História O amor proibido. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 1 Litro de Lágrimas (Ichi rittoru no namida)
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Revelaçoes, Romance
Visualizações 8
Palavras 490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 2 - O Colégio


Fanfic / Fanfiction O amor proibido. - Capítulo 2 - O Colégio

  No colégio...

-Entao amiga podemos pedir pro seus pais pra que você possa ir me visitar la quando eu me mudar, não é? -Elizabeth.

-Sim, mas amiga não esta um pouco longe para pensar nisso? Apesar que falta menos de 4 meses eu acho, você já sabe a data em que vocês irá? -Carol.

-Sim amiga, mas vocês quem? -Elizabeth.

 -Você a sua mãe e o seu pai, né?-Carol.

-Não, talvez eu vou morar sozinha,  ao meu pais irao depositar dinheiro na minha conta para poder comprar as coisas lá em Paris. -Elizabeth.

-Okay! Vamos prestar atenção na aula, não estou afim de levar um xingo por estar conversando. -Carol disse meio grossa.

-Okay! -Elizabeth.

Saindo do colégio...

Eu estava traquila, a aula acabou, conversei com meus amigos e amigas como faço no meu dia a dia.

-Vou para a casa ou vou na casa da minha tia? Fiquei pensando um bom tempo.

Quando resolvi ir para casa pois la tem meu vizinho, meu Deus aquele vizinho. Um cara lindo, alto, dos olhos azuis, cabelo clarinho. Aaaah ele é maravilhoso. Bom vou logo para casa.

-Elizaaaa????? 

Do nada escutei escutei alguem me chamar, achei muito estranho, então me virei para ver quem era pois não tinha reconhecido pela voz.

Quando me virei era meu coléga de sala, chamado Lucas.

E-Oii Carlos! 

L-Ooii Eliza! Quero conversar com vc sobre uma coisa que ainda não contei para ninguem pois escolhi você para saber primeiro. 

E-Okay! Pode dizer.

L- Entao, é que meus pais decidiram que... aah eu não consigo falar me desculpa.

E- Não espera, respira fundo e quando se sentir bem para me contar pode contar okay? 

L- Okay! Vou contar.

E- Conte-me.

L- Meus pais decidiram que eu vou me mudar.. (Respirou fundo para se acalmar)

E- Okay!  Se é isso que você quer tudo bem, eu entendo. Mas você sabe que daqui 4 meses para que talvez eu possa ir me mudar. Né? 

L- Claro... claro que ja sei. Mas...eu não me sinto bem em sair daqui . Moro aqui desde pequeno.

E- Entendo completamente, mas quando você se mudar, você se acostuma. Agora preciso ir pois meus pais estão me esperando.

L- Okay!

Eu estava muito pensativa, mas no principal me perguntando o porque da Carol ter ficado um pouco irritada quando eu a disse que eu iria morar sozinha...

Na casa de Carol...

Aff. Como pode. A Eliza tem sorte dos pais dela deixar ela morar sozinha . Aaai quero sumir também, meus pais não deixa eu fazer nada nesse lugar quem dirá em outro. Pensamento de Carol.

Na casa de Eliza...

Eu estava bem mais do nada eu fiquei mal, com umas dores e pensei que não fosse nada além de poder estar cansada. 

Uma semana depois...

-Mae? Ja tem uma semana que estou com dores, e acabei de notar que meus cabelos estao caindo, o que está acontecendo mae??? Como vou ir para a escola nessa situação? Mae me responde?? 

-Filha não sei, você quer passar no médico para descobrir ...

-Okay mae, vamos amanha entao.

-Tudo bem filha. Amanha iremos lá descobrir.




Notas Finais


Logo logo faço o capitulo 3.
Espero que goste.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...