História O Bibliotecário - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Vhope
Exibições 79
Palavras 2.715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi oi oi!!

Primeiramente... gostaria de agradecer aos comentários no capítulo passado. Eu estava muito insegura quanto ao primeiro lemon. Sempre fico insegura quanto ao sexo nas minhas estórias, pois pode acabar perdendo o foco da estória e principal e tudo o mais. Mas eu fiquei muuuuito feliz que todos vocês gostaram!

E teremos mais lemons sim!! Estão planejadíssimos aqui em minha mente.

Eu quebrei muito a cabeça esses últimos dias com essa fic, juro. Tentando pensar no que seria melhor, e eu tive uma mudança total de planos para esse capítulo. Nele aconteceria algo que decidi adiar um pouco e vai acontecer só alguns capítulos na frente.

Tive assim várias ideias, um novo rumo para personagens que já haviam aparecido, e ideias de novos que vão aparecer. Altas coisas. Fortes emoções estão vindo pela frente. Façam suas apostas!!

Então não vou mais enrolar vocês. O capítulo ficou um pouco curto mas eu não podia adiantar acontecimentos que serão apenas do próximo para ele.

Aproveitem e tenham um ótima leitura! Nos vemos nas notas finais. Beijos!

Capítulo 7 - O meu colega e o colega dele


Acordar com um Hoseok dorminhoco e sonolento ao meu lado fazia alguns dos meus dias melhores desde o primeiro minuto em que meus olhos abriam, ou minhas mãos alcançavam a sua pele morna, exposta por debaixo dos lençóis.

Infelizmente, a vida não é como nós queremos exatamente. O que eu queria era passar o dia inteiro imerso no meu mundo Hoseok, sem sair da cama, me esforçando apenas para sentir meu corpo ao dele e suspirar com o nosso atrito. Mas Hoseok tinha que ir trabalhar, e eu tinha que voltar para minha casa e depois ir para a faculdade.

Alguns dias no campus eram simplesmente chatos. Não havia nada para fazer, ninguém para conversar e nem aulas interessantes para assistir. Sejamos francos, graduações são formadas de disciplinas que você até acha interessante e outras que você sinceramente não tem o menor interesse. E só vai ficando pior conforme o tempo avança.

E hoje era um dias desses. Nada de interessante e ninguém para conversar. E eu só pensava no quanto eu queria estar longe dali, fazendo qualquer coisa. Dormindo seria uma boa.

 

__ Taehyung! __ Ouvi uma voz me chamar e ela me era familiar mas eu ainda não havia identificado quem era.  Me virei para trás.

__ Oh Jungkook! __ O menino com sorriso de coelho estava próximo a mim. __ Você estuda aqui? Que… surpresa.

__ É eu sei. __ Ele riu meio sem jeito. __ É meio surpreendente quando descobrem que eu estudo. __ Eu fiquei sem jeito com o seu comentário.

__ É que não passa pela minha cabeça que vocês lá fazem alguma outra coisa. Desculpa. __ Ele ria um pouco da minha vergonha. __ Foi surpreendente também quando eu descobri que Hoseok é formado.

__ Hobi Hyung é formado? __ Ele me perguntou com leve surpresa.

__ Sim. E você estuda o que?

__ Psicologia.

 

O convidei para sentar comigo e ele logo aceitou. Ao encontrá-lo o dia havia ficado um pouco mais interessante, pois eu possuía alguém agradável para conversar como Jungkook. Começamos a conversar e logo já haviam se passado vários minutos.

 

__ Jungkook, quantos anos você tem? __ Tinha essa certa curiosidade sobre ele. Apesar de ter um corpo bem desenvolvido o rosto dele ainda aparentava ser jovem.

__ 22. __ Soltei um ‘Aaaahh’ e ele sorriu. __ Pareço mais jovem não é?

__ Sim. A primeira vez que o vi até me perguntei se você era realmente maior de idade. __ Rimos juntos. Jungkook era bem divertido diferente do que aparentava ser, pois o achava bem sério.

__ A boate não contrataria um menor. Yoongi Hyung é bem sério quanto a isso. __ E lá se vem o nome dele. Yoongi: o maior mistério daquela boate para mim.

__ O Yoongi é o dono? __ Aproveitei a oportunidade para perguntar. Não custava arriscar. Vai que ele me responderia.

__ Sabe, eu acho que é. Mas não sei dizer com certeza se ele é o dono. __ Ele pensou um pouco. __ Ele é o administrador, desde muito antes de eu entrar. Tudo quem resolve é ele. Quem decide é ele. Ou seja ele é quem manda.

__ Hum. Isso me parece com o dono. __ Sorri e hesitei um pouco em fazer a minha próxima pergunta. __ E como Yoongi é? Assim como pessoa?

__ Ele é legal. __ Ele sorriu. __ Um ótimo chefe e é muito divertido.

__ Yoongi é divertido? __ Perguntei assustado. __ Eu sempre o vejo tão sério. Chega dar medo.

__ Ele passa essa impressão de ser assustador. __ Pelo jeito que Jungkook sorria ele demonstrava gostar muito de Yoongi. __ Mas a seriedade dele também é divertida. O que é irônico. E também é bem sincero. Sempre expressa a opinião dele, mesmo que você não venha a gostar. Eu gosto disso nele.

__ Hum. E como as coisas funcionam lá na boate?

__ Como assim?

__ Como é o trabalho de vocês. O que vocês fazem. __ Sorri. __ Essas coisas.

__ Ahh! __ Ele coçou o queixo. __ Tem aquilo que você já viu, nós fazemos aquelas apresentações no palco. Existem os serviços de lap dance, mas o Hobi Hyung não faz. Acho que você deve saber. __ Anui com a cabeça. __ Nós não fazemos serviços particulares fora da boate.

__ Como assim?

__ Fazer danças em domicílio, despedidas de solteiros e contratações desse tipo. Só fazemos shows dentro da boate. E também não fazemos programa. Somos apenas dançarinos, não prostitutos como muitos pensam. O que foi um dos motivos que me fez ficar lá. __ Ele passou a mão pelos cabelos. __ Prostituição é algo muito pesado. Yoongi é totalmente contra. Mas eu sei que nem sempre foi assim por lá. __ Ele não me olhava, talvez procurando ver se eu mostrava alguma reação com aquela informação. Com certeza deveria saber sobre o passado de Hoseok lá.

__ Também fiquei sabendo disso.


 

~:~


 

Eram quase 18:00. Hoseok já deveria estar sozinho na biblioteca, guardando os últimos livros para fechá-la e ir embora. E era exatamente por isso que eu estava indo lá, lhe fazer uma pequena surpresa.

Entrei em silêncio, me deparando com o local um tanto escuro, apenas com alguma lâmpadas acesas. Me aproximei do balcão e vi que ele não estava lá. Deixei minhas coisas em cima de uma das mesas e caminhei silenciosamente a sua procura. O encontrei de costas devolvendo livros para um das prateleiras.

 

__ O Bibliotecário ainda está atendendo ou já está fechado? __ Disse com a voz tão aveludada, tão próximo ao seu ouvido que pude ver todos os pelos da sua nuca se arrepiarem.

__ Dependendo do que você deseja eu posso ajudar. __ Seu tom de resposta foi tão provocativo quanto o meu. E ele se virou para mim.

 

Deslizei minha mão pelo seu peito e segurei a barra da sua calça, sem tirar os olhos dele. Dei uma leve mordida no lábio inferior enquanto ele sorria para mim.

 

__ Eu quero o bibliotecário. __ Me aproximei mais ainda e colei meu corpo ao dele. __ Só você pode me ajudar.

 

Ele sorriu e me beijou, puxando meu corpo mais ainda para perto do seu, como se fosse possível colá-los mais. Apertou minha nuca e a minha cintura, e logo quando eu começava a me animar ele me soltou.

 

__ Aqui não querido. __ Disse me soltando e voltando-se aos livros. Ai que sexy esse Hoseok tão profissional. Tão difícil.

__ Oww Hoseok… __ Alisei seus cabelos e falei manhoso. __ Não foi você quem disse que queria profanar esse lugar? Vamos profaná-lo então.

__ Já disse que não Tae. __ Ele passou por mim e caminhou de volta à sua mesa. __ E que ótima surpresa a sua. O que te trouxe até aqui?

__ Estava com saudades de você. E também __ Fiz um pequeno suspense enquanto mexia na sacola. __ te comprei sushi! __ Sorri mostrando a embalagem com as peças que havia trago para ele.

__ Ótimo! Passe para cá. Por favor. __ Me pediu sentando-se em sua cadeira.

 

Eu neguei com a cabeça. Contornei o balcão e fui até ele. Sentei sobre o seu colo e o beijei.

 

__ Tae o que você tá fazendo? __ Disse se soltando de mim. __ Eu já disse que aqui não.

__ Ahh você tá tão difícil hoje… Vamos amor. __ Comecei a desabotoar sua camisa e beijar seu pescoço. __ Só um pouquinho. Hum?__ Voltei a beijá-lo e logo ele já me correspondia.

 

Hoseok podia se fazer de difícil mas era só dar alguns beijos no pescoço e falar manhoso no pé do ouvido que ele se desarmava todo. Assim ficava fácil.

Continuamos a nos beijar. Ele me apertou inteiro e eu arfei em seu colo. Foi inevitável não rebolar lentamente e senti-lo aos poucos começar a se excitar, respirando pesado e me demonstrando o seu desejo através de seus toques.

Desci minhas mãos até o fecho de sua calça, desatando o cinto. Abri o botão, desci o zíper e então adentrei com a minha mão o envolvendo. Ele soltou um gemido baixo entre nossas bocas. Seus olhos fechados e sua expressão me suplicavam silenciosamente para que eu movesse a minha mão por toda sua extensão e assim o fiz, sentido-o a cada novo movimento ficar mais duro.

Subia e descia lentamente e ele já começava a se contorcer embaixo de mim. Eu já sabia bem como tocar Hoseok, sabia do que ele gostava. Maltratei-o um pouco puxando seus cabelos, respirando ofegante junto a ele enquanto aumentei a velocidade dos movimentos e a força com que o apertava.

Descia e subia minha mão rapidamente e o som obsceno que o ato gerava se misturava aos gemidos roucos dele. Era excitante demais. Senti seu membro inchar em minha mão, era sinal de que seu clímax se aproximava, então fui ainda mais intenso. Com um gemido mais sôfrego senti seu corpo amolecer, e ele se desmanchar jorrando seu gozo em minha mão. Ainda o dei um beijo doce e me levantei.

 

__ Pronto .__ Ele disse após se recuperar. __ Agora que profanamos a biblioteca mais um pouco, me dá o meu sushi!


 

~:~

 

Era realmente muito bom ter um novo colega dentro da faculdade. Afinal eu não me considero uma das pessoas mais sociável que conheço. Então digamos que meus amigos são poucos. A aproximação de Jungkook estava sendo muito boa para mim.

Por sermos quase da mesma idade, dividíamos muitos gostos e interesses o que tornava tudo entre nós mais leve. Nossa identificação era natural, simplesmente acontecia e se desenvolvia dessa forma que até mesmo nós não percebemos.

Resolvi ir até a boate levar um presente para Jungkook. Era um mangá de One Piece. Ele havia me dito que gostava e nós até falamos sobre nossos personagens favoritos, sagas que achamos melhores e melhores momentos. Havia comprado para ele um dos primeiros exemplares, quando Sanji entra para o bando, já que ele me disse ter esse como um dos seus personagens favoritos.

Pelo dia da semana e horário ele estaria ensaiando para as apresentações do fim de semana. O procurei na faculdade e não o encontrei. Então confirmei mentalmente que só podia ser isso e depois da minha aula fui até lá.

Entrei pelo portão dos fundos como da vez que Hoseok havia me levado para assistir seu ensaio. Tudo ainda estava exatamente como me lembrava, apesar de não fazer muito tempo que havia estado lá. Apenas algumas semanas. Ouvi o som baixo da música tocando em um aparelho de som simples e confirmei mais uma vez que estavam realmente ensaiando.

Cheguei ao salão procurando por ele e ele logo fui visto. Quando o notei ele já estava descendo logo do palco para me receber.

 

__ Taehyung! __ Ele exclamou feliz ao me ver. __ Que bom te ver! __ Me abraçou brevemente. E eu senti o olhar de Jimin queimando sobre nós. __ Veio ver o Hobi Hyung?

__ Na verdade eu vim ver você. __ Encostei meu dedo indicador em seu peito.

__ Eu? __ A surpresa era visível em seu rosto.

__ Comprei algo para você e quis dar logo. Mas você não foi pra faculdade então vim até aqui entregar. __ Nunca havia visto Jungkook sorrir tanto como ele sorriu quando eu falei isso.

 

Entreguei a ele a sacola com o pequeno agrado para meu novo amigo e enquanto esperava a sua reação eu passei a vasculhar o local com os olhos apenas por curiosidade. E encontrei Hoseok.

Ele estava em um lugar bem afastado do salão, conversando com Yoongi. Eles pareciam conversar algo sério. E de alguns ângulos pareciam até mesmo discutir.

 

__ One Piece!! __ Ele exclamou. Atraindo minha atenção novamente. Mas somente parcialmente. Aquela cena ainda estava me consumindo de curiosidade.

__ Você gostou?

__ Mas é claro! Obrigada Hyung! __ Ele me deu outro abraço breve.

__ Jungkookie! Temos que continuar ensaiando. Já está bom de pausas. __ Jimin gritou e se despedindo de mim rapidamente ele voltou para o seu ensaio.

 

Eu permaneci parado onde estava observando os dois que ainda conversavam afastados do salão principal, que era onde eu estava.

Eles realmente aparentavam conversar algo intenso e sério. As expressões de Hoseok eram tão firmes e difíceis de ler. Eu jamais havia visto tais expressões em seu rosto. E Yoongi também, eu não conseguia encontrar aquela expressão neutra e séria que vi todas as vezes em que cruzei com ele.

Eu não gostava daquilo. Algo dentro de mim não me deixava ficar tranquilo em relação a Yoongi. Não sabia se era a quantidade de coisas que ele parecia ter a resolver com Hoseok, ou a influência que sua posição podia exercer sobre a posição dele. Mas eu poderia dizer de maneira mais resumida que ele não “me descia na garganta”. Estava difícil engolir aquele homem.

De repente a conversa pareceu acabar. Eles se separam indo cada um para um lado da boate. Hoseok passou a caminhar na direção do salão. Ele bufava. Bagunçava os cabelos freneticamente com a mão direita. Estava agitado, incomodado com algo. Eu não precisava já ter presenciado-o assim para identificar isso nele.

Quando ele me viu pareceu duvidar um pouco de que realmente era eu que estava alí. Eu acenei e então ele sorriu. Veio até mim e me deu um beijo casto.

 

__ Me veio fazer outra surpresa? __ Ele perguntou sorrindo.

__ Na verdade não.  Eu nem achei que você fosse estar aqui. __ Ele passou a ter um expressão confusa.

__ E o que você veio fazer aqui então?

__ Eu vim deixar um presente pro Jungkook. __ O sorriso dele sumiu no mesmo instante dando lugar ao uma expressão séria com a sobrancelha arqueada.

__ E desde quando você e Jungkook são amigos? E a ponto de dar presentes? __ Era possível sentir a acidez na voz dele. Ele estava com ciúmes?

__ Acabei descobrindo que ele estuda onde eu estudo. Aí nos aproximamos. __ Expliquei sorrindo e ele parecia gostar cada vez menos daquilo.

__ Hum. Interessante você ter um amigo novo.

__ Você já vai?

__ Não ainda vou ficar por aqui. __ Ele disse tão seco quanto o deserto do Saara.

__ Eu posso esperar você. Não tem problemas.

__ Não. __ Ele elevou o tom de voz, mas depois pareceu pensar e se recompôs. __ Não precisa. Eu vou demorar. Pode ir.

__ Hoseok por que você tá me tratando diferente? __ Perguntei até me divertindo um pouco em vê-lo com ciúmes. Quem não gosta disso?

__ Não. Estou normal.

__ Não está. Você está com ciúmes do Jungkook.

__ Não estou com ciúmes de ninguém. Só não estou em horário para ficar brincando com você Taehyung. __ Detalhe: ele não me olhava enquanto dizia essas coisas.

__ Ok. Então eu já vou senhor ciumento. Não ganho nem um beijinho de despedida, uma promessa de que mais tarde você vai me pegar em casa e nós vamos nos divertir juntos? __ Sorria malicioso me aproximando dele e tentando abraçá-lo. Ele segurou minhas mãos antes que tocassem nele.

__ Taehyung eu estou can __ Fomos interrompidos bem na hora em que ele ia me dispensar me dando todas as provas do seu ciúmes.

__ Jung Hoseok está? Quer dizer, J-Hope? __ O homem que entrava falava com um sorriso enorme no rosto. E que sorriso!

 

Hoseok paralisou e sua carranca que estava direcionada a mim se transfigurou em um enorme sorriso. Seus olhos brilhavam com tanta intensidade. Ambos por causa do tal homem que apareceu procurando por ele.

Ele me soltou imediatamente e passou a caminhar na direção do tal homem.

Não gostei nada daquilo. Quem era o moreno alto, injustamente bonito e sensual que chegou procurando pelo meu namorado e interrompendo a crise de ciúmes que ele estava tendo de mim?! E por que Hoseok sorria tanto para ele? Por que estava tão feliz em o ver? Aquele sorriso era grande demais e a pessoa bonita demais para eu não me sentir ameaçado de forma alguma.

 

__ Aí está ele! __ O bonitão exclamou enquanto Hoseok se aproximava dele.

__ Kim JongIn! __ Ele disse e o abraçou.

 

JongIn? Então aquele era o cara que levou Hoseok até a boate?


Notas Finais


O que acharam??? Vou fazer meus comentários.... e essa amizade do Kookie com o Tae ein? E isso do Jimin, era ciúmes? kk

Eu tenho uma coisa com Jungkook psicólogo kkkk em outra fic minha essa é a profissão dele.

Hoseok com ciúmes não é tranquilo, não é nada legal. Acreditem.

E esse Yoongi ein? Cada vez mais se fala dele e se responde cada vez menos.

E JongIn aparecendo ein? O que significa? Será que vai vir bomba do passado do Hoseok? hahahha Eu tinha que fazer esse crossover! Pensou em crossover pra BTS eu meto logo o EXO kkkkkk pq eu amo e sou dessas!!

E Tae com ciúmes do final? Parece que o jogo virou não é mesmo? kkkk

As tretas estão só começando!

Espero que tenham gostado. Beijooos e até os comentários, e até o próximo capítulo! Beijoooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...