História O amor proibido de Uma Malfoy e Um Potter - Capítulo 48


Escrita por: ~ e ~laisMendes123

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter
Tags Alvo Potter, Harry Potter
Exibições 47
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Por favor, eu imploro , não fique com raiva de mim. Eu sei que fui irresponsável e não gostei a mais de uma mês. O problema foi o ENEM e também o final das provas no colégio, mas agora estou de férias e partiu segundão ,as falar de algo importante agora , o livro está som chegando ao final e só falta mais dois epílogos e aí ja era . Eu espero do fundo do meu coração Que vcs gostem tanto quanto eu gostei de tudo . Bjss e boa leitura

Capítulo 48 - Epílogo - Rose e Scorpius


Fanfic / Fanfiction O amor proibido de Uma Malfoy e Um Potter - Capítulo 48 - Epílogo - Rose e Scorpius

  4 ANOS DEPOIS :

 

Abro os olhos mas logo decido fechar e tentar voltar a dormir. Mas logo sinto uma mão percorrer minha coluna me deixando levemente arrepiada. 

 

- Você não vai me deixar dormir mesmo não é? - Pergunto enfiando a cara no travesseiro. 

 

- Nem pensar, amor. - Ele diz divertido e sinto um beijo molhado em minha mão. - Fiz o café da manhã e você precisa comer então... 

 

- Scorp, por favor. Só mais cinco minutos. - Peço e ele solta uma gargalhada quando faço biquinho ainda com os olhos fechados. 

 

  Não importa quantos anos passem, eu sempre irei amar essa gargalhada. Do mesmo jeito que eu sempre irei amar esse homem. 

 

- Não, Rose. Você precisa comer direito. - Ele diz tentando soar sério , mas logo sorri e me beija novamente . 

 

- Eu não estou doente, Scorp. - Argumento e ele me obriga a levantar e me sentar na cama. 

 

- É claro que não está doente, mas precisa se alimentar muito mais agora. - Ele diz dando de ombros e logo começa a beijar meu ombro descoberto. 

 

  Pego sua camiseta preta de botões e logo visto a mesma por causa do frio que estava fazendo lá fora. Ele bufa por eu ter cortado o clima. 

 

- Você não tem que ir trabalhar?! - Pergunto e ele volta a sua missão de traçar um longo caminho de beijos por meu ombro descoberto. 

 

- Não, hoje. Decidi me dar férias para ficar com a minha bela esposa. - Ele diz e abafa um riso no meu pescoço.   

 

   Não estava sendo tão fácil como eu imaginei. Scorpius foi promovido há cerca de dois meses e agora ele é juiz no ministério da magia, a parte ruim é que ele não para mais em casa. E eu sei que preciso me focar mais para terminar meu livro até o final desse ano. 

 

   É claro que estou feliz por ter me casado com Scorpius apesar de tudo que aconteceu durante esses anos. Daqui a três dias nós iremos completar nove meses de casados isso só me deixa ainda mais completa. 

 

   Adivinha quais foram meus padrinhos ?! É claro que foi a Mel e o Alvo. Foi um dia divertido e problemático ao mesmo tempo, porque Zack resolveu voltar depois de dois anos fora e foi muito difícil pra Lily ter que ficar perto dele no altar, a situação dos dois não está muito boa. Eu tentei ajudá - la do meu jeito, mas é claro que o vazio que Zack deixou ainda está ali. 

 

- Está pronto para o almoço de hoje. - Digo me levantando e prendendo o cabelo em um rabo de cavalo alto. 

 

- Seu pai vai arrancar meu coração e me fazer engolir. - Ele diz fazendo drama. 

 

- Não seja dramático, amor. 

 

- Dramático?!  - Ele me olha e bagunça os fios louros que hoje estavam mais escuros por causa da sua travessura de pinta o cabelo de castanho claro há quase cinco meses atrás. 

 

- Vou tomar banho. Você vem comigo? - Pergunto tirando sua camisa e jogando a mesma  sua cara. 

 

- É óbvio que eu vou. - Ele diz umedecendo os lábios com a língua. - Se eu perder o controle, você me empurra. - Ele diz tirando a camiseta preta e a jogando no chão. 

 

- Mas eu quero que você perca o controle. - Digo e ele ri de uma forma sarcástica. - Desde que você descobriu, o máximo que me dá é um selinho. 

 

- E vai continuar assim. - Ele diz simplesmente e eu bufo de raiva. 

 

                 *  *  *

 

- E como vocês está? Está muito cansada? - Minha mãe pergunta pela milésima a vez. 

 

   Assim que chegamos na casa dos meus pais, minha mãe fez questão de me arrastar até o quarto e me examinar por uns cinco minutos, até eu conseguir convencê-la de que estou bem. 

 

   Lily, Tio Harry e Tia Gina havia acabado de chegar quando minha mãe me tirou de perto do meu marido para perguntar se eu queria contar a novidade para todos hoje, e minha resposta foi com certeza. 

 

- Vamos descer. - Digo encerrando nossa conversa. 

 

   Assim que chego na sala encontro Alvo, Zack, Harry, Papai e meu marido. Todos estavam conversando de forma animada. Ninguém percebeu minha presença quando, só eu fingi uma tosse. 

 

  O primeiro a me encarar foi Scorp, que veio correndo ao meu encontro de forma protetora. Suas mãos foram para em cada lado da minha bochecha e ele logo deixou um beijo rápido em minha testa. 

 

- Você está bem? - Ele pergunta arqueando a sobrancelha. É claro que eu me perdi por alguns instante encarando aquele homem lindo com aquela barba por fazer que eu tanto amava. 

 

- Só estou com fome. - Digo e ele acaricia disfarçadamente minha barriga por cima do vestido rosa claro que eu usava. 

 

- Você está sempre com fome. - Ele argumenta arrancando uma gargalhada alta de Lily que havia acabado chegar na sala. 

 

- Aí, que saudade de você. - Digo e logo corro para abraçá-la com toda força que eu tinha. 

 

   Lili vivia estudando e não morava mais em Londres, então nosso contato estava cada vez mais difícil. E eu não queria deixar ela triste por ter que ver o Zack. 

 

- O miserável continua bonito! - Ela fala e eu acabo rindo baixinho. - Cadê a Mel? - Ela pergunta pulando. 

 

  Lily estava linda com cabelo mais curto ( long bob) e não abria mão de usar maquiagem. Lili havia crescido, mas eu iria vê - lá como uma mulher e sim como minha amiga doce. 

 

- Eu acho que está conversando com a minha mãe. 

 

- Preciso matar a saudade. - Ela diz jogando a bolsa no sofá. 

 

                     *  *  *

 

- Então nós marcamos esse almoço porque queríamos comunicar algo importante. - Scorp se levanta da mesa de jantar e todos o encaram. 

 

  Como eu já sei qual é a notícia, apenas me levanta e vou ao seu encontro. Ele me abraça por trás e vejo a cara de Mel. Ela provavelmente já sabia.

 

   Scorp levanta a mão direita e leva até minha barriga fé forma possessiva chamando a atenção do meu pai que havia engasgado com a água. 

 

- Eu estou grávida. - Falei quebrando o suspense e logo escuto um grito da senhora Malfoy. 

 

- Eu vou ser avó! - Ela diz espantada e sai pulando até minha direção.

 

  Ouço um grito e bravo sair da boca do meu pai e sinto a mão de Scorp pressionar minha cintura com mais precisão. 

 

- VOCÊ ENGRAVIDOU MINHA FILHA?! - Meu pai fica tão vermelho quanto uma pimenta e vejo suas mãos se fecharem em fúria. 

 

- Eles estão casados, Tio... O que você acha que ele fazem todos os dias em casa?! Brincam de boneca. - Alvo fala em tom de piada e recebe um belo beliscão de Melissa que estava ao seu lado ostentando as mechas roxas nas pontas do cabelo. 

 

- Senhor Weasley, eu entendo o que está sentindo porque é a mesma coisa que eu sinto agora, imaginando se é uma menina... Mas entenda de uma vez que eu amo sua filha e amo também meu filho... 

 

- Filha - Acabo corrigindo Scorpius sem querer. Há semana eu fiz uma aposta com ele de que seria uma menina e é claro que ele fica furioso só de pensar. 

 

-... Filho e acabou. - Ele diz me fitando seriamente. 

 

-Eu estou tão feliz por vocês. - Lili fala caminhando até mim e me abraçando com  toda força possível. - A titia já te ama, minha linda. - Lily fala e beija minha barriga por cima do tecido. Ouço Scorp bufa por chamar " seu garotão"  de minha linda. - Temos que começar a pensar na decoração do quarto e... 

 

- Chega de frescura, que a titia favorita chegou. - Mel fala vindo em minha direção e fazendo o mesmo gesto de Lily. - Esse garotão vai jogar muito. - Ela diz e logo bate na mão de Scorpius. 

 

- Não seja ridícula, é uma menina, Porque aí o Scorpius não vai dormir de noite, quando essa linda estiver arrasando nos corredores de Hogwarts. - Zack fala antes de me dá um beijo estalado na testa e logo acariciar a minha barriga. 

 

- Eu tenho que concordar com o Zack. - Alvo  fala depois de me abraçar e me girar no ar. 

 

- Seus idiotas. - Scorp fala bufando e me puxando para seu aperto. 

 

- Pai... - Chamo por ele que ainda estava paralisado. - Papai...  Não está feliz por mim? - Pergunta me soltando de Scorp e indo até ele. 

 

- Minha... Minha princesa você é tão jovem e ver você casada e agora grávida.. - E pela primeira vez na vida vejo uma lágrima descer pelo rosto do meu pai. - Eu tenho tanto orgulho de você, Rose. 

 

  As últimas palavras dele foram ditas com mais precisão, com mais alegria. Enchendo meus olhos de lágrimas. Eu já era uma chorona com a gravidez então... 

   

                   * * *

-  Por que me trouxe até o jardim? - Pergunto curiosa por Scorp estar me arrastando para longe dos outros.

 

- Eu não queria que você ficasse com tantas pessoas ao seu redor ,afinal você não pode passar por tantas emoções ,afinal está grávida. -Ele fala acariciando meu pescoço com a mão livre.

 

- Meu amor ,eu estou bem .

 

- Vocês dois são as melhores coisas na minha vida. - Ele diz me abençoando e beijando meu ombro.

 

- No nosso casamento você me prometeu que seria pra sempre . - Digo sentindo as lágrimas descendo por meu rosto.

 

- Até você me amar . - Ele beijou meu nariz e acariciou minha barriga .

 

   Alcancei sua boca e selei a mesma com meu lábios , porque enquanto eu vivesse amaria Scorpius Malfoy e quando ele sorriu, quando nosso filho chutou ,eu soube que ele também me amaria enquanto vivesse .

 

 

  

 

 

 

 

  


Notas Finais


Galera , obrigado por lerem e peço que leiam as notas iniciais e agora eu estou gostando meu livro : " A Princesa de Zarágon" aqui no Social Spirit e ela já está concluída então se tiver bastantes favoritos posso postar mais dois capítulo hoje. Comentem e favoritem pq eu amo ler tudo que vcs colocam aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...