História O Amor pode doer ás vezes. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Comedia, Drama, Romance, Sobrenatural
Exibições 2
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OLÁ!Essa histórias tem algumas referencias HAHHAHAH eu amei fazer essa parte!
Tenham uma boa leitura lindos!<3

Capítulo 2 - Apenas uma opção!


Fanfic / Fanfiction O Amor pode doer ás vezes. - Capítulo 2 - Apenas uma opção!

​Apenas uma chance!

Segui a criança até a tal irmã mencionada,chegamos lá e vi uma jovem que pela a cor e textura de sua pele,provavelmente havia falecido há alguns minutos.

Yume S. :Não posso fazer nada criança..ela já está morta afinal.

A criança me olhou sem acreditar e começou a chorar por cima de sua irmã querida.Deixei a criança ali chorando e voltei para tomar um banho dentro de meus aposentos nisso quando eu estava nua percebi que havia alguém me observando e quando olhei para atrás,era o homem na qual eu havia ajudado ele me olhava de cima para baixo até que taquei uma de minhas armaduras em seu rosto.

Yume S. :PEVERTIDO!COMO PODE VIR NA CARA DE PAU!?

 

Homem :IDIOTA!! NINGUÉM MANDOU FICAR SE DESPINDO EM QUALQUER LUGAR SEM PENSAR DUAS VEZES!!!

Yume S. :Sabia que o melhor de se fazer era lhe matar mas..não tem problema porque..POSSO LHE MATAR FACILMENTE AGORA!!

Homem:Tente a sorte!

Me transformei na minha real forma,uma Raposa Branca!

Homem:..ER..bem,retiro o que disse!!Que tal sairmos para beber um saquê?EU PAGO!!

Yume S. :Bastardo!Saia logo daqui antes que eu lhe mate!!

O homem assustado saiu imediatamente.Tomei meu precioso banho e reparei que o mesmo homem havia esquecido suas armas.

Yume S.:Tolo!Não sobreviverá um dia ainda mas que o cheiro de seu sangue está extremamente forte!

Decidi então segui-lo pois havia me lembrado sobre beber o saboroso saquê!Faz mais de 3 anos que não tomo saquê!Enquanto seguia o cheiro percebi que começava á aparecer rastros de sangue,então me lembrei que a ferida daquele homem não estaria devidamente curada..

Yume S. : Tsc!

Seu cheiro ficou mais forte!O que está havendo?

O homem estava desmaiado no chão e seu ferimento fica cada vez mais instavel!A quantidade de sangue que derramava pelo chão era..chocante!

Homem:...raposa?...

Yume S. :Cala a boca!Vou te levar para uma vila,lá tem varios tipos de remedios,pode ser que lhe ajudem.

Para entregá-lo a vila tive que me transformar em humana novamente,peguei um kimono que guardava por dentro da armadura e o vesti.Fui imediatamente ao vilarejo que tinha por perto e avistei uma jovem sacerdotisa e pensei..será que reconhecerá meu cheiro?

Yume S. : Com licença..pode por favor tratar este ho--

Espere!Se eu disser que não o conheço ela não irá ajudar..hm o que dizer?ah já sei..ele está inconsciente então não me ouvirá!

Yume S. :Cuide por favor de meu marido!Fomos atacados por youkais em nosso antigo vilarejo!Por favor!

Sacerdotisa:Seu marido?

Vish..será que a bicha reconheceu?

Yume S. :Sim!

Sacerdotisa:Como posso confiar em suas palavras..prove!

AH QUE FILHA DE UMA ÉGUA!Eu não irei beijar esse cara!

Yume S. :Por favor me ajude!

Sacerdotisa:Não tenho tempo para perder com mentirosos..

AH QUE MERDA!

Me aproximei do homem e lhe dei um beijo que não durou 2 segundos..espero que essa vaca considere!

Sacerdotisa:Hm..siga-me!

Ufa..espere..por que estou ajdando tanto esse humano?eu poderia apenas devorá-lo ou algo do tipo..porque estou me dando trabalho para ajudar apenas um humano? Humpf!Agora não dá para voltar!

Sacerdotisa:Deixe-o no chão.

Entramos numa tenda branca e o deitei num chão que estava coberto por um futon.

Sacerdotisa:Pegue aquela bacia que está no canto da tenda e traga água.

Yume S. :Certo..

Depois de tanto tempo para limpar e desintoxicar o ferimento,finalmente terminou e fiquei ao lado do homem pois se fosse embora a sacerdotisa iria retirar o homem do local de qualquer forma..

Homem:.Yume..sakura..

Oque?ele disse meu nome..como sabe meu nome?pera..pode ter várias humanas que possam ter este lindo nome,não seja tola Yume!

Homem -narrador

Acordei com uma enorme nas costas..ah sim eu estou ferido..preciso voltar para o meu clã e arrumar uma esposa que possa me dar um descendente para assumir meu lugar no Templo..ser chefe dos Heichou.Heichou é a tripo do meu falecido pai que protege o império do Sul que é governado pela Li Chun (Li - Solidez / Chun - Primavera).

Homem:Onde estou?

Raposa Yume S. :Em uma tenda de uma vaca sacerdotisa!

Homem:Cadê o respeito?

Yume S. :Enterrado!

Yume -narrador

Senti o cheiro intenso da sacerdotisa aproximando..

Yume S. : Em falar no diabo..

A sacerdotisa entra com uma bacia e me entrega.

Yume S. :O que?

Sacerdotisa:Não é óbvio?Pegue água para lavar o ferimento de seu mari--

Yume S. :AH!Sim!Volto logo!

Eu dou um longo suspiro aliviada por ela não ter continuado a frase e então eu olho amaldiçoando o homem caso ele fale algo indevido e saio da tenda.

Yume:Espero que aquele homem entenda e não estrague minha reputação!Meu humor piorou!

Homem -narrador

Oque foi que a sacerdotisa falou no final da frase?e o que foi aquele olhar da Raposa?!Estou realmente com medo!

Sacerdotisa:Tire suas vestes!

Homem:Hmm,safadinha!

Sacerdotisa:Sua esposa saberá do ocorrido!

Esposa?!Que esposa?Ah não me diga que ela está falando da raposa..ah agora eu entendi aquele olhar..

Homem:Apenas brincadeira..não leve á serio!

Retirei as minhas vestes e fiquei de costas para ela.

Sacerdotisa:Vou retirar as bandagens e passar um remedio de ervas para cicatrizar mais rápido!Talvez possa doer mas é suportavel!

Homem:É claro que irei suportar se não eu não me chamo Yan--

Do nada uma dor insuportavel apareceu e como ardia!Parece que estava queimando ou arrancando minha pele!

Yume -narrador

Yume S.:Pronto!Agora preciso levar par--

??:GYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Alguém tá em perigo?A sacerdotisa morreu?!Aleluia não suportava ela!Ou não me diga que é do...AH que vacilo!Como pude perder de ver essa cena!?

Cheguei na tenda e avistei ele praticamente morto no chão enquanto a sacerdotisa vinha lavando suas mãos ensanguentadas na bacia.

Yume S. :O que fez?

Sacerdotisa:Aliviei sua dor.

Nossa..mas que homem froxo!


Notas Finais


Yan seu froxo!HAHHAHAHA
Obrigado por ler!>,<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...