História O anjo da morte - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook Namjin Jinkook
Exibições 22
Palavras 1.690
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii então o próximo capítulo é o último :') to feliz e também triste e emocionada, mas também to orgulhosa de mim mesma, tá chega de falar e vamos ao capítulo.
Boa leitura!

Capítulo 6 - Anjo da morte e o anjo da vida...


  Capítulo - 06 - Anjo da morte e o anjo da vida...
    P. O. V . Jungkook
     Escuridão...
     Mais escuridão...
     Era apenas isso que eu conseguia enxergar em quanto andava por algum lugar que nem eu sabia onde era.
     Eu andava sem rumo, andava assobiando a melodia da morte em quanto um caminha de pedras ia se fazendo em minha frente e eu podia ouvir mais alguém assobiando a mesma melodia e também me chamava pelo nome e eu andava em direção aquela voz e assobio como se minha vida estivesse dependendo disso.
       Logo podia ver uma pequena luz em minha frente e conforme ia até ela a mesma ficava maior.
       Assim que cheguei onde estava claro eu pude ver uma porta, uma grande porta de madeira entre aberta e podia escutar o assobio e a voz me chamando vir de lá.
      Sem pensar nem se quer uma vez eu entre, assim que entrei pude ver uma espécie de museu de arte, a voz cessou, mas o assobio não então continuei o seguindo, sempre andando em frente olhando para o lindo lugar em volta de mim, o assobio cessou e pude ouvir meu nome ser chamado, olhei para frente e pude ver um homem sentado em uma cadeira - por sinal mais chique que o normal- em frente a uma fonte que havia uma estátua com assas negras no meio, o homem era muito bonito, tinha cabelos loiros, olhos castanhos escuros parecendo pretos, seu corpo era belo e aparentava ser pouco mais baixo que eu.
        - Jeon Jungkook -Falou o homem sorrindo acolhedor e se levantando e vindo até mim- Finalmente nos encontramos novamente!-Disse assim que chegou até mim e me abraçou.
      No começo me assustei, mas logo comecei a me sentir bem e seguro em seus braços, sentia que podia confiar nele mais do que poderia confiar em qualquer um por ai, então o abracei sem pensar duas vezes.
        - Quem é você? Como sabe meu nome? De onde me conhece? E onde estou?-Perguntei tudo de uma vez assim que percebi o que estava acontecendo em quanto me separava dele.
         - Quantas perguntas em?!-Falou se afastando um pouco- Tenha calma, todas serão respondidas!-Falou aindo sorrindo- Eu sou Park Jimin, mais conhecido como o anjo da morte -Falou orgulhoso de si mesmo - Sei seu nome, pois, te conheço desde antes de você ser um feto meu caro Jungkook - disse se afastando um pouco mais em quanto eu o seguia com os olhos- E você está sonhando, mas não um sonho normal e sim um sonho em minha parte do cérebro!
           - Como assim? Quer dizer que você é um fruto da minha imaginação e que eu estou dormindo e sonhando com você? -Perguntei confuso
            - Não, eu não sou um fruto de sua imaginação, eu sou o anjo da morte que vive dentro do você! -Disse simples.
           - Espera anjo da morte?- Pergunte o fuzilando com os olhos- Então é você que me faz matar as pessoas?!
          - Sim isso mesmo! -Disse batendo palmas animado com um sorriso no rosto.
          - Eu não acredito que tem coragem de ficar feliz com isso!- Falei fechando minhas mãos em punhos e indo até ele com intenção de o bater- Você me fez matar pessoa inocentes e que eu amava mais que a mim mesmo!-Falava em quanto chegava mais perto dele e meus olhos enchiam de lágrimas - Sabe o quanto eu ando sofrendo por isso? Eu sou a pior pessoa do mundo por causa de você -cheguei até ele e o segurei pelo pescoço o sufocando- eu fiz pessoas se suicidarem em quanto eu era obrigado a assistir a isso sem poder interferir ou acordar! -As lágrimas escapavam de meus olhos em quanto eu falava, eu apertava o pescoço de Jimin até que ele ficasse sem ar, mas para minha surpresa o mesmo sorriu e se teletransporto para perto da cadeira novamente, o olhei incrédulo.
        - Sou um anjo então eu consigo fazer esse tipo de coisa sem problema algum -Se exibia em quanto passa a mão pelo pescoço- então não perca seu tempo tentando algo contra mim! - Dizia se sentando na cadeira e cruzando as pernas- Ei não chore Kook, você está melhor sem eles!
           - Como tem coragem de dizer isso?!-Gritei para ele- Você não sabe o que estou passando, não foi você que perdeu as pessoas que mais amava por causa de um anjo maldito que nem sabia que estava dentro de você e que só os matou por diversão!
            - Jungkook eu não os matei apenas por diversão, eu tive motivos para fazer o que fiz!
            - Ah é ? Eu posso saber esses motivos?-Perguntei ainda gritando.
             - Você -Disse para minha surpresa- Você é o motivo, eu os matei para vingar você, pois, eu sei as coisas horríveis que fizeram com você e eu vou te vingar e te proteger de tudo e todos porque eu te amo!-Falou sorrindo triste.
            - Me ama?-Perguntei incrédulo- Se me amasse não me faria sofrer! E como me ama sendo que nem me conhece? Nunca nem nos falamos!- Falei e ele rio seco negando com a cabeça.
            - Ah Jungkook eu te conheço até melhor que você mesmo - Falou se transportando para meu lado- Você não lembra, mas já fomos namorados em outra vida sua, ou melhor, na sua primeira vida, na sua vida de anjo! -falou passando o indicador em meu queixo.
            - Do que está falando?-Perguntei confuso.
            - Me deixa te contar uma história Jungkook -falou me olhando nos olhos- Existiam dois anjos muito amados por Deus, um anjo era o anjo da morte e o outro da vida, um matava as pessoas que Deus mandava e o outro ajudava Deus a controlar as vidas e a criar as vidas,  os dois anjos eram namorados e se amavam muito, mas um dia o anjo da morte e o anjo da vida se desentenderam por conta do anjo da morte ter matado um bebê que não estava na lista para ser morto e isso fez o anjo da vida ficar muito bravo e o mesmo foi tirar satisfação com o namorado sobre isso, mas os dois acabaram brigando, então o anjo da morte decidiu que iria mostrar para o anjo da vida que ele poderia fazer o que bem entendia sem ter que dar satisfação para ele, então o anjo da morte começou usar seu poder para matar pessoas que não estavam na lista assim provocando o anjo da vida que ficou uma fera e começou a criar vidas que não estavam planejadas para aquele momento e assim eles acabaram mexendo com o equilíbrio da vida na terra, Deus se enfureceu com isso e decidiu que iria os castigar, assim ele os mandou para terra, o anjo da vida estava condenado a viver sendo um humano, assim nascendo, vivendo e morrendo sem se lembrar da vida de anjo ou do anjo da morte, já o anjo da morte estava condenado a viver dentro da cabeça do anjo da vida assim vivendo sem morrer nem se quer uma vez, assim sendo obrigado a aguentar ver o anjo da vida vivendo como um humano sem poder interromper nada!-Ele me contava em quanto me olhava nos olhos - Os dois ficarão na terra até que Deus ache que já está bom e quando isso acontecer o anjo da morte conseguirá voltar a usar seus poderes e o anjo da vida poderá ver  novamente o anjo da morte e saber de sua vida de anjo -Disse pegando em meu queixo e levando meu rosto para perto do seu- Esses anjos Jungkook são eu e você!-Falou quando nossos lábios estavam a centímetros de se tocar e então os uniu em um beijo calmo cheio de amor, carinho, saudades, retribui o beijo e um flash de memórias passou pelos meus olhos me mostrando desde minha vida de anjo até hoje.
         Ficamos naquele beijo por um longo tempo, mas logo nos separamos.
          Um silêncio se fez entre nós, eu tinha a cabeça longe em quanto Chimchim - como o chamava quando era anjo- me olhava esperando uma reação.
          - Então eu sou um anjo que está preso a terra até Deus achar que já posso voltar?-O olhava curioso.
          - Sim -concordou com a cabeça.
          - Espera você disse que vamos voltar quando você tivesse seus poderes de volta e eu lembrasse de minha vida de anjo, certo? -Pergunte unindo as sobrancelhas e ele assentiu com a cabeça - E você já conseguiu matar pessoas e eu já sei sobre minha vida de anjo, isso quer dizer que vamos voltar?
          - Sim logo vamos estar de volta com nossos amigos e você vai ter seus poderes e assas de volta! -falou e fez suas assas aparecerem para me mostrou elas que eram pretas- Não ligue para a cor, ela não é assim no céu!
          - É muita informação para mim! -Falei me sentando no chão.
          - Não se preocupe logo você vai se acostumar com a idéia!
          - Mas e se eu não me acostumar?
          - Você vai e você ainda tem uma vida inteira para se acostumar!-Falou e sorriu.
          O silêncio tomou conta novamente em quanto perguntas rodeavam minha cabeça.
          - Onde estão minhas assas? Ficaram com Deus? -Perguntei o olhando.
           - Não, elas estão ali -apontou para a estátua com assas negras - aquelas assas são suas, elas também não eram pretas, mas ficaram assim por estarmos aqui na terra, pois, nossas assas não são como as dos anjos da guarda ou qualquer outro anjo que vem a terra, as nossas foram feitas para ficarem no céu!
            - Ah entendi - Falei e voltei a pensar- Eu posso contar sobre isso para o Jin?
             - Não, você não pode contar nada sobre tudo que foi dito ou que acontece aqui! -Falou sério - Ah e você também nem vai mais poder falar com Jin!
             - O quê? Por quê?
             - Porque ele está sendo morto por nós agora mesmo! -Disse fazendo um telão aparecer em nossa frente e no telão eu podia ver Jin escutando eu assobiar a melodia da morte.
       CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...