História O Anonimato - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 402
Palavras 1.140
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vamos para mais um Capítulo.

Capítulo 5 - "Por Que Não Me Disse Nada?"


Fanfic / Fanfiction O Anonimato - Capítulo 5 - "Por Que Não Me Disse Nada?"

Pov Matteo.

Quarta-feira, 6:50.

Faltavam dez minutos para tocar o sinal da primeira aula. Eu e Gaston conversávamos enquanto esperávamos a aula iniciar. 

Gaston: olha só a sua amada logo ali! - Diz e eu reviro os olhos. Não devia ter contado do Beijo que havia dado em Luna.

Matteo: Sabe que ela está a sua amada, não sabe?

Gaston: Não estamos falando de mim. Sabia que você e Luna é o casal mais improvável que poderia pensar. 

Matteo: sobre você e Nina também.

Gaston: Mas eu não Beijei-a. Já você e Luna...

Matteo: Olha só, Cala a boca. Ok?

Gaston: agora o Romeu aqui ficou bravinho. - Diz e eu reviro os olhos.

Âmbar: oi, rapazes! - nos cumprimenta se aproximando de nós.

Matteo e Gaston: Oi!

Âmbar: o que falavam?

Gaston: ele beijou Luna. - aponta para mim e Âmbar arregala os olhos.

Âmbar: Você e Luna estão juntos?

Matteo: não! Foi só um beijo. Beijo não é compromisso! 

Âmbar: Mas você gosta dela! 

Matteo: O quê? Claro que não!

Âmbar: Não foi uma pergunta, Matteo. Foi uma afirmação! 

Matteo: que está errada!

Âmbar: tenho cara de que nasci ontem? Eu sei de tudo que se passa nesse colégio, ok? - ela cruza os braços - sabiam que Nina recebe cartas anônimas de um garoto? - eu e Gaston nos entreolhamos.

Gaston: e... Você sabe quem é esse garoto? 

Âmbar: Não... - Gaston suspira aliviado - Ainda!

Matteo: como assim "Ainda"?

Âmbar: eu vou descobrir quem é esse Anonimato! Ele frequenta o Roller, pois a carta apareceu enquanto ela estava lá. Até aí, pode ser qualquer um. Até vocês dois. - ela para um pouco e me encara - não. Mito. Pode ser até o Gaston. 

Gaston: e por que Matteo não está nessa lista?

Âmbar: Porque ele está apaixonado na Luninha. Ele não seria babaca o suficiente para iludi-la para ficar com a Melhor amiga dela. 

Matteo: eu não gosto dela.

Âmbar: Então beijou-a por quê? Perdeu o equilíbrio e a boca de lá foi a solução para que não caísse? - pergunta sarcástica.

Matteo: Âmbar, por que não falamos da sua vida amorosa? 

Âmbar: Porque menino algum consegue chegar no meu coração de iceberg. 

Matteo: nem mesmo um certo mexicano?

Âmbar: Estão me confundindo com a Jazmin? É sério isso? 

Gaston: ué, você até chamou ele para um encontro!

Âmbar: Porque você é um vagabundo e me fez chama-lo para sair. Te odeio! 

Gaston: Você sabe que gelo derrete, não sabe? 

Âmbar: e daí?

Gaston: Vai que o Mexicano consiga derreter o iceberg que é seu coração! 

Âmbar: Ah claro, vai super! - ironiza. O sinal toca. - Vou indo para minha aula, tchauzinho! - Diz e sai.

Matteo: aposta quanto que ela vai admitir que gosta dele depois desse encontro? - caminhamos até a sala de aula. Teríamos aula juntos.

Gaston: do jeito que a Âmbar é, duvido muito que admita. Ela vai negar até o fim. Sem contar que tem a Jazmin! - Fala enquanto entramos na sala.

Matteo: Mas o que Jazmin tem haver com isso?

Gaston: Jazmin gosta de Simon e é a melhor amiga de Âmbar. Ela irrita bastante a loira, mas, mesmo assim, Âmbar gosta dela. 

Matteo: Tem razão. - nos sentamos nos nossos lugares. - mas ela também não pode negar por muito tempo. Assim como você não pode esconder que é o Anonimato. 

Gaston: Disso eu sei, mas vamos com calma. Vou tentar fazer Nina gostar de Mim e aí sim, revelo. Não quero que ela seja forçada a gostar de mim por causa das cartas fofinhas.

Matteo: bem, então vamos fazer com que poucas pessoas saibam. 

Gaston: isso sim. Só quem sabe é você. - ele para e pensa - acha que eu devia contar para Âmbar? Ela é minha melhor amiga. 

Matteo: Você confia naquela loira maluca? - ele assente - Então conte. Só faça ela prometer que não contará a ninguém.

Gaston: ela já me contou segredos e nunca contei a ninguém. Ela confia em mim.

Matteo: mesmo ela te odiando? - brinco.

Gaston: mesmo me odiando! - Diz e rimos.

...

Intervalo.

Gaston: Bom, é agora ou Nunca. - respiro fundo. - Âmbar, vem aqui! - ela vem junto com as garotas. - é... meninas, sem querer ser Grosso, mas... É só com Âmbar que quero falar. 

Delfina: e por que Matteo está aqui?

Matteo: Porque também preciso falar para ela. 

Jazmin: Mas agora queremos saber desse segredo.

Delfina: exatamente.

Âmbar: Meninas, depois eu falo com vocês. Ok? - elas assentem e saem. - o que querem?

Matteo: Gaston tem algo pra te contar!

Âmbar: e o que seria, Gaston? - ela cruza os braços.

Gaston: Bom, sabe... As vezes as pessoas se Apaixonam e...

Âmbar: Se você falar que está gostando de mim, cala-se agora mesmo.

Gaston:não. Não é de você!

Âmbar: Ah Bom!

Gaston: voltando. O que eu estou querendo dizer é que... É que... Eu... Sabe, eu...

Matteo: que demora. Quer saber? Vou falar, ele é o Anonimato da Nina! - ela arregala os olhos.

Âmbar: espera, você que escreve as cartas então? - ele assente - Por que não me disse nada? - pergunta irritada e bate na cabeça dele.

Gaston: Ai Âmbar. Isso doeu.

Âmbar: era para doer mesmo. - cruza os braços. - Sou sua melhor amiga, devia saber disso primeiro.

Gaston: Mas ninguém sabe. Só Matteo.

Matteo: e Agora você! 

Âmbar: a quanto tempo ele envia essas cartas, Matteo?

Matteo: um mês!

Âmbar: faz um mês que envia e eu não sabia de nada? 

Gaston: me perdoa vai. 

Âmbar: Não! 

Matteo: Nós dois pagamos o seu tão sonhado milkshake! 

Âmbar: qual sabor eu quiser?

Matteo: qualquer sabor!

Âmbar: Perdôo sim, Gaston. Águas passadas, superei! - sorri irônica.

Gaston: só me perdoa por causa do milkshake. 

Âmbar: claro. Quero ainda para hoje!! 

Matteo: Mas vai ter que ficar de boca fechada! 

Âmbar: sem problemas. Não direi nada!  

Gaston: melhor assim.

Âmbar: agora irei até as garotas. Tchauzinho! - Diz e sai.

Gaston: milkshake? É sério isso? 

Matteo: devia agradecer por ser somente um milkshake. Imagina se ela pede mais milkshake!

Gaston: iríamos ficar falidos.

Matteo: Sim, iríamos.

...

Já estava saindo do Blake, quando trombo com uma certa baixinha de olhos verdes.

Matteo: Opa, Menina Delivery. Quer trombar comigo mais uma vez? 

Luna: até onde eu sei, foi você que trombou em mim!

Matteo: e você me beijou!

Luna: eu, Mauricinho? - assenti - não, não, não. Foi você que me beijou, e não o contrário! 

Matteo: acho que você se confundiu! 

Luna: Não, não confundi nada. Aliás, - cruza os braços - por que me beijou? - fico meio que sem saber o que responder.

Matteo: Sabe, Luna. Escutei Gaston me chamando. Tenho que ir! - saio andando.

Luna: Mas ele já saiu! 

Matteo: Tchau, Luna!

.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Aprenda Como sair de uma pergunta que não sabe como responder com Matteo.
Beijooooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...