História O Barão - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bts, Imagine Jungkook, Você
Visualizações 82
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii queridaaaass!!! Bem, como prometido, mais um cap, que demorou muuuuiiittooo pra sair, espero que gostem (sejam sinceras!!)
Boa leitura😘

Capítulo 16 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction O Barão - Capítulo 16 - Sentimentos

 

“- Por favor, vamos ver até onde isso vai dar - concordei e comecei a beija-lo novamente e depois saí do quarto, não sei o que diabos deu em mim, mas quero pelo menos tentar

O Barão cap.16

 

 

Ai meu Deus!!!! O que está dando em sua cabeça Katie!!!! - pensei enquanto percorria os corredores do primeiro andar, em direção ao meu quarto - Você não pode fazer isso! Nem com você e ninguém - de repente, a imagem do nosso beijo percorreu a minha mente, e várias emoções percorreram ao meu corpo, me deixando levemente arrepiada, querer ter a sensação de estar nos braços de Jungkook é tanto que tentadora, um contra para pessoas como eu, que não acham que ser amante é algo coerente, o que deixa o nosso lado obscuro mais vulgar para que caiamos nesse pecado.

          Meu desejo por Jungkook não era amor, era uma atração impura por prazer, que quanto mais nos víamos mais aumentava, eu queria, mas não podia suportar aquele desejo imenso de saborear seu corpo, mesmo que seja estranho uma garota virgem, ter esse tipo de pensamento, mas ele, despertou esse lado felino em mim, que agora, quer se completar o mais rápido possível.

         Isso é errado Katie, você sabe!!! Não pode brincar com os sentimentos das pessoas assim - tentei forçar para meu lado sã mas a imagem do nosso beijo não saia da minha cabeça - Ah meu Deus, o que eu faço!? Me entrego a esse pecado carnal de uma vez? Acho que vou ficar louca!!!!! Preciso de um ombro amigo! Não, não posso pedir conselho ao Tae, isso iria a cada vez mais magoa-lo, e claro que ele só quer ver minha felicidade, mesmo custando o seu coração ficar em pedaços - Chego ao quarto, o tranco e deito-me na cama e começo a pensar em todos esses sentimentos que saiam e adentravam a minha cabeça, meu corpo desejava o de Jungkook, porém, minha mente tentava lutar contra isso - imagens impróprias minhas e deste veheram a minha cabeça como uma bala, o que me fez sorrir um tanto, maliciosa

          Uma fúria inexplicável veio à tona, me sentia suja, insensível por apenas pensar em mim e em minhas dores, comecei a chorar com nojo de mim mesma, me rebati, mas essa raiva não saia, como pude ser tão egoísta? Não pensei em ninguém, só no prazer que teria usando Kookie, e Rosely? Como ela ficaria? Como eu ficaria? Fazendo o papel da vadia do Barão que no final se casaria com a moça de família, não com uma garota suja como eu? Fui em um dos banheiros de hóspedes e lá fiquei horas na banheira, tentando relaxar e esfriar a mente, fechei meus olhos e as imagens obscenas vieram de novo a minha mente, mordi levemente meu lábio inferior e me entreguei a o que "via", não sabia como explicar a sensação que sentia, um calor percorreu ao meu corpo, minhas mãos sem minhas ordens começaram a acariciar meu corpo de forma agradável ao momento, comecei a descer uma delas para minha intimidade é fazer movimentos com meus dois dedos, comecei a gemer sem parar, sussurrando seu nome de forma enlouquecedora, até que me dei conta do que estava fazendo, e o nojo veio à tona de novo comecei a chorar enquanto vestia o roupão e sem pensar duas vezes, sai correndo da mansão, meus olhos não conseguiam controlar as lágrimas que os percorriam, as escravas tentavam me parar, confusas para saber o que estava ocorrendo, mesmo assim, não parava de correr, não sabia para onde estava indo, nem se quer olhava o caminho, só pensava no que tinha feito, me sentindo suja de maneira inexplicável, de repente, sinto bater em alguém e no mesmo tempo, cair

            -Katie? - Uma voz masculina e na mesma forma, doce, pronunciou meu nome, levantei minha cabeça para olhar a face do maior, que se encontrava de pé

           -Yoongi - dei um sorriso falso - desculpe-me, não te vi - estava segurando umas sacolas de compras, provavelmente da mansão

           -Sem problemas - sorriu docemente, largou as sacolas e ajudou-me a levantar, quando nossos corpos de juntaram, ele olhou-me de maneira - perdoe-me - se afasta um pouco "envergonhado"

           -Não tem com o que se desculpar, se me der licença, vou ind.... - quando estava saindo, o mesmo segura um dos meus braços - perdão?

           -Desculpe a audácia, mas o que está acontecendo? – fingi-me de desentendida

           -Não sei do que fala - ele sorri bobo

           -Digamos que não é normal uma baronesa sair por ai de roupão - controlou sua gargalhada e então comecei a rir

          -Digamos que não sou uma baronesa, e estou inventando uma nova moda - falei exibida, e ele soltou uma gargalhada sarcástica

          -Ah desculpe-me madame, não sabia que trabalhavas no ramo da moda

          - Pois fique sabendo, estava até procurando um assistente, se quiser o emprego é seu - falei enquanto saía, mais ele me virou e veio para perto de mim, com um olhar sério e sensual

          -Vamos, sem piadas, para mim rir basta ir ao circo - disse docemente, talvez

         - Sabe - respirei fundo e comecei a chorar, então ele me abraçou apertado - Quando você se sente sujo, por apenas querer ter a felicidade novamente? - fez que sim com a cabeça

          -Às vezes, é bom correr tal risco para abraçar a felicidade, nem que seja por um momento

          -Você não entend... - ele tampou meus lábios molhados com seu dedo indicador

          -Acredite, eu entendo, e sei que deves estar confusa com todos esses acontecimentos, mas como tudo tem um lado ruim, as vezes também não é bom correr tal risco

         -Mas como saber se arrisco ou não? – aproximou-se mais ainda de mim e colocou seus lábios perto de meu ouvido

         -Às vezes, o diabo se calça com sapatinhos de algodão e se fantasia com pele de cordeiro para conseguir o que deseja - fiquei meio arrepiada com sua voz - sabe Katie, as aparências enganam e com isso você deveria ter cuidado - beijou minha bochecha, recolheu as compras e continuou seu destino, me deixando para trás totalmente confusa com o que disse, será que estava se referindo a Jungkook?

 

Continua......

        

    

   


Notas Finais


Eai gostaram? Lançarei um cap maior depois, mas por enquanto tentei recompensar😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...