História O amor bateu em nossa porta - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Aguslina, Gastina, Lutteo, Michaeltina, Michentina, Ruggarol, Simbar
Exibições 191
Palavras 2.739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiie❤
Primeiramente, eu peço perdão por não postar antes, mas aconteceu váriaas coisas, e eu não consegui postar. Eu queria e QUERO postar mais❤
GENTE, ONTEM FOI O NIVER DO MEU BEBÊ❤ AGUSTÍN BERNASCONI❤ EU TE AMO!!!❤
O capítulo ficou grande sim e tá fofinho!!
Espero que gostem! Boa Leitura!
Leiam as notas finais :)

Capítulo 7 - Namorados?


Fanfic / Fanfiction O amor bateu em nossa porta - Capítulo 7 - Namorados?

Continuação
Ruggero: - Esta mesma. Então, só diversão ou algo a mais?
Agus: - Sério que você está me perguntando isso ?
Ruggero: - Muito sério! Desembucha Agustín! –Agus suspira e dá um sorriso bobo.
Agus: - Eu acho que... estou me apaixonando pela Caro. –Ruggero só faltava dar pulinhos de alegria ao ouvir aquilo de seu amigo.
Ruggero: - Você acha? –ele gargalha –Meu amigo, você tá caidinho por ela desde do primeiro dia que se viram! –ele continua a rir.
Agus: - Tem razão. -ele ri brevemente –Mas... eu estou com medo.
Ruggero: - Medo? De que?
Agus: - Ruggero, eu nunca me apaixonei. Tenho medo de me magoar...
Ruggero: - Ei, se apaixonar é incrível! E ser correspondido, é melhor ainda. Cara, a Caro é uma boa garota, ela nunca te magoaria.
Agus: - Se me dissessem que isso aconteceria comigo, eu nunca iria acreditar. Realmente, o mundo dá voltas.
Ruggero: - Então, o que vocês, são? –Rugge diz se referindo a Caro e seu amigo.
Agus: - Eu não sei.
Ruggero: - Como assim não sabe? –diz surpreso.
Agus: - Ainda estava processando o que tinha acontecido...
Ruggero: - Ok, eu entendo que você precisava pensar. Mas, você acabou de se declarar aqui! Não vai fazer nada a respeito?
Agus: - Será que é muito cedo pra pedi-la em namoro? –Rugge abre um largo sorriso.
Ruggero: - Nunca é cedo para o amor.
Agus: - Além de ator, é filósofo? –Agus debocha rindo.
Ruggero: - Hahaha. –ele finge uma risada –Quem que está te ajudando? Olha, se quiser, o filósofo aqui, sai e deixa você desemparado sem alguém para conversar.
Agus: - Calma, foi um elogio. –ele ri –Amigo, preciso da sua ajuda.
Ruggero: - Finalmente reconheceu que precisa de mim, afinal sou o melhor. –Rugge se gaba.
Agus: - Tá, eu tô confuso. Estou falando com o Matteo ou o Ruggero? –os dois gargalham.
Ruggero: - Perdemos o foco! Do que estávamos falando mesmo?
Agus: - Do meu pedido de namoro.
Ruggero: - Ah, sim. –diz pensativo.
Agus: - Alguma dica? Sugestão?
Ruggero: - Tive uma grande ideia!
Agus: - O que tá esperando pra me contar?! –ele diz eufórico.

Ruggero explica o que Agustín deveria fazer, para o pedido ser perfeito. O garoto logo concorda.
Ruggero: - Primeiro passo: Falar com a sua futura namorada. –Agus ri e faz o que lhe disse.

Agus: - Caro? –ela se vira.
Caro: - Agus, oi... –a garota diz com um sorriso estampado em seus lábios.
Agus: - Tem um minuto? Espero não estar te incomodando.
Caro: - Você nunca incomoda. –suas bochechas coram e Agus sorri serenamente.
Agus: - Eu não acho suficiente te ver só nas horas de trabalho... –ele diz acariciando o rosto dela.
Caro: - E-eu também não. –Carolina diz com seus olhos fechados , apreciando o carinho.
Agus: - Vamos sair hoje à noite?
Caro: - Mas Agus, nós saímos ontem. –ela abre seus olhos.
Agus: - Que foi? Não gosta da minha companhia? –diz fingindo estar ofendido.
Caro: - É claro que gosto.
Agus: - Então, não existe motivo para recusar. –os dois sorriem.
Caro: - Eu adoraria, só estava me fazendo de difícil. –ela ri.
Agus: - Vou levar isso como um “sim”. –Agus sorri e se aproxima, mas Carolina o afasta.
Caro: - Agus! Nós estamos no estúdio!
Agus: - Isso não é problema. Vem comigo. –ele puxa Caro para uma sala vazia e a tranca.
Caro: - Agustín, você é louco! –ela ri.
Agus: - Sim, eu sou. –o garoto se aproxima lentamente –Louco por você. –Agustín inicia um beijo quente e feroz, ambos pareciam necessitar um do outro. Ele a puxava para mais perto de forma possessiva.
Ela é somente minha. –Agustín pensou.
Os dois estavam bastante empolgados, tinham se esquecido onde estavam. Carolina enroscava sua língua com a dele, e logo depois a chupando. O que causou arrepios da parte de Agus. O ar estava acabando, e tiveram que se separar. Pararam para respirar por dois segundos, e a garota logo começa outro beijo, o que surpreende Agustín.
Esse garoto está me enlouquecendo. –Carolina pensou.

Nas gravações
Diretor: - Podemos começar? Todos estão aqui? –ele olhava para todos conferindo, mas reparou em algo estranho. –Onde estão o Agustín e a Carolina? –todos do elenco sorriam maliciosos.
Ruggero: - O Agustín ele... foi no banheiro!
Karol: - É! E a Caro, ela foi... atender uma ligação! Daqui a pouco ela chega.
Diretor: - Ah, tudo bem então. Já que eles estão ocupados, começamos com Valentina e Michael. –os dois pombinhos sorriram.
Vale: - Qual é a cena?
Diretor: - Ámbar e Simón conversam no Roller, ele dirá o que sente por ela. A mesma ficará confusa, mas irá rejeitar o garoto por causa de seu orgulho. –eles se entreolham. –Aqui está o roteiro. Vão ensaiar e voltem quando estiverem prontos.
Vale: - Mike, eu não sei se consigo.
Michael: - O que?
Vale: - Te tratar mal, eu... não posso. –ele sorri com a atitude da loira.
Michael: - Ei, esse é o nosso trabalho. –diz acariciando seu rosto –Eu não vou ficar magoado, porque sei que é apenas atuação.
Vale: - Você sabe como me deixar tranquila. –ela sorri.
Michael: - Eu tenho meus truques. –ele beija no canto de sua boca.
Vale: - Agora vamos. –eles vão até o diretor.
Diretor: - Estão preparados?
Vale e Michael: - Sim.
Diretor: - Ação!
Cena ON
Simón encontra Ámbar no Roller, ele estava decidido confessar o que sentia pela loira.
Simón: - Ámbar?
Ámbar: - Oi Simón.
Simón: - Posso falar com você?
Ámbar: - Claro. Precisa de algo?
Simón: - Sim... de você. –ela o olha assustada.
Ámbar: - Q-que?
Simón: - Ámbar –segura suas mãos –Eu estou apaixonado por você. No começo eu não queria admitir, mas não podemos fugir de nossos sentimentos. –ele sorri –E você? O que sente por mim? –ela fica em silêncio e depois se pronuncia:
Ámbar: - Você tá brincando não é?
Simón: - Não, eu estou falando a pura verdade. –o moreno sorria feito um bobo.
Ámbar: - E-eu... não sinto nada por você! –ela solta suas mãos bruscamente e se levanta.
Simón: - Mas eu pensei que...
Ámbar: - Você pensou errado! Eu apaixonada por um simples mexicano? Nem nos meus piores pesadelos! Me deixe em paz, e não fale mais comigo! –ela se retira deixando um Simón triste e decepcionado.
Cena OFF

Diretor: - Corta! Valentina e Michael podem tirar meia hora de descanso. Ana e Lionel, é a vez de vocês.

Vale: - Eu odiei ter que fazer aquilo!
Michael: - Não fique assim.
Vale: - Me beija.
Michael: - Agora? –ele sorri divertido.
Vale: - Quero compensar pela cena terrível que tivemos que fazer.
Michael: - Eu conheço um lugar que sempre fica vazio. Me segue. –Mike vai na direção da sala que havia mencionado, mas a mesma estava trancada. –Droga! Ei, tem alguém aí? –ele batia de leve na porta. Esperaram por alguns minutos e não tiveram respostas.
Vale: - Esquece Mike. Parece que...-ela é interrompida pela porta sendo destrancada e aberta por...
Vale e Michael: - Agustín?!
Agus: - Ah... e aí?
Vale: - O que você está fazendo aí dentro?
Agus: - Eh... eu estava...
Michael: - Por que tá usando batom? Tem uma nova moda que eu não tô sabendo? –ele ri e abre mais a porta.
Vale: - Caro? –a menina indaga vendo sua amiga descabelada e com o batom borrado.
Michael: - Agora tá tudo explicado. –ele sorri malicioso.
Caro: - N-nós já estávamos de saída. Não é Agustín?
Agus: - Na verdade não. Mas vocês interromperam. –Carolina dá um tapa leve em seu braço, o que causa sua risada.
Michael: - Pedimos desculpas –ele ri –Mas vocês não são os únicos que querem aproveitar.
Agus: - Hum, sei. –diz malicioso –Podem se divertir, ah e Michael, cuida bem da minha amiga.
Michael: - Pode deixar que vou.
 

Ruggero tinha acabado de gravar com Karol e percebeu que ela estava estranha. Então resolve conversar com a garota.
Ruggero: - Ka?
Karol: - Oi Ruggero.
Ruggero: - Parece que a coisa está séria.
Karol: - Não entendi.
Ruggero: - Você sempre me chama de “Ruggerito”. O problema é comigo, né? –ela ri.
Karol: - Eu só estou... cansada.
Ruggero: - Isso não me convenceu. Eu fiz alguma coisa que você não gostou? –eles se encaravam.
Sim, namorar aquela Candelaria. –Karol pensou.
Karol: - O problema não é com você. É... comigo.
Ruggero: - Me diga, talvez eu possa te ajudar.
Karol: - Acho isso difícil.
Ruggero: - Confie em mim. Eu sou seu amigo, seu Ruggerito. –ele ri.
Karol: - Eu... estou apaixonada por uma pessoa, e esse amor, é errado.
Ruggero: - Amar não é errado. Amar é uma coisa bela.
Karol: - Seria bela, se a pessoa me correspondesse.
Ruggero: - Ah, amor não correspondido? Isso é complicado. Mas essa tal pessoa, sabe que você gosta dele?
Karol: - N-não. E nunca irá saber!
Ruggero: - Mas... por que?
Karol: - P-porque... –Ruggero segura suas mãos.
Ruggero: - Não tenha medo de expressar e dizer o que sente, você talvez esteja fazendo esse drama todo por nada, ele pode gostar de você. –Karol olhava bem no fundo de seus olhos e as palavras acabaram desaparecendo. –Agora, você vai me contar? –ela respirou fundo.
Karol: - Essa pessoa é...
Agus: - Ruggero! Preciso falar com você.
Ruggero: - Ah, ok. Outra hora conversamos Ka. –ele lhe dá um beijo no rosto e sai.
Caro: - Amiga, você não sabe a loucura que eu... –Carolina percebe que a atenção da morena estava em outra coisa.
Karol: - Essa pessoa é você. –ela diz baixinho.
Caro: - Ka, você tá bem?
Karol: - Caro? Quanto tempo está aí?
Caro: - Acabei de chegar. Percebi que estava conversando com o Rugge, falavam sobre o que? –ela diz maliciosa.
Karol: - Sobre amor.
Caro: - O que?!
Karol: - Ele percebeu que estava chateada, então eu disse que era por causa de uma amor não correspondido.
Caro: - Eu não acredito que você fez isso! –ela sorria surpresa.
Karol: - Ele me disse coisas tão lindas, dizendo para confessar meus sentimentos a aquela pessoa...
Caro: - Eu tô pasma, que ironia... logo ele falando essas coisas. Amiga, você precisa agir.
Karol: - Como?! Ele tem namorada.
Caro: - Se acalme. Você não vai acabar com o namoro dele, só vai se aproximar mais.
Karol: - Obrigada Caro, você sempre me ajuda.
Caro: - De nada.
Karol: - Novidades?
Caro: - Eu vou sair hoje com o Agus.
Karol: - De novo?! A coisa tá boa, hein. –as duas riem.
*****

Agustín estava terminando de se arrumar, queria ficar bem cheiroso para Carolina. Ele mesmo não estava se reconhecendo, a única razão para isso, seria o amor. O garoto já havia preparado tudo para o pedido, com a ajuda de Ruggero. Agustín recebe uma ligação, era Julián. Ficou indeciso se atendia ou não. Acabou optando pela primeira opção.
Ligação ON
Julián: - Agustín! Pensei que não fosse atender.
Agus: - O que foi? Eu tô ocupado.
Julián: - Ocupado com o que? Ou melhor, com quem?
Agus: - Me diz logo o que quer?
Julián: - Queria saber se você tá afim de sair hoje com umas gatinhas?
Agus: - Não, muito obrigado.
Julián: - Tá, agora eu tenho certeza. Cara, você está muito estranho.
Agus: - Eu não estou estranho, só...
Julián: - É aquela garota né? Nossa, você tá muito focado em conquistá-la.
Agus: - Julián, você nunca vai mudar?
Julián: - Eu não pretendo mudar, estou muito bem. Ah, e não se esqueça, estamos em uma competição.
Agus: - Ainda nessa conversa?
Julián: - Sim! E você pode ter ganhado a primeira batalha, mas não pense que irá vencer a guerra.
Agus: - O que você...
Julián: - Tchau Agustín.
Ligação OFF

Agustín ignora o que seu amigo tinha acabado de dizer e vai buscar Carolina, que já devia estar pronta. Ele a avista e fica encantado.
Caro: - Oi Agus! –lhe dá um selinho.
Agus: - Você pode achar isso repetitivo, mas lá vai, você está muito linda! –ela ri.
Caro: - Obrigada. Vamos que eu estou curiosa! Nunca me arrumei tanto.
Agus: - Não se preocupe, você vai adorar.

Agustín e Carolina chegam ao restaurante, ela fica maravilhada com o luxo do local. Agustín iria gastar muito dinheiro, mesmo ela o ajudando a pagar, que com certeza, ele não aceitaria. Mas ela não fazia ideia do que ele estava planejando fazer. Eles se sentam, mas Agustín como um completo cavalheiro puxa a cadeira para a mesma se sentar.
Garçom: - Aqui está o menu. –o senhor entrega para os dois.
Agustín: - Será que eu posso falar com o senhor rapidinho?
Garçom: - Claro. –eles saem e deixam uma Carolina desconfiada.
O que ele está fazendo? –ela pensou.
Agustín volta e se senta.
Caro: - Sobre o que você foi falar?
Agus: - Nada de mais, e já escolhi as refeições.
Caro: - O que você pediu? –ele sorri –Ah, não. Agus, era pra ser o mais barato possível!
Agus: - Caro, você merece mais que isso. –ele acaricia suas mãos.
Garçom: - Aqui está. –ele chega com os pratos.
Agus: - Obrigado.
Caro: - Agus, você não acha que foi muito rápido? Parece que ele já tinha tudo preparado.
Agus: - Nada a ver Caro, vamos comer. –eles saboreiam a comida e bebem o vinho que o senhor tinha dado de cortesia. Carolina estava estranhando.
Agus: - Está gostando?
Caro: - Muito...
Apresentador: - Boa noite a todos. Hoje teremos uma apresentação especial, por favor venha ao palco... Agustín Bernasconi! –todos começam a bater palmas e Carolina estava mais confusa ainda. Agus vai até o palco e pega o microfone.
Agus: - Olá, bem eu gostaria que uma pessoa muito especial, ficasse aqui de camarote. Carolina?
Caro: - Que? Não, não. –em questão de segundos, todos ali estavam gritando o nome dela a chamando. Ela ficou sem jeito, mas não tinha opção. Ela foi e ficou onde Agus pediu.
Agus: - Dedico essa música para você, Carolina. –ela cora e sorri. Agus acena para os músicos e eles começam a tocar.
Agus: - ¿Qué haría yo sin tu boca hoy?
Tú me dejas fuera cuando cerca estoy
Mi mente da vueltas
No puedo cesar todo este amo
¿Qué pasa por tu mente?
Dime quiero saber?
Es un viaje mágico y hermoso a la vez
Todo me da vueltas
No sé que sea pero estaré bien

Debajo del agua puedo respirar
Por ti, una vez más quiero entregar

Todo de mí te ama a ti
Amo tus imperfecciones
Cada arista y temores
Si das todo de ti, todo daré de mí
Mi final y mi comienzo
Aun gano si estoy perdiendo
Y yo te doy todo de mí
Si tú me das todo de ti, oh

Tengo que decirlo una vez más
Que incluso cuando lloras hermosa tú estás
Es mundo se derrumbará
De tu lado no me separarán
Mi perdición, mi musa eres tú
Mi distracción, también mi ritmo y mi blues
Que aún sigo cantando, sigue sonando esa voz
Eres tú

Debajo del agua puedo respirar
Por ti, una vez más quiero entregar

Todo de mí te ama a ti
Amo tus imperfecciones
Cada arista y temores
Si das todo de ti, todo daré de mí
Mi final y mi comienzo
Aun gano si estoy perdiendo
Y yo te doy todo de mí
Si tú me das todo de ti, oh
Dame todo

Cartas que muestran nuestro corazón
Arriesgo mi vida por tu amor

Todo de mí te ama a ti
Amo tus imperfecciones
Cada arista y temores
Si das todo de ti, todo daré de mí
Mi final y mi comienzo
Aun gano si estoy perdiendo

Todo de mí te ama a ti
Amo tus imperfecciones
Cada arista y temores
Si das todo de ti, todo daré de mí
Mi final y mi comienzo
Aun gano si estoy perdiendo
Y yo te doy todo de mí
Si tú me das todo de ti, oh

Carolina estava muito emocionada, aquela música era bonita, e muito romântica, uma de suas favoritas. Agustín desce do palco e tira uma caixinha, ele se ajoelha e diz as seguintes palavras:
Agus: - Carolina Kopelioff, você quer ser a minha namorada?
 


Notas Finais


Gostaram? Não esqueçam de comentar, amo vocês❤ A próxima que irei postar é "Coração Gelado (Gastina)" Bjss❤
Minhas outras fics:
https://spiritfanfics.com/historia/talvez-voce-seja-a-minha-outra-metade-6294555
https://spiritfanfics.com/historia/coracao-gelado-gastina-6694884 <- Fic nova Gastina
https://spiritfanfics.com/historia/as-aparencias-enganam-jico-6710813 <- Fic nova com ~SoyLunaForever (leiam as fics dela, são ótimas, super recomendo!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...