História O beijo do vampiro - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Naruhina, Narusaku, Nejiten, Romance, Sasuhina, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 58
Palavras 2.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores ai está mais um capitulo espero que gostem primeiro hentai da história demorou mas chegou mores ... Boa leitura

Capítulo 13 - Ruivos e loiro delícia


Fanfic / Fanfiction O beijo do vampiro - Capítulo 13 - Ruivos e loiro delícia

Pov Sakura on

-kkkkk fala sério ruivo isso é algum tipo uma discoteca ou assim?  - perguntei meio perdida ele parecia estar falando sério mas eu levei na zuação

- kkkk ele está brincando não é gaara - parecia que o naru n estava perguntando a sim ameaçando estranhei a atitude dele mas talvez seja a maneira deles

- claro loira - o ruivo o olhou desafiadoramente - o que eu quis dizer bebê é que a gente se conhece faz tempo eu nem lembro mais de onde -ele sorriu de forma encantadora para mim, pude reparar que ele era muito lindo, ruivo olhos verdes água tinha os olhos ligeiramente mais marcados que o comum o que me fez pensar que ele usava delineador mas parecia tão natural, ele estava sentado mas eu podia reparar pela camisa meio apertada social que ele usava os músculos que apareciam abanei a cabeça espantando os pensamentos e pude ver ele sorrir e lado e piscar o olho para mim nossa foi de mais

- naru eu vou no banheiro 

- você está vermelha saky -  ele pegou a minha cabeça para ver se eu estava com febre... coitado nem faz ideia - voce está bem? 

- não naru kkk é só xixi 

- quer companhia bebe? - o olhei meio constrangida e mais vermelha que antes sério 

- vai te fuder gaara e cade a ino para você atazanar a vida deixa a minha rodada em paz

- huuuu - todos gritaram juntos eu preciso sair daqui... fui com as minhas muletas mancando mesmo e pude ver a hinata com o neji e o itachi falando sobre algo a decidi me aproximar

- hina onde você estava cara 

- Boa noite para você também rosinha

- desculpa ita-kun -  falei o abraçando forte, diferente do sasuke o itachi era muito fofo comigo, as vezes acredito que se eu tivesse me apaixonado por ele teria sido tudo mais fácil, soquinao 

- depois desse abraço eu perdou minha flor - baixei a cabeça sabendo que já estava que nem um pimentão toda vermelha

- nossa como ela é fofa- virei-me a vi outro ruivo na verdade eram dois ruivos um loiro uma garrota de cabelo roxo muito linda ela era tipo diferente sabe e uma morena que me olhava feio. Não pude identificar de qual deles era a voz do sabia que era de um cara

- deidara fica longe - itachi praticamente ameaçou o loiro que...

- você parece a versão macho da ino - eu sei foi um comentario desnecessário é que não aguentei, todos eles começaram a rir e o garoto que não posso negar era lindo me olhava com uma cara nada boa

- comentário desnecessário rosinha ja não gostei de tu - fiz bico e tentei fazer a minha cara mais fofa - nem vem mina isso só vai funcionar com o sasori que não para de te flechar kkkk

-deidara - o outro ruivo o encarava constrangido... Eu podia jurar que ele ficaria vermelho mas não ficou... não estranhei afinal sou apaixonada por um vampiro e tenho duas melhores amigas estranhas, uma vampira e uma hunter bruxa, sinceramente não sei como isso aconteceu

- parem de discutir crianças -  itachi ria deles e só agora reparei que eles ainda estavam brigando ri da situação e o ruivinho me olhou a depois como eu posso dizer ficou meio parvo sabe... sabe quando você está perto de um garoto de quem você gosta e você só que enfiar a sua cara na terra? Ele estava assim. Ele até era fofo, mais alto que eu com o corpo todo definido, nada exagerado e diferente do ruivo abusado os olhos dela eram castanho mel, quando dei por mim estávamos a algum tempo nos olhando tentei disfarçar e ouvi uma música super tudo Selena Gomes bad liar tocando sorri e a hina me puchou para a pista eu adorava a música me fazia querer rebolar e mostrar o que eu não sabia fazer na pista, sério sou uma péssima dançarina no máximo danço em frente ao espelho do meu quarto mas hoje não queria ligar para nada nem para sasuke com a peguete na varanda, sério aquilo me erritou mas estava tentando ignorar. Seguia as batidas da música mesmo com o gesso pude sentir meu corpo seguir a música e meu quadril deslizar, estava completamente embriagada pela música. A música acabou olhei para hina e nos rimos da situação eu estava suada pelo esforço e ela estava toda descabeladanos me virei para onde estava o itachi e os outros e o ruivome olhava sem disfarçar se quer piscava, sorri a disse a hina que ia ao banheiro conversei tanto que até esqueci onde ia de verdade. A música toca a eu cantava enquanto ia até ao banheiro. Estava até me divertindo apesar de tudo a volta da ino foi a melhor coisa que aconteceu sai do banheiro e fui em direcção ao bar estava com sede mas no caminho me deparei com ele a minha frente, lindo como sempre, conturnos pretas calças pretas camiseta azul escura e casaco de leda, eu não sabia se amava ele por ele amar preto ou amava o preto por ele sempre estar de preto so sei que ele estava ali, e eu não conseguia se quer me mecher  ele se aproximou sua mão tocou minha face fechei os olhos quando senti aquele arrepio gostoso. Eu não podia, segurei a sua mão e a afastei de mim antes que um de nós podece falar ela apareceu

-oi chiclete - foi o suficiente, soltei sua mão com certa brutalidade e me dirigi ao andar de cima, mancando mas dizem que devagar se vai longe kkk. Já não aguentava segurar as lágrimas senti que choquei contra algo e meu corpo foi segurado antes de tocar o chão 

- você está bem?

- eu... desculpa - me soltei e sai correndo, ou tentando correr ja que... entrei em um compartimento que eu conhecia bem era o teraço, continuava lindo como sempre, a família da ino tinha uma floricultura e parece que nada mudou por aqui 

Pov ino on

Claro que não contei tudo para a saky ela ia ficar no mínimo assustada se soubesse da verdadeira razão da minha volta.  estava no meio da pista dançando a bebendo tentando esquecer que gaara estava aqui, ele é tipo muito gostoso, ele não entende que eu gosto dele talvez pelo facto de eu ja ter ficado com muitos garrotos, o que ele não sabe é que eu nunca fiz sexo com nenhum deles, pois é amigos sou moo virgona no maximo ja fiquei com o deidara ele é tipo meu primo e confidente e a gente fica as vezes mesmo qual é o problema? 

Eu sei que o gaara não gosta de mim a gente ficou algumas vezes mas não passou de beijos, assim como com os outros caras posso ser rodada mas também quero meu Príncipe encantado. Já havia bebido uma garrafa de vodka e estava no início da segunda, queria esquecer mas parecia que quanto mais eu bebia mais eu lembrava dele

- aquele ruivo desgraçado gostoso lindo canalha

- falando sozinha priminha 

- sai daqui deidara

- ino

- sai - o olhei firme, eu queria que ele me deixasse em paz mas não queria ficar sozinha

- vem 

- me deixa deidara eu quero dançar e ser feliz - falei indo em direcção a pista mas ele me puchou e me levou para o meu quarto eu nem sabia como havia conseguido chegar andando ali

- ino

- ...

- ino -  ele pegou meu braço e me virou fazendo nosso corpos ficarem próximos demasiado próximos 

- deidara para eu...

- ino eu te amo pora 

- dei...

- agora você vai me ouvir... você acha que eu gosto de ver você assim por causa daquele bosta??? Pora ino -  ele se virou visivelmente nervoso e eu... continuava ali estática encolhida ouvindo  meu primo dizer que me amava -  Eu te conheço melhor que ninguém e sei o quanto você é especial para ficar desperdiçando seu tempo com ele -  ele se aproximou de novo e tocou meu rosto com as suas mãos levantando meu rosto para que eu pudesse o olhar - eu te amo loira deixa eu te amar te fazer feliz

- deidara nos não podemos - as lágrimas ja escorriam da minha face e eu o fitava pedindo internamente que aquilo não foce verdade - eu sei bem como isso vai acabar e não será bom para nenhum de nós voce sabe dei

- para de pensar de mais e pensa no agora deixa eu te fazer esquecer tudo, esquecer ele - ele aproximou nossos rostos e roçou seus lábios nos meus era loucura -  deixa - uma loucura que eu estava disposta a cometer. Não tinha ninguém melhor e mais perfeito que deidara talvez eu devesse me entregar a ele. 

Ele me beijou, um beijo calmo cheio de amor, medo e paixão ele era tudo para mim, ele me apoiou sempre me ajudou com o gaara que talvez não era para ser. Ele foi me empurando devagar até a cama e me deitou nela devagar o beijo ainda era calmo mas estava se tornando cada vez mais feroz e urgente, ele foi descendo os beijos pelo meu pescoço e foi dando leves mordidas e beijos la enquanto apertava a minha cintura com uma mão e a outra a minha cocha que aquela altura ja esta toda exposta, eu aranhava as suas costas e puchava seu cabelo arfando baixinho no seu ouvido, inverti as posições ficando por cima dele sentada no seu colo tirei a sua camisa e pude contemplar o seu tronco nu definido a pálido  ele mais do que rápido abriu o meu vestido o tirou o jogou longe eu ja estava sem sutiã não sei se isso era Boa ideia mas eu não queria parar, cada toque dele me deixava em chamas talvez o efeito da bebida mas não importava naquela noite era só eu e ele e eu não iria parar, eu não queria parar. Sua mão direita masageava o meu seio esquerdo enquanto o outro ele tinha na boca aquilo estava me deixando louca, comecei a rebolar por cima da sua calça jeans e ouvi ele arfar apesar da calça eu ja conseguia sentir o seu membro rigo por baixo de mim ele inverteu as posições e ficou por cima, me deu um beijo quente de tirar o folego e foi descendo os beijos traçando um caminho de beijos por todo meu corpo quando chegou na minha calcinha olhou e paçou a mao por cima fazendo eu me contorcer e soltar um gemido alto, ele beijou minha intimidade por cima da calcinha e eu gritei pelo contacto ele parou a me olhou sério 

- ino...

- não para dei - puchei ele para cima e o beijei - hoje eu quero so você, por favor não para - ele me beijou denovo e tirou a minha calcinha com a boca, eu olhava tudo atentamente a ele não tirava os olhos de mim, como se quisesse guardar cada reacção minha. Ele beijou o meu pé e foi subindo devagar ate chegar na minha intimidade, onde ele sugou, aquilo fez com que o meu corpo todo vibrace e eu me contorci na cama soltando um gemido alto senti um dedo dele entrar na minha intimidade enquanto ele fazia movimentos circulares com a língua aquilo era bom, muito bom, ele meteu mais um dedo e eu agarrei seus cabelos loiros e longos me controlando para não gritar, ele acelerou as envestidas e eu pude sentir minha intimidade se contrair e depente ele parou abri meus olhos confusa a o fitei

- por que parou eu pedi para você não parar 

- eu quero que você goze no meu pau bem gostoso -  ele tirou a calça e a cueca box vermelha e as jogou no chau olhei para o tamanha do seu instrumento e instantaneamente fechei os olhos - kkkk oque que é loira voce com vergonha

- cala a boca seu retardado eu não estou com vergonha 

- aie então da sua mãozinha aqui -  fiz o que ele disse ainda com os olhos feichados a meio receosa ouvi ele arfar quando as minha mão gelada tocou naquele negócio duro e quente que pulsava na minha mão de imediato a afastei dele que riu feito uma criança - voce é uma comedia loira

- cala a boca que eu não sou palhaça seu jumento

- a você quer tanto que eu cale vem e me faz calar - continuei la quieta - muita palavra pouca acção gata - ela se deitou por cima de mim e me beijou retribui de imediato - vai doer um pouco mas vai passar eu vou bem...

- anda logo dei - falei quase gemendoa ele seguiu minha ordem entrou em mim bem devagar, era doloroso mas nada que não dessa para suportar, ele foi se mechendo devagar e eu fui me habituando com os seus movimentos que a casa vez iam mais fundo e com mais força eu ja não sentia dor apenas prazer, aranhava as costas dele e pedia por mais gemia alto sem me importar com quem estava do lado de fora, aquilo era melhor que qualquer outra coisa que eu podesse experimentar era bom , e eu só queria mais, deidara me beijava a apertava meus seios enquanto ia mais fundo senti meu corpo seder e minha intimidade apertar depois disso senti nossos corpos ficarem fracos e ele caiu sobre mim

- eu te amo loira

- dei eu...

- não diz nada eu posso te amor por nos dois

- nossa que gay kkkkk 

- você vai pagar 

-aie e como?

- vou te fuder bem forte toda a noite e amanhã você n vai nem conseguir andar - ele me beijou intensamente e tudo ia começar denovo, nao que eu me importe, bem o que posso dizer... a noite seria longa




Notas Finais


Amores esse é o primeiro hentai que escrevo espero que tenham gostado proximo capítulo tera sasosaku sera necessario para o otario do sasuke sofre um pouco... deixem comentários isso ajuda muito por favor preciso saber o que acharam do hentai... beijos amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...