História O Amor através da musica - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Gakupo Kamui, Hiyama Kiyoteru, Kaiko, Len Kagamine, Luka Megurine, Miku Hatsune, Rin Kagamine, Utatane Piko, VY2 Yuma
Tags Kailen, Kaito, Kaito X Len, Len, Piko X Yumma, Rin X Gumi
Exibições 31
Palavras 1.626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu fiz esse cap em BERTIOGA (terra de ninguém), em uma sorveteria, OLHA COMO EU AMO VOCES, ESCREVI EM UMA SORVETERIA! SEUS LINDOS!

leiam a minha outra fic de south park se gostam de fics musicais, Link nas notas finais

Capítulo 9 - Show?


Fanfic / Fanfiction O Amor através da musica - Capítulo 9 - Show?

 

KAITO ON

                Eu estava abraçado com Len na cama dele, eu não acreditava que nós tínhamos feito isso, mas o que me preocupa, será que o Kuro quer o Len para ele? Mas eu não vou deixar, o Len e meu.

                Eu começo a admirar Len em meus braços, tão pequeno, tão frágil, lindo, simplesmente tudo nele é perfeito, isso me faz lembrar que hoje tínhamos escola... a pior hora para eu ter feito isso com o Len, COMO QUE ELE VAI SENTAR NA CADEIRA? Começo a sair de fininho para não acordar ele, mas tudo vai por agua abaixo quando o despertador toca.

                - Kaito, onde você vai? Você ia me deixar aqui sozinho? – Diz ele com a voz embragada pelo choro que começa a sair, quando eu vou abraça-lo ele me dá um soco e eu voo para o outro lado do quarto, de onde ele tira tanta força? – NÃO ME TOQUE, VOCE QUERIA ME USAR PARA TER SEXO? – Continuava a chorar, eu tentava falar algo, mas ele não me ouvia, continuei tentando falar com ele, mas eu era simplesmente ignorado, até que me cansei.

                - ME DEIXA FALAR PORRA, EU SO ESTAVA SAINDO SEM VOCE PORQUE VOCE NÃO PODE NEM ANDAR DIREITO! E NÃO QUERIA TE ACORDAR POQUE VOCE ESTAVA TAO FOFO DOMINDO QUE DAVA DÓ, porra len eu te AMO! Eu nunca faria uma coisa dessas – quando termino de falar vou em sua direção e o abraço, ele começa a chorar no meu abraço, ele é um pouco bipolar, mas mesmo assim eu o amo mais que tudo.

                - Desculpa Kaito, eu não sei por que mais me sinto alegre, mas também triste, tudo ao mesmo tempo, o que seria isso – disse ele esfregando as lagrimas demonstrando um sorriso -e eu também de amo Kaito – depois disso iniciamos um beijo, lento, não existia luxuria nele, apenas os sentimentos que possuíamos um pelo outro, o amor

                Quando o ar nos falta nos afastamos e começamos a nos arrumar para a escola, redizendo, eu arrumei nos dois para escola, já que Len não conseguia andar sem mancar, e do dó de ver ele assim, mas ele se recusava a faltar.

                Chegamos na cozinha e demos de cara com Rin e Gumi, elas de cara já perceberam como Len estava e nos encheram de perguntas, eu me esquivo de algumas, mas é as outras estava na cara a resposta, tipo “quem foi o passivo? ” Ou “ Len, o Kaito Jr e muito grande”, mas no final não entregamos o jogo e elas ficaram só na suposição mesmo.

                Quando acabamos de comer fomo em direção a escola, o caminho foi silencioso, mas era um silencio bom, eu estava ao lado de quem amo e isso nunca iria mudar, eu acho...

2 MESES DEPOIS

                O CLUBE DE MUSICA E MUITO PUXADO, Kyoteru-sensei agora está ensinado a como não errar o tempo da musica, Len como sempre, não errou nem uma vez, já eu apanhei para caramba, e mesmo assim errei um monte de vezes, Kuro era outro que se destacava cantando com voz de mulher e com voz de homem, mas pelo menos, depois do dia da festa ele se afastou do grupo, mas por que eu acho esse afastamento muito repentino?

                Rin e Gumi já se assumiram para todo mundo, Piko ainda ficava de cu doce em relação ao Yumma que todo dia tentava conquistar o pequeno, mas levando nãos e nãos um na frente do outro, mas nunca desistindo, isso e amor mesmo ein!

                E o Gakupo-sensei nem se fala, depois que ele descobriu o motivo da briga vem me alfinetando o tempo todo, do tipo “não sabia que jogava para esse time” ou “já ouviu o novo som da Lady Gaga? ”, ele irrita demais, nem a Luka-sensei me deixa em paz me colocando no time que usa o colete rosa toda vez, a única parte boa da escola e eu ficar perto do Len, eu juro que se algo acontecer com ele eu não me perdoaria.

                - Len, como você está indo no Clube de música? – Perguntou Piko mexendo em seu bracelete prata que combinava com suas roupas brancas e cabelo branco, esse menino já e pálido para que tanto branco? Tudo bem que na roupa tem detalhes me amarelo e em preto, mas é tudo branco, tirando seus olhos azuis claros.

                - Está tudo bem, elas falaram até que sou um dos melhores do clube e que se eu continuar assim minha carreira como Vocaloid está garantida. – Falou ele sorrindo bobamente, essa cara dele e linda, quando esta distraído, ele apoia a cabeça nas mãos e fica olhando para o além, com os cabelos loiros caindo sobre seus olhos azuis, já falei do sorriso? E que é muito bonito mesmo.

                - E você Kaito como vai no clube? – Refez a pergunta, mas se dirigindo a minha pessoa, na verdade é que eu nem me importo muito com o clube, só entrei porque o Len também havia sido chamado.

                - E um pouco difícil para mim, mas eu estou bem, só preciso praticar mais – disse dando uma garfada no meu lanche, se eu não tinha mencionado antes estamos no intervalo e a próxima aula e música depois tem a aula do Gakupo-sensei que passou a ser professor geral da nossa turma, já que ele ganhou o título de “professor doutor mestre livre-docente” resumindo, ELE DA AULA DO QUE ELE QUISER, e agora imagina a turma que ele escolheu para dar aula geral? A NOSSA!

                - GENTE LINDA EU TENHO UM BABADO! – Falou/Gritou/avisou o universo inteiro, Rin correndo em direção a nossa mesa com uma câmera nas mãos – vocês não vão acreditar em quem eu flagrei se pegando no vestiário! – Ao terminar a frase todos, sem exceção, TODOS do refeitório olharam para ela, e claro como Rin ama ser o centro das atenções, resolve fazer drama, até que todos presentes naquele lugar gritaram “FALA LOGO VADIA”.

                - Eu peguei o Gakupo-sensei pegando o Kyoteru-sensei de jeito! – Disse Rin com o nariz escorrendo sangue, na moral! Eu posso gostar de meninos, mas não sou cego! A Luka-sensei e tipo, LINDA, como ele trai ela assim? Não me conformei e gritei.

                - É OQUE? EM QUANTO ELE NAMORA A GOST...- no meio da minha frase levei um soco no meio da cara vindo de ninguém mais, ninguém menos do que o meu pequeno Len, o mini Hulk da vida, quando eu olhei para ele, senti uma leve falência nos órgãos, era um olhar de “eu te castro hoje e você não me escapa apenas com um pedido de desculpas”.

                - Nem ouse terminar essa frase Kaito! – Disse Len entre os dentes, Gente que medo! Então essa e a famosa, fúria de Uke, que consegue alinhar até o Seme mais arisco, TO FODIDO! – Conversamos mais tarde, e se você não aparecer, o seu amiguinho de baixo vai ser decapitado! – Ameaçou apontando uma faca de passar manteiga para meu saco.

                O almoço continuou “numa boa”, Len estava me dando um gelo que a Elsa de frozen ficaria com inveja, me ignorava para tudo! Tudo bem que eu falei merda, mas não era para ele reagir assim, será que ele me perdoa?

                Quando o sino toca (aqui se fala sino, se no seu lugar e outra coisa considere esse nome) todos se dirigiram a sala de música, Rin e Gumi eram as mais ansiosas pelo fato do Kyoteru-sensei ter ficado com o Gakupo-sensei, em quanto isso Len me dava um gelo ainda maior, nem queria chegar perto de mim, o professor ainda não havia chegado, e quando ele entrou Rin quase desmaiou, ELE ESTAVA MANCANDO!

                - Bom dia turma, hoje eu vim anunciar para os alunos que fazem parte do Clube de música, Haverá um Show no final do ano, as músicas serão cantadas em duetos, haverá um aluno que participara de duas duplas simultaneamente, esse aluno será, Len Kagamine, e suas duplas serão, Kuroneko e Shion Kaito, será assim, Len cantara uma música com os dois e essa música terá que ser uma música EDUCATIVA!

                - Professor, me desculpe, mas eu posso fazer so com o Kuro-kun? – Disse Len se levantando, como assim só com o Kuro? Eu que namoro ele! Mas tem aquele lance da nossa “briga” hoje – eu e Kaito temos algumas desavenças e eu acredito que isso prejudicaria a nossa performance no Show – completou ele.

                - Desculpe Len, mas não posso permitir, agora os 3, se reunindo e comecem a discutir sobre o que farão! – Pediu/mandou, bicha arretada! Mas eu vou falar com o Len hoje, não posso continuar assim, posso perde-lo apenas por um comentário idiota, como eu sou besta, quando o prefessor começou a selecionar as duplas que cantariam nessa aula, eu saco meu celular e chamo o Len para conversar

Conversa on

Eu: Len? Posso falar com você?

Len: fala rápido, quero prestar atenção

Eu: eu quero pedir desculpas por hoje, mas você tem que entender que você e meu primeiro namorado homem, eu ainda tenho aquele intinto masculino de achar as meninas sexys e tudo mais, as eu te amo, você pode me bater socar, tudo o que quiser, mas me perdoe, não aguentaria te perder, por mais que eu fale merda, eu te amo, por mais que eu faça burrada, eu te amo, e só isso, você decide o que faremos a seguir, eu aceitarei sua decisão.

Len: Kaito...

 TO BE CONTINUED (sou do MAL!) (o motivo de estar curto esta na notas iniciais para compensar vou colocar um poema de Gregorio de Matos!)  

O amor é finalmente
um embaraço de pernas,
uma união de barrigas,
um breve tremor de artérias
Uma confusão de bocas,
uma batalha de veias,
um reboliço de ancas,
quem diz outra coisa é besta

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...