História O amor além de cego, te deixa mudo e surdo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Seokjin, Vhope Taehyung, Vmin, Yoongi, Yoonmin
Exibições 25
Palavras 2.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O capítulo de hoje é polemicooo... EPAAA PARA PARA PARA!!
Preparem os kokoro ,pq talvez eles quebrem
mentira We Are BulletProof <3
Boa leitura -u-

Capítulo 6 - 06: Amar,é se afastar


*Jin P.O.V*

Ao ouvir aquilo minha mente parou por um momento. Mas tive que fazê-la voltar a funcionar. O que seria ''dormir''? Ora Jin ,seu sujo ,pare de pensar em coisas impuras desse jeito! É apenas um consolo ,só um consolo. 

—Claro. Se irá te fazer melhor. —meu sorriso foi espontâneo aquela hora.

—Jin hyung...eu posso te amar? Voce não fará o que Yoongi hyung fez comigo,certo?—ele fazia uma expressão perdida ,voltava s ser triste.

—Nunca! Namjoon ,olhe para meu rosto.—segurei o seu queixo inesperadamente e nossos olhares se encontraram novamente. —Sabe qual a principal diferença entre eu e Yoongi? —ouvi o silencio por um momento. —Ele sentia afeto fraterno por ti ,e eu te amo. —o lábio inferior do menor caiu,fazendo sua boca ficar entreaberta. Engoli a seco aquela cena ,queria o beijá-lo novamente.

—Jin hyung... beije-me intensamente... —nunca o vi daquele jeito ,mas ele adivinhara meu desejo.

Aproximei-me lentamente e invadi sua boca. Desta vez ele tomou a frente: se inclinou sobre mim ,ficando por cima. O beijo desta vez fora mais quente, chegava a ser excitante. Surpreendentemente ,ele se sentou sobre meu colo,nossas genitais se roçavam ,quando senti isso ,abri meus olhos durante o beijo ,assustado. Paramos de nos beijar por motivos de: temos apenas dois pulmões.

—Eu o quero... —Namjoon agora descansava teu corpo sobre o meu. Nossas respirações ofegantes e barulhentas estavam em ritmos diferentes. Então sussurrou em meu ouvido: —Eu quero voce hyung... —eu arrepiei e pensei em coisas maliciosas.

Ora! Pare com isso Jin! Ele é uma criança... mas uma criança crescida que sabia o que queria. Porque aquilo tão de repente? Ele estava me usando para esquecer Yoongi? Era errado... para mim e para ele...maseu estava cego,mudo e surdo.

—Jin hyung ,o que foi esta gritaria? —assustadoramente ouvi uma voz doce e rouca através da porta.

—Não foi nada ,meu maknae. Chame seus hyung para a mesa que eu já descerei para serví-los. —era JungKook que dormia enquanto a briga acontecia,era uma sorte pois era sensitivo demais.

—Então tudo bem.—ouvi seus saltitos se afastando os poucos. 

—Namjoon tenho que ir.— segurei sua cintura com minhas mãos na esperança de tirá-lo de cima de mim. Ouvi um gemido/suspiro vindo dele ao eu tocar-lhe. Queria ficar ali para sempre ,só nós dois. Mas existira um mundo real ,e nele há problemas ,os quais eu preciso resolver. 

—Fique mais um pouco ,só mais um pouco... —ele me pediu com tanto amor que não resisti. Não haveria problema serví-los um pouco mais tarde. Já eram grandinhos e Yoongi ,mesmo que com a briga ,não hesitaria em fazê-lo por mim.

—Só mais um pouco... —eu o abracei ,Namjoon encostou sua cabeça em meu ombro e nos aconchegamos um no outro. Eu talvez o amasse demais ,e implorava para que um dia ,ele dependesse de mim como eu dependo dele para viver.

*Jimin P.O.V*

Depois de soltar Hoseok gentilmente ,o pedi para que colocasse a mesa com a ajuda de JungKook que tinha acabado de acordar ,tinha quase certeza que Jin iria se atrasar pois consolava Namjoon (e consolar Namjoon não é nada fácil!). Fui ao meu quarto ver como estava Yoongi ,a atmosfera estava muito pesada. Fechei a porta e fui lentamente até ele que estava sentado em sua cama ,preocupado.

—Por que eu sou assim? —ele chorava? É primeira vez que o vejo chorar.

Sentei-me o seu lado e o puxei para meu peito ,fazendo cafuné em sua cabeça ,o qual há muito tempo não fazia nele.

—Voce pode mudar... eu creio em voce. —tentei o encorajar. Meu amigo estava despedaçado como nunca o vi depois de brigar com Namjoon.

—Estou indo embora. —as suas palavras saíram tão facilmente e sem sentimentos.

—Não! Porque? —me exaltei ,ele poderia fazer coisas terríveis ,mas eu sabia que ele nos amava ,do seu jeito defeituoso ,mas amava.

—Quero recomeçar... —desencostou sua cabeça de mim e ouvi seus dedos estalarem ,deve tê-los cruzados ,ele faz isso quando está nervoso. —Sem erros ,sem decepções.

—Recomece aqui. Em sua casa ,com sua família. —eu queria convencê-lo a ficar ,amava muito ele para deixá-lo ir.

—Não ,quero outra vida. —ele aproximou suas mãos de meu rosto. —eu amo todos os membros ,por isso estou os deixando.

—Mas hyung... —fui interrompido por seu dedos gélidos em meus lábios.

—Quero te pedir algo antes de partir... —o que ele queria desta vez? Segurou meu rosto como se segura uma maçã. —Dê-me um beijo... um último beijo Jimin. —eu o queria também. E agora ele não namorava mais, eu poderia fazer isso sem culpas ,não é mesmo? Apenas assenti com a cabeça.

Ele deitou meu tronco na cama com cuidado ,sentia ele que me olhava intensamente. Então tomou minha boca com sua língua ,ele tinha sede de meu beijo. Nosso beijo fazia barulhos obscenos ,em meio as pausas ,eu ouvia nossas respirações em perfeita sincronia ,eram altas.

—Estou me controlando para não te fazer meu por inteiro. —ele soltava coisas assim sem o mínimo de constrangimento.

Sua mão entrou por baixo da minha camiseta ,por onde ela passava ,deixava sensações diferenciadas ,estava enlouquecendo?

*Yoongi P.O.V*

Eu o desejava mais que tudo ,e estava contente por essa vez ,o beijo ter sido consentido.

—Seja meu por esta tarde Jimin. —pedi enquanto deixava marcas de chupões em seu pescoço. Eu podia ouvir sua respiração pesada ,ele queria gemer? Tentei a sorte ,desci a minha mão até sua calça... e para a minha surpresa ,ele estava excitado,seu membro fazia um volume enorme.

Arg... para de me provocar ,seu velho pervertido! —tinha certeza de que Jimin ansiava por mais ,mas ele era muito orgulhoso para admitir.

Minha mão escorregou para dentro de sua calça folgada ,e céus... quando ele tinha crescido tanto? Senti uma excitação anormal naquele momento.. Apertei-o devagar ,Jimin desta vez não conseguiu segurar seu gemido.

Shhhh...—com a minha mão livre tapei sua boca.—Seja menos barulhento ,seu pervertido! — ele ficou sem graça ,mas continuava a ter seus gemidos abafados por minha mão.

Surpreendentemente ,passou um de seus braço sobre meu pescoço ,pousando sua mão sobre meus ombros. Ele queria ir até o fim? Não importa ,ele me provocou ,agora irá ter que arcar com as consequências. Desabotoei os botões de sua calça e abri seu zíper ,seu membro então saltou para fora ,parecia esperar por aquilo.

—Não seja tímido ,meu pequeno. —arranquei minha camiseta fora. —Venha aqui ,se entregue a mim. —ia desabotoando sua camiseta ,e então ,ia revelando seu incrível abs. Ele tinha virado um homem irresistível.

—Seja gentil comigo... Jimin soltou isso em meio seus gemidos fracos. Eu fiquei pasmo com aquilo ,ele havia me aceitado?

Tirei rapidamente nossas calças enquanto ele ficava vermelho . Porque estou tão nervoso? Tenho muita experiência com isso... Voltei a beijá-lo quase o devorando ,com luxúria. Ele prendeu-me entre seus braços musculosos. Fiz com ele que as pernas dele envolvesse a minha cintura ,fazendo com que as nossas intimidades se chocassem ,nos causando um grande calor.

—Y-Yoongii...—seu rosto era sexy.

—Não gema meu nome assim... estou perdendo meu juízo. —o rosto de Jimin era satisfeito ao ter conhecimento que meu estado mental estava sendo controlado por ele.

—Não o faça sozinho ,velho pervertido.—disse antes de agarrar meu membro por baixo da cueca box preta que eu usava. Era mesmo Jimin? Meu doce Jimin? Acabara de descobrir seu outro lado ,do melhor jeito.

—Chega de enrolação. —tirei sua cueca box vermelha; mordiscava seus fartos lábios enquanto sentia o vapor quente de seus gemidos entre saindo de sua boca. Ao encontrar seu membro nu ,o envolvi por inteiro com minha mão e o agitei lentamente para que se acostumasse.Observava cada expressão de prazer dele enquanto aumentava a velocidade dos meus movimentos.

Ele gemia pouco comparado ao que pensei que gemeria ,estaria ele se fazendo de difícil? Decidi acabar com essa distância entre nós. 

—Jimin... não posso mais aguentar. —minha voz era rouca na hora.

—Mas já? Voce é precoce? —ria descaradamente de mim.

—Voce irá ver quem é o ''precoce'' seu pirralho! —ativei meu modo selvagem e o virei de costas para mim. —Vamos ver se voce é tão resistente quanto mostra ser. —tirei meu membro ereto para fora e acabei com aquele espaço que nos separava.

Jimin quase gritou de dor ou prazer ,não sei ao certo. Como sabia que aquilo aconteceria ,pressionei minha mão contra a sua boca na intenção de abafar os gritos.

—E-Está doendo hyung... —dizia com sua voz chorosa ,me sentia excitado com aquilo.

—Quando o seu hyung achar o lugar ,voce irá se sentir melhor. —continuei introduzindo meu membro com lentidão ,até que Jimin gemeu asperamente.

Foi quando estava todo dentro que o ruivo voltou a gemer ,agora loucamente ,molhando a minha mão que estava sobre sua boca com sua saliva.

—Parece que não sou tão precoce assim... —debochei ,mesmo que estivesse a ponto de gemer alto também.

Continuei com os movimentos de ''vai e vem'' cada vez mais rápidos. Os gemidos dele eram surreais ,mesmo que abafados ,sonhava na oportunidade de poder fazer sexo com ele e ouví-lo gemer bem alto.

—Jimin... —tinha dificuldades de falar sem que as palavras saíssem falhadas.

—Y-Yoongi hyung... —era tão gostoso o seu gemido ,tão quanto sua risada. Ele estava tão vulnerável.

—Voce me pertence... —entrelacei os dedos da minha única mão livre em seus cabelos e os puxei com força.

—Mais rápido... —meu sorriso mais escuro e malicioso se abriu ao ouvir Jimin pedir mais de mim.

—Estou despertando seu lado sexual tão facilmente assim? —sussurrei em seu ouvido.

—Não me torture desse jeito! —apertava com suas mãos ,os lençóis da cama.

—Te farei chegar ao ápice se implorar formalmente por isso. —dei um chupão agressivo em suas costas.

—P-Por favor... Min Yoongi... —oh! Era tão sexy meu pequeno favorito. Eu sentia algo vindo.

—E o que mais? —segurei-me mais um pouco.

—Eu pertenço á voce ,Min Yoongi. Apenas á voce! —dizia com um pouco de desespero enquanto gemia loucamente.

—Bom garoto. —dei estocadas brutas e doloridas ,mas ele parecia gostar. Seria sadomasoquista meu pequeno amor?

Ele estava aumentando seu tom de voz ,estava vindo. Rapidamente voltei a tapar sua boca e então aconteceu: gozou o Jimin. Seu prazer era visível em seu rosto. Segundo após ele ter ejaculado ,eu também o fiz,enchendo Jimin de meu líquido quente. Arfamos juntos e então ,o menor capotou na cama.

—Está bem? —perguntei.

—Como nunca estive. —abriu um sorriso que não era malicioso ,era lindo. —Fique comigo,não se vá! —agora estava preocupado.

—Não pense nisso como um ''adeus'' ,e sim como um ''até logo''. Melhorarei o máximo ,e se ainda me quiser ,assumiremos algo sério... fiél e sem mentiras. —me abri para ele.

—Eu gosto de voce. —me fitava sem expressão. As vezes eu pensava que ele enxergava.

—Deite-se e descanse. —selei nossos lábios em um beijo inocente e apaixonado ,como nunca o fizera. Deitei ao seu lado e o cobri.

—Estou tão cansado... —falou enquanto já estava quase dormindo. 

Então dormiu. Em quinze minutos arrumei minhas coisas ,escrevi-lhe um bilhete o qual deixei encima da nossa cômoda dobrado e lacrado com um adesivo de coração que veio de uma cartela que JungKook me dera nos dias dos namorados.

—Eu voltarei para te levar daqui. —beijei o alto da sua cabeça. —Eu te amo ,Park Jimin.

Saí do quarto ao olhá-lo uma última vez; desci as escadas rapidamente para que ninguém me visse. Ao passar pela sala, vi Hoseok e JungKook em uma guerra de miolo de pão na cozinha. Jin iria matá-los quando visse aquilo. Sorri ,iria sentir falta desse caçula ,e quanto a Hobi... perdoe-me. Saí sem que os mesmo me vissem. Então chegou o meu táxi que havia pedido enquanto fazia as malas.

—Para onde vai senhor? —perguntava o motorista enquanto eu abria a porta de trás e colocava minhas coisas.

—Para o aeroporto. 

Então o carro deu a partida e começou a andar lentamente. Eu via a casa que me acolheu por anos ,a qual estava as pessoas que eu amava. Um dia retornarei para voces ,meus pequenos e Hyung! Não estava indo para nenhum lugar específico. Apenas ia á algum lugar. Com a minha mala não tão grande ,meu celular e seus acessórios (sem chip ,para que não ocorresse dos membros me ligarem. Comparei outro.) ,a foto do meu amado,e minha coragem. 

Era lindo ele ,me fazia ter vontade de mudar. Eu irei melhorar ,por ti. Por ti ,Park Jimin.


Notas Finais


ME DIGAM SEUS SENTIMENTOS.
Eu to super triste né,nessa última parte ,por coincidencia tava tocando Butterfly T-T
NEM CHOREI *cofcof*
Até o proximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...