História O Amor da Inocencia - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson
Tags Drama
Exibições 33
Palavras 536
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 4 - Palavras e gestos


POV MICHAEL

Conheci a garota e logo de cara percebi que tinha algo de errado, os olhos dela denuncia sua tristeza, eu senti que ela já sofre a algum tempo, eu cuido de crianças a anos já sei como identificar o olhar, eu dormi pensando no que tinha acontecido com ela,quem fez de mal a ela, uma criança não pode ser machucada,elas são os melhores seres humanos, e a melhor fase da vida e essa garota sofre com apenas 12 anos, eu senti a triste me invadir quando olhei nos olhos dela parece que ela não gosta muito de falar então não irei forçar nada mais eu ainda quero saber o que aconteceu com ela e quem fez isso pois uma criança não pode se alto machucar pois o único pensamento que ela tem e brincar la fora ate cansar, isso e lindo

acordei umas 7:30 e me arrumei devidamente, todos daquela casa usa roupa formal ou personalizada, sai do quarto de limpo e cheiroso,decidi ir ate o quarto de Anny mais no meio do caminho encontro Marion

-Bom dia Michael_ ela disse educada

-Bom dia_ eu falei e tentei passar por ela mais a mesma não deixou

-Vai acordar Anny?_ela disse e falou com nojo quando disse o nome de Anny

-Vou sim, se me der licença_ eu falei tentando passar mais Marion não deixou

-Michael eu sei que esta me evitando, mais você não vai conseguir, você vai se cansar uma hora e não vai demorar_ ela disse com o rosto perto do meu e disse no meu ouvi com uma voz sensual

-Com licença_ eu falei e fui pro quarto de Anny

Essa mulher e louca, como ela pode fazer isso? não sei se eu sou o inocente de mais ou ingênuo, por que o mundo aonde eu vivia não tinha isso, meu trabalho em Los Angeles e o bairro aonde eu morava não tinha isso, ninguém sabotava e nem usava o outro pra se alto promover ou pra se fazer de coitado todos nos éramos amigos, não que ninguém aqui seja mais Marion consegue estragar essa casa, cheguei no quarto de Anny e não a vi, olhei pela janela e vi que ela estava no jardim sentada em uma cadeira e escorada em uma mesa olhei o  corredor pra ver se Marion não estava lá,ela não estava então eu desci, fui ate o jardim e me sentei do lado de Anny

-Bom dia Anny_eu falei e ela só sorriu_gosta de desenhar?_eu falei e ela assenti_mora a quanto tempo aqui?_eu falei e ela deu de ombros_gosta de sua tia Rosa?_eu falei e ela assenti sorrindo_você não falar?_eu falei e ela não fez gesto nenhum só continuou desenhando_Não gosta de falar?_eu falei e ela negou com a cabeça_por que?_Eu falei preocupado e ela não fez gesto nenhum_se quiser conversar ou desabafar eu estou aqui,okay_eu falei com a mao nas costas dela e ela não fez nada so continuou desenhando com um olhar triste

Eu juro eu faria de tudo pra tirar essa tristeza dela mais como posso tirar se mal a conheço,meu coração doía so de ver aquele olhos claros tristes,nao gosto de ver uma criança triste, me faz ficar com lagrimas nos olhos


Notas Finais


Lindo esse capitulo e triste também


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...