História O antes do depois - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias After
Tags Drama, Faculdade, Festas, Hetero, Inked, Romance, Tattoo, Tatuagem
Exibições 4
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


desculpem a demora!!

Capítulo 5 - Step...


 TRISTAN

Volto pro meu quarto e passo o resto da tarde deitado mexendo no celular. Levanto depois de um tempo e vou tomar banho, pelo menos uma coisa o cuzão do meu pai fez certo, pegar um quarto pra mim com banheiro. Tomo banho e me arrumo colocando uma roupa qualquer. Pego meu maço de cigarros, carteira e os caralhos e vou pra tal festa. Desço e vou para a cozinha pegar uma cerveja e aquela menina cabelo de fogo esbarra em mim derramando um pouco da cerveja dela.

_ Porra, não tá me.. _ ela parou e ficou me encarando. Como eu não tinha reparado nesses olhos azuis antes? Eu poderia me perder dentro desse olhar, de tão profundo.

_ Foi você que esbarrou em mim, garota_ digo sério encarando ela, e aproveito pra me aproximar vendo ela ficar sem graça.

 _ Foda-se _ ela responde e sai andando.Garota louca, pego minha cerveja e saio pra fora. Acendo meu cigarro e fumo calmamente enquanto bebo minha primeira garrafa de cerveja. Eu poderia fumar um baseado agora, mas não vi ninguém vendendo, que porra.Entro frustrado pra dentro da fraternidade em busca de outra cerveja, abro a merda da garrafa e acabo logo com ela. Porra duas garrafas e nada do álcool fazer efeito, saio em busca de algo mais forte. Acho uma garrafa de vodka pela metade, caralho é isso.Depois de beber uns bons goles finalmente sinto o álcool correr pelas minhas veias. Pra melhorar toda essa situação acendo mais um cigarro, meu vício. Vou andando em meio as pessoas e vejo a cabelo de fogo dançando sensualmente de olhos fechados, que delicia! Me aproximo e solto a fumaça do cigarro lentamente em seu pescoço, colando nossos corpos e  sentindo ela rebolar, porra isso vai me deixar de pau duro.

_ Não gostei da sua grosseria ali na cozinha_ sussurro em seu ouvido. Ela vira de frente e me encara ainda dançando colada em mim. Aproveito para olhar todo seu corpo (GOSTOSA), e paro o olhar em sua boca. Ela me encara por um tempo e sai sem dizer nada. PORRA, me deixa na vontade e não faz nada? Isso vai ter volta, merda que não tem como foder nenhuma qualquer porque esqueci a merda da camisinha no quarto. Vou em direção ao jardim atras de alguma distração, pra ver se me ajuda a esquecer aquele belo par de olhos azuis e aquele quadril delicioso. 

Ando pelo jardim em busca de algum ''alvo'', mas nenhum que me agrade. Continuo andando e por incrível que pareça, estou meio decepcionado por não ver nenhum cabelo vermelho e olhos azuis por aqui. Mas que merda eu to fazendo....

Pego outro copo de vodka e volto la pra fora. Imediatamente avisto ela, rindo e conversando com os amigos. Nunca a tinha visto sorrindo, ela precisa fazer mais isso. Decido não me aproximar e volto pra dentro da fraternidade. Sento no sofá e fico observando as pessoas dançarem e se alcoolizarem mais que seus organismos aguentam.

Passa um tempo e vejo a cabelos de fogo entrar cambaleando na cozinha , não sei como ela está de pé ainda, juro. Vejo que ela vai pegar mais bebida e algo dentro de mim me faz querer impedi-la antes que ela desmaie. Não sei porque to me importando com isso, era pra estar pouco me fodendo se ela vai passar mal ou não.  Corro até lá e tomo a cerveja de sua mão facilmente, deixando ela puta da vida. Ela fica muito sexy quando ta brava...dá vontade de sentá-la na bancada e comer ela ali mesmo.

Trago ela pro sofá e resolvo me apresentar.

_Sou o Tristan_ digo e dou um gole na cerveja que peguei dela.

_Step.._ ela se interrompe ficando pálida, e logo depois sinto algo quente na minha camisa. Porra ela vomitou em mim! Me levanto puto e acabo gritando com ela. Admito que eu fui bem estúpido, mas isso é totalmente normal vindo de uma pessoa como eu. Babaca fui eu de querer inventar de cuidar de bêbado. Qual é, porra? Isso não é do meu feitio.

Saio de perto dela e vou pro meu quarto, a deixando sozinha e passando mal lá em baixo. Tiro a roupa e vou direto pro banho. Caralho que nojo, vou jogar essa camisa fora depois. Tomo um banho demorado, ponho uma boxer e deito adormecendo como uma pedra logo em seguida, por causa da bebida.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...