História O Amor é Como Uma Roleta Russa - Pernico - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Bianca di Angelo, Calipso, Clarisse La Rue, Frank Zhang, Gleeson Hedge, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Jason Grace, Leo Valdez, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Piper Mclean, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Tyson, Will Solace, Zeus
Tags Jasico, Lason, Lenk, Pernico, Valzhang
Visualizações 14
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção Científica, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiie desculpem a demora gente espero que a demora tenha valido a pena e que gostem do cap.

Capítulo 2 - Pesadelos




Nico On


-Long Island de Nova York disse o garoto de olhos verde mar me analisando descaradamente me fazendo corar e logo ele deu um sorrisinho de lado.


-Nico certo? Perguntou o garoto -Prazer meu nome é Percy.


-O quê? Como sabe meu nome? Perguntou Nico curioso.


-Minha mãe é uma velha amiga do seu pai disse Percy simplesmente.


-Então sua mãe é uma daquelas monstrengas nojentas tipo as Fúrias?


-Ei eu não sei quanto a 1930 ou ao mundo inferior mais aqui não é muito legal ofender a mãe dos outros sabe disse fazendo uma feição sombria totalmente diferente de agora a pouco.


-Anh desculpe eu só pensei... -Tudo bem é que sabe eu me importo muito com a minha mãe e já fico bravo quando a chingam de alguma coisa normal e chama-la de um monstro do mundo inferior não ajuda muito disse ele se acalmando enfim eu só queria dizer que minha mãe sabia que estaria por aqui graças a Hades e quer te convidar para ficar com a gente por um tempo até arranjar um lugar melhor o que acha?


-Hum... tudo bem para mim eu acho.


-Ótimo vai ser como ter um irmãozinho disse Percy animado até que ele é fofo pensei logo me repreendendo pelos meus pensamentos. 


-Ei eu não sou tão novo assim não me julgue pelo meu tamanho disse Nico emburrado inflando as bochechas.


-Serio? quantos anos você tem? perguntou Percy com um sorriso de divertimento.


-13.


-Eu tenho 16 maninho.


-Ta mais para meu avô mesmo.


-Nossa obrigado pela parte que me toca disse Percy rindo sem nenhum motivo aparente me contagiando no processo talvez não fosse tão ruim morar com eles. 




-Oi Nico seu pai me falou muito sobre você e eu mal podia esperar para te conhecer disse Sally animada enquanto arrumava os pratos e talheres na mesa.


-Para um pai ausente ele sabe muito sobre mim disse Nico ironicamente se lembrando dos anos 30 de como a única vez que seu pai aparecera foi para alertar que toda sua familia iria morrer em breve.


-Não seja tão duro com Hades disse Sally -Apesar dos pesares ele se importava com você e sempre estava de olho porque acha que ele cuidou de você para que vivesse por todos esses anos quando estava em coma? perguntou Sally.


-Que seja exclamo mais grosso do que deveria e me sentei a mesa de jantar enquanto Percy a ajudava a colocar a comida na mesma.


-Então mãe começou Percy planejando mudar de assunto para aliviar a tenção -Como você conheceu Hades? e porque nunca decidiu me contar essa história?


-Provavelmente se eu contasse ele faria um exercito de zumbis brotarem do chão e nos devorar vivos para que o que aconteceu nunca fosse descoberto.


"Nossa isso me fez gostar ainda mais do meu pai Sra.Jackson muito obrigada" pensei mais achei melhor não testar sua paciência não se sabe se ela ficaria sombria assim como Percy quando eu "inocentemente" a ofendi.


-Mãe agora eu fiquei curioso disse Percy fazendo um biquinho infantil e se sentando a mesa enquanto sua mãe ria da sua cara o que o fazia lembrar de Bianca e sua mãe e sorriu com a lembrança não imaginava que algo assim poderia tornar a acontecer em sua vida uma coisa tão natural como conversar, brigar e brincar a mesa de jantar como uma familia e pensou até mesmo em agradecer o pai mais isso ainda não era o suficiente ele ainda precisaria se redimir muito mais do que coloca-lo numa familia qualquer pensou Nico que logo saiu de seus pensamentos deprimentes ao sentir o cheiro magnífico da comida de Sally.





-Mãe, Bianca não gritava Nico em seus pesadelos mais elas ignoravam como se não o ouvissem continuando suas conversas triviais em quanto o raio de Zeus diferente da vida real vinha lentamente o que não mudou o destino fatal das duas que foi serem desintegradas e assim que isso aconteceu tudo ao redor de Nico aprodeceu e uma sombra gigantesca de Bianca e sua mãe surgiram e gritavam sem parar rodeando-o:


-Isso é tudo culpa sua Nico você é fraco dizia a sombra de Bianca.


-Fraco de mais para proteger aqueles que ama é por isso que vai morrer dizia a sombra gigante de sua mãe completando a frase de Bianca e logo a seguir o esmagando com seu punho.


-NÃO exclamou Nico assustado e todo suado após acordar de um terrivel pesadelo ainda pior do que todos que tivera em seu coma graças aos Olimpianos os Jackson aparentemente tinham um sonho pesado pensara Nico ao não ouvir barulho algum mais assim que suspirou de alivio ouviu a maçaneta do quarto de Percy girar bom olhando pelo lado bom pelo menos não era a Sally com certeza ela o daria uma bronca feia.


-Nico? perguntou Percy tropeçando no escuro fazendo Nico rir baixinho. 


-Eu vim aqui me preocupando com você e é assim que me retribui? perguntou Percy com as mãos na cinturade um jeito autoritário que com certeza não combinava com ele.


-Sabe eu não sou de vidro Percy e sei me cuidar não sou uma donzela em perigo que precisa ser salva digo ironicamente fazendo Percy rolar os olhos para cima.


-Eu tô falando sério Nico você não tava gritando a toa pode conversar comigo se quiser disse Percy sentando na beirada da cama.


-Eu não quero falar sobre isso boa noite Percy digo me virando para o outro lado.


-Tudo bem eu não vou te pressionar disse Percy se levantando calmamente e voltando ao seu quarto me deixando sozinho novamente.


-Agora sim eu posso voltar a dormir tranquilamente sussurrei e fechei meus olhos... 20 minutos...30 minutos...1 hora e nada do sono chegar apenas uma inquietação e a cada segundo meu medo crescia só de me lembrar da morte prematura de Bianca e minha mãe e de me lembrar de suas sombras furiosas ai eu não acredito que vou fazer isso penso engolindo todo o meu orgulho e indo até a porta de Percy. 


-P-Percy guaguejo envergonhado e bato na porta três vezes ouvindo o abrir a porta e me surpreendo com a rapidez. 


-Nossa isso tudo era vontade de me atender? Perunto com uma mescla de ironia e convencimento.


-Não seje convencido donzela eu só não durmo cedo disse ele com um sorriso de satisfação enorme em seu rosto -Mais o que veio fazer aqui? pergunto curioso. 


-Err começo envergonhado ruborizando e olhando para minhas próprias mãos. 


-Desembucha Nico eu odeio quando as pessoas enrolam e me deixam curioso.


-Tá eu posso... dormir com você?


-Tudo bem.


-Serio? 


-Humhum mais vamos ter que ficar juntinhos a minha cama é de solteiro. 


-T-tudo bem digo ficando ainda mais vermelho se possível. 


-Vem disse ele ligando a luz e tirando o seu notebook de cima da cama e o desligando e colocando-o em uma estante próxima e assim que Nico percorreu o olhar pelo corpo de Percy percebeu que ele estava sem camisa e o físico definido de Percy e seu corpo bronzeado o fez arfar "calma Nico eu acho que você saiu do coma mais ficou com alguma sequela você esta enlouquecendo" pensou ele deitando timidamente na cama dsviando o pensamento do corpo de Percy para coisas aleatórias depois que o mesmo desligara a luz. 


-Eu gosto do seu cheiro me lembra o mar diz Nico que tem tendência a dizer coisas sem sentido quando esta nervoso.


-Obirgado disse Percy -Me dizem muito isso.


-Convencido disse Nico risonho.


-São fatos disse ele enlaçando Nico pela cintura o trazendo para si fazendo Nico sentir seu peitoral que subia e descia com sua respiração acelerada e também seus gomos o fazendo arfar e ruborizar nervoso.


-O-o que e-esta fazendo? perguntou guguejando de nervosismo.


-Nada só fazendo você sentir meu cheiro melhor já que gostou tanto e também esta frio e você me deixa com muito calor disse Percy sussurrando a última parte no ouvido de Nico o arrepiando inteiro. 



Notas Finais


Bye please digam o que acharam e se eu prefiro melhorar em algo aceito criticas construtivas e sugestões.

Até o próximo <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...