História O amor além de cego, te deixa mudo e surdo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Seokjin, Vhope Taehyung, Vmin, Yoongi, Yoonmin
Exibições 26
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei mas cheguei... tava meia pra baixo e sem criatividade (de verdade mesmo ,não vinha ideia nenhuma na minha cabeça ,tanto q to fazendo isso de madruga pois só veio ideias agora.)
Então aproveitem meu coloridos <3

Capítulo 7 - 07: Um dia perturbador


*Jimin P.O.V*

Acordo de tarde ,a brisa estava agradável ,deveria ser umas 17:00am. Não sentia a presença de Yoongi no quarto ,até que lembrei-me de suas palavras: 

''Estou indo embora. Quero recomeçar... sem erros,sem decepções.''

Senti um vazio apertando meu peito que me fazia arfar suavemente. Ele teria ido mesmo? Levantei-me para certificar. Contei meus 7 passos até o armário e o abri: não havia a camisa favorita de Yoongi ,eu a reconhecia pelo tecido e pelo desgaste por ser muito usada. Ele se fora. Foi como um tiro ,me levando para trás brutalmente ,por sorte havia a cama do meu querido para escorar-me. Por que havia me deixado após aquele amor retribuído? Após aquela foda com amor? Não o entendia ,era difícil compreendê-lo as vezes.

—Está acordado hyung? Ouvi barulhos de passos agora. —era a voz doce de JungKook, parecia abatido.

—Estou sim querido. O que deseja? —fecho a porta do armário com cuidado para que ele não a ouvisse.

—É que... Yoongi hyung fugiu de casa! —ele parecia se desesperar com isso ,mas eu já sabia de tudo e não podia demonstrar uma super surpresa.

—O que? Já irei falar com voces... Estou sem roupa. —era o único jeito de despistar JungKook dali.

—A-Ahh.. então eu irei descer rapidamente... venha logo... —desceu rápido ,incorporou o flash ,ele era tão puro.

Voltei à minha cama para pegar a minha roupa tirada fora pelas mãos geladas de Yoongi ,lembrei-me brevemente de cada momento e estremeci. Me vesti lentamente desejando nunca sair daquele sagrado lugar onde tudo aconteceu,até que... Toquei em um objeto estranho ,mas eu conhecia aquela textura: era a camisa predileta de Yoongi ,ele deixara do meu lado ou se esqueceu? Não ,absolutamente nunca a esqueceria! Ele deixou ali para mim... Aproximei-a de meu rosto e podia sentir seu aroma doce ,o mesmo que sentira quando explorei seu corpo. ,era uma camisa especial! Arrumei minha cama e fui acomodar a sua camisa em meu travesseiro como se fosse algo muito raro (e era),até que ouvi um barulho minimo e uma corrente de ar fraquíssima ,algo caíra no chão. Procurei o que caiu ,com dificuldades e então achei um bilhetinho ,ele estava em braille,então era para mim. Dizia:

''Para meu querido Jiminnie,

Sei que furei contigo ao deixá-lo sozinho ,mas foi para o seu bem. Irei melhorar e um dia ,não tão próximo ,eu voltarei. Se resolver não me esperar ,eu ficarei triste demais, mas irei ser um bom homem para entender isso. ]

Como todo o amor que há em meu coração ,seu hyung ,Yoongi.'''

Eu senti minhas bochechas gelarem com lágrimas que enchiam meus olhos e escorriam pelo meu rosto sem que eu permitisse ou percebesse. Eu sentia mais afeto do que nunca por ele. Seria certo esquecer JungKook? Ele era mesmo a melhor opção para mim? Estava confuso mas,teria que descer e conversar com os outros. Então contei meus passos lentamente até a porta: 1 ,2 ,3 ,4,5 ... abri ela e a fechei ao sair do quarto. Desci as escadas com o auxílio do corrimão e já sentia a presença dos outros.

—Ele se fora! Meu pequeno se fora! —chorava Jin ,inconsolável ,ele chorava muito ,percebi por seus soluços consecutivos.

—Não foi culpa sua hyung. Voce fez tudo por ele ,ele não soube aproveitar... e não sabemos o motivo de sua ida. —dizia Hoseok tentando deixá-lo menos culpado. —Voce sabe de algo ,Jimin? —ele e todos os olhos pousaram seus olhos em mim ,sentia-me fuzilado e pressionado. O silêncio predominou a sala.

—Bem... ele se foi pois queria mudar e ser melhor para mim... digo... para todos nós! —me envergonhei com aquele ''para mim'' que soltei.

—EU NÃO FUI UMA BOA MÃE PARA MEU MENINO! —voltou a chorar insatisfeito consigo mesmo ,o sensível Jin ,ele era muito bom no que fazia e eu queria dizer isso ,mas eu estava tão devastado quanto ele e fiquei calado.

—N-Não chore hyung... —JungKook tentava se aproximar abraçá-lo mas Namjoon parecia grunhir ,ele estava agarrado com Jin este tempo todo? Há algo de errado com eles dois.

—Kookinho. —aproximei-me dele ,lentamente para não tropeçar e nem escorregar nas possíveis poças que Jin poderia ter feito com seu choro. —Venha cá. —tomei o pequeno em meus braços e beijei o alto de sua cabeça ,ele era o mais cheiroso de todos.

—Jimin hyung... porque? —eu sentia alterações em sua voz ,como se fosse uma criança prestes a chorar.

—Voce não tem que entender isso meu amor... apenas se acalme. —apertei-o contra meu peito e senti suas mão envolverem meu tronco.

Apenas continuamos ali ,por mais ou menos uma hora: Namjoon consolando Jin ,o qual já estava sem lágrimas para chorar (sem brincadeiras ,elas secaram!) ; Hoseok estava tão quieto que eu nem ouvia sua respiração ,deveria estar se culpando amargamente pelo acontecimento de mais cedo ,conversarei com ele mais tarde ; e eu e JungKook abraçados no sofá ,ele era tão macio que me lembrava um gatinho. Até que o inesperado aconteceu ,a porta abriu-se... Yoongi tinha voltado? Apenas ele tinha nossa chave de casa. Não ,o cheiro era diferente ,o ar sério e executivo. Todos pareciam surpresos ,menos JungKook que dormia em meu colo profundamente.

—T-Taehyung? —quem? Taehyung... aquele Taehyung? Ele voltara após tanto tempo? —O que faz aqui???? —exclamava Jin absurdamente surpreso.

*Hoseok P.O.V*

Quem? Taehyung? Quem era? Ele era alto ,magro ,seu rosto não havia NENHUMA expressão descritível ,era apenas sério e tinha cabelos cortados em tigelinha ,mas mais desfiado ,eram castanhos e eram charmosos. Usava roupas formais ,as quais nunca tinha visto na vida real: uma camiseta formal de botões ,uma jaqueta e uma calça que combinavam ,eram escuras e casavam bem com a sua gravata e sapatos. Ele era milionário? Os meninos o conheciam? Ele era tão bonito...

—Pelo menos eu pensava que era a minha casa. —falou grosseiramente enquanto olhava para mim. Me assustei e abaixei a cabeça. 

—Ora ,claro que é. —levantou-se Jin com seu sorriso presente novamente ,foi ao encontro com o corpo do moço esbelto. —Sentimos muito a tua falta! —abraçou-o ,o mesmo não retribuiu ,apenas continuava a me olhar com seu olhar desprezível. O que havia comigo?

—Bem vindo outra vez ,ex-maknae! —disse Jimin ,com seu sorrisinho ,parecia forçado ,mas era compreensível.

—Ex? Aquele ruivo és o novo? —apontou para mim enquanto me olha com mais desprezo ainda.

—Ah não não.—riu brevemente o Jimin. —É essa criança aqui deitada em meu colo. —apontou para seu colo. 

Então Taehyung entrou para ver a tal ''criança''. Ao olhar se surpreendeu. 

—Aqui é orfanato?  —continuou a ser um chato de galochas.

Todos riram ,menos eu ,não fui com a cara daquele sem graça ,ridículo.

—Venha deixar suas malas em seu quarto! —sorria para Taehyung como se ele fosse uma celebridade ,aquilo me deixava enojado. Porque tratá-lo tão bem?

—Sem problemas ,o taxista irá colocá-las lá encima para mim. Não se esforce ,hyung. —respondeu o chatão.

—Irei falar com ele então ,dê-me licença. —Jin hyung foi lá para fora falar com o taxista enquanto Jimin levava o maknae para a cama ,com a ajuda de Namjoon.

—O que me olha tanto ,garoto? —ele não cansa de ser folgado não?

—Nada ,aish. —levantei-me e fui para até a dispensa.

Para minha surpresa ele apareceu lá e me botou contra a parede ,deixando nossos rostos super colados. O que aquele insuportável queria de mim? Mesmo com raiva senti outra coisa... meu coração acelerou no mesmo momento...

—Não irei tolerar novos integrantes aqui. Ponha-se em seu devido lugar ,seu irritante. —ele era problemático ,louco ou o que?

—Estou em meu lugar ,voce que veio para perto de mim,seu imaturo insolente. —como poderia odiar tanto alguém que conheço há minutos?

—Aish... —segurou com força o final de minhas bochechas ,me fazendo criar um biquinho. —Voce não durará aqui seu impotente ,digo isso porque voce não parece ser um dos melhores.

—Vamos ver então. —falei com alguma dificuldade ,pois minha boca estava em um bico.

—Vamos ver... —ele me soltou e saiu da dispensa bufando.

Quem ele era? Porque encasquetou comigo? O que havia de errado? Porque ele estava aqui? Eu teria que procurar minhas resposta para saber... saber quem era Taehyung e o porque dele me tratar tão mal. Eu vou descobrir.


Notas Finais


Esse foi curtinho... prometo que o próximo será maior e mais detalhado pra vcs -u-
Beijão meus docinhos de goiaba <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...