História O Bad Boy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 07-Ghost
Personagens Frau
Tags Comedia, Gratsu, Romance
Exibições 21
Palavras 930
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Atenção, avisando que eu não postaria os caps nos dias de terça e sexta pessoal. Mas não é certeza é só um talvez... Bjs e espero que estejam gostando

Capítulo 5 - Cai fora, ele é meu


Fanfic / Fanfiction O Bad Boy - Capítulo 5 - Cai fora, ele é meu

AVISO ESCOLAR

Caros alunos, nossas atividades escolares foram canceladas por uma semana devido aos problemas causados pela chuva no encanamento e a nevasca que danificou a rede elétrica do colégio. E o torneio também fora adiado.

💭 Droga, eu queria apresentar aquela historia ( pensa Natsu )

Natsu encontrou o aviso na porta do colégio junto com os outros alunos, alguns se reuniram ali para bater papo e jogar bola e Natsu resolveu ficar, sentou em um banco e lá ficou deitado de olhos fechados, ouvindo " Demon " da banda Imagine Dragons, uma de suas bandas favoritas. Ele sentia a brisa em seu rosto, o tempo não esta a quente, estava bem fresco.

- Natsu -- Seya aparece -- Como vai ?

- Seya? Oque faz aqui? -- Diz Natsu surpreso -- Esta esperando alguem?

- Na verdade eu passo por aqui sempre, adoro o jardim da Fairy Tail, e resolvi te ver -- Seya pisca para Natsu -- Ta afim de dar uma volta no parque?

- Pode ser

Natsu se levanta do banco em um pulo e sai com Seya. Ele sente a falta do Gray. 

💭 sera que ele esta com raiva e não quer me ver? ( pensou Natsu )

Seya e Natsu caminham conversando distraidamente pela praça quando Seya pega a mochila de Natsu e corre. Natsu vai atrás e acaba sendo agarrado por Seya. Natsu fica vermelho. Seya joga a mochila no chão e encosta Natsu na árvore.

- Seya, oque você esta fazendo? -- Natsu fala assustado

- Você é meu, Dragão -- Seya sorri maliciosamente te e passa a lingua entre os lábios -- Você querendo ou não, agora tenho você só pra mim

- S-seya, você ta maluco ? -- Natsu tenta se soltar mas Seya o segta com mais força -- Seya pare, nao quero lutar contra você

Seya não liga pro comentário de Natsu e aperta seus mamilos e Natsu solta um pequeno gemido e seja sorri mais maliciosamente. Natsu soltasse dos braços de Seya mas ele o segura mais uma vez e coloca um pano em seu rosto. Natsu tenta não inalar aquilo, mas quase se sufoca. Seya quase o deixa inconsciente mas queria que ele visse e sentisse o quanto era desejado por ele.

- Se-se-ya -- disse Natsu meio tonto

- Natsu -- Seya sussurra enquanto o pega no colo --  Eu te...

- SOLTA ELE AGORA

Gray surge do meio dos mato e acerta Seya com um soco bem forte. Seya cai no chão e Gray segura Natsu e tenta fazer com que volte a si

- Natsu, Natsu -- Gray diz preocupado

- Gray... -- Natsu volta a si -- Oque você esta fazendo aqui?

- Oque eu to fazendo aqui? Vim te livrar desse cdiz sporeu vi vocês dois -- Gray diz já nervoso -- Vi o jeito que ele olhava pra você. Você é meu Natsu, meu. Não vou deixar um carinha desse te tirar de mim. Entendeu?

Natsu acenou a cabeça afirmando e sorrindo para Gray, estava feliz de ve-lo ali, e não podia acreditar que um amigo como Seya seria capaz de fazer isso. E se sentiu mal por não ter lutado

- Olha aqui seu muleke -- Seya diz se levantando -- Você acha que vai ficar barato?

- Hora seu...-- Gray cerra os punhos pronto pra brigar

- Não Gray, essa eu resolvo -- Natsu segura a mao de Gray e fica em sua frente 

Seya desfere um golpe contra os dois e Natsu se defende sem dificuldades. Gray percebeu q o semblante de Natsu não era mais o mesmo, tinha se tornado frio e serio. Natsu se esquivou de todos os ataques de Seya e com alguns golpes o fez jurar que não o procuraria mais. Os dois saíram de lá e foram para casa de Natsu...

- Gray, me desculpe -- Natsu fechaxa porta e abraça Gray com lagrimas nos olhos -- Me desculpe por não ter percebido antes as intenções dele, eu só achei que...aaah Gray. Ele era meu amigo

- Shiii... -- Gray enchuga as lagrimas de Natsu -- Eu te amo Natsu, não deixaria outro te tocar, eu poderia estar em coma, acordaria só pra dizer " Sai mizera, ele é meu "

- Eu te amo Gray -- Natsu sorri

- Eu também te amo Natsu -- Gray passa a maos pelos cabelos de Natsu. Era tao macio

Os dois se beijam mas Natsu percebe que Gray esta machucado e vê uns espinhos no seu braço, ele deve ter se machucado no meio daqueles matos. Natsu retira os espinhos e os reconhece, eles tinha uma toxina horrivel, aprendeu isso no tempo q viveu na floresta. Assim q tirou os espinhos Gray se sentiu mal, e parecia quente. Natsu o levou para o quarto e tirou sua roupa. Ficou fazendo carinho ate vir o sintomas de sonolência e Gray adormecer em seu colo.

Natsu mandou uma mensagem para Lucy contando tudo

💬

Lucy: Aaaaaaaah , Natsu, você não sabe o quanto eu to feliz. Esses dias eu e Lyon estamos ocupados com o teatro. A gente ate já se pegou, ele é uma delicia.

Natsu: Você não perde uma hein? 😂

Lucy: clarooo que não

Natsu: Não conte pra ninguém ainda Lucy

Lucy: Dou minha palavra, e fique tranquilo, o Happy esta aqui comigo.

Natsu: cuida dele pra mim? Essa semana sem aula eu queria um tempinho sozinho 😜

Lucy: Safadoooo 😂 Claro, você sempre me deu uma força. Aproveita dai que eu aproveito daqui.

Natsu: 💜

Lucy: 💛

💬

 Natsu vê a temperatura de Gray q ainda nn abaixou. Ele toma um banho e deita ao lado do seu suco de uva humano, ele amava esse cheirinho do Gray. Deu um beijinho na sua bochecha e adormeceu ao lado de seu amado.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...