História O Bebê dos Sete - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga
Exibições 16
Palavras 603
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!!

Vou seguir o mesmo ritmo de postagens que eu tinha com a outra fanfic, ou seja, sempre de manhã de seg a sex. Pode acontecer um ou outro capitulo no fim de semana.
Bem é isso ;)

Boa leitura!!

Capítulo 2 - Nova Vida, Novo Caminho


Fanfic / Fanfiction O Bebê dos Sete - Capítulo 2 - Nova Vida, Novo Caminho

Isadora estava parada de frente ao prédio onde ficava o escritório de Ícaro Gonçalvez, um grande executivo, que ganhava a vida com negócios importantes de importação e exportação. Ele era um grande amigo de seu pai, por isso não sentiu medo quando este lhe oferecera ajuda, ainda mais agora que não havia mais ninguém com ela, respirou fundo colocando uma mecha de seu cabelo loiro atrás da orelha. Ao entrar no edifício foi rapidamente a recepção sendo logo encaminhada ao andar onde ficava a sala de Ícaro.

Bateu na porta e aguardou um instante, logo a porta se abriu e o sr. Ícaro fez sinal para que ela entrasse na sala e ofereceu a ela um café pedindo para que ela se sentasse.

- Isadora... Suponho que tenha pensado bastante a respeito

- Sim...

- Ótimo! Vamos direto ao ponto. Tenho um amigo, executivo também, ele me deve um favor e eu pedi que ele tomasse conta de você. Você vai se mudar para a Coréia do Sul, vai trabalhar como staff de algum grupo de música, vou providenciar casa para você por 4 meses, dai por diante você vai se virar por lá. Terá salário e poderá cuidar de você e do seu bebê.

Isadora sentiu um frio na barriga ao ouvir essas palavras, jamais passou pela sua cabeça ir para o outro lado do mundo, sozinha e com um bebê em desenvolvimento, sua cabeça mergulhou em lembranças desejou sentir o abraço dele novamente seus olhos cheios de vida dizendo que a amava, o som da voz de Ícaro a trouxe de volta.

- Você está pronta? Seu vôo sai essa noite.

- Sim... Muito obrigada sr. Ícaro, eu não sei como agradecer ao senhor... Fez muito por mim...

- Não precisa agradecer, apenas não se meta em problemas e tudo ficará certo. Vou pedir para o meu motorista passar em seu apartamento e a levar ao aeroporto e eu espero que você tenha uma boa viagem.

Isadora se levanta pronta para apertar a mão do homem a sua frente, olhou diretamente seus olhos, belos olhos pretos, combinavam com o seu rosto, uma barba bem feita, alto, tinha um ar superior que o deixava mais elegante ainda. Engraçado... Ele parecia familiar demais para ela. Apertou a mão dele, sorriu de leve afinal sentia medo do que encontraria pela frente. Antes de sair ele a entregou um envelope, quando abriu viu um passaporte e algumas folhas.

- Este é o seu contrato com a BigHit. Seu passaporte e mais algumas informações que lhe serão úteis. Boa sorte!

- Obrigada, mais uma vez.

A saída do edifício foi leve, sentia que aquilo poderia dar certo, nova vida, novo lugar, novas pessoas, talvez fosse isso que ela realmente precisava para conseguir seguir em frente. Atravessou a rua e seguiu até uma lanchonete, saiu tão cedo de casa que nem sequer havia tomado um gole de café, pediu um e aproveitou aquele instante, logo aquele lugar não seria nada mais além de lembranças.

Toda aquela movimentação da manhã fez com que Isadora sentisse pela primeira vez depois de alguns dias uma esperança nascer em seu coração, após o café ela passou por uma loja de roupas infantis, ainda não sabia se era menino ou menina, então optou por comprar algumas roupinhas de cores neutras, era a primeira compra que fazia para o seu bebê, era a primeira vez que podia pensar sobre isso também, voltou para seu apartamento, que logo estaria vazio, preparou cuidadosamente a sua mala e saiu. Não perderia aquele vôo por nada, precisava recomeçar e não deixaria essa chance escapar de suas mãos.


Notas Finais


Capítulo curtinho né??
Vou compensar mais para frente ;)

Bju bju


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...