História O amor mora ao lado - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Hinata Hyuuga, Naruhina, Naruto, Naruto Uzumaki, Romance
Exibições 282
Palavras 1.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente! ><
Desculpe a demora, e que a inspiração para escrever durante essa semana não estava fluido.
Bem espero que gostem do capitulo.


Bom tenha uma boa leitura <3

Capítulo 15 - Capítulo Quatorze


Neji P.O.V

 

Enquanto a Hinata estava na escola, aproveitei para dar uma volta no centro de Konoha, a cidade tinha mudado muito, estava mais moderna do que antes. Entretanto eu sentia falta de Londres, aquele clima ameno e chuvoso me agradava muito mais do que o sol quente.

Eu andei até chegar em uma pracinha que conhecia muito bem, era lá que leva Hanabi e Hinata para brincarem quando mais novas, isso é quando fugíamos de casa já que o nosso pai sempre dizia que não podíamos sair e nem interagir com pessoas de status inferior ao nosso.

Eu nunca me conformei com essas palavras, na verdade eu odiava cada discurso hipócrita dele. Sentia falta das doces palavra da mamãe, ela era exatamente oposto do meu pai. Enquanto ele nos obrigava a ficar em casa e assumir as responsabilidades do clã, ela dizia para seguirmos nos sonhos, para conhecer o mundo além dos muros daquela mansão.

E como eu era mais velho, eu entendia o que ela queria dizer. Já que ela foi forçada a se casar muito nova com meu pai, todos os seus sonhos acabaram deixando de existir para que ela pudesse virar a Hyuuga ideal.

E foi o meu desejo de seguir os sonhos dela que eu fui para Londres, segui a carreira de pintor.

Graças ao meu talento e além do fato de pertencer ao renomado clã Hyuuga, meu sonho de se tornar uma grande pintor e viajar o mundo expondo minhas obras se tornou real, mas tive que abdicar o fato de estar presente na vida das minhas irmãs e também da minha mãe.

Senti as lágrimas escorrerem pelo meu rosto, levei a minha mão até elas e as sequei.  Prometi a mim mesmo que não iria chorar por causa disso novamente, afinal eu não tinha voltado somente para ajudar a Hinata, mas sim para compensar o tempo perdido entre nos.

Me levantei, peguei meu celular já eram quase três da tarde então resolvi ir para o apartamento da Hina.

 

Naruto P.O.V

Assim que cheguei em casa, fui para cozinha esquentei e preparei um belo Lámen para mim. Comi enquanto assistia televisão e assim que acabei deixei a louça na pia.

-Outra hora eu lavo...- Digo pra mim mesmo.

Andei até o meu quarto e liguei o notebook, as assim que abri notei que havia cinco novas notificações todas elas da minha mãe, ri ao ler e responder cada uma delas. Desci tomar um banho e tirar a roupa da escola. Assim que sai do banheiro, escutei meu celular tocar corri para sala e quando desbloqueia tela, vi o que eram mensagens da Sakura.

Suspirei de uma maneira frustada, afinal esperava que fosse a Hinata respondendo as mensagens que eu tinha mandando antes para ela. Mas mesmo assim resolvi ler o que estava escrito - Naruto, conseguiu falar com a Hina? Eu tentei até ligar mais o telefone dela cai direto na caixa postal - Respondi a mensagem dela e fui colocar uma roupa para poder ir ao apartamento dela.

 

Neji P.O.V

Assim que sai do elevador, pude ver o Naruto parado em frente a porta da minha irmã, com uma cara um tanto impaciente.

- Oi- Digo chamando a sua atenção.

-Oi, Neji – Ele disse me encarando – Se sabe se a Hina já chegou?

-A essa hora ela já deveria estar em casa – Digo um pouco apreensivo afinal a Hina não era de sair e não avisar.

- Porque estou chamando ela, faz um tempo e a mesma não responde – Ele disse e depois fez um expressão mais séria que o normal – E sem falar que hoje, o Pai dela veio buscar ela na escola e eu achei meio estranho, porque pelo que ela falou eles não são tão próximos assim.

Olhei com uma cara espantando para o loiro, que ficou um tanto confuso com a situação.

-Meu pai? Tem certeza? – Digo preocupado e o mesmo confirma que sim. – Ai que droga! – Digo correndo até a porta e abrindo.

- O que tá acontecendo? – O mais novo me perguntou preocupado – Me diz que ela está bem.

-Ele não é louco de fazer mal a ela, mas...- Ia continuar a frase porém lembrei que havia prometido deixar a Hinata contar a notícia a ele.

- Mas, o que? – Ele me encarava ainda mais preocupado – Me diga...

-Não sei se devo, eu prometi a Hina que não te contaria. – Digo e o mesmo caminhou até mim e colocou suas mão em meu ombro.

-Neji, não sei o que está acontecendo mas está estampado na sua que a Hinata está com problemas. – Ele disse me encarando – Eu posso ajudar, mas apenas se eu souber...

- Eu sei que ela vai ficar brava, mas você tem o direito de saber... – digo passando a mão na têmpora e me sentando. – Senta aqui e escuta o que eu tenho a dizer.

Comecei contando ao Naruto como a nossa família era, sobre todas as normas que o clã Hyuuga possuía e como meu pai nos trava. Falei também o meu motivo para ter ido para Inglaterra e também falei de uma forma superficial sobre a Hanabi. 

E o mesmo apenas me encarava, quieto, com um ar pensativo como se estivesse absorvendo todos os fatos que eu estava contando. Então eu suspirei e continuei a falar.

Contei para ele que soube que meu pai queria forçar a Hinata se casar com algum herdeiro rico para poder preservar o nome, status e o dinheiro do nosso clã. E que eu era contra isso, tanto é que havia voltado para tentar impedir, mas o que eu menos esperava era que a Hinata estivesse namorando alguém.

Contei que ela havia conversado comigo, que não sabia o que fazer pois ela descobriu sobre o casamento logo no início do relacionamento de vocês, entretanto a mesma não queria terminar com você por te amar e na esperança que o nosso pai esquecesse ela não te contou, pois achava que você iria odiá-la e isso era o que ela menos queria. Assim que terminei de falar tudo, fiquei o encarando o mesmo ficou quito por alguns segundos e por fim se levantou.

- Aonde você acha que a Hinata está? – Ele disse.

- Provavelmente meu pai a levou para conhecer, a família do futuro noivo dela. – Eu digo e depois o vejo o mesmo apertar o punho.

- Eu preciso falar com ela. – Ele disse agora um pouco mais exaltado – Eu não posso deixar seja lá quem for esse cara ficar com ela.

Fiquei encarando surpreso pois de todas as possíveis formas que ele poderia reagir, essa era a que eu não tinha imaginado.

- Afinal ela é minha. – Ele disse convicto de suas palavras.

 

 


Notas Finais


AVISO IMPORTANTE: Semana que vem não terá capitulo, pois eu vou ter uma prova importante no sábado e irei dedicar meu tempo livre na semana para estudar.
Prometo que compensarem no próximo. XD

OBS: Para quem estava esperando a treta começar...Já podem se preparando que depois desse capitulo as tretas iram começar. Muahahahaha ><


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...