História O apocalipse- INTERATIVA - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Thomas, Viktor Chavalier, Violette
Tags Zumbi
Visualizações 26
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura 💜💜💜

Capítulo 15 - Capítulo 13


Fanfic / Fanfiction O apocalipse- INTERATIVA - Capítulo 15 - Capítulo 13

Já era de manhã e estávamos na praia de Tarragona, quando saímos do carro fiquei encostado fumando um pouco, olhei para o lado e vi Esmeralda vindo para cima de mim com o machado de Lys, o mesmo tentou impedi-la, mas não adiantou muito, tentei correr mas a desgraça foi mais rápida, ela fincou o machado ao meu lado.

-VOCÊ NÃO ESTAVA DE OLHO?- Ela estava brava, que merda que eu fiz?.- RESPONDA.

-Si...Sim.

-TEM CERTEZA?

-PARE DE GRITAR COM ELE SUA…- Debrah tentou xingá-la xi mas Esmeralda foi mais rápida.

-CALE A BOCA, GRAÇAS A ESSE IDIOTA VOCÊ PODERIA ESTAR MORTA AGORA, QUE MERDA VOCÊ FICOU FAZENDO PARA NÃO ESTAR DE VIGIA?

-Eu...não posso dizer…- fiquei com vergonha em dizer isso para ela, principalmente por Debrah estar perto.

-FALE AGORA SE NÃO QUISER PERDER A CABEÇA.

-Ok...eu ouvi você e o Lys…- Seu olhar foi de brava pra envergonhada.- E eu tive que me aliviar.- no que eu disse isso sinto um soco em meu rosto, quando olho para cima vejo Lysandre com as mãos fechadas ainda, filha da puta, tentei pular para cima dele, mas Esmeralda entrou no meio.

-Ta bravinho porque? Você mereceu, quase matou a equipe e não teve respeito nenhum por nós dois.- Ela não tinha nenhuma reação, apenas suas bochechas vermelhas e Lys me olhava mais bravo do que qualquer um, ela se virou para trás e foi até Rosa e Leigh, não consegui ouvir o que falou para eles, mas logo se abraçaram, olhei para Debrah e ela estava me olhando brava.

-Porque não fez nada? Vai deixar uma garota gritar com você? Ela não é ninguém para falar assim comigo e nem com você.

-Debrah esquece isso, já foi.

-E como assim você estava se aliviando dos dois?

-Debrah, você está grávida a tempos que não ficamos juntos, e não vou fazer nada enquanto essa criança estiver dentro de você.

-Foda-se isso, de uma jeito nela antes que ficamos para trás.- olhei para Esmeralda e percebi que não falava com ninguém, apenas estava comendo quieta o que era estranho, fomos até o pessoal e Esmeralda levantou-se bem na hora, ela arrumou um tronco grande e colocou umas latas de comidas abertas.

[Esmeralda]

-Todos de pé, cada um irá atirar em uma lata.- Todos se levantaram se arrumando, cada um pegou uma arma, a ordem estava Rosa, Leigh, Alexy, Armin, Lysandre, Debrah e Castiel.- Rosa pode atirar.- ela atirou, acertou, mas tremeu com a arma na mão, Rosa sempre foi melhor na katana no que na arma então já está bom.- Leigh vai.- Acertou de primeira sem nenhum problema.- Alexy sua vez.- Ele fechou os olhos o fazendo errar.- Alexy não precisa ter medo, ontem você caprichou e nos ajudou, vai de novo sem fechar os olhos.- Ele se mostrou mais confiante e acertou.- Armin atira.- Ele mirou e acertou.-Muito bem, Debrah sua vez.

-Porque temos que fazer isso?

-Preciso conferir que a mira de vocês estão boas.

-Eu garanto que minha mira está boa.

-Então atira.

-Não, eu sei que minha mira está boa.

-Como saber se nem nós ajudar você ajuda?

-Eu estou grávida você quer o que?

-Estar grávida não é desculpa, você vai usar suas mãos para atirar e não sua barriga.

-Não enche garota, eu não preciso atirar.

-Se bobear nem sabe atirar você sabe, se soubesse não negaria.

-Claro que eu sei atirar.

-Sabe?- A olhei com deboche, isso será divertido.

-Claro.

-Então atire em mim.

-OQUE?- Todos ficaram assustados, não tenho medo de uma garotinha inexperiente igual ela.

-Anda logo, não é você que sempre fala mal de mim, que me odeia, então pegue sua arma e atire.- Ela se posicionou em minha frente, me arrume em frente as latas, ela mirava, mas dava para perceber seu nervosismo, todos olharam assustado, quando Debrah ameaçou atirar Castiel tentou impedir, mas a vontade de me ver morta estava maior, vi a bala vindo em minha direção, mas não veio certa, apenas raspou em meu braço.- Percebemos que eu estava certa, vamos ficar aqui por hoje, Castiel você vai treinar Debrah e nem tente fugir que eu estarei de olho em vocês dois.

[Armin]

Enquanto Debrah tentava atirar com a besta junto com Castiel, fiquei junto com Rosa, Leigh, Lys e Alexy sentados na areia olhando para o mar.

-Como isso foi acontecer?- Perguntou Rosa meio cabisbaixa.

-Não sei, mas está foda demais.- Alexy e Rosa me olharam como se fossem me matar, decidi me manter calado.

-Não importa como começou e sim como irá acabar.- Lysandre olhava para o mar com uma expressão muito mal.- Estamos perdendo o foco e quanto mais demorarmos mais chances teremos de morrer.

-LYSANDRE.- Leigh berrou o assustando, Rosa estava em seus braços chorando.

-Desculpe, isso está me enlouquecendo, estamos circulando cidades pelo mundo inteiro e não encontramos ninguém de nossa família, não encontramos mais nossos amigos, não temos ajuda, estamos literalmente na merda.- Lysandre abaixou a cabeça triste, o humor de todos estava péssimo até mesmo Alexy que o único que animava estava tristonho.

-CHEGA.- Gritei chamando a atenção de todos.- ESSE NÃO É NOSSO FIM, IREMOS CONSEGUIR E QUANDO TUDO ISSO ACABAR VAMOS HONRAR NOSSA VITÓRIA POR NUNCA DESISTIR, NÃO TEMOS NOSSA FAMÍLIA VERDADEIRA, MAS NÃO PRECISAMOS DELES REALMENTE PORQUE JÁ CRIAMOS OUTRA FAMÍLIA, A NOSSA FAMÍLIA E PODE TER CERTEZA QUE ESSA É A MELHOR.- Quando terminei de falar, Alexy pulou em meu pescoço me abraçando e todos até mesmo Castiel estavam sorrindo.

-Sabia que você é o melhor irmão do mundo?- Alexy cochichou em meu ouvido.

-Claro que sabia.- dei uma risada curta, quando ia me sentar vi um grupo de pessoas vindo em nossa direção, meu cu fechou na hora.- ESMERALDA?

-Oi Armin o que houve?- Esmeralda veio do meu lado correndo olhando preocupada.

-Temos visitas.- apontei para o grupo e vi a cara de nervosa e espantada de Mei, isso vai dar merda.

-Preparem as armas, atire apenas se eles começarem.- Ela correu até a kombi aparecendo com a mala de armas, cada um pegou a sua as preparando.

[Esmeralda]

O grupo desconhecido se aproximava cada vez mais, suas armas estavam apontadas para nós, estamos preparados para o que vier, quando o grupo se aproximou mais, vi um garoto de cabelos loiros, quando olhei bem.

-Ora, ora, pessoal temos carne nova no pedaço.

-Puta merda. 


Notas Finais


O que será que Mei viu que a deixou nervosa?

Espero que tenham gostado, até sexta. 💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...