História O amigo dos meus amigos - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Colegial, Namoro
Exibições 118
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


O capítulo está lindo, fofo, choroso e tudo mais, bem dramático!
O fim que está meio confuso, quero ver as reações de vocês mozis!
Faltam poucos capítulos para o fim, só queria dizer!
Até as notas finais!

Capítulo 15 - Adeus.


Fanfic / Fanfiction O amigo dos meus amigos - Capítulo 15 - Adeus.

Era bem a minha cara estar isolada em um canto do aeroporto enquanto todos se despediam de Mattheo. "Droga Amélia, é o cara por quem se apaixonou, vá atrás dele!" - Era exatamente o que a minha cabeça gritava enquanto eu me encarava no espelho daquel e banheiro público completamente imundo.

Sai daquele cubículo e fui até onde estavam Connie, Lia, Matt, Chloe e Liam. Ah, a irmã de Mattheo também estava lá, pelo que entendi os pais já haviam embarcado.

-Amélia! -Kayla acenou assim que me avistou, correndo para me dar um abraço. Antes que eu pudesse cumprimenta-la, suas mãos me silenciaram levando-me novamente a algum canto. -Convença o Mattheo a ficar -ela sussurrou. -, não odeio ele tanto assim a ponto de querer que ele fique longe, ao contrário, o amo tanto que sei que o lugar dele é aqui com você. É a primeira vez que vejo meu irmão radiante por alguém, na maioria das vezes está feliz pela quantidade que conseguiu em uma só noite. Mas você faz ele chegar cantarolando em casa. Ele até me conta coisas agora, Mattheo está completamente apaixonado por você, Melly e isso é novo pra ele, mas é lindo de ser ver seus olhinhos claros brilhando ao falar de você. Ele quase... uh, ele quase chorou noite passada quando se deu conta que te veria pela última vez hoje. Corra atrás dele, vocês merecem ser felizes, uh?

"Uow" - foi tudo o que consegui dizer. Eu nem sabia me expressar ao ouvir tudo isso. Mattheo falava de mim? Ele quase chorou... ele mudou. Melhor, ele mudou por minha causa, mudou por um amor o qual ele nunca teve a intenção de criar. Mudou porque preferiu me ver com outros olhos, diferente das outras garotas. Matt por fim sente o mesmo que eu e era impossível duvidar disso agora.

-O que me diz? -Kayla ergueu seus olhos escuros.

-Vem, preciso ver seu irmão.

Caminhamos rapidamente -ou talvez tenhamos corrido um pouco- em direção aos meus amigos. Liam estava abraçado ao melhor amigo e Chloe chorava abraçada a Lia e Connie. Sempre emotiva.

Assim que me notaram ali, ficaram me encarando com pequenos sorrisos no rosto. Mas Matt fez diferente, ele caminhou dois passos a frente e me puxou para um abraço forte o qual eu fiz questão de aproveitar ao máximo já que 90% de chance era de que ele fosse realmente embora.

De longe, aquele abraço seria o mais gostoso e aconchegante que eu já teria provado em toda vida. Tentei de todas as formas não me apegar, mas não deu certo, falhei e no fim, não me arrependi, nem por um segundo. Foi gostoso brigar, sentir ciumes e até mesmo terminar um namoro de curta curação por Mattheo, foi bom amar e se o dono do meu amor se for, só me resta esperar por alguém que complete meu coração novamente. O mesmo coração que completa o de Matt.

-Por fav...

Antes que eu fizesse meu pedido, Mattheo juntou seus lábios aos meus se demorando sobre eles. Sorri entre o beijo e nesse momento ele introduziu sua língua em minha boca. Apertei ainda mais sua nuca retribuindo aquele beijo com toda vontade do mundo. Derretida como eu sou, já sentia as lágrimas escorrendo por minhas bochechas levando consigo, provavelmente, todo o rímel em meus olhos.

-Não me peça pra ficar se já sabe qual resposta vai escutar. -Matt sussurrou ao meu ouvido, bem baixinho, após terminar nosso beijo com leves selinhos. -Eu queria muito aceitar e dizer que vou montar uma casa, me casar com você um dia e ter filhos. Mas não confio em mim mesmo, Mel, não sei se meu amor por você poderia evitar que por um acaso, mesmo com todo esse sentimento acabasse por cair em tentação. Eu não posso arriscar o seu futuro, nem o meu. Não posso me arriscar por algo que pode não dar certo.

-E vai ser sempre assim? -murmurei no mesmo tom, calma. Por um lado eu o entendia. As lágrimas lentamente escorriam por meu rosto enquanto eu mantinha minha fala firme. -Até quando vai viver da curtição, tem que confiar em sí, ao menos uma vez e eu...

-Exato. -ele me cortou, me abraçando ainda mais. -É você, poderia ser qualquer outra, mas é você. A única pessoa a qual me senti um idiota por magoar. Você não entende? Não sou eu, é você, você é especial. Não existe essa história de "não é nada com você, o problema é comigo.", não aqui pelo menos. O problema é que você é incrível e eu te amo pra caralho... voc... 

E ele arfou. Sua voz havia falhado. Só ai eu percebi, Mattheo estava chorando, ele estava realmente triste, estava sendo egoísta, doía nele também. 

-Quer saber? -me afastei e esfreguei as mãos por meu rosto, na tentativa de limpar as lágrimas. -Obrigada por essas palavras, por todos os momentos especiais, pelos beijos, abraços e pela noite maravilhosa! -logo fui obrigada a jogar a cabeça para trás impedindo que o choro escorresse. -Não me olhem assim, vocês sabem que nós fomos para a cama e foi a melhor noite da minha vida! -sorri deixando todo o constrangimento que tentava me abalar de lado. -Eu amo você, e se não for feliz na Califórnia, joga tudo pro alto e volta pra mim.

-E se você estiver com alguém? -Mattheo perguntou.

Olhei para os lados antes de responder. Era engraçado, emocionante, todos choravam junto com nós dois, principalmente a chorona da Chloe. Respirei fundo e  voltei a encarar Matt.

-Ninguém, absolutamente ninguém -reforcei. -, jamais será mais importante que você, seu galinha.

[...]

POV CHLOE 

Lia e Connie resolveram sair para tomar um café enquanto Liam e eu, mesmo brigados, decidimos que seria melhor levar Melly para casa. Ela havia chorado muito e estava cansada. O voo de Matt saia em duas horas, mas ele também achou melhor que deixássemos Amélia em casa.

O caminho era um tanto longo, trazendo como consequência o sono de Melly, que adormeceu no banco traseiro do carro de Liam.

-Por que estamos brigados? -Liam perguntou em tom baixo, logo em seguida levou uma das mãos ao rádio e o abaixou. -Nosso melhor amigo está indo embora, tudo o que eu preciso e de você, Chloe, de carinho.

-Do meu carinho ou das suas amigas?

-Jura Chloe? Ciúmes a essa altura do campeonato? -ele levantou as sobrancelhas grossas. -Eu te amo sua idiota, de que maneiras eu preciso te provar isso?

-Você já prova. -ri nasalado fazendo Liam voltar a franzir a testa. Acabei dando-me por vencida no fim, não sabia ficar muito tempo brigada com ele. -Você prova quando não desiste de mim todos os dias quando eu dou uma das minhas crises ridículas de ciumes.

-Eu amo você. -ele sussurrou tirando uma das mãos do volante e colocando sobre a minha.

-Eu também. -sorri apertando sua mão. -E eu espero de verdade que o amor dos nossos melhores amigos seja tão forte assim, a ponto de junta-los novamente.

[...]

Melly disse que não queria ir pra casa, que não queria se jogar na cama e chorar ainda mais. Então a levamos ao parque ouvindo-a se queixar o tempo todo que não precisava de babá. Liam resolveu chamar Keny, o primo de Amélia o qual encontramos na boate e demos boas risadas quando soubemos que Matt teve ciumes dele, afinal, Keny é gay.

Em um banco próximo, os primos estavam abraçados enquanto eu fazia o mesmo com Liam, mas um pouco mais distante. Alguém parou bem ao nosso lado, ofegante, parecia ter corrido muito. Era familiar. Eu conhecia aquelas madeixas claras e quando ele ergueu a cabeça, para nossa surpresa...

-Mattheo?


Notas Finais


Confusos? Adoro!
Vocês sumiram no capítulo passado, poxa, onde estão as reações de vocês? Me digam o que estão achando, uh? Não me deixem desanimar!

Meu twitter caso alguém queira fazer perguntas, ou conversar comigo, amo responder vocês: https://twitter.com/sweetierugge

Minhas outras fanfics:

MY FIRST LOVE (fanfic sobre Justin Bieber)
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/my-first-love-3649696

I REALLY LIKE YOU (fanfic da série Violetta)
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/i-really-like-you-4939201

MY ANGEL (fanfic sobre a série Soy Luna)
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/my-angel-6355698

CRAZY IN LOVE ((fanfic da série Violetta)
LINK: https://spiritfanfics.com/historia/crazy-in-love-6703974

Se gostar, comente e favorite.

KISSES!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...