História O Anonimato - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 222
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Vamos para mais um Capítulo.

Capítulo 4 - "Vou Descobrir Quem é o Anonimato"


Fanfic / Fanfiction O Anonimato - Capítulo 4 - "Vou Descobrir Quem é o Anonimato"

Pov Nina.

Nina: Por que a Âmbar sentou-se em frente ao Simon? - pergunto à Luna quando vejo os dois conversando.

Luna: Acho que ela está falando da aposta!

Nina: que aposta?

Luna: Não sei direito, ela só disse que perdeu uma aposta.

Nina: Olha, ela saiu.

Luna: Vamos até lá. 

Nina: Sim, Vamos! 

Nos aproximamos de Simon e nos sentamos nos lugares em que estávamos.

Luna: e então, o que Âmbar queria?

Simon: ela me convidou para sair e aceitei.

Nina: ela fez por livre e espontânea vontade?

Simon: Não. Foi por causa de uma aposta.

Luna: e você aceitou? - ele assente. - se eu soubesse que fosse uma aposta, nem aceitaria ir com a pessoa.

Nina: eu igualmente.

Simon: Era o que ela queria, que eu dissesse não. Mas, como toda aposta tem consequência, por que não aceitar?

Luna: avá, vai me dizer que você não gostou desse convite? - arqueia uma sobrancelha maliciosa.

Simon: Não estou falando disso. 

Nina: Então admite que aceitou o convite por livre e espontânea vontade?

Simon: Vamos continuar a fazer as tarefas do Blake? Daqui a pouco volto ao trabalho. 

Nina: Ok, apaixonadinho. Vamos continuar a fazer essas atividades. 

...

Luna: Vai dormir lá em casa hoje, não é? - me pergunta enquanto ela arrumava sua mochila.

Nina: Sim. - coloco minha mochila nas costas - já falei com minha mãe e ela autorizou.

Luna: ah sim. - coloca a mochila nas costas - Vamos? 

Nina: Sim. - nos levantamos e formos até o balcão. 

Nina e Luna: Tchau, Simon! 

Simon: Já vão?

Luna: Sim. Minha mãe não quer que eu chegue tarde em casa.

Nina: e eu irei dormir na casa de Luna.

Simon: Ah,tudo bem. Até amanhã no Blake! 

Nina e Luna: até! 

Quando íamos sair do Roller, Luna tromba com o Matteo, que estava ao lado de Gaston.

Matteo: Opa, calma Menina Delivery. - segura Luna. - sei que você gosta de mim, mas não precisa se esbarrar em mim o tempo todo.

Luna: Ha, ha, ha... que graça, Mauricinho! - Diz com uma cara de tédio para ele - poderia ser comediante. Seu show iria fazer um sucesso.

Matteo: Já tenho até minha piada principal: a Menina Delivery desastrada. 

Luna: quando fazer os shows, me lembre de não participar. Não quero morrer de tanto tedio que terei.

Matteo: Ah, vai dizer que não gosta? - coloca uma mecha atrás da orelha dela e Luna sorri timidamente. Eu e Gaston olhamos-os confusos. 

Gaston: perdemos alguma coisa? - ele olha para mim e eu levanto as mãos negando com a cabeça. 

Nina: o que aconteceu entre vocês dois? - me manifesto.

Luna e Matteo: Nada. 

Gaston: Vocês tem certeza?

Luna: Nina, vamos indo. - puxa a minha mão - Tchau, Mauricinho. Tchau, Gaston.

Gaston e Matteo: Tchau! - saímos do Roller.

Quando já estávamos longe deles, resolvo perguntar:

Nina: o que rolou entre você e Matteo?

Luna: Nada! - Diz tentando disfarçar. 

Nina: Luna, eu sou sua melhor amiga ou não?

Luna: eu te conto, mas promete não contar a ninguém?

Nina: Prometo! 

Luna: hoje, eu não estava demorando para sair do Blake e irmos para casa?

Nina: Sim, e...?

Luna: eu fui ao banheiro. Quando sair, Matteo e eu trombamos como hoje no Blake e acabamos nos beijando. - arregalo os olhos e olho para ela.

Nina: como? - sorrio e ela também, mas ela estava corada. - Beijo, Beijo, Beijo?

Luna: sim, beijo! 

Nina: Ai meu Deus, Luna. Você gosta dele! 

Luna: Não, não,não... - nega com a cabeça - isso não! 

Nina: Sim, sim, sim... vejo nos seus olhos.

Luna: o que meus olhos tem haver com isso?

Nina: Eles brilham quando você fala de Matteo.

Luna: Não gosto do Mauricinho, Nina. 

Nina: Ah claro, sou eu que gosto dele. - comento sarcástica. 

Luna: pode ser. Vai que ele é o seu Admirador Secreto! 

Nina: Quem Beijou primeiro? Você ou ele?

Luna: Ele.

Nina: e é de mim que ele gosta. Ahãm, super certo! - mais uma vez, comento sarcástica.

Luna: ué, ele pode ter me beijado para disfarçar.

Nina: assim como você quer que eu aceite que alguém gosta de mim, Aceite que o Matteo gosta de você. E vice-versa!

...

Mônica: Então garotas, como está a comida?

Luna: Maravilhosa, mamãe! - Fala comendo seu taco.

Nina: Está muito boa, Dona Mônica! 

Mônica: fico feliz que tenham gostado.

Luna: Cadê o papai?

Mônica: Senhora Sharon havia chamado ele. Já deve voltar.

Luna: Hum, Ok! 

Âmbar: Ah, vejo que temos visita. - fala entrando na cozinha e me observando.

Nina: Oi Âmbar.

Ambar: oi!

Mônica: quer alguma coisa para comer, Senhorita Âmbar? Ainda tem tacos sobrando.

Âmbar: sem querer ofender, Dona Mônica. Mas não quero nenhuma comer nenhuma comida mexicana hoje! 

Luna: isso tem haver com o encontro que terá como Simon? 

Âmbar: ele contou para vocês? - assentimos.

Nina: vão para um restaurante mexicano? - ela assente revirando os olhos. 

Luna: Não sei o porquê dessa cara, Simon é um ótimo rapaz.

Nina: verdade.

Âmbar: eu não queria ir nesse encontro. Tá bom? - Fala abrindo abrindo geladeira. - Foi só uma aposta, que perdi 

Luna: que aposta foi, afinal?

Âmbar: Gaston apostou comigo que Ramiro conseguiria outro encontro com Yam e eu que não, se eu perdesse, eu sairia com Simon.

Nina: o que aconteceria se ganhasse?

Âmbar: só pedi um Milkshake. - fecha a geladeira após pegar a jarra de suco. - pode fazer um sanduíche natural para mim, Dona Mônica?

Monica: claro. Depois a Luna pode entregar no seu quarto.

Âmbar: Obrigada! Agora tchauzinho! - Diz e sai da cozinha. 

Nina: a Âmbar ainda vai se apaixonar pelo Simon. 

Luna: por que diz isso?

Nina: Não acho que ela tem esse ódio todo por Simon. Se tem, bem, ódio e amor andam lado a lado. 

Luna: é, pode ser.

...

21:50

Luna: acho melhor a gente ir dormir. Senão não acordamos de manhã.

Nina: Sim, também acho. - ia guardar meu livro, quando um envelope cai dele 

Luna: isso não é...

Nina: outra carta! - pego o envelope do chão e abro.

Luna: o que diz?

Nina: "Se eu mergulhasse na profundidade dos seus olhos, com certeza encontraria ali, a essência da vida! -O Anonimato"

Luna: Aaah, que romântico. Casa-se com ele logo.

Nina: eu já estou ficando louca por receber essas cartas e não saber de quem escreve, Luna. Eu preciso saber de quem é essas cartas.

Luna: Quer dizer que... - fala sorrindo.

Nina: Vou Descobrir quem é o Anonimato!

.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
HO JEITO COMEÇA A SEGUNDA PARTE DE SOU LUNA, PESSOAS. TÔ ANIMADA AQUI
Beijooooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...