História O beijo de um vampiro - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vampire Knight
Personagens Akatsuki Kain, Hanabusa Aidou, Haruka Kuran, Kaito Takamiya, Kaname Kuran, Rima Toya, Ruka (Luca) Souen, Sara Shirabuki, Sayori Wakaba, Senri Shiki, Shizuka Hiou, Takuma Ichijou, Yagari Touga, Yuuki Kurosu, Zero Kiryuu
Exibições 26
Palavras 777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi, Yuri
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Deixa eu dizer uma coisinha...
Eu primeiramente peço desculpas pela a demora ou até mesmo a eternidade ( não entendi bem essa parte mas melhor deixar quieto, então XIU! ). Em segundo lugar eu demorei bastante porque minha mãe tinha confiscado meus aparelhos eletrônicos então eu passei um bom tempo sem utilizar essa fofuras. E em terceiro fiquem com mais um capítulo da Fanfic e um beijo enorme da Tia Ane. Sz

Capítulo 14 - Oque aconteceu?


Eu : - ah? Do que você está falando?

Henry : oh não meu bem, você vai fazer eu te contar a história toda não é mesmo?

Eu : - ( do que ele está falando ?  Será que é mais uma de suas piadas sem graça ?  )

Ele se aproxima da enorme janela do seu quarto e diz:

Henry : - bom querida eu aconselho você se sentar, pois a história é realmente grande e desconfortável... querida.

Diz ele com um sorriso no rosto. Eu andei em direção a um sofá de veludo vermelho e mim sentei, eu realmente não ia ficar em pé pagando papel de idiota. Henry se senta em sua cama e foi daí que ele começou a contar a história que eu jamais ia esquecer.

Henry : - tudo começou em vários anos atrás, eu estava acabando de vir de uma viagem de negócios com meu ex grande amigo Thomas. Ele então mim convenceu  em ir à um bordel no centro da cidade, eu resolvi aceitar pois minha garganta estava saciando por sangue. Quando entramos no bordel estava você ou melhor dizendo a Amélia. Foi a primeira mulher a fazer meu coração bater haha já que não tenho um coração. Enquanto Thomas vadiava com algumas mulheres eu resolvi vadiar com a doce Amélia, naquela noite eu pude sentir o calor do seu corpo e provar aquele seu doce sangue. Bom eu não vou entrar em detalhes da minha noite sexual com você. Depois daquela noite eu realmente fiquei loucamente apaixonado por ela, ela era uma mulher bastante orgulhosa, vaidosa e interesseira. Eu comecei a enviar jóias, vestidos,  sapatos entre outros, até que resolvi pedir sua mão em casamento e ela com aquele orgulho aceitou. Depois nos casamos, mais ela continuou a oferecer seu corpo no bordel de sua mãe. Como castigo todas as noites eu a mordia dolorosamente. Mas ela não tinha jeito, até quebrou a forte amizade entre eu e Thomas. Eles tinham um doce caso...

Diz ele sussurrando do meu ouvido.

Henry : - Pelo oque eu mim lembro neste dia Amélia tinha ido ao bordel e teve uma maravilhosa noite de sexo com o comandante do exército britânico, bom quando nós casamos eu contratei Emily para ser sua dama de  companhia, então assim Amélia contava todos os seus segredos a ela até mesmo seus pecados. Depois desse tal dia eu percebi que ela estava provocando muito e comendo muito pouco. Se passaram nove meses e sua barriga estava completamente enorme ela disse que estava esperando um filho meu, mas como não sou idiota e sabia do seu envolvimento com o comandante então eu fingi acreditar nessa historinha. Então chegou o grande dia do nascimento da criança, era um noite chuvosa e eu completamente despreocupado estava tomando meu maravilhoso chá. Então nasceu uma agradável garotinha, mas conhecida como sua vovó.

Eu : - ( oque?! Eu não consigo acreditar em cada palavra do que ele está dizendo ) 

Henry : - depois disso Amélia pediu pra Emily levar a garota para a casa de uns familiares de Emily. Como Emily era loucamente apaixonada por Amélia então fez o que a má mãe pediu. Mas antes de levar a garota nessa casa ela colocou o colar que você usou no nosso casamento. Depois do parto ela disse que meu falso filho infelizmente tinha falecido, então se passaram 5 anos e descobrir que Amélia estava tendo um caso com meu querido primo. Então logo após seu relacionamento de 6 meses com meu primo ela infelizmente foi morta pela a minha adorável Lucy e pela a minha querida homossexual Emily. E então você é a reencarnação na vadia da Amélia ou em outras palavras bisneta.

Eu : - o que! N-não pode ser isso oque você está dizendo! Isso é tudo mentira! 

Eu mim levanto imediatamente do sofá e quando eu encosto minha mão na maçaneta Henry mim puxa e mim beija. Suas mãos  na minha nuca mim deixava feliz e sua boca beijando a minha deixava meu corpo quente. Ele coloca suas mãos na minhas costas e começa a desabotoar os botões do meus vestido e tirar as alças. Ele desamarra meus espartilho e mim joga em sua cama e começa a mim beijar eu estava completamente nua era como se eu não quisesse mim mover e era como se eu quisesse que ele fizesse isso comigo. Ele começa a cheirar meu cabelo.

Henry : - fique quieta...

Eu : - ( oque eu estou fazendo? Isso é completamente errado! Um Vampiro jamais podera se envolver com um humano. Além do mais isso é pecado! Mas... Mas... Eu o amo! ) 

 


Notas Finais


Surpresinhas estarão por vim *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...