História O Amor Ultrapassa Barreiras - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju
Tags Sasuhina
Visualizações 87
Palavras 1.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yooo, minna! (Levo pedradas)

Eu sei... demorei muito tempo para postar esse capítulo, peço mil desculpas por isso. Bom.. tenho milhares de motivos para isso e depois irei citá-los.

Nas notas finais tenho novidades!

Boa leitura!

Capítulo 3 - Investigações


Meus olhos percorriam a notícia que tinha em mãos rapidamente, lembro-me quando foi publicado e como sofri ao ler que no fim nada fora concluído. Finalmente voltei minha atenção para a nota que estava junto à notícia.

“Essa não é a verdadeira história.
                                                             H. N”

Qual a verdadeira história? Quem era H. N? E como Sasuke tinha alguma relação com isso? Milhares de perguntas percorreram minha cabeça em questão de segundos me deixando zonza. Precisei sentar e respirar fundo. Tinha alguma coisa errado e o Uchiha sabia. Preciso descobrir quem é esse H.N.

Joe estava ao meu lado e me despertou dos pensamentos com uma lambida em minha mão, virei-me para ele e percebi seu olhar preocupado. Ele sempre está ao meu lado, pelo menos uma coisa boa no meio dessa bagunça.

Levantei-me disposta a procurar mais alguma informação sobre isso, mas no final não consegui encontrar nada na biblioteca. Peguei a nota que estava junto à notícia e fui a procura de outro lugar que poderia me dar pistas: O quarto do Sasuke.

Subi à passos lentos para o segundo andar e entrei no corredor onde se encontrava os quartos. Parei em frente a porta fechada do moreno e suspirei. Passei todos esses anos da minha vida à procura de notícias sobre os meus pais, não poderia fraquejar agora. Determinada, coloquei a mão sobre a maçaneta da porta do Uchiha e adentrei.

O perfume masculino pairava no ar do cômodo e os móveis negros davam um pouco de medo. Percorri os olhos por toda a extensão e vi uma prateleira com diversos livros e papeis. Procurei um a um e nada que pudesse me levar à localização desse “H.N.” Ao chegar na última prateleira, percorri com os dedos todas as páginas do livro vermelho, quando vi uma pequena folha cair no chão.

Coloquei o livro de lado e peguei o pequeno papel onde estava escrito:

“ Me encontre na Rua Verdejante, nº600, tenho novidades sobre o Caso Hyuuga para você”

Nesse papel não havia assinatura, mas ao pegar o papel que se encontrava em meu bolso, pude perceber que era a mesma caligrafia, ou seja, se tratava da mesma pessoa.

Peguei o papel com força e encarei Joe que estava deitado na cama do Sasuke observando tudo que eu fazia.

- Vamos, Joe. Precisamos descobrir quem é esse H. N. E o que ele sabe sobre os meus pais.

 

 

 

Andava a passos rápidos em direção à mansão Sabaku. De longe reconheci o belíssimo gramado verde e as paredes em cor beje. Logo no portão alguém já me esperava.

- Oras, oras Sasuke. Ino me ligou transtornada me dizendo que vinha para cá. – Falou o rapaz moreno com o cabelo espetado para cima, enquanto tragava o cigarro já no fim.

- Preciso falar com você e os outros. Tenho péssimas notícias. – Disse tentando regularizar minha respiração.

Ele me olhou curioso. No mínimo, Ino não conseguiu contar sobre o que falei com ela no bar. Precisava me acalmar para gerar um plano e finalmente dar fim aquele homem maldito.

- Que problemático... Venha, já estão todos no escritório do Gaara. – Respondeu Shikamaru abrindo o portão e andando para o caminho até a porta de entrada da mansão. O segui.

Em pouco tempo estávamos em frente a grande porta de madeira branca do escritório dos Sabaku’s. O moreno preguiçoso logo abriu a porta e pude visualizar as quatro pessoas que já estavam dentro do cômodo.

No canto direito estava uma loira com quatro maria chiquinhas prendendo seu cabelo, a caçula dos Sabaku’s: Temari. Do seu lado estava o mais velho dos três irmãos, Kankurou, moreno com grandes tatuagens pelo corpo.

No canto esquerdo, estava o hiperativo homem loiro de olhos azuis, Uzumaki Naruto, conhecido facilmente como seu “melhor amigo” ou quase isso. E na escrivania central se encontrava o irmão do meio dos Sabaku’s: Gaara, ruivo e pertencente aos olhos ver água.

Vocês devem estar pensando que eles não são irmãos de sangue, e é exatamente isso. Foram adotados pelo Sr. e Sra. Sabaku, já falecidos, quando pequenos e superaram todas as expectativas e diferenças que apareceram em seus caminhos.

- Há quanto tempo, Sasuke! – Pronunciou-se Gaara.

- Realmente você andou desaparecido esses dias, Uchiha. – Exclamou Temari.

- Estava meio ocupado. – Disse enquanto encarava cada um dos cinco ali presentes. Shikamaru já havia sentado ao lado do loiro.

- Ocupado... só se for bebendo, teme! – Exaltou Naruto, recebendo como resposta um dos meus olhares mortais.

- O que te trás aqui, Uchiha? – Perguntou Kankurou curioso sobre a minha aparição repentina.

- Uchiha Itachi está de volta. – Soltei a bomba de uma vez.

Todos na sala fizeram silêncio e me encararam abismados.

- Você tem certeza disso, teme? – Perguntou o loiro assustados.

- Tenho mais que certeza, Naruto. Ele está de volta e atrás de uma pessoa...

- Quem? – Perguntou Temari.

- Hyuuga Hinata, filha de Hyuuga Hiashi. – Respondi friamente sentindo todos os pêlos do meu braço erissarem de ódio.

Gaara levantou da cadeira exasperado e bateu as mãos na mesa de forma irritada e logo se pronunciou:

- Precisamos fazer alguma coisa contra ele, não podemos deixar que escape dessa vez e ainda leve nosso fio de esperança.

- Tenha calma, Gaara. – Disse Temari indo em direção ao ruivo e colocando a mão em seu ombro tentando reconfortá-lo.

- Já tomei o primeiro passo: a Hyuuga está em minha residência. – Disse por fim tomando a atenção de todos.

- Como isso aconteceu, Sasuke? - Perguntou Shikamaru surpreso.

- É uma longa história. – Disse indiferente enquanto colocava minhas mãos dentro dos bolsos da minha calça.

- Ela está segura? – Perguntou Kankurou.

- Joe está com ela, e como todos vocês sabem ele não é um cachorro qualquer.

- Ótimo. Precisamos contatar aquela pessoa. – Disse Gaara se sentando novamente.

- Com certeza é necessário, ele também é um... – Temaria iria concluir, mas a interrompi.

- Não creio que seja necessário. Irei resolver isso eu mesmo. – Disse já virando de costas em direção a saída.

- Não seja imprudente, Sasuke-teme. Você precisa de nós, caso contrário... irá ser como a última vez. – Disse Naruto levantando-se da cadeira e indo em minha direção.

Fechei os olhos com força lembrando de todo o terror que passei naquela noite, naquela única noite que me destruiu por inteiro.

- Além disso, Itachi não está agindo sozinho. Ele conta com a ajuda da tia e de um outro cara. – Disse Shikamaru.

- Sasuke, você terá que contar a verdade para ela. – Disse Gaara suspirando.

- Ela ficará mais segura com a verdade. – Concluiu Kankurou.

- Irei falar com ela hoje mesmo. – Disse pensando em como iria contar tudo para a jovem Hyuuga. Como diz o Shikamaru: “Isso será problemático”.

Caminhei em direção a saída e quando cheguei do lado de fora da mansão, ouvi o grito estridente do loiro:

- SASUKE, SABE QUE SEMPRE PODE CONTAR COMIGO! VOCÊ TEM O MEU NÚMERO, É SÓ ME LIGAR.

Aquele dobe escandaloso... Sorri de lado ao pensar no quanto seus amigos eram malucos, mas não deixavam de ser os melhores amigos que alguém poderia ter. Não importava o momento ou a situação eles nunca o abandonariam.

Agora o problema era a Hyuuga.

Como você foi virar minha cabeça da noite para o dia?

 

 

 

 

O sol já estava começando a se por quando cheguei em uma pequena casa em um bairro isolado do centro da cidade, as paredes eram de uma cor branca, nada chamativo, uma pequena varanda se estendia na frente e o imóvel possuia dois andares. Na frente havia um pequeno jardim, que por sinal estava muito bem cuidado.

Precisava continuar com a minha investigação! Com o Joe ao meu lado caminhei lentamente em direção à porta e bati suavemente. Passou-se um tempo e pude escutar o som de passos vindo em direção a porta. Prendi a minha respiração quando vi a maçaneta ser girada e eu me deparar com...

Os mesmos olhos que os meus.

Lá estava o H.N.

E eu nunca pude imaginar que seria uma pessoa que desapareceu há tanto tempo.

- Hinata... – Sua voz masculina invandiu minha audição e por um momento senti como se tivesse perdido o chão.

Em minha frente está a única pessoa que posso, ou melhor, podia chamar de família.

- Hyuuga Neji!


Notas Finais


Então meninas, vocês que são leitoras/escritoras gostariam de fazer uma página no Facebook e postar pequenas ou grandes histórias diariamente, me adicionem e me chamem para que possamos colocar isso em prática.

https://www.facebook.com/profile.php?id=100008725360805

E me desculpem por qualquer erro que estiver na história. Depois irei revisar!
Em breve estarei postando novos capítulos, Kissus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...