História O amor de Jungkook - (imagina Jungkook) | incesto - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~TTPudding1230

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Amor, Bts, Incesto, Jungkook, Romance
Visualizações 294
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Incesto
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe a demora, aconteceu muita coisa, mas agora, muito provavelmente, postarei capítulo todo finde. Espero que gostem. Desculpe erro de português. Ate qualquer hora, tchau, tchau, bebês.

Capítulo 6 - Quem é aquela moça?


Fanfic / Fanfiction O amor de Jungkook - (imagina Jungkook) | incesto - Capítulo 6 - Quem é aquela moça?

Eu respiro fundo, pois começou a ficar frio, eu adoro essa sensação gelada da noite, eu olho para cima, para o céu escuro e acabo vendo Emmy se sentar em seu lugar, vejo seu olhar atento, talvez procurando por mim, e vejo omma falar algo, talvez explicando o porque de eu não estar lá.


Jimin chega logo depois, eu entro no carro e nós seguimos rumo a tal festa, eu só espero que tenha bebida, muita bebida, porque preciso tirar aquelas palavras de negação da minha cabeça.


"J-Jeon... P-para... Por... Favor".


Eu nunca fui rejeitado por ninguém... Emmy... Nunca... E isso só me faz querer brincar com você... Machucar você... Só me faz querer fazer com que você me queira...

-----------------------------------

Emily On

Depois de voltarmos para casa, daquele jantar longo e cansativo, minha omma teve uma pequena discussão com o meu, pelo que entendi, primo, pois ele não queria seder o quarto de hóspedes para mim e ir deitar com Jeon - O que me causou um pouco de um pequeno desconforto na barriga, como se eu estivesse nervosa - Claro que o pensamento logo me levou longe.

E se ele fizesse aquilo de novo? E se ele me beijasse? E se ele me pegasse daquele jeito de novo? 

Eu estava com certo receio em ter que dormir no mesmo quarto que ele, não sabia que irmãos faziam aquilo, foi como, tomar um susto.

-Ah - Suspirei profundamente, quebrando o silêncio que havia no quarto. Olhei para o lado, dando de cara com um relógio digital. Já era realmente tarde e Jeon ainda não havia voltado - Ah - Suspirei uma segunda vez, me sentindo culpada e decidi levantar para ir ao banheiro, já que eu estava me segurando a mais de meia hora, na expectativa de estar na cama quando Jeon voltasse, pois se eu fingisse estar dormindo ele não faria nada.

Levantei e fui ate o banheiro. 

(...)

Parei na frente do espelho e observei o meu reflexo, enquanto lavava as mãos.

-Shiiii - Ouvi alguém sussurrar do quarto.

Deve ser Jeon. Fexei a pena e sequei as mãos rapidamente, enquanto ouvia a porta do quarto ser fechada.

-Ah, agora... - Ouvi Jeon falar, enquanto eu abria a porta do banheiro calmamente - Você e eu vamos brincar... Eu vou ser um paciente, enquanto você minha medica, o que acha? - Vi ele caminhar em direção de uma pessoa que estava sobre a cama, mas mal pude vê-lá, só conseguia ouvir seus gargalhadas abafadas, pois o pouco que abri a porta, um fresta para ser mais especifica, não me deixava ver as coisas com clareza.

-Ah, acho que... - Jeon se deitou sobre ela e ela fez uma pequena pausa quando seus corpos se colaram - ... Que seria uma ótima ideia, já que você deve estar muito doente e precisa de cuidados especiais - Falou em um tom de voz diferente.

Jeon esta doente? Sera que é grave? Ou só uma gripe? - Pensei destraidamente.

-Ah... Você é tom gostosa - Ouvi Jeon falar enquanto fazia algo no pescoço da garota.

O que eles estão fazendo?

-Ah... - A garota deu um mine gritinho e eu instantaneamente fechei a porta.

Senhor, o que eles estão fazendo? - Dei alguns passos para trás e acabei dando de encontro com o balcão da pia.

Meus olhos se fixaram na porta, eu estava confusa, não sabia o que fazer, me senti presa,  me senti perdida. 

(...)

-Ah... Ah... Ah... - Ouvia eles gritarem sem parar.

-Ah, continua... - Ouvi a moça dizer e desviei o olhar da porta, me sentia envergonhada por ouvir ela falar aquilo.

-Ah, tão gostosa - Jeon falou segundos depois. Olhei para a porta mais uma vez, mas logo desviei o olhar, pois aqueles sons, que eles faziam constantemente, estavam ficam fortes de mais.

O que sera que eles estão fazendo, sera que Jeon esta passando mal? Quem é aquela moça? Ela ira ajuda-lo? O que é tudo isso? Eu não entendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...