História O Anonimato - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 198
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Vamos Para mais um Capítulo.

Capítulo 6 - "Sou Eu?"


Fanfic / Fanfiction O Anonimato - Capítulo 6 - "Sou Eu?"

Pov Nina

Luna:... Quando eu perguntei o porquê do beijo, ele saiu e falou que o Gaston procurava-o, sendo que o Gaston já havia ido embora. - dou uma risada. Estávamos na lanchonete do Roller.

Nina: eu acho que a resposta já é meio óbvia, não?

Luna: como assim?

Nina: amiga, você está muito lerda.

Luna: explique-se.

Nina: ele gosta de você, Luna. É isso!

Luna: ai Nina, você acha mesmo?

Nina: se ele te beijou, é porque é isso mesmo. 

Luna: Não penso isso.

Nina: Ai Deus... Simon, vem aqui! - ele vem até nossa mesa.

Simon: Querem alguma coisa?

Nina: pode falar para essa garota que Matteo beijou ela porque gosta dela.

Simon: Luna, Matteo te beijou porque gosta de você.

Luna: como vocês tem tanta certeza? Vocês são os sentimentos dele agora?

Simon: Luna, - ele se senta na nossa mesa - só você que não quer ver, pois ele é louco por você.

Nina: Simon tem razão. 

Luna: tá, chega de falar de mim. Vamos falar de Simon.

Simon: Por que de mim? - ele franze as sobrancelhas.

Luna: Vai beijar Âmbar no encontro que terá com ela? - arqueia uma sobrancelha maliciosa.

Nina: É verdade, você vai sair com ela na sexta. Havia me esquecido.

Simon: é, eu vou! 

Luna: Você não respondeu minha pergunta.

Simon: Não sei, Luna. Por que eu vou beija-la?

Luna: Porque você é louquinho por ela. 

Nina: só que Âmbar não é louca por ele.

Luna: como tem tanta certeza? Você não sabe! 

Simon: E você vai descobrir isso, Luna? - Diz e ri em seguida.

Luna: Não é má idéia.

Simon: Luna, eu estava brincando! 

Luna: tarde demais. - ela me olha - Nina, hoje nós iremos falar com Âmbar quando formos para a mansão.

Nina: Por que você vai me levar nessa?

Luna: Porque você é minha melhor amiga e tem que ajudar nos meus planos. 

Nina: Olha o que você fez, Simon!

Simon: eu? Só estava brincando, ela que levou muito a sério. 

Nina: Luna, pensa bem. Talvez não seja uma boa idéia.

Luna: Já pensei e vamos descobrir se Âmbar gosta de Simon.

Nina: Ai meu Deus, Luna.

...

19:20.

Estávamos na porta do quarto de Âmbar.

Luna: é Agora ou Nunca. - sussurra para mim - Jazmin já saiu do quarto dela.

Nina: e Delfina?

Luna: Não veio. Agora bate.

Nina: eu não, o plano foi seu. Bata você.

Luna: Ai, tá! - ela bate na porta de Âmbar e escutamos a garota falando "Entre". - Oi Âmbar.

Âmbar: oi Meninas. O que querem? - ela estava sentada em frente ao seu espelho, arrumando seu cabelo.

Luna: queremos conversar um pouco! - se sentou na cama dela e eu me sentei ao seu lado. 

Âmbar: Sobre! 

Luna: Garotos! - ela nos encara.

Âmbar: Garotos? - Luna assente sorridente. - Ok, mas por que querem conversar justo comigo sobre esse assunto.

Luna: Porque você já teve namorados, nós não. 

Âmbar: Não sou especialista em garotos, se é o que querem saber.

Luna: sim, mas você deve saber de umas coisinhas ou outras.

Âmbar: falem logo o que querem, isso de saber sobre garotos não me engana.

Nina: Você gosta do Simon? - fui direto ao assunto e ela revira os olhos se virando para o espelho novamente.

Âmbar: Não, não gosto dele.

Luna: nem um pouquinho? 

Âmbar: Não. Só porque irei sair com ele, não significa que gosto dele

Luna: Por que você o odeia?

Âmbar: Não o odeio. Só não tenho intimidade com ele, posso fazer o quê? - dar de ombros - se querem saber quem gosta do amigo de vocês, falem com Jazmin. Ela é louca por eles. Chega a irritar. 

Nina: Então você não gosta dele?

Âmbar: Não, não gosto.

Luna: Mas também não odeia ele?

Âmbar: Não, não odeio. Terminaram? 

Luna e Nina: Sim. Tchau! 

Âmbar: Tchau! 

Saímos do quarto dela. Assim que fecha a porta, Luna comenta:

Luna: ela ainda vai gostar de Simon.

Nina: Luna, para de pensar um pouco. Por favor!

...

Quinta-feira, 7:00.

Estava indo para a aula de fotografia, só que acabo trombando com Gaston.

Nina: Ai, desculpa! - digo ao ver que suas fotos haviam caído.

Gaston: não, sem problemas. Também estava distraído. - nos abaixamos para pegar as fotos.

Nina: é que não quero chegar atrasada, não foi minha intenção derrubar suas fotos. - falo um pouco rápido e ele ri.

Gaston: fica tranquila, Nina. Também eles Tava distraído. 

Fui ajudando a pegar suas fotos. Ele era muito bom desenhando. Tinha fotos dos patins deles, de Matteo e Ramiro Patinando, do parque, minha... espera, minha?

Nina: hã, Gaston...?

Gaston: diga!

Nina: essa... Sou Eu? - pergunto mostrando a foto e ele me encara um pouco corado.

Gaston: é...

Nina: Por que tirou uma foto minha? 

Gaston: estava distraída na aula, e como já havia tirado de todos os alunos, com exceção de você, tirei a sua. 

Nina: devia ter me dito.

Gaston: nem o pessoal sabe que tirei fotos deles. - coloca a mão por trás do pescoço.

Nina: mesmo assim devia ter me dito. Não sou muito fotogênica.

Gaston: Como não? A foto que tirei sua ficou incrível, você está muito bonita. - sinto minhas bochechas queimarem.

Nina: realmente, ficou ótima. Mas foi você que tirou e deu seu jeitinho. As câmeras não gostam de mim.

Gaston: discordo plenamente. Você é muito bonita e você ficou incrível. 

Nina: não é para tanto. - entrego as fotos a ele.

Gaston: pode não concordar, mas você é muito bonita sim. - se levanta. - Já vou para a aula, vai vir comigo?

Nina: sim! - me levanto e caminhamos até a aula de fotografia.

Sento-me no meu lugar e ele no dele. Quando pego minhas coisas, encontro mais uma carta.

"Meu coração é totalmente seu e às vezes parece pequeno demais para todo amor que sinto por você. 

-O Anonimato"

.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Mais uma carta do Anonimato.
Beijoooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...