História O Amor Supera Tudo? - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camilacabello, Camren, Fithharmony, Laurenjauregui, Romance, Shawnmendes
Exibições 212
Palavras 2.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um!
Confesso que me perdi um pouco nesse capítulo, mas espero que tenha ficado bom o suficiente. Como eu disse, é minha primeira fic.

Boa leitura.


Obs: Obrigada a quem favoritou até agora.

Capítulo 6 - Negócio Fechado


 

Mais um dia cansativo com toda a certeza. Meu dia mal começou e já estou com dor de cabeça por ter que rever tantos processos assim, se não tivesse tantos com urgência eu pediria férias e viajaria com minha Camz. Que por sinal estou morrendo de saudade, sei que nos vimos o final de semana todo, mas sempre fico com saudade dela no segundo seguinte que nos despedimos. Ultimamente eu tenho estado tão ausente em nosso relacionamento que não sei como Camz ainda não me mandou pastar. Mas veja bem, tudo o que faço é para que tenhamos um futuro perfeito, que não nos falte nada. Ouço o barulho do meu telefone de mesa.

— Bom dia filha, será que você pode vir em minha sala por um segundo. — Meu pai estava mais sério que o normal.

— Claro já estou indo.

Segui para sua sala que fica no mesmo corredor que o meu, sua secretária fez sinal para que eu entrasse.

— Pois não pai, aconteceu algo?

— Aconteceu querida. Vou pedir divórcio da sua mãe. — Caramba, mais essa agora. — Como você é a mais velha e meu braço direito, decidi conversar com você antes de tudo. Quero explicar o motivo.

— Pai eu não sei o que dizer...

— Só me escute querida. — Assenti positivamente para ele prosseguir. — Faz algum tempo em que meu casamento com sua mãe já não anda dos melhores, me arrisco dizer que ele ainda não acabou por causa de vocês. Você sabe melhor do que ninguém, ela tem essa mente fechada e esse jeito radical de lidar com certas coisas e eu não aprovo isto. Já tentei conversar com ela, mas não adianta, sempre acabamos brigando e eu estou cansado disto.

— Pai...eu fico triste com essa situação, mas não posso força-lo a manter nada contra seu gosto, até porque nem tenho como fazer isso. Fico feliz que tenha me procurado para me contar. Estarei com você para o que precisar, assim como você sempre esteve comigo.

Nos abraçamos emocionados. Era triste ver essa situação acontecendo com meus pais, eu nunca havia imaginado isto, mas se é para o bem deles eu aceito. Voltei para a minha sala derrubando algumas lágrimas, confesso que ver sua família se dividindo ao meio não é algo muito fácil de se lidar. Eu precisava da minha Camz hoje, não vou alerta-la antes, quero contar pessoalmente e receber todo seu carinho do qual estou precisando tanto.

— Doutora Jauregui? — Minha secretária bateu na porta.

— Pois não, entre.

— Tem uma senhorita aqui querendo falar com a senhora, diz que é caso urgente.

— Magie eu estou ocupada no momento, quem sabe você passe o caso dela para outro advogado do escritório.

— Doutora ela diz que só falará com você. — Suspirei. Irei atrasar alguns processos.

— Pode mandar entrar, obrigada.

Eu estava organizando minha mesa para receber a possível cliente. Quando olho para frente não acredito em que meus olhos veem. Não pode ser, não depois de tantos anos. Era Natalie, minha ex pela qual sofri tanto após nosso término. Meu primeiro amor que me deu um pé na bunda e pela qual Camila brigou tanto comigo por causa de ciúmes.

— Oi Lauren. — Sorriu tímida.

— Oi Natalie, quanto tempo. Sente-se, em que posso ajudar. — Até eu me assustei com minha frieza nessa momento.

— É algo sério e como você se tornou uma das melhores advogadas de Miami achei melhor te procurar.

— Bom, existem outros bons por ai. Porque logo eu?

— Lauren não dificulte as coisas, eu te procurei porque sei da sua índole e estou desesperada.. — Meu dia vai ser realmente cansativo pensei comigo mesma enquanto a ouvia contar a situação.

Realmente a situação era séria, mas nada que pudesse ser resolvido. O padrasto de Natalie está pedindo posse da única casa em que sua mãe mora, alegando danos morais por ela ter o traído. Segundo ela, ele ajudou sua mãe a construir a tal casa.

— Então Natalie, o caso não é tão assustador assim até acredito que você poderia ter falado com qualquer outro advogado para resolver seu caso, mas fico agradecida pela confiança. O que podemos fazer é alegar que a casa é o único imóvel que sua mãe possuí e ela não tem como vende-lo ou dar para seu padrasto. Sendo assim, se acaso o juiz queira dar ganho de causa a ele, nós podemos recorrer e fazer com que sua mãe pague uma multa indenizatória.

— Nossa você explica tudo como se fosse algo mais fácil do mundo e eu aqui desesperada. Lauren sendo Lauren, sempre inteligente.

— Bom, só algumas escolhas na vida que fiz errado. — Não pude deixar de alfineta-la.

— Lauren já se passaram tantos anos, achei que já tivesse esquecido, já que ainda está com a Camila até hoje.

— Não quero falar disso, como você mesma disse já se passaram anos. Vou dar entrada no processo e quando estiver feito isso, peço para a minha secretária te avisar. Deixe seu telefone com ela.

— Tudo bem, obrigada Lauren. Vou indo nessa.

Só me faltava esse fantasma começar a rondar minha vida novamente como se eu já não estivesse cheia de preocupações.

 

POV Camila

*Whatsapp On*

Lauren - Bom dia meu amor, tenho algumas coisas para te contar. Será que podemos jantar juntas hoje?

Camila - Bom dia Lolo, ahh olhos verdes, a Ally ficou de ir lá em casa hoje para conversar comigo. Você se importa de deixarmos para outro dia?

Lauren - Tudo bem

Camila - É algo grave o que tens para me contar?

Lauren - De certa forma sim, mas não se preocupe. Vou voltar a trabalhar pequena, estou cheia de processos para revisar.

Camila - Tudo bem meu amor, vou entrar em reunião agora, beijos.

*Whatsapp Off*

Já passava das 14h quando Lauren falou comigo. Agora estou nervosa com o que ela tem pra me falar e com a reunião que estou indo agora. Sarah quer falar sobre algumas coisas e espero que elas sejam boas, estou nutrindo muita expectativa nesse contrato. Entrei na sala e estavam Stefan e Sarah me esperando, me juntei a eles.

— Boa tarde Sarah, achei que viria já pela manhã hoje.

— Eu viria Camila, mas ocorreram alguns problemas com alguns patrocinadores e eu tive que resolver. Então, vamos lá ao que interessa.

— Vamos lá, do jeito que conheço a Camila ela está se corroendo por dentro. — Stefan falou brincando comigo.

— Não há motivos, até porque o seu talento Camila é extraordinário. Dentre os 3 produtores que visitei você foi de longe a melhor.

— Isso quer dizer que? — Falei nervosa.

— Que o contrato é seu com toda certeza. Você é a mais nova produtora do Shawn.

Eu entrei em um estado que era de pura felicidade. Finalmente eu consegui um contrato grande e só meu, finalmente minha carreira estava começando a decolar. Estou tão feliz que não consigo nem pensar direito. Abracei Sarah e agradeci muito pela confiança.

— Só temos alguns detalhes a acertar Camila, em alguns casos você teria que viajar para Vancouver já que nem sempre o Shawn vai conseguir vir até Miami para produzir as músicas. Tem algum problema para você?

— Nossa, não, claro que não. Será um prazer.

— O que vocês duas acham de irmos jantar para comemorar? — Stefan deu a ideia.

— Ah infelizmente hoje eu já tenho compromisso. Mas quem sabe amanhã a noite, pode ser?

— Por mim tudo bem. — Disse Sarah. — Amanhã é meu ultimo dia aqui, seria bom fechar com chave de ouro.

Ficamos conversando por mais um tempo, eu estava tão animada que parecia uma criança que ingeriu muito doce. Logo após fui para minha sala e fiquei pensando na vida e em como ela tem sido boa comigo. Eu nunca quis depender dos meus pais para nada, nunca gostei de usar o dinheiro deles em meu benefício por isso nunca abri um estúdio próprio e bem, agora eu teria a chance de realizar meu sonho. Com o dinheiro desse contrato eu poderia abrir um estúdio do meu jeito e eu não via a hora disto acontecer. Eu não quero enriquecer, quero apenas ter uma vida boa com as pessoas que amo. Dinheiro compra as necessidades básicas e não amor. Isso não tem preço. Minha nossa como estou feliz.

Terminei mais algumas produções e segui correndo para casa. Hoje Ally jantaria comigo então tenho que caprichar. Cheguei e já fui correndo tomar um banho, logo após já comecei os preparativos do jantar. Não demorou muito e Ally chegou.

— Boa noite baixinha. — Falei assim que abri a porta.

— Boa noite Mila! Nossa que cheiro delicioso, estou morrendo da fome.

— Vamos, já vou servir pra gente. — Fomos até a cozinha e ela sentou na mesa.

— Então Mila, tem alguma novidade?

— Eu consegui um contrato grande com um artista que está começando agora. — Ally deu um grito e eu não pude deixar de rir.

— Como assim Mila, anda me conta tudo e não me esconda nada. Nossa amiga, que ótimo, fico muito feliz por você.

— Então, o Stefan mandou alguns trabalhos meus para a empresaria desse artista e a mesma veio até aqui para ver alguns dos meus trabalhos e BOOM fechamos contrato. Estou tão feliz, você não imagina o quanto.

— Mas qual é o artista?

— Shawn Mendes. — Ela soltou outro grito. — Caramba vou ficar surda desse jeito.

— Mila ele é um gatinho. — Ela disse toda animada, até parece que não sabe que eu não curto a fruta. — Mas claro, pra quem gosta né amiga. — Soltou uma gargalhada.

— Vou servir a gente. — Levantei da mesa e servi nossos pratos. Ally repetiu 3 vezes. — Nossa Ally, achei que quem comia muito nesse grupo era eu.

— Sabe Mila, é que agora eu tenho que comer por dois. — Foi isso mesmo que ouvi? — Estou grávida Mila.

— Ally meus parabéns! Que felicidade amiga, sabe que quero ser madrinha ne?

— Você e Dinah vão ser madrinhas. Mas vou contar mais detalhes quando estivermos todas reunidas.

Minhas amigas andam muito rápidinhas. Vero e Lucy estão noivas e já tem até a casa, Dinah e Normani vão noivar e agora Ally está grávida do Troy, que provavelmente irão se casar também. Estou vendo que ficarei para titia.

Já era tarde quando Ally foi embora. Organizei a cozinha e parti para o quarto para me deitar, quando ouço o barulho da campanhinha. Abro a porta e tenho uma surpresa. Era Lauren parada em minha frente, com o sorriso mais lindo do mundo.

— Sei que você vai dormir mais ou menos nessa hora, então resolvi vir dormir com você. — Eu realmente tenho a melhor namorada do mundo.

Não dei tempo para mais nada, a puxei para dentro e a prendi contra a parede lhe dando um beijo apaixonado. Ficamos ali trocando carícias e sorrisos bobos.

— Caramba se eu soubesse que ia reagir assim eu viria todas as noites de surpresa.

— Deixa de ser boba Lolo, eu sempre te desejo. — Lhe dei mais um beijo.

Lauren me pegou no colo e me guiou até a cama, me deitou sobre ela e deitou-se por cima de mim, fazendo com que minhas pernas se afastassem para que ela colocasse uma das suas no meio dando uma leve pressão na minha intimidade.

— Amor espera aí, tenho que te contar uma coisa.

— Conta amor. — Falou enquanto não parava de beijar meu pescoço.

— A Ally está grávida, ela me contou isso agora a noite. — Me fez parar de falar quando me deu um beijo nos lábios.

— Ah é, quem sabe se a gente treinar bastante também não conseguimos isso. — Sorriu maliciosa.

— Você está safada hoje Lolo.

— Só estou com vontade de você Camz. — Sua voz saiu mais rouca que o normal, me fazendo arrepiar.

Virei meu corpo fazendo com que eu ficasse por cima de seu corpo, sentei no seu quadril e ergui sua blusa a fazendo tirar, em seguida tirei a minha. Senti meu corpo fervilhando ao ver Lauren com suas pupilas dilatadas na minha frente. Não pude deixar de rebolar em seu quadril, arrancando alguns gemidos. Ela agarrou minha bunda com as duas mãos e puxou para falar em meu ouvido.

— Vamos tirar essas roupas logo.

Me deitei ao seu lado, deixei que ela tirasse minha calça e ela tirou sua própria. Lauren deitou por cima do meu corpo, uma de suas mãos acariciava meu seio enquanto eu a segurava pela nuca para que não parasse nosso beijo. Tudo estava urgente demais, quente demais e prazeroso demais.

Arranhei suas costas quando ela mordeu o biquinho do meu seio de leve, depois foi dando mordidas em minha barriga até chegar de frente a minha intimidade. Ela a beijou mesmo por cima da calcinha e eu já pude gemer baixinho. Ela afastou o tecido para o lado e me lambeu vagarosamente, parecia estar se deliciando em me fazer suspirar. Voltou a deitar por cima de mim, levando sua mão direita ao meu sexo, o acariciou e introduziu dois dedos sem aviso. Gemi alto.

— Amor que delicia. — Não pude deixar de falar.

— Vai Camz, geme pra mim vai, goza.

Eu estava nas nuvens. Suas estocadas eram fortes e iam fundo, eu rebolava em seus dedos. Ela já estava me levando a loucura, senti meu corpo tremer.

— Isso Camz, goza pra mim vai gostosa.

Não consegui mais me controlar e gozei em seus dedos. Ela os tirou devagar de dentro de mim e levou em direção a sua boca os chupando, em seguida desceu e chupou minha intimidade, me dando mais um orgasmo. Nosso sexo sempre é tão bom.

— Jauregui isso foi sensacional. — Falei quase sem fôlego, ela riu.

— Você é sensacional. — Me deu um beijo na testa. — Agora vem, dorme aqui nos meus braços.

Adormeci rapidamente nos braços da mulher que amo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...