História O BEATO - As loucuras de João Perpétuo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 451
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Apresentação


Capítulo 1 à Apresentação

  Rio de Janeiro, 6:30 da manhã. Janete logo cedo já avisava a seu amigo o jornalista Léo Lancaster que estava chegando na pequena Santa Fé, no litoral fluminense. Santa Fé não ficava muito longe, eram alguns Quilômetros de distância da capital e cerca de 15 minutos para chegar até lá. Janete então dizia:

–Então caro Lancaster, eu estou chegando aí daqui a pouco. Já resolvi tudo aqui no Rio.

–Ô, que ótimo estou aqui na redação tomando meu café. Daqui a pouco eu tenho que fazer a chamada do jornal.

–E essa TV aí? Tá dando audiência?

–É a campeã aqui, além de ser também em Salvador, Brasília e no Amazonas.

–Qual é a média Geral?

– 19 pontos e meio.

–É um fenômeno. Bom, eu vou arrumar minha mala, e as 7:30 estou aí.

–Ok. Tchau minha querida.

 

 

 

       Santa Fé, 6:55 da manhã.

  O Padre Libório conta com a ajuda da coroinha Mariana para arrumar a igreja, pois às sete haveria missa. Como era tradicional dos fiéis chegarem um pouco antes, vinha cruzando a praça, o beato João Perpétuo Vieira, ele apenas ouvia o pessoal dizer “Lá vai o beato”. Ele não ligava, pois sabia que o que ele fazia muita gente queria fazer. Indo a missa duas vezes na semana, despertava o incômodo entre as três beatas Anita, Áurea e Ângela, que estavam sentadas a praça quando João Perpétuo passou, e então comentaram:

–Pois é, eu não me sinto nada confortável com esse tal de João Perpétuo dentro da igreja. Temos outros jovens, mas esse é uma séria ameaça aos nossos planos.

–Temos de inventar algo para dizer ao Padre. Pois se ele começar a participar vai descobrir que grande parte do dinheiro da quermesse nós ficamos.

–Calma, a Ângela que deve falar. Mas decidimos isso depois. Vamos para igreja e depois conversamos com o Padre Libório.

  As três levantaram-se e foram a igreja. Logo na primeira fila estava João Perpétuo, observava Mariana, menina que ele gosta, e a mesma também gosta dele. O padre seguiu com a celebração, após o fim da mesma, Ângela e Anita foram falar com o Padre, Ângela disse:

–Padre Libório, essa juventude é um perigo para nossa paróquia.

–Ângela, eu não estou entendendo nada. Explique melhor. – Disse o Padre confuso.

–Esse tal João Perpétuo. Já viu que o senhor pode perder uma menina que caminha para ser freira?

–Como? O João Perpétuo não é mulher, deixe de arrodeio e fale logo!

–Padre, como o senhor não percebe que João Perpétuo e Mariana se gostam?

–O Perpétuo e a Mariana? Eu vou dar um jeito nisso.

–Isso mesmo padre, não podemos perder essa menina para aquele insolente que se diz “Beato”.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...