História O Bad Boy e a Patricinha - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Colegial, Romance, Sexo
Exibições 22
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eei voltei meus moranguinhos... Hahah que apelido mas escroto, mas ok vamos para mais um cap
Espero que gostem...

Capítulo 3 - Para Todo o Sempre


Fanfic / Fanfiction O Bad Boy e a Patricinha - Capítulo 3 - Para Todo o Sempre

Depois daquela conversa com Hannah eu me senti totalmente perdida. Parece que o dia em que aconteceu estava se repetindo em minha cabeça. A voz que me atormentou durante anos está de volta. Mas não é possível, eu tinha me recuperado, isso não pode volta, não. Mesmo. Eu não tenho culpa do que aconteceu.
   TEM SIM... Gritou aquela voz me atormentando. Porque só eu escuto? Porque? Eu também o amava mas eu simplesmente não consegui por mas que eu tentei eu não consegui. As brincadeiras, as brigas, as risadas, o seu jeitinho. Tudo nele me fazia falta.
   Nem me dei conta e já tinha inúmeras lágrimas em meu rosto, tentei enxuga-las  mas foi em vão. Era exatamente duas horas da manhã e eu estava sentada em meu jardim sozinha, por conta dos pesadelos não consegui mais dormir.
   Olhei para o céu e vi uma estrela que estava bem mas destacada que as outras sorri lembrando do que ele avia me falado antes de partir e levar consigo a verdadeira Melissa Lee.

Flashback On

   Me ajoelhei diante dele completamente desesperada.
   -Biel por favor aguenta firme meu amor, você vai sair dessa. - Falei chorando muito em o ver naquela situação, cheio de sangue e com os olhos fundo, Ele deu um riso fraco.
   -Minha princesa chegou minha hora. - Ele disse me fazendo chorar ainda mais. Não ele não pode me deixar, como vai ser minha vida sem ele. -Olha só me promete uma coisa. - Ele disse calmo e eu apenas Assenti com a cabeça. -Me promete que nunca irá esquecer de mim, que eu fui seu primeiro amor. E que dei minha vida por você, e que foi a melhor coisa que eu fiz. Promete que irá aproveitar ao máximo sua vida, pois eu estarei de lá de cima olhando você, e cuidando de você minha linda.
   -NÃO, VOCÊ NÃO PODE IR EU TE AMO. POR FAVOR FI-CA. - Falei gritando eu não posso o perder.
   -Não. Você irá conhecer outra pessoa que irá de fazer feliz, mas do que eu. Só peço que não esqueça de mim. Só guarde lembranças boas de nós dois, dos apelidos, brincadeiras e tudo mas. Me promete Mel? - Ele falou e pude percebe que ele estava ficando cada vez mais fraco. Porra cadê essa ambulância que não chega. Eu vou perder o amor da minha vida.
   -Prometo. - Falei e senti uma dor terrível no coração.
   -Eu irei partir dessa pra melhor, mas quando sentir minha falta olhe para o céu  e a estrela mais brilhante serei eu. Converse comigo que irei fazer o possível para te ajudar meu amor. Quando se sentir insegura ponha esse colar que eu irei está com você para todo o sempre. - Ele falou sorrindo fraco e me entregou um colar com um pingente de coração. Abri o mesmo e lá tinha um foto nossa e do outra estava escrito *Para todo o sempre*.
   -Você não pode me deixar, eu te amo tanto. Tá doendo muito aqui. - Falei apontando para o meu coração e o abraçando. Senti ele retribuir bem fraco por falta de força e nisso meu coração se apertou ainda mais. - Foi tudo culpa minha. -Falei o olhando.
   -Não fale isso Mel, você não teve culpa de nada. - Ele falou e foi perdendo cada vez mas seu sentido.
   -Eu te amo Biel. - Falei o dando mas um abraço e um selinho demorado.
   -Eu Também Mel, nunca se esqueça disso, você foi meu primeiro e único amor. Fica forte, por mim. - Senti ele pegar em minha mão e aperta a mesma. E sua última palavra foi um Eu Te Amo, até seus olhos se fecharem por completo. Não isso não pode estar acontecendo. Eu quero acordar e ver que tudo é um sonho e que ele vai estar dormindo do meu lado. Vou está sentindo o calor de seu corpo, o quão sua presença me causa segurança. E seu  jeitinho me deixa.
   Balancei seu corpo freneticamente com a esperança de que fosse tudo uma brincadeira de mal gosto. Mas não aconteceu, ele continuou ali deitado no chão com os olhos fechados e seu corpo gélido, não só por conta do frio e sim porque seu corpo já estava sem vida.
   -PORQUE? ACORDA. NÃO ME DEIXA POR FAVOR EU TE AMO TANTO. - Gritei ainda ajoelhada em frente seu corpo, e foi aí que me tiraram de perto dele, agora que eles chegaram? Depois que ele se foi. Eu odeio eles por terem demorado. E me odeio por te deixado ele morrer em meu lugar.

Flashback Off

Olhei para o céu e tomei coragem de conversa com ele. Seria a primeira vez que faria aquilo. Antes achava loucura mas agora estou me sentindo sozinha e esse foi o pedido dele antes de partir.
   -Oi meu príncipe. -Falei sorrindo para o céu e apertando o pingente do colar em minha mão. - Você não faz idéia da saudade que eu tô de você, aconteceu tantos coisas depois que você se foi, mas em nenhum momento parei de pensar em ti, nos poderíamos estar aqui juntinhos nesse jardim mas deus te levou pra um lugar bem melhor, mas ele levou também um pedaço de mim. Como eu amo você meu amor, depois de três anos eu ainda continuo o amando, seus sorrisos me alegravam, seu cheiro me fascinava, tudo em você era perfeito. Você realmente me amava, deu sua vida para me salvar. Mas se eu pudesse eu terei impedido e talvez hoje eu não estaria aqui. - Disse limpando a lágrima que avia em meu rosto. Senti uma sensação maravilhosa quando comecei a conversa com ele, era como se ele estivesse ali me observando e cuidando de mim. - Lembra da nossa última viagem. - Falei rindo fraco me lembrando.
 
Flashback On

   -NÃO BIEL NÃO FAZ ISSO. - Falei rindo descontroladamente, e me debatendo em seu braços. Ele estava me levando que nem saco de batata em seu ombro, em direção ao mar.
   Logo senti a água gelada bater contra minha pele a mas eu mato ele. Subo até a superfície e o vejo rindo que nem uma iena me olhando. Saio do mar com uma cara nada boa e o mesmo percebe pois sai correndo que né louco, e eu vou atrás.
(...)
   De tanto correr até quem fim puxo ele pela bermuda o fazendo se virar para mim. Vejo sua cara de cachorrinho que caiu da mudança e não me aguento e pulo em seu colo entrelaçando minha perna eu sua cintura.
   - Eu te amo. - Falei olhando em seus olhos.
   -Eu te amo. -Falou me abraçando forte. -Pra sempre.
   -Pra sempre. - Respondi o beijando com amor e carinho.

Flashback Off

   -Talvez o nosso pra sempre não durou muito né? Mas o tempo que durou foi um dos melhores da minha vida. - Falei não me aguentando e soltando as lágrimas que estavam presas.
   Deitei no jardim mesmo e fechei o olhos.
   -Eu te amo Gabriel, Para todo o sempre. - Falei entrando em estado de sono leve, escutei um murmuro também dizendo um *Eu Te Amo Pra Todo O Sempre* mas por conta do sono não sei se foi coisa da minha cabeça ou se realmente aconteceu. Segurei firmei em meu colar e adormeci.


Notas Finais


Nossa esse cap acabou cmg 😢💔 fiquem com Deus até o próximo moranguinhos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...