História O armário de Luna - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Camren, Colegial, Lesbicas, Love, Luna, Sex
Exibições 23
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eai gentxi, como vcs estão?
Perdoem qualquer erro, é minha primeira história, capítulo completo.
Deixem seus comentários, me sigam no Instagram @mais_cafe_por_favor

Capítulo 1 - Primeiro dia - Luna


Fanfic / Fanfiction O armário de Luna - Capítulo 1 - Primeiro dia - Luna

Luna POV

O despertador já tocava, marcava 6:30. Era um dia lindo, sem contar o fato que era uma segunda feira. O luz do sol atravessava pela janela do meu quarto, entre as cortinas mal fechadas, até atingir a escrivaninha, bagunçada aliás. Coloquei o despertador na "soneca". Resolvi fechar os olhos por mais alguns segundos e quando dei por mim já eram 6:45, atrasada.

Me levantei sem um pingo de ânimo, só por obrigação mesmo. A voz da minha mãe ecoava pela minha cabeça. Eu estava em piloto automático. Tomei um banho rápido, engoli o café da manhã, me despedi da minha mãe e fui sem pressa pegar o carro.  

Com o passar do tempo fui me animando, saindo do piloto automático, coloquei Foo Fighters pra tocar e cantarolava mais animada que antes, mas no meu interior eu estava um tanto quanto nervosa, seria meu primeiro dia de aula na nova escola. No fundo eu sabia que poderia ter seu lado bom, mas o nervosismo tomava conta de mim.

Finalmente chego no colégio, bem aparentado. Olho pela janela as pessoas bonitas, bem arrumadas, animadas além do normal para um primeiro dia de aula. Estaciono na vaga mais próxima à entrada, respiro fundo e desço do carro. Vou direto, sem olhar pros lados, em direção a porta de entrada. Uma pequena escadaria com um corrimão me aguarda. Cheia de gente na escada, conversando, se abraçando para matar a saudade e eu, pra variar, tenho que começar tudo com o "pé esquerdo". Quase chegando no último degrau, crente que eu iria passar sem ser notada, parece que o universo conspira contra, e caio, de joelhos no chão, deixando todo meu material se espalhar pela escada. Maravilha.

-Cuidado moça! Essa escadaria é foda kk, já cai várias vezes. - ouvi alguém falar comigo e me segurando pelo braço.

-Eu sou muito desastrada msm, obrigada por me ajudar. - respondi sem ao menos olhar quem era a tal pessoa.

-Ta tudo bem, vc se machucou....? - Perguntou como quem se importasse, segurando minhas coisas em uma das mãos

-Ta sim, só ralei o joelho, coisa de ariano né, desengonçado kk - respondi limpando minha calça de cabeça baixa.

-Arianas são mesmo desengonçadas kk e divertidas, mas qual é o seu nome? 

-Luna Dias, prazer - respondi levantando a cabeça e notando ela, tão bonita - e o seu?

-Julia Brooke, o prazer é todo meu - ela apertava minha mão de uma forma sutil mas ao mesmo tempo firme.

Dei um breve sorriso pra ela, retiro minha mão rapidamente da dela, pego minhas coisas e vou tomando meu rumo, mas eu me sinto perdida nesse mar de gente dessa escola. Ainda tenho que achar a minha sala, nessa imensidão de corredores. Saco.

Começo a andar, olhar de sala em sala, sem perceber que Júlia tá atrás de mim.

-Ta perdida? Quer ajuda ai? Ela me pega de surpresa

-To sim, se quiser me ajudar eu vou ficar muito feliz - sorrio de canto, desdobrando o papel com o número da sala.

-Ih olha que legal, 405, é a mesma que a minha - Júlia diz olhando meu papel, sorriso aberto - bom que já não vai ficar tão sozinha haha

-Serio? Que coincidência! Valeu pela ajuda!😀 - eu disse

-Que isso,gata! Tamo ai pra isso😋 - piscou pra mim e foi embora pro banheiro.

Nesse momento percebi que a Júlia não era como as outras garotas daqui. Não sei o que a diferenciava, mas algo me dizia que ela é diferente. Talvez o jeito de ser, o jeito de sorrir... Hm... Melhor não me precipitar...

Ando mais uns poucos metros pelo corredor, tentando ser o mais invisível possível, consigo ver a minha sala, 405. Entro quieta, a sala com pouca gente ainda, tento me decidir entre sentar na frente ou no fundão... Resolvo ficar num meio termo.

Ajeito meu material na mesa e fecho os olhos rapidamente e penso comigo mesma: "que os jogos comecem". Mal abro os olhos e entra de repente uma multidão na sala. São  os meus colegas de turma. Logo atrás deles, uma moça bem afeiçoada, com uma saia comportada preta e uma blusa cinza com pouco decote. Cabelos longos, escuros, presos de forma bem informal. Era a professora. Todos os alunos já estavam sentados, inclusive Júlia, ao meu lado, que acredito que nem tenha me visto, pois estava distraída com os amigos. Junto com a professora estava o diretor, veio dar as boas vindas aos alunos.

-Bom dia turma! Meu nome é Stephen, pra quem ainda não me conhece, eu sou o diretor. Quero primeiramente dar as boas vindas à vocês todos, principalmente aos que vieram de outras escolas. É um prazer poder fazer parte da história acadêmica de vocês. Quero dizer também que esse ano nossa escola terá novas formas de interação entre os alunos, novos cursos extracurriculares, atividades esportivas e, claro, novos professores. Enfim, boa aula a todos.

Nesse meio tempo em que o diretor fazia seu discurso, notei que a professora olhava fixamente para os alunos, mas nao sei se é loucura minha, mas em vários momentos percebi ela olhando para mim. Um olhar misterioso, forte e intimidador. Nosso olhar se cruzava, eu cheguei a ficar até sem graça com a situação...

Olhei pro lado e Julia me olhava, olhava pra professora, me olhava de novo, como se tivesse percebido algo. Caramba, que merda tá acontecendo? De fato ela tinha percebido, mas o que? Nem eu sei explicar o que tava acontecendo.

-Oi turma, meu nome é Clarisse, sou uma das novas professoras dessa turma. Alguns alunos já me conhecem, ja dei aula pra alguns à uns anos atrás, mas nessa turma será a primeira vez e será um prazer! Aos que já conheço, bem vindos de volta, e aos novatos, bem vindos, e espero que gostem da escola!

Quando ouvi a voz dela, meu corpo estremeceu. Prestei atenção em cada palavra dela. Que porra é essa? Eu não sou assim! Pq senti isso? Eu não sei explicar, só sei que Júlia ainda me olhava, com a aquela cara de "eu não sei oq eu vi, mas eu vi". Eu tentei disfarçar, sem jeito, mas acho q funcionou.

O diretor saiu da sala, os alunos fizeram um silêncio absoluto e a aula começou. Abri meu caderno. Nunca fui muito interessada em História mas dessa vez confesso que dá até mais vontade de aprender. O jeito que ela ensinava era bem objetivo, simples e fácil de entender. Eu anotava tudo no caderno, atenta à tudo. 

Eu tava tão entretida com a aula da Clarisse que nem percebi o tempo passar. Quando dei por mim já  estava na hora do intervalo, foi quando Júlia se apoiou na minha mesa me chamando pra irmos à cantina. Levantei, fechei o caderno e fui em direção à porta acompanhada de Júlia.

-Hmm senti um climinha ali na sala 😂😂 - disse Júlia com um tom de deboche

-O quê? Para de ser doida kk - Tentei disfarçar - que clima menina?

-Vc acha que eu não percebi a Clair te olhando? Tava mais que na cara isso, mas oh, cuidado viu? Rola uns boatos sobre ela aí...

-Que olhares? Que boato? Aloka - tentei esquivar, mas sem sucesso.

-Vamos pra cantina que eu te explico melhor...


Notas Finais


E aí? O que estao achando?
Sigam me no Instagram @mais_cafe_por_favor
Deixem seu comentário sobre o que acharam!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...