História O Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kimi ni Todoke
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Kimi Ni Todoke ( Inspirado ), Romance
Visualizações 3
Palavras 779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Luta, Magia, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aqui estamos com mais um capitulo!

Espero que gostem <3

Capítulo 2 - Melhores amigos


Fanfic / Fanfiction O Amor - Capítulo 2 - Melhores amigos

​O sinal do recreio toca

​Nesse momento eu vejo todos os alunos levantando de suas cadeiras e correndo até a cantina para comprar algo, alguns saiam com cuidado com seus lanches em suas mãos enquanto conversam com seus amigos. Eu fui a ultima a sair da sala, já estava acostumada com isso. - Parece que as coisas nessa escola não vão ser diferentes não é mesmo?-

​Estava descendo as escadas com alguns livros. Um grupo de garotas estava atrás de mim, as fãs do garoto popular, que alias se chama Ningyo. Eu ouvi elas sussurrarem algo do tipo " Então essa garota acha que vai ficar com ele...". Elas davam risadas, mal sabiam que eu nem conhecia o menino.

Quando as escadas estavam acabando, eu sinto algo me empurrar e adivinha! Era uma das garota que estava no grupo. Caio no chão, alguns livros pesados caem encima de mim, enquanto um outro livro pesado atinge minha cabeça com força, me fazendo desmaiar - O..Oque...- Foram as ultimas coisas que falei naquele momento. Eu senti todos rirem de mim, e não me ajudarem.

​" Porque você não se importa com isso?"

​Eu sei me defender, isso eu não posso negar. Porém no fundo da minha alma, eu sinto que mesmo me defendendo elas vão continuar até me machucarem de verdade. E isso vai doer, não é mesmo?

​Eu acordei tonta, estava enxergando tudo embaçado. Eu não lembrava de nada que havia acontecido, apenas de uma mão feminina encostando em minhas costas e me empurrando, tirando isso, mais nada. - Ham...- Quando minha visão focou, vejo alguém do meu lado. E sim, era ele, Ningyo!

​Arregalei meus olhos, piscava varias vezes, assim demonstrando que estava surpresa. Ele estava com o olhar sério de sempre, então desviei meu olhar. Quando olho para minha mão esquerda, vejo que tem um curativo Parece que eu me machuquei de verdade....- Falei com um tom de decepcionada, logo coloquei a mão na cabeça, então percebo que alguém havia enfaixado ela, que provavelmente foi o garoto, ou apenas uma enfermeira.

​" Porque decepcionada? "

​Eu tenho capacidade de me defender, apenas me finjo de idiota. Esse é o único motivo

​Fiquei curiosa por ele ter me ajudado, isso não é o que pessoas populares normalmente fazem, certo?- Hum...Você me ajudou, certo? Posso saber o motivo?..Sabe, não somos amigos nem nada- Falo com uma voz curiosa, ele deu uma risada disfarçada e continuou com sua expressão de sempre, logo me respondendo - Sério isso? Você estava caída no chão com metade das pessoas presentes no momento rindo, foi o único a te ajudar e você nem pede obrigado!? OK, não somos amigos, mais fiquei sabendo que não é popular e nem tem amigos. Não vou te julgar, porém em outras escolas, minhas melhores amigas eram iguais a você. - Eu sinto que ele ficou bravo, porem não demonstra isso então não tenho certeza. - Desculpa.. Eu estou no mundo da lua ainda, esqueci de agradecer. Te devo uma, Arigato!... Parece que todos já sabem como eu sou, e pelo que eu entendi com isso que disse, sinto que quer que eu seja sua amiga. Certo?

​- SIM! Não estou animado nem nada, porém é isso mesmo que quis dizer, você é rápida. - Ele termina de falar dando um longo suspiro. Eu aceno com a cabeça falando " SIM ", como se aceitasse o pedido de amizade. - Então, já que é meu amigo, poderia me ajudar com aquelas vadias certo? Desculpa a língua, mais estou realmente muito brava com aquelas garotas - Falo um pouco rápido. Logo surge um sorriso maligno no rosto do Ningyo. - Claro, vou te ajudar diabinha. Eu tenho uma ideia em mente - Antes de terminar de falar, ele me puxa pelo braço, me levantando da cama, quase me derrubando!

​Ele vai me puxando até o pátio, tinha varias pessoas lá, o intervalo estava prestes a acabar. - Mas o que..- Penso, e quando chegamos no pátio, as garotas psicopatas nos veem juntos. Eu sinto os olhares delas queimarem minhas costas, não demonstro medo, porem sinto um pouco no fundo da alma.

​Ele me vira, assim nos ficamos frente a frente - Foi nisso que eu pensei, não reclame - Ele sussurra para mim, logo colocando suas mãos em minhas bochechas e aproximando seu rosto do meu, isso acabou em um beijo demorado e delicioso. Foi tão rápido que não pude impedir, eu apenas acompanhei o longo beijo, enquanto as garotas observavam, algumas tirando fotos, outras chorando e outras se preparando para me matarem quando o beijo acabar.

​Quando ele acaba, eu automaticamente saio correndo para dentro da escola, muito envergonhada.

 

​Continua.


Notas Finais


Hola amigos!

Dou um grande sorriso - Espero que tenham gostado meus amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...