História Um amor entre divindades (Gente esse titulo ta melhor?) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjo, Romance
Exibições 24
Palavras 583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - O beijo


Acordei com minha mãe me chamando para jantar, eu havia dormido a tarde inteira, e nem estava cansada. Desci para a sala de jantar, lá estavam, meu pai, minha mae e meu irmão Alex, me sentei ao seu lado e servi meu prato.

     -Então quem são os novos vizinhos?-Perguntou minha mãe.

     -Eu conheci só o giaroto, os pais dele estão na casa antiga ainda, vão vim essa noite.

     -Onde eles moravam?-Perguntou meu pai.

     -Em Idaho.

     -Nossa é uma grande mudança.-Falou minha mãe.

     Continuamos a falar sobre os novos vizinhos até o jantar acabar, depois subi até meu quarto e começei a mecher no meu computador, fiquei olhando series e ouvindo musica, até que minha mãe me chamo.

     -Filha leva o lixo pra fora!-Ela gritou.

     Fui até a cozinha e tirei o lixo da lixeira, fui até lá fora para deixar o lixo, a lixeira ficava entre a minha casa e a de David, eu não conseguia parar de pensar nele, como seus olhos eram lindos e seu cabelo loiro liso, ele era lindo. Quando cheguei até a lixeira, coloquei o lixo lá dentro, e vi David olhando para a rua e falando com alguem no celular. Eu fiquei olhando para ele pr um longo periodo, até ele desligar o celular, pensei em ir falar com ele, mas eu fiquei com vergonha. Assim me virei para ir pra casa um cahorro enorme estava na minha frente, ele começou a latir para mim, quando me virei para tras e corri ele veio atras de mim, até que cai no chão perto do David, ele pegou uma pedra grande que havia ali no chão e tocou no cachorro, acertando-o na cabeça, o cachorro parou de latir e foi embora.

     -Você esta bem?-Ele falou me estendendo a mão pra mim levantar.

     -Obrigada. Ahm simTo bem, só ralei um pouco meu braço.-Falei pasando a mão em minhas calsas para tirar a areia.

     -Tá fazendo oque aqui fora?

     -Eu vim trazer o lixo, e você?

     -Aah minha mãe me ligo, ela queria saber o nome da rua.

     -Ela vai chegar amanhã?-Felei, com uma voz de que estava doendo alguma coisa.

     -Tem certeza de que tá tudo bem?

     -Acho que sim. -Falei me centando na escada da sua varanda, e puxei um pouco da minha calsa para cima. E lá estava, meu juelho estava coberto de sangue.

      -Ahm não tá tão feio.

     -Ta brincando?

     -Ok, vamos tenho curativos no banheiro, deixa eu te ajudar a ir até a sala, vai fica mais confortavel lá. -Ele disse me ajudando a levantar.

     Ele me levou até a sala onde me centei no sofa, então ele me deixou e foi em direção ao banheiro, já não havia tantas caixas como hoje cedo.                                   Quando ele voltou, limpou o sangue da ferida com tanta delicadeza que não senti nada, depois pos um curativo, e sorriu pra mim e disse.

     -Pronto, já ta melhor. -Falou se levantando do chão.

     -Brigada. -Falei levantando do sofa.

     -é eu pesiso ir, tchau.

     -Claro. -Ele falou passando na minha frente indo até a porta.

     Quando estava chegando até a porta eu tropecei no tapete, e cai em seus braços, meu coração disparou, a muito tempo não me sentia assim por alguem, eu nem o conhecia direito, mas já tinha um sentimento forte por ele. Então eu o beijei, e ele me beijou de volta, ele beijava muito bem, ficamos ali apenas por 10 seg, os melhores 10 seg da minha vida. Depois do beijo me despedi e fui para casa.


Notas Finais


Espero quentenham gostado ♥♥♥♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...