História O amor às vezes pega de surpresa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags Aforçadoquerer, Marco, Pagossi, Paolla
Visualizações 218
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tá ai o 3° capítulo! Beijos!

Capítulo 3 - Brigadeiro, filme e risadas


-Paolla: Eu não acredito que você veio! Obrigada de verdade.
-Pigossi: Pode contar comigo sempre, pra tudo. Posso não te conhecer há muito tempo, mas já és minha amiga e eu te quero muito bem!
-Paolla: Já tá tarde pra você voltar pra casa, se quiser dormir aqui, o quarto de hóspedes tá vazio.
-Pigoss: Se não for um incômodo pra você...
-Paolla: Incomodo? De jeito nenhum! Depois do que você fez por mim hoje, é o mínimo que eu posso fazer!
-Pigossi: Então tá, eu durmo!
-Paolla: Você tá com sono?
-Pigossi: Não, eu geralmente tenho insônia à noite!
-Paolla: Vamos fazer brigadeiro e assistir um filme?? Não vou conseguir dormir nem tão cedo.
-Pigossi: Opa, amo brigadeiro. Que filme você quer ver??
-Paolla: Ah, não sei! A gente pode escolher um na netflix.
-Pigossi: É melhor um de comédia, depois de tudo um de romance ou drama não vai ser bom.
-Paolla: É verdade! Vamos fazer o brigadeiro primeiro e depois a gente decide.

Fomos para a cozinha fazer o brigadeiro, eu peguei o leite moça e dei pro Pigossi fazer. Por enquanto que ele fazia o brigadeiro, fiquei pensando no quão amigo ele foi vindo na minha casa de madrugada para me consolar. Liguei pra ele no impulso, poderia ter ligado pra qualquer outra amiga, mas preferi ligar pra ele que eu acabei de conhecer por pensar que ele era a pessoa que eu me sentiria mais confortável em falar sobre isso.

-Pigossi: Paolinha, me dá um prato, por favor. O brigadeiro já tá pronto! 
-Paolla: Vamos ver se você é um bom cozinheiro! Hahaha
-Pigossi: Sou excelente, você vai ver!

Peguei uma colherada de brigadeiro

-Paolla: Nossa, isso aqui tá bom demais! 
-Pigossi: Falei que eu cozinhava bem!
-Paolla: Então, além de bom ator, amigo fiel e gato você ainda cozinha? Perfeição demais para um homem!
-Pigossi: Ai, Paollinha, assim eu fico sem graça! Hahaha! Mas sim, sou um mestre na cozinha!
-Paolla: Você deveria cozinhar mais pra mim!
-Pigossi: Quando você quiser, eu venho! Vamos escolher o filme!
-Paolla: Bora!

Sentamos no sofá e ligamos a tv pra escolher o que assistir. Depois de uns 15 minutos decidimos ver esposa de mentirinha. O foco não era ver romance, mas nós dois concordamos em ver esse filme e ele também tem uma pegada de comédia. Assistimos o filme todo, adorei ver filme com ele, rimos muito o filme todo, até esqueci do Papinha por um tempo.

-Paolla: Amei esse filme! 
-Pigossi: Eu te disse que era bom!
-Paolla: Tava na cara que ele gostava da assistente dele!
-Pigossi: Pois é! Só ele não percebia. Mas às vezes é assim, a pessoa que você ama tá do seu lado e você não percebe!

A gente ficou se olhando por um tempo, os dois calados, confesso que meu coração acelerou na hora, por um momento eu achei que ele podia tá falando dele.

-Paolla: Obrigada!
-Pigossi: Pelo o que?
-Paolla: Por estar comigo, me distraindo. São quase 4 da manhã, a gente grava cedo e você tá aqui, vendo filme comigo, fazendo brigadeiro tentando me fazer rir. Obrigada de verdade, sei nem como te agradecer!
-Pigossi: Quando a gente gosta, a gente cuida e quer ver a pessoa feliz. Você é uma mulher incrível, Paolla. Você é tão doce, não é justo que alguém te faço mal. Não suporto a ideia que ele possa te fazer chorar.
-Paolla: Tô emocionada! O que eu fiz pra te merecer? 
-Pigossi: O que EU fiz pra te merecer?

Nessa hora a gente ficou com o rosto bem colado, eu conseguir sentir a respiração dele. Fiquei com vontade sim de beijar ele, mas não posso confundir as coisas. Tô brigada com o Papinha mas ele ainda é meu namorado e o Pigossi é só meu amigo.  Eu devo estar confundindo as coisas porque estou frágil, por ser tarde já e o Pigossi ter sido gentil! 

-Paolla: Já tá tarde, acho melhor a gente dormir.
-Pigossi: Me mostra onde é o quarto.

Levei ele até o quarto de hóspedes 

-Paolla: Bota o despertador pras 9h, quando se arrumar, desce pra a gente tomar café da manhã!
-Pigossi: tá certo!
-Paolla: Obrigada

Dei um abraço longo nele e desejei uma boa noite. Fui para o meu quarto e fiquei pensando no meu dia. No café da manhã com o Pigossi, depois o Papinha vendo a gente juntos, na conversa que eu tive com o Pigossi no projac, da minha briga com o Papinha e esse madrugada ao lado do Marco. Peguei no sono depois e acordei com o despertador, tomei banho e troquei de roupa rápido, quando desci o Pigossi já estava lá.

-Paolla: Bom-dia!! Dormiu bem?
-Pigossi: Bom-dia! Dormi sim! E você?
-Paolla: Apaguei que nem senti!
-Pigossi: Tá melhor?
-Paolla: Tô sim, pensei muito e decidi que não vou aceitar as coisas que o Papinha faz.
-Pigossi: Fico feliz em ouvir isso. Queres que eu cozinhe o que?? Café da manhã especial, ein?!
-Paolla: Hmmm, olha que assim eu fico mal acostumada! Quero um sanduíche só!
-Pigossi: É pra já!

Comemos rápido e fomos para o projac, o dia passou rápido e eu não encontrei com o Papinha, para a minha sorte. Voltei pra casa, jantei e não tive nem sinal dele. Decidi não mandar mensagem e ficar correndo atrás e deixei pra lá! Dormi rápido porque estava cansada da noite anterior que eu tinha dormido pouquíssimo. Quando acordei vi uma mensagem do Pigossi falando que a gente ia gravar o primeiro beijo de jeizeca, fiquei muito animada pois agora que o casal vai começar de verdade. Quando eu cheguei no projac dei de cara com o Papinha.

-Paolla: Tem nada pra me dizer não?
-Papinha: Se eu tivesse já tinha dito!
-Paolla: Você acha normal sumir quase 2 dias, sem me dar nem um sinal de vida??
-Papinha: Eu tava precisando de um tempo.
-Paolla: Se você precisar de um tempo, me avisa! Só não fica sem dar notícia e me deixar sem saber da nossa situação.
-Papinha: Então tá, eu quero um tempo! Feliz?
-Paolla: Feliz claro que não, mas eu tô precisando desse tempo também! Já não tenho mais aquela certeza que é com você que eu quero casar!
-Papinha: Ah não? Então quer casar com quem? Com o Pigossi?
-Paolla: E se fosse?


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Toda vez que eu posto capítulo novo, eu aviso no meu Twitter @ma_malevola! Me sigam lá!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...