História O Bad Boy - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias 07-Ghost
Personagens Frau
Tags Comedia, Gratsu, Romance
Exibições 117
Palavras 1.157
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Uma tarde perfeita e uma noite inesquecível


Fanfic / Fanfiction O Bad Boy - Capítulo 7 - Uma tarde perfeita e uma noite inesquecível

Na manhã seguinte Natsu acorda com um café da manha esplêndido na cama com direito a comida na boca e selinho com gosto de chocolate quente. Gray preparou isso tudo e o chamou para dar um passei a tarde.

- Aonde? -- Pergunta Natsu lambendo o chocolate dos dedos 

- É surpresa -- Gray sorri

- Hmm ... Tenho é medo

Natsu e Gray saem. Estava um sol de fritar ovo e Natsu tirou a camisa e a colocou sobre o ombro. Gray não gostou nada dessa ideia, algumas garotas flertavam com Natsu e ele achava graça.

- Ei, lindinho -- uma garota piscou para ele

- Hay -- ele sorri

- Me ajuda aqui por favor, meu gatinho ficou preso na arvore, não alcanço -- ela fez uma carinha triste

- Claro 

Natsu vai pegar o gatinho e quando desce da arvore ele vê a cara de Gray que não estava gostando nada disso.

- Aqui está -- Natsu entrega o bichinho

- Obrigada lindinho -- a garota da um beijo na bochecha de Natsu

Gray pega Natsu pelo braço e o puxa pela rua, Natsu da risada do ciumes de Gray e ele o leva a um beco sem saída e meio escuro no fundo, o coloca na parede 

- G-gray -- Natsu fica corado

- Escute aqui -- Gray olha serio para Natsu -- Eu não quero você dando mole pra essa...

- Eu? Dando mole ? -- Natsu sorri e da um selinho em Gray -- Eu não dou mole pra essas meninas

- Não? Não? Então oque eu vi? Você sem camisa, essas inúteis te paquerando. Você pegando gatinho em arvore? -- Gray encara Natsu -- Eu...

Natsu beija Gray e o morde no pescoço. Gray passa as maos em seu cabelo, ele era macio, e ele amava acariciar cada fio rosa de seu cabelo e sentir aquele cheirinho de flores que Natsu tinha. Natsu mordia Gray e os dois se beijavam incessantemente. Natsu oferecia um sorriso para Gray e olhava em seus olhos, aqueles olhos que o encantou desde o primeiro momento que ele o viu, aqueles olhos que parecem o mistério da noite com a calmaria de um rio na primavera. 

- Eu te amo Gray, te amo muito -- Natsu da um selinho e abraça Gray 

- Eu também o amo -- Gray retribui o abraço de seu amado

O abraço dura alguns minutos e um sorriso brota da boca de Natsu. Os dois saíram do beco rindo e Gray levou Natsu a um jardin escondido, lá tinha todos os tipos de flores e Natsu se lembrou de sua época na floresta, a diversidade de pássaros, a brisa fresca que passava  balançando as folhas da árvores. 

- Gray , isso é lindo -- Natsu corre e se joga num riacho q tem por lá -- Vem Gray

- Ta -- Gray tira a camisa e se joga 

Tava tudo calmo e tranquilo. Os dois saíram e deitaram na grama, Gray pegou umas frutas nas árvores e os dois ficaram lá por horas. Natsu fechou os olhos e viajou em seus pensamentos e quando se deu conta Gray havia sumido, ele levantou assustado mas viu no chão, um papel com uma rosa em cima...

O cheiro das rosas me lembra o seu, um cheiro doce e gentil. Mas cada rosa possui espinhos, e se não souber toca-las poderá se machucar. Mas você é minha rosa preferida, a rosa mais rara que já vi. Segue o caminho que deixei pra você, assim que me encontrar vou fazer você ter a noite mais inesquecível de toda sua vida...

Natsu suspirou, estava caindo a noite e Gray queria q ele andasse por ae sozinho? Noite inesquecível ele teria se fosse assaltado e quebrasse a cara de um. Mas Gray sabia ser romântico, e Natsu amava isso. Ele segui o caminho das flores ate chegar em uma varanda, no alto de uma casa que ficava no alto de um morro. Dava para ver tudo dali, a cidade inteira, as luzes da cidade brilhavam intensamente, e as folhas da arvore balançavam. Natsu olhou para trás e lá estava Gray, com uma camiseta e uma calça rasgada. Ele estava extremamente sexy de  cabelo bagunçado, o brilho da lua refletia em seus olhos e o deixava extremamente gostoso. Ele se aproximou de Natsu e o beijou, acariciando seu cabelo e seu corpo. Gray o pegou no colo e o colocou em um colchão de ar que dava uma vista perfeita para a cidade. Gray deitou por cima de Natsu, acariciando seu rosto, mordedo-lhe o pescoço escutando com excitação cada gemido de Natsu. 

- Gray... -- Natsu sussurra 

- Shii -- Gray coloca o dedo na boca de Natsu -- Hoje você é meu. Hoje, amanhã e sempre

- Eu te amo -- Natsu beija Gray

Os dois se beijam e Gray retira a camisa de Natsu, depois a calça e por fim a cueca, ele faz o mesmo com ele, os dois ficam colados, um pedindo pelo outro. Gray passa a lingua pelo pescoço de Natsu, e desce para seus mamilos ate chegar em certos lugares que quando Natsu sentiu a língua de Gray envolve-lo não resistiu e gemeu alto. Ele queria aquilo, queria Gray mais do que tudo naquela hora, cravou as unhas no lençol q cobria o colchão, ele não ia aguentar segurar por muito tempo.

- Gray ...Gray -- Natsu geme -- Eu...

Gray para e lambe sua boca. Natsu fica vermelho, ele não queria q Gray parasse, logo agora. Então Gray colocou Natsu em seu colo e Natsu sentiu o quanto Gray queria aquilo, ele se posicionou e desceu devagar, gemia de dor e prazer, arranhava as costas de Natsu cada vez mais. Cada vez que Gray entrava em Natsu ele gemia mais e mais ate que Natsu sentiu que estava todo dentro de si, Natsu gemeu de dor e prazer e Gray o beijou, e começou um movimento devagar para não machucar Natsu. Ele ia alimentando a velocidade cada vez q via Natsu se acostumar com ele. Gray começou a tocar o membro de Natsu cada vez mais e os dois gemiam juntos até que não agunetaram mais e chegaram ao êxtase. Os dois caíram exaustos no colchão e Gray abraçou Natsu ficando os dois de conchinha. 

- Natsu -- diz Gray 

- Oi meu amor -- Diz Natsu olhando as lizez da cidade, as únicas que iluminavam um pouco a varanda

- Nunca deixe ninguém tocar em você -- Gray abraça Natsu mais forte -- Já perdi tantos em minha vida, não quero ficar sem você Natsu

- Eu nunca vou deixar -- ele da um selinho em Gray -- E quem tocar em mim eu encho de porrada

- Bobinho -- Gray sorri

Os dois se beijam novamente e acabam dezpertanto mais um desejo e Gray pegou Natsu com mais ferocidade e o colocou de quatro dando-lhe alguns tapinhas e Natsu ficou vermelho. Depois de tudo eles caíram mais uma vez na cama exaustos e dessa vez dormiram, tendo como testemunhas o vento e a Lua. 






Notas Finais


Obr por lerem, espero q estejam gostando :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...