completamente bêbado, o jovem reconheceria seu professor chato e gostoso, vestindo um roupão com uma cara irritada, mas ao mesmo tempo de sono.

 

“Você por aqui, Senhor Jeon...” Diz Jimin com malícia. “Essa festa está muito foda, por que não entra um pouco?” O garoto pergunta enquanto envolve os braços no pescoço do mais velho, logo o abraçando completamente desajeitado. “Sabe, eu estava me divertindo tanto aqui na casa da Irene, Ga Eul acabou de me chupar fodidamente bem, e até de lembrar o Jiminzinho já está se animando aqui...” Jimin conta completamente bêbado, olhando para o próprio membro agora coberto, e rindo. “Mas sabe, eu preferia muito mais que fosse você que estivesse me chupando, aliás, faz tempo que eu não fico com um homem e você parece ser daqueles que são bem violentos na cama, e seu pau deve ser enorme, então por que não entra e...” Jeon o interrompe, agarrando seus pulsos fortemente e falando de maneira completamente estúpida para o garoto:

 

“Jimin, eu não estou para brincadeiras aqui. Apenas quero que você peça para abaixarem a porra da música pois está atrapalhando o sono meu e da minha noiva, então vá logo e...”

 

“Noiva o caralho, Jungkook! Apenas cale a boca.” E assim Jimin cola os lábios abruptamente nos de Jeon, fazendo com que o mais velho soltasse seus pulsos pela ação repentina, então o garoto puxa seu pescoço para mais perto. O mais novo passa a língua pelos lábios do professor, mas ele não o corresponde. Jimin continua, aprofundando o beijo, mas ainda nada de Jungkook. Ele leva a mão ao pênis do outro, sentindo apenas a sua cueca por baixo do roupão e percebendo que ele estava duro, assim como ele.

 

“Hummm, vemos que alguém aqui está tão animado quanto eu, não?” Jimin sorri entre o beijo, mas Jungkook logo põe as mãos em seus ombros, o distanciando violentamente. O professor o encara com a maior cara de raiva que Jimin havia já visto, mas o garoto apenas fecha os olhos, sorrindo e lambendo os lábios, sentindo ainda o gosto da boca de Jeon, misturado com o álcool. O maior agarra os ombros do outro e bufa furioso.

 

“Você...” Jimin apenas o encara com um sorriso debochado, conseguindo ficar em pé apenas pelas mãos do mais velho o segurando. “Porra!” grita Jungkook, empurrando levemente Jimin para trás, que se segura no batente da porta para não cair, e o professor sai bufando até o outro lado da rua com passos fortes.

Park sorri por finalmente ter conseguido beijar seu professor gato, ele sabia que nem iria se lembrar disso, então apenas ficou todo feliz e bêbado relembrando da cena enquanto podia, encostado na porta e nem se preocupando se ela estava aberta mesmo. Ele escuta uma risada baixa atrás de si, então se vira para ver quem é e encontra Yoongi olhando para baixo e rindo sem os dentes, logo após liberar uma grande quantidade de fumaça de sua boca. Ele olha para Jimin, com os olhos avermelhados por conta do que estava fumando, e logo o diz, ainda rindo:

 

“Cara, você tá fodido.”


Notas Finais


ÉÉÉÉÉÉ apenas digo uma coisa: preparem-se
boa sorte pra mim que tive um crise de rinite agora, tenho que acordar as seis pra aula amanhã e to aqui escrevendo fanfic de japones viado
por favor não esqueçam de favoritar e comentar :3
e também queria agradecer muito as que tão comentando/já comentaram, é sério, vocês não sabem o quanto me deixa feliz saber que o meu trabalho tá sendo reconhecido :)))))))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...