História O Belo e a Fera - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 38
Palavras 2.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aigoo bebês,obrigada pelos favoritos na fanfic!
Espero que entendo o por que os capítulos terem poucas palavras,bem eu gasto uma tarde inteira (dás 14 ás 17)para escrever,reler E corrigir o capítulo.

Demorou um pouco para sair o capítulo por que eu estava (e estou) e castigo,peguei celular escondido hehehehe OREM POR MIM!!

E lembrando que eu NÃO vou desistir de nenhuma das minhas fics especialmente dessa,ela virou meu xódozinho!!

É cansativo,mas vale a pena 🍀

Espero que gostem desse tesouro aqui!

Boa leitura🌻

Capítulo 2 - Parte I : Ômega de honra







-Acho  melhor acorda-lo.Jeon odeia atrasos.-Murmurou  uma voz fraquinha,do outro lado da porta,e mesmo sem abrir os olhos,já sábia que não estava em casa,a cama era macia de mais.



Entre abri os olhos minimamente procurando  analisar rapidamente  o cômodo  escuro,a luz que provinha pelas cortinas douradas e pesadas que pendiam da grande janela e se arrastavam ao chão de madeira  escura era nula.Uma Tv de plasma estava fixada a frente da cama,completamente desligada,não se ouviam ruídos  nem ao menos xiados, as vozes que antes se apossavam do corredor já não existiam mais.Olhei em volta vendo a ampliedade do quarto dobrar e se transformar em uma larga suíte, um grande lustre pendia do alto do teto,os cristais  ofuscavam meus olhos  mesmo no escuro.Sentei sobre a cama apalpando os edredons cremes que a cobriam,sentindo  o quão  felpudo  eram,levei o olhar a pulseira de prata ganha por minha mãe,e aquilo foi o suficiente para me fazer estremecer e o coração  disparar.Onde ela estava?

Sai da cama em um salto,nem me dando o trabalho de vestir meus sapatos,corri  até  a janela grudando minhas mãos  ao vidro  sentindo o frio ao lado de fora entrar em contato  com minha palma quente,arrepiando-me. Corri os olhos pelo lado de fora,percebendo o quão  no alto estava,abaixo,uma espécie  de jardim era feito,a grama verde parecia gelada e o vento uivava  dançando  contra os pinheiros, um muro alto era erguido,e através  dele uma floresta  densa jamais vista por mim era exposta.Nevava,e a movimentação  era nula. Minha mente trabalhava  a milhões,juntando pessas de um quebra cabeça,sem sucesso algum.




-Cale-se Mark!Ele deve estar dormindo!-Sussurou uma voz rouca,quase inadiável  através  da grande porta de madeira. Travei  no mesmo lugar,arregalando os olhos e mordendo os lábios,corri os olhos pelo quarto: Embaixo a cama seria um bo  esconderijo ou quem sabe dentro do guarda-roupa. Mas antes que ousasse me mover passos apressados estavam cada vez mais próximos,secos como folhas do outono ou uma queimada.Perto.Virei para a entrada colando as costas no vidro gelado,vento a maçaneta  girar  e a porta ser escancarada. Uma silhueta  alta era embaçada pela luz vinda so corredor. O alfa estava parado,como sepeddise permissão  para se aproximar,pude sentir meu coração  bater agitado contra  meu peito,alarmando todos meus sentidos. Eu só quero ir para casa. O alfa faz uma reverênciae retira o chapéu ,revelando orelhas acinzentadas e grandes-Senhor Park.-Dou um pulo,fechando  mão  em ounhos,sentindo minhas unhas fincarem contra  a pele de minhas palmas,o cheiro metálico  do sangue  preencheu  o quarto minimamente.O alfa deu um sorriso gentil,revelando suas presas pontiagudas.


-H..Híbrido.-Mexi os labios,a palavra sai seca,despencou de minha boca  caindo.Arregalei os olhos,ofegando.


Por favor, senhor Park,não  tenha medo..Ninguém  fará  mal ao senhor.-Prometeu  o alfa,e fiquei um pé atrás  com suas palavas simplesChamo-me Jackson Wang,conselheiro  de vossa majestade.-O lobo fez menção  de se aproximar,posicionei  as mãos  em frente a meu corpo.


-N-Não se aproxime!-Gritei a ele,me encolhendo em seguida.O clima se fez a caótico,tudo parecia mais tenebroso. Um vento bateu  a janela causando um estrondo,o alfa se manteve imóvel  enquanto me fitava  com suas orbes claras.


-Não  vou o fazer mal,Jimin.-Tranquilizou-me calmamente-Sei que esta assustado,mas se puder me acompanhar  tudo lhe será  esclarecido-Completou abaixando a voz. Rosnei baixinho.


Pensando em negar,analisei o alfa  minha frente,dos olhos negros ao uniforme azulado,o símbolo  da guarda real em seu peito   era acompanhado   da arma presa ao cinto em sua cintura.  Seu odor forte era algo proximo a pimenta e eucalipto,totalmente atraente.



- Tenho perguntas-Disse encarando o maior,tentando não  demostrar meu tamanho medo,estufei o peito e soltei a cortina negra. Dando um passo a frente. Não queria morrer sendo um covarde,e se fosse para tal,tudo bem.


- Sei que tem,me acompanhe,senhor.-Respondeu virando-se para a saída,acompanhei seus passos até  sairmos a um largo corredor de janelas altas. Ele estava a passos em minha frente,dando-me apenas a visão  de suas costas e ombros largos, mas foquei-me em seu rabo,cinza e peludo,extremamente familiar a de um lobo,talvez ele seja.




Segui o alfa até  dar-mos em uma imensa  porta de madeira,um pouco mais clara que as outras que já  vira ali,e diferente do esperado,em seu interior pude ouvir um grito  uma gargalhada  infantil,franzi as sobrancelhas,talvez  já  estivesse  louco. As portas pesadas foram abertas,dando ampliedade a um imenso  salão,em seu canto a esquerda,um conjunto de sofás  eram postos frente a uma lareira acessa,lustres eram pendidos de todo o teto iluminando  o salão juntamente  as janelas  abertas,fazendo  o frio entrar,estremeci  afagando meus próprios  braços  desnudos.




- VOLTE AQUI SUA COELHA SAPECA!!-Um berro  foi ouvido,grunhi ao que uma risada escandalosa   foi desferida,um pequeno  vulto rosa veio em minha direção,caindo sobre mim rindo,berrei ao cair no chão sentindo o peso sobre mim.- LALISA!DESÇA JÁ  DAI!VAI ESMAGAR O POBRE COITADO!-Vi um ômega  de estrutura  mediana  de aproximar  e tirar a criança  de meus braços.-Sinto muito,senhor Park. Lalisa está histérica  com sua chegada,aigoo..-Disse.




Minha visão  distorcida  começou novamente a ampliar,vendo com mais clareza  os detalhes  minha volta,levantei o quadril  sentindo uma dor no local,me sentei massageando ali. Foquei o olhar na garota nos braços  do ômega,grandes orelhas  de coelho rosas caiam sobre  seus olhos,um rabo fofinho balançava  sobre sua sainha lilás e um sorriso grande moldava  seus lábios  róseos,seu nariz  fofo de coelho mexia-se rapidamente.




- Jimin!- Ouvi o guarda Wang  me chamar e em seguida  erguer-me como se não  pesasse  nada. Franzi as sobrancelhas ao sentir-me ser carregado  em seguida posto no sofá negro.- Kim Lalisa peça  Desculpas  agora!-Mandou a voz grave,me encolhi minimamente.



-Você  é lindo!-Ignorou a garotinha,pulando dos braços do ômega  e correndo em minha direção,apoiou seus bracinhos sobre o sofá  aproximando seu rosto  do meu,fitando-me com lindos olhos  roxos que me fizeram dar um pulo e quase fundir-me ao estofado  preto.- Titio Jeon tem taaaanta sorte!-Alongou o A, me lançando  um sorriso dentuço. Maravilhado,retribui  o sorriso para a garotinha,ignorando sem quem quer  que seja "titio Jeon".



-  você  também é linda...?




- Lalisa. Princesa Kim Lalisa.-Estufou o peito,jogando os fios louros para trás,ri baixinho. 



-Mas será  uma princesinha bem fedida se não  tomar seu banho!-Disse o ômega,se aproximando da coelhinha. -É um prazer  conhece-lo,majestade.-Me reverenciou,arqueei uma sobrancelha,sentando-me sobre o sofá  sentindo  uma pontada no quadril. Majestade? Fitei o alfa que até  estava calado,observando.




-Sinto muito,mas deve ter de me confundido  com um outro alguém,não sou nobre, estou aqui por engano deste alfa.-Esclamei apontando para o maior,que mordeu os lábios  segurando um riso. Se aproximou enlaçando  o braço  na cintura  do ômega.que me encarava confuso.



-É Park Jimin?-Perguntou o alfa,assenti-Então não ouve nenhum engano-Respondeu simplista,parecendo se divertir com minjas reações.



-Onde estou?-Perguntei  me levantando bruscamente.



-No palácio.No castelo.Onde o rei mora.Chame do que quiser.-Deu  ombros



-Minha mãe,ela está  aqui?-Esbravejei olhando em volta,procurando pela ruiva-Onde ela ela esta?!



-Sua mãe  está  bem,não  está  aqui mas está  segura.-Se aproximou  de mim em passos rápidos,colocando sua mão  sobre  meu ombro.-Sente-se que lhe daremos todas as respostas necessárias.-Pediu calmamente,me puxando de volta ao sofá. Me sentei ao lado de Lalisa,que mesmo sem intimidade  alguma,colou seu pequeno  colou ao meu em um meio-abraço. O alfa se sentou ao lado do ômega  loiro,a minha frente.




-Quem é você?-Fui direto,fitando o ômega. Este que sorriu dócil  disse:




-Chamo-me Mark Wang,sou conselheiro  de vossa majestade.-Disse meigo.


Meu coração  disparou,e como se um raio me atingisse a cabeça, o cheiro de margaridas  me pareceu familiar. Lembranças  de horas atrás  voaram-me a mente,trazendo tamanha  saudade dos braços  quentes de minha omman. Hoseok a porta de casa,o pedido de casamento,o olhar apavorado de minha omma,carruagem e o ômega  de capa,tudo me veio a mente como balas. A vontade de chorar me veio,e não  a neguei passagem,chorei,soluçando  alto,abraçando  o corpo delicado da pequena coelhinha  em meus braços.




-F-Foi você..Era você!-Murmurei entre soluços,lembro-me claramente  dos desparos de armas,ele havia  matado? -Você  a matou!-Gritei vendo o olhar  assustado  do ômega  a minha frente,apertei mais Lalisa em meus braços,sendo impedido  de ver  reação  do ômega por minhas lágrimas  salgadas.



-OQUE?!NÃO!ERAM TRANQUILIZANTES!-Respondeu afobadamente- Ninguém  morreu!-Se levantou espantado,apertando a barra da camisa.



-N..Não?-Perguntei,me virando a ele. Meu coração  se estilhaçava com a prodabilidade de nunca mais ver omma- Quero vê-la!Por favor!




-Desculpe majestade,mas isso será  impossível  no momento. Sua mãe  está  na aldeia,e lá todos estão a suspeita  de que você  fora  sequestrado.Não podem saber está  aqui.-Disse Jackson,afagando a mão  de seu esposo. Abaixei a cabeça,assentindo.




-Mas que droga!Não  Me chame de majestade.-Exclamei bravo,cerrando os punhos  sobre  minha saia azul.




-Aiggo oppa,você  é o esposo do titio Jeon!É majestade também.-Murmurou  Lalisa,me fazendo rir soprado.



- quem é seu titio Jeon,querida?




-É o titio Jeon Jungkookie!!-Exclamou me fazendo  perder todos os sentidos,minhas pernas bambearam e não  a haviam  apoio para segurar,senti meu corpo ir de encontro ao chão  e depois uma gritaria   começar,merda. 



(...)




-Mark-



-Lisa olha só o que você  fez!-Brigei,correndo ao corpo desfalecido do Park. Estirado ao  chão frio e duro.-O que eu lhe disse sobre falar de Jungkookie  ao Jimin,Lisa?!-Repreendi,olhando feio para minha  sobrinha.Lisa se encolheu ao canto do sofá  de couro,abraçando  os próprios  joelhos.



-Que não era para falar  para o Jiminnie..-Respondeu  baixinho,quase inadiável.



-E o que você  fez?!-Sentei-me ao lado do corpo pequeno do ruivo trazendo sua cabeça  até  meu colo.




-Falei...-Murmurou fraquinho- Desculpa titio Mark




-Não  a culpe,querido.Lalisa é apenas uma criança.-Interveio Jackson,agaixando-se e apanhando  o corpo frágil  do ômega,cruzei os braços em um resmungo. Só os céus sabiam da bronca que  Jungkook me daria.- Levarei ele aos aposentos  reais,avise  ao senhor Jeon que não  acontecerá o jantar desta  noite.-Pediu,deixando um selar em meus lábios e correndo  escada a cima.-Eu te amo.-O ouvi dizer,corei.




-Eu támbem te amo.-Respondi  mesmo sabendo que ele não  ouveria. Me aproximei de Lisa,sentando-me ao seu lado,odiava ter de chamar-lhe a a atenção,mas Lalisa  eram uma criança  arteira,puramente SeokJin. Um fungar foi o suficiente para fazer meu coração  trincar,levei minha mão  a suas orelhinhas afagando de leve,vendo-a levantar a cabeça e fitar-me com seus olhos púrpuras  marejados,fiz um biquinho.



-Aish princesa..perdoa seu titio bobão ok?Fiquei  preocupado com o Jiminnie.-Disse,puxando-a até  meu colo.




-Juro que não  vou fazer mais,oppa...-Murmurou,abrançando-me.




-Aigoo..não chora.Olha,que tal  gente ir ver se o seu omma já  terminou  os afazeres?




-Sim!Eu quero!-Respondeu,fungando.-Faz biscoitinho hoje,oppa?-Perguntou ao  que me levantei  caminhando escada acima com ela em meu colo.




-Faço sim,bebê.-Cedi,sorrindo pequeno.




(...)



-Autora-





-Toc toc.-Murmuro Lalisa,batendo levemente na porta do quarto dos pais.,com seu logo atrás.



-Quem é?-A voz melodiosa de SeokJin se fez presente ao interior da porta, Lisa abriu um sorriso grande ao ouvir a voz do pai.



-Uma princesa.



-Uma princesa?Namjoon,abre a porta,tem uma princesinha  lá!-Brincou o ômega,ouvindo  risada fofa de sua filhote. Logo a porta de madeira clarinha foi aberta,revelando o quarto  do casal.Lalisa correu até  a cama de seu omma embrulhando-se nos lençóis  róseos.



-Papai!-Exclamou  a garotinha,abraçando  a cintura de seu omma- Esta melhor,papai?-Perguntou  menina,levando a mãozinha á   testa  morna do rosado,fitando seus olhos azuis.



-Estou sim bebê..-Respondeu  Jin abraçando  a menor.-como foi sua tarde com o tio Mark?-Perguntou docê,lançando  um olhar de soslaio ao irmão  que conversava  com seu marido.




-Foi ótima,omma!O esposo do titio Jungkookie chegou anoite.-Respondeu  risonha ao lembrasse  do ômega  de fios ruivos,Lisa ficará  encantada por Jimin desda primeira vez que  virá, a um ano atrás.




-Ah,Park Jimin?E ele é bonito?



-Lindo!O titio tem tanta sorte!-Exclamou a loirinha,-Mas por que ele não  tem orelhinhas, omma?



- por que  Jimin é humano,bebê.-Justificou Namjoon,se aproximando da filha  do esposo junto a Mark.




-Oi para você  também,hyung.-Disse o loiro revirando os olhos- Melhorou?




-Sim,só tenho um pouco de febre.



-Ótimo,por que precisamos  conversar..-Declarou Mark,sentando-se ao lado do irmão  mais velho.-Enquanto isso,Namjoon sabia que Lalisa não  tomou banho hoje?-Falou o Wang ao Kim,que arqueou as sobrancelhas  entendendo  sua deixa.



-Vou levar essa porquinha para o banho e deixar vocês  dois fofoca-O alfa rolou os olhos  pegando  a pequena no colo,que insistia em querer  "fofocar" também,logo saíram  da suíte  indo ao quarto da menor deixando os dois ômega  sozinhos.





-O que aconteceu,maknae?-Interrogou Jin  ao mais novo,sabendo que se tratava da chegada do ruivo.




-Ele desmaiou,hyung-Disse manhoso,deitando a cabeça  nas coxas  do mais velho-E eu vou que falar para o kookie...



-Oh céus,isso não  é bom.Jungkook é muito "cabeça dura",sabe que ele não  liga  para isso.-Disse o rosado acariciando  as orelhinhas  de raposa  do mais novo



-Eu sei...o que  faço?Eu tenho medo dele,Jinnie!-Disse recebendo um tapa na cabeça-Aigoo!!



-Não deve ter medo do Jeongukkie!Ele é nosso irmão!-Repreendeu  Jin fazendo uma careta-Agora larga de moleza e vai lá!-Mandou dando um empurrão  no loiro-Enquanto isso,fazerei um chá  e falarei com o Park,ele deve estar  assustado.




-Mas hyung...não quer trocar comigo?-Sugeriu,recebendo um olhar mortal do mais velhos-Aish!




Merda,só lhe faltava enfrentar a fera.





Notas Finais


Prometo não demorar para postar ;-;

Me digam o que estão achando,querem a continuação?

DNA ou KO KO BOP?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...