História O Bad Boy - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 07-Ghost
Personagens Frau
Tags Comedia, Gratsu, Romance
Exibições 29
Palavras 1.769
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


2 cap gente, espero que gostem :3

Capítulo 2 - Sentimento


Natsu acordou com o barulho de uma mensagem da Lucy no wathsapp, era 5:00 da manhã, que porra a Lucy queria? 

💬

Lucy: Oi Natsu, teve atividade no colégio. Desculpe não ir, tive que resolver algumas coisas com a minha mae.

Natsu: Lucy, são 5:00 da madrugada, e você me acorda pra perguntar se tem merda de atividade? Fala sério 😒

Lucy: Eta mal humor 😶

Natsu: Vá catar acerola no pe de pitanga menina chata. Tem a atividade de Literatura que a professora Miranajee passou e uma do professo sei-la-que-nome de Historia. Não teve mais aulas porque teve uma invasão de ratos no colégio. 

Lucy: Esta bem, e você fez novos amigos? Soube de um boato que você estava brigando com o irmão do Lyon

Natsu: O Gray? 😶

Lucy: Uiiia, agora é Gray né? 😜

Natsu: Aaaaah Lucy, vá se lascar. Thau, vou dormir

💬

Natsu desligou o celular e tentou dormir, mas não conseguia, aquela pequena tarde com o Gray tinha se tornado importante para ele. Ate quando ele inventou de lutar com o Natsu para anima-lo, e ele ate que luta bem, tem um belo físico e aqueles olhos, o cabelo molhado do suor....

💭 Mas que porra eu to pensando? ( pensou Natsu ) Agora não consigo dormir. Mas quem sabe fazer atividade da Mira, ele adorava meus poemas quando era menor.

Natsu senta-se na janela do seu quarto, olha pra Lua e sussura baixinho ...

- Gray...

Ele escreve um poema no seu caderno e quando acaba pega suas folhas e desenha seu gatinho Happy dormindo, um dos seus Hobbies favoritos era esse, desenhar, seus olhos acostumados com o escuro não precisavam muito de luz para ver as coisas

Quando deu o horário do colégio Natsu desceu com o Harry para tomarem café

- Ta com fome amigão? -- Natsu faz cafuné na cabeça de Happy e o oferece uma ração com sabor e formato de peixe

Natsu morava sozinho, apenas com a companhia de seu velho amigo. Ele se despediu de Happy e saiu. No caminho da escola encontrou Lucy e os dois foram conversando. Natsu contou a ela oque houve ontem e que não tinha sido uma briga e contou todo seu plano de junta-la ao Lyon.

- VOCE TA FICANDO LOUCOOOOO -- Lucy grita esteticamente batendo na cabeça de Natsu

- Lucy, a gente ta na entreda do colegio , quer me matar de vergonha ooh maluca? 

Lucy olha ao redor e estão todos olhando para eles inclusive o próprio Lyon, ela olha com ar defaiva para o Natsu , esta prestes a dar um soco na cara dele

- É nessas horas que só existe uma coisa a fazer Lucy -- Natsu olha a amiga rindo da cara dela

- OQ???? -- Lucy grita e todos ficam olhando

- Correr pra caralhoooooo -- Natsu corre rindo e Lucy vai atrás

Chegaram nos corredores e Lucy pegou Natsu pela gola da camisa e o encheu de cascudo, e depois riram daquela cena. Mas seu plano de juntar Lucy e Lyon ainda estava de pé. Natsu ajeita a roupa quando sente alguem tocar-lhe a cabeça

- Iae Natsu -- Gray aparece e o abraça, dando-lhe um sorriso encantador

- Ah, iae Bad Bosta

Gray da um cascudo em Natsu e depois o tranca no armário, e sorri para a Lucy.

- Oi Lucy 

- Oi, você me conhece?

- ME TIRA DAQUI --Natsu grita de dentro do armário

- Na verdade eu não, meu irmão, o Lyon conhece você. Você esta na equipe de teatro não é? Ele viu suas peças e adorou você, ele pediu pra te entregar o numero dele para conversarem melhor

- N-no-nossa -- Lucy pega o papel com o numero espantada, afinal, Lyon era melhor ator do colégio -- Muito obrigado Gray.

- Por na...

Os dois são interrompidos pois Natsu derruba a porta do armário com um soco e quase arranca o pescoço de Gray

- Cê ta ficando maluko? Quer perder os dente? -- Natsu pega Gray pela gola 

- Não fui eu que chamei ninguém desse apelido ridículo -- Gray protesta

OLHA A TRETAAAAA --Todos os alunos que estava no corredor gritaram

Natsu percebeu que estava perto demais do rosto de Gray e ele estava vermelho, ele então soltou sua gola pois aqueles olhos o encaravam de uma maneira diferente, com desejo...Gray estava flertando com ele? 

- Que treta oque cambada -- Natsu fala pegando sua mochila do chão -- Vão, vão, cada macaco pro seu galho.

- Grayyy -- Erza aparece

Era era uma das meninas mais populares do colégio, as meninas babavam por ela, ate mesmo a Lucy beijava o chão que ela pisava. Os meninos? Só faltavam escrever " Me note sempai " na testa pra ela ver. Eu acho que era o único que não ligava pra essa garota metida a gostosona.

- Gray, o diretor esta chamando você -- ela passa os braços pela cintura dele -- Acho que é pra resolver algo sobre os grupos de estudos.

- OK Erza, eu já vou -- ele fala 

- Esta bem, não demore -- ela pisca pra ele

- Nossa, que intimo -- Diz Lucy

- É, deve ser mais uma peguete do fodão ae -- Falo forçando uma risada, não sei porque, mas o fato daquela garota agir assim com o Gray me incomodou muito

- Você que pensa, Erza é só uma colega, nada demais -- diz Gray me encarando 

Os três vão para a sala de aula, lá o professor Cezár, que era o professor de Geografia , estava sentado com uma marmita na mesa. Os três se sentaram nos seus lugares de costume, o professor Cezár  sempre demorava uns dez minutos comendo por causa de um problema no estomago, então Natsu pegou seu bloco de folhas, o qual sempre levava na mochila, e começou a desenhar a sua visão da janela, se distraiu em seus pensamentos que nem percebeu o olhar de Gray nele...

- Uai cara, oque foi ? -- Natsu se assusta

- Apenas olhando seu desenho, você desenha bem sabia? -- Gray sorri

- Obrigado -- Natsu sente que esta vermelho com o olhar de Gray sobre ele, ele olha para os lados e vê Lucy conversando com Lyon -- Posso desenhar, vo-você? 

- Eu? Um bad bosta? -- Gray ri 

- Bem, já que se assumiu um bad bosta não me Culpe se o apelido pegar mais -- Natsu ri 

- Você é um idiota -- Gray olha para aquele rosto tao belo, o cabelo rosa balançado pela brisa que entrava pela janela

A aula começou e depôs do professor marmita entrou Miranajee e a aula foi mais animada. Miranajee interagia mais com os alunos, especialmente Natsu, pareciam ate dois irmãos na aula.

- Bem , quem fez a atividade que eu pedi? Lembram? Era pra vocês escreverem um poema ou uma poesi com um tema livre e lerem para a turma

- Ler ? -- Natsu fala surpreso, nunca leu seus poemas para ninguém, só Miranajee conhecia alguns de sua infância

- Sim Natsu -- ela sorri -- eu lembro que você escrevia poesias lindas, que tal começar por você?

- Eu não ... -- Natsu fala sem jeito 

- Vai Natsu -- Lucy fala

- Eu quero ouvir, sera que esse encrenqueiro sabe escrever? -- Disse Gray com ar de deboche

- Cara, você é grande mas não é dois não viu? Le meto a mão -- Natsu sorri

- Vai Natsu, quero ouvir oque você escreveu -- Disse Miranajee sentando-se na cadeira

- Está bem... -- Natsu fala vermelho - Eu escrevi uma poesia que se chama " Frio "... Uma noite fria, escura, uma criança na rua, ja outrs em casa, uma dorme ao som do último bem-te-vi da tarde e outra ao som de uma historia de dormir. O frio se torna um amigo quando se acostuma, uma criança sozinha perdida na chuva, mas feliz ao encontrar um amor, que tanto procurou, durante anos esperou sua volta, mas nada...Mas quem tem a esperança jamais morerá sozinho, pois eu sou a criança que procura por você, meu amor perdido...

- Cara isso é muito lindooo 😭😭 -- Gray diz

- O-Obr -- Natsu fala vermelho pois lembra que fez isso pensando em Gray

- Como sempre mandando bem Natsu -- Miranajee sorri -- Mais alguém? 

A aula corre normalmente, alguns fizerama ate músicas, o Gray mandou bem tocando violão e citando seu poema. Aquela Erza não para de olhar ele, parece que vai comer ele com os olhos. Eu continuei quieto, fiquei sem jeito por ter lido esse poema. 

- Bem turma , amei todos os poemas e poesias , agora quero um trabalho para próxima aula, formem as duplas e o tema é historias infantis, escolham uma e as reconte de uma forma totalmente diferente. 

- Gray, vamos fazer juntos? -- Erza senta-se na mesa -- Não, eu irei fazer com o Natsu

- Eu? 

- Não, o curupira da Transilvânia 

Erza esta me fuzilando com os olhos, mas não vou recuar, eu sei que Lucy ira fazer com Lyon então aceitei fazer  o trabalho com o Gray, é um perigo deixa - lo com esse rabo de saia. Marcamos para 20:30 na casa do Gray. Depois das aulas fui para o vestuario , iria ter uma demonstração de artes marciais na quadra, todos os alunos foram assistir, e eu querendo arrasar com um como sempre né? Pq eu sou foda. Existem vários bonecos revestidos com espuma na quadra, temos que dar demonstracoes de golpes e quem derrubar mais bonecos vence.

- Só tem Léo Stronda nessa bagaça ?? Que bom, quando maior o tamanha, maior é a queda

Natsu derrubou a maioria dos bonecos e nas lutas deu um show, Lucy puxou a torcida cada vez mais e tudo acabou muito divertido.

20:30 Natsu chega a casa de Gray e é recebido por ele de toalha, ele o chama para entrar enquanto se troca. Quando Gray volta, traz consigo duas xícaras de chocolate quente e biscoitos, os dois sentam lado a lado para fazer o trabalho. Natsu não consegue parar de olhar para o corpo de Gray que estava apenas de bermuda no momento, aquelas curvar, barriga, pescoço, boca. Natsu ia delirar se nn se controlasse, oque estava acontecendo? Estava ele amando o Gray? 

- Natsu ...-- Gray chama a atenção de Natsu -- Você esta bem? Parece meio doente

- Não, eu estou bem -- Natsu diz passando a mao pela sua cabeça

- Deixa eu ver -- Gray se ajoelha na frente de Natsu e poe a mano na dua testa. Natsu pode perceber mais de perto o peitoral de Gray, sua respiração acelerou -- Natsu, você esta um pouco quente

Gray acaricia os cabelos cor de rosa de Natsu e o convida para dormir na sua casa hoje, Natsu aceita e eles terminam o trabalho mais cedo.

💭 Gray...( pensa Natsu ) esse...grrrrrr ...eu amo ele







Notas Finais


Obr por lerem ate aqui :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...