História O apocalipse- INTERATIVA - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Thomas, Viktor Chavalier, Violette
Tags Zumbi
Visualizações 32
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um. 💜💜💜

Capítulo 14 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction O apocalipse- INTERATIVA - Capítulo 14 - Capítulo 12

[Esmeralda]

Quando saímos da cidade fiquei mais tranquila, viajamos de carro a noite inteira, às vezes os meninos trocavam o volante para poderem dormir um pouco, eu fiquei no teto do carro com as pernas penduradas na parte aberta da kombi, tudo isso acabou comigo, mas ainda não entendi, Castiel ficou a noite toda tomando conta da casa como não ouviu os zumbis, isso tá muito estranho, olhei para dentro e vi que Alexy dirigia, mandei ele parar e fui me sentar ao seu lado.

-E aí, com muito sono?

-Nem tanto, essa noite foi longa.

-Verdade. -Ele começou a me olhar com aquela merda de olhos travessos.- Que foi?

-E vocês?

-Eu e quem?

-O platinado, o bicolor, o Lys-Fofo, o Lys, O nosso querido amigo Lysandre.

-Menos, nem foi tudo aquilo.

-Garota, vocês ficaram horas lá, e eu ouvi os dois ok?- que?

-Que?

-Foi impossível não ouvir.- acabei ficando vermelha com isso, que vergonha.- e você ainda fala que nem foi tudo aquilo?

-Ok foi bom pra caralho, fazia quatro anos que não me sentia assim.

-Não sei porque não foi atrás para aproveitar os homens do mundo.

-Ah Alexy, a primeira vez foi maravilhoso mesmo ter doido, foi com a primeira pessoa que eu amei, o pior foi saber que ele estava bêbado bem no dia e logo ter estragado minha vida.

-Você nunca me contou está história.

-Não? Você quer saber?

-Querida olha bem pra minha cara, não sei porquê pergunta.

-Ok, ok desculpe miss curioso, foi a 4 anos atrás eu tinha 16 e esse garoto 17, ele estava no último ano do ensino médio, eu o amava muito desde o fundamental, mas eu não era essa delicinha que você está vendo hoje, era uma época bem chata de que você tem que ser igual as populares se quiser um namorado, eu acabei quebrando esse rótulo, se você me visse no segundo ano você não diria que era eu…

-Vai logo onde me interessa.

-Ok desculpa.- peguei um pouco de ar.- foi em uma festa na casa da Li, esse garoto ficou popular e eu não conseguia me aproximar, na festa a Rosa tentou me ajudar mas, nada adiantou, quando chegou no final da festa fui em uma boate junto com meu irmão, ele é mais velho antes que pergunte, e não não sei onde ele está, só sei que ele estava no exército quando tudo começou, bem ele encheu a cara, eu mais ou menos, quando eu tava dançando senti umas mãos passarem por minha cintura quando eu vi era o garoto, no começo não senti o cheiro de álcool, só queria ele para mim e eu consegui, mas quando acordamos ele tava um pouco sobre-o, bem vamos dizer que sabia o que via, mas não conseguia se levantar, ele me viu e me humilhou demais, e as notícias correm na escola, desde esse dia me mantive isolada.

-Eu sempre estranhei você sempre ser insegura, você nunca ia para as festas com nós, juro que se eu encontrar esse cara eu vou matar ele.

-Relaxa, minha aparência mudou muito, para ele apenas sou uma garota chamada Esmeralda, bem eu vou dormir um pouco, boa noite Alexy.- Dei um beijo em sua bochecha.

-Boa noite Mei.

[Castiel]

Comecei a ouvir a conversa dos dois, será que atrás desta Esmeralda que todos vêem não passa de uma garotinha medrosa? Impossível, ela teve um passado ruim e mesmo assim continua protegendo a todos, será que se esse cara aparecesse ela o protegeria ou o abandonaria? Me levantei com cuidado e vi Alexy quase fechando os olhos, o cutuquei.

-Vamos trocar, já estou renovado.

-Obrigado.- Ele soltou o volante sem mais sem menos pulando para trás, pulei com tudo para o volante o colocando na pista, olhei para Esmeralda e vi que ela estava meio suada.

-mãe…-A olhei e vi que estava tendo um pesadelo, ela colocou sua mão em seu pescoço e vi que ela usava um colar, quando ela sentiu o enfeite acabou se acalmando, Esmeralda quem é você? 


Notas Finais


Ate quarta feira, espero que tenham gostado💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...