História O beijo mais doce é o beijo da morte - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 22
Palavras 572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi!!!
Volteiii
Olha eu aqui kkkk
Esse capítulo é tipo A segunda parte do anterior,então tá meio curto.
Boa leitura!

Capítulo 12 - Perguntas


Fanfic / Fanfiction O beijo mais doce é o beijo da morte - Capítulo 12 - Perguntas

Chegamos no meu quarto e eu fechei a porta.Virei para encarar Deafing,ele me encara com um olhar carinhoso e vem em minha direção um pouco hesitante.
    Impaciente,vou até ele e pressiono meus lábios contra os dele, ele cede desesperadamente ao beijo.Nos beijamos vorazmente por alguns minutos,depois nos separamos para voltar ao diálogo.
__Então...Vai me explicar porquê demorou tanto?__Perguntei cruzando os braços e arqueando as sombrancelhas.
__Eu...Na verdade não pretendia voltar__Disse cabisbaixo.Sentei-me na cama,e dei umas batidinhas ao meu lado para que ele se senta-se.
__Como assim?__Perguntei fingindo incredulidade.
__Eu ia deixa-la em paz com sua vida__Respondeu me encarando com os olhos marejados.
    Solto um longo suspiro,em seguida abro a boca para comentar algo,mas não sei exatamente o que dizer.
__Mas...Eu não consegui__Continuou__Tentei,juro que tentei,mas não tive forças pra ficar longe de você,um ato egoísta de minha parte...__Confessou com a voz trêmula e melancólica.
      Eu apenas entrelaço meus braços em torno de seu tronco em um abraço apertado.
__Não quero que tente se afastar__Sussurrei.
     Ele deposita um beijo em minha testa e afunda a cabeça no meu ombro.
__Foi você?__Perguntei em um sussurro__Que curou minha febre?
__Não foi uma febre... Isso aconteceu porque seu corpo deveria estar separado de sua alma,então entra em colapso,como uma descarga elétrica__Explicou com culpa na voz.
__Então...Isso pode acontecer a qualquer momento?__Perguntei ciente que a resposta seria uma afirmação.
__Desculpe...A culpa é toda minha...
__Eu já te perdoei...Afinal,agora já foi__Digo tentando encontrar outro assunto,para mudar o rumo da conversa__Tenho tantas perguntas,preciso entender melhor a sua existência__Ele olha diretamente para mim um pouco nervoso.
__O que quer saber?
__Hum...__Penso um pouco__Você é o único anjo ceifador,ou tem mais como você?__Pergunto.
__Muito bem...Eu não sou o único,á muitos como eu,moramos em outra dimensão.
__E... Você sabe como os anjos ceifadores se originaram?__Ele ri da minha pergunta.
__Você sabe como os seres humanos se originaram?
__Bem...Eu não tenho certeza,mas acredito que exista uma força maior que...
__Então...__Interrompeu-me__Eu não posso interferir na crença de ser humano algum...Mas...Vou apenas dizer que me tornei um anjo ceifador por punição a um erro que cometi no passado.
__Punição?__Perguntei confusa.
__Alyson,ser um anjo ceifador não é um mar de rosas,não é motivo para eu me gabar,nossos serviços são necessários,mas na maior parte do tempo,vivemos presos em um mundo totalmente deserto__Responde mais sério que o normal.
__Entendo...__Resmungo cabisbaixa,tentando processar todas as informações__E...Como você fala a minha língua?__Pergunto tentando deixar o clima mais leve.
__Eu não falo sua língua__Diz abrindo um sorriso__É você que me entende em sua língua,pelo mesmo motivo que consegue me enxergar.
__uhum...uma última pergunta __Digo recebendo sua afirmação __Por que tem meu nome naquela lápide no túmulo?__Ele parece apreensivo quando pergunto.
__Bom...Aquele túmulo,é uma passagem,como uma fenda que liga essa dimensão á dimensão que eu vivo__Explica__E você está entre as duas.
__Eu?Por causa da marca?__Pergunto e ele assente.
      Foco minha visão em algum objeto,pensativa.Percebo Deafing acariciando meus cabelos.Sem pensar,apoio minha cabeça em seu peito pressionando-o a se deitar.
__Promete que vem mais vezes?__Sussurro.
__Prometo.
     Me aconchego em seu peito e ele continua com as carícias.
__Até quando isso vai durar?__Pergunto meio que pra mim mesma.
      Houve um intervalo silencioso,até deafing se manifestar:
__Preciso ir__Diz levantando-se.
    Resmungo descontente.
__Venha me visitar,quando puder__Digo observando-o se afastar.
__Certo__Diz sorrindo radiante.
     Ele se aproxima outra vez e deposita um selinho em meus lábios,em seguida pula a janela me deixando a sós com meus pensamentos.
    Sorrio boba pra mim mesma."Apaixonada?Eu?... Talvez".Afinal,eu não passo de uma adolescente boba e iludida.


Notas Finais


Bjs
E até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...