História O beijo mais doce é o beijo da morte - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 9
Palavras 438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente
Vou fazer um desabafo
Eu tô com outra ideia pra outra fic... Mas já não tô dando conta de escrever as que eu já tenho.Mas eu tô encucada com essa ideia e tô me coçando pra não criar outra fanfic agora...Mas provavelmente não conseguirei escrever.
Tá isso foi sem sentido
Sorry

Capítulo 15 - Normal?


Fanfic / Fanfiction O beijo mais doce é o beijo da morte - Capítulo 15 - Normal?

   ele tomou meus lábios vorazmente avançando em cima de mim.passo meus braços em seu pescoço pousando a mão em sua nuca.Ele começa a distribuir beijos pelo meu pescoço e peito.Arranho suas costas pairando sobre suas asas.


Acordo ofegante e sinto braços em volta do meu corpo.Viro-me para encara-la,aqueles olhos negros que tanto me facinam.Ele toma a iniciativa de selar meus lábios.

__Com que estava sonhando?__Perguntou-me.

__Com você __Respondo em seguida tomo seus lábios novamente.

__Hum... Já disse que eu te amo?

__Já...Mas eu não me canso de ouvir__Rolo na cama ficando por cima dele.

__Eu te amo

Nós beijamos intensamente.Enrosco meus braços em seu pescoço e ele trata de segurar minha cintura.Nos separamos por falta de ar, Deafing sobe uma das mãos até meu rosto e acaricia minha bochecha com o polegar enquanto me perco na escuridão de seus olhos.

Poucos minutos depois eu estavamos abraçados sobre a cama.Deafing acariciava meus cabelos de maneira delicada como se eu fosse a coisa mais frágil e preciosa do mundo.Não resisti e acabei dormindo.


Abro meus olhos vagarosamente me acostumando com a luz branca que atravessava a janela.Levantei espreguissando-me e me dirigi ao banheiro para fazer minha higiene matinal.Coloco meu uniforme com uma calça de moletom e um blusão azul e vou para cozinha preparar o café.



Chego na escola e vejo Alissa parada no portão,parecia aflingida, então resolvi cumprimenta-la.

__Bom dia__Disse com o tom mais amigável que consegui.

__Bom dia__Ela respondeu um pouco desanimada.

__Fez o trabalho de história?__Perguntei tentando suavizar o clima.

__Fiz__Respondeu fria.

__Que bom__Um silêncio desagradável se fez.

__Então é assim?__Alissa quebra o silêncio __Vamos fingir que tá tudo bem...Que nossas vidas são super normais e que somos amiguinhas

A única reação que tive foi jogar o pescoço para trás e gargalhar alto.

__Qual é seu problema?__Pergunta Alissa incrédula.

__Todos__Digo entre risos__Mas nem por isso deixo de ser normal...Todos nós temos problemas...Sabe Alissa, eu gosto de você...Te considero uma amiga sim, é a única que posso desabafar, pena que você não pensa assim__Dito isso fui para a sala de aula e sentei-me no mesmo lugar de sempre.

As três primeiras aulas passaram-se de pressa...Mesmo eu tentando tirar o máximo proveito delas.O sinal soa como sempre e todos os alunos saem de suas salas.Eu apenas fico sentada fitando o quadro.Sinto uma presença no local e me viro para encara-la.

__Sabe Alisson__Começa Alissa__Eu também te considero uma amiga.

Levantei-me para abraça-lo mas ela se afasta.

__Nada de abrassos__Faz uma careta.

__Ta bom__Concordo mesmo contra gosto__Vamos lanchar juntas hoje?

__Como se a gente nunca lanchase juntas...Vamos

Sentamos uma do lado da outra e ela me contou um pouco mais sobre como é ser uma Banshee é eu só ouvia cm atenção...Como se fosse a coisa mais normal do mundo, por que pra mim de fato é.






Notas Finais


Esse cap ficou meio mais ou menos...Mas é o que tem pra hj...Tô com um bloqueio de criatividade.Sorry


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...