História O Boneco Que Ganhou Vida - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Crack!fic, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 861
Palavras 2.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Por essa vocês não esperavam não é mesmo? Queria apenas dizer que eu sou maravilhosa sim e mereço muito amor!

Vamos ler!

Capítulo 17 - O Drama da familia Kim Do...





- Porque está com essa cara? – O grandão perguntou para o amigo, já que esse estava a um bom tempo sem falar nada, só mudava a expressão como se estivesse conversando consigo mesmo e Chanyeol tinha mais o que fazer, do tipo transar com um certo ex boneco.

- Que cara, Chanyeol? É a que eu sempre tive! – O moreno saiu de suas divagações e agora realmente focou suas orbes no amigo gigante a sua frente.

- Vai tomar no cu, JongIn!

O moreno voltou a fazer uma careta enquanto olhava para parede do apartamento do Park, estava a tanto tempo olhando para parede que se perdeu um pouco no que estava pensando o deixando irritado e apreensivo.


- Fala disgraça! – Esbravejou o outro já perdendo a pouca paciência que nunca teve.

- O que?!


- O porque de você praticamente invadir meu apartamento e ficar com essa cara de cu murcho olhando para parede! – O maior gritou assuntando um pouco o moreno.

- Ahh.. – Ele se deu uns segundos para lembrar do porque estava ali. – O Soo está me traindo e quer pedir divórcio.

- É o quê?!


- Tu é surdo porra? Meu Soo, minha corujinha, meu docinho de coco, meu zoiudinho, meu...


- Chega, me deu até ânsia... – O grandão pôs o dedo na boca como se fosse vomitar.


- Como se você não desse apelidos para o baek. – Fez um bico emburrado olhando para o grandão que tinha sua melhor expressão de indignação.


- Não dou não! Bolinha! – Chanyeol gritou pela namorado, sabia que ele estava comendo seus doces na cozinha, mas fingiria que não.


- Oi Mómô!? – Baekhyun respondeu gritando também, sua voz estava assustada como estivesse fazendo alguma coisa que Chanyeol não gostaria.


- Eu te dou apelidos nojentos?


- Não! - Respondeu rápido fazendo o grandão sorrir imaginando a cena de um Baek com a boquinha melada de chocolate... Tentador...

- Viu? Meu bebê disse que não, então é não. – Mostrou a língua em um ato puramente infantil fazendo com que o moreno revira-se os olhos.


- Você é ridículo... – Respirando fundo o Kim fez uma expressão sofrida enquanto colocava as duas mãos na cabeça.

- Vai, fala.

- Ele esta me traindo, Chanyeol, é questão de tempo para querer o divórcio. – Dizia parecendo realmente estar desesperado.

- Ele ainda não pediu? – Chanyeol estava estranhando o rumo daquela conversa.

- Não... Mas vai, olha eu sei que não sou o melhor marido do mundo e só essa semana a vivi aprendeu três palavrões novos... – Respirou fundo antes de continuar a falar, só de lembrar a filha falando os palavrões já sentia o braço arder pelo tapa que ganhou no braço por parte de seu marido. - Fora que ela mexeu no meu celular e viu uma nude minha para o Soo... – Fez uma careta ao lembrar do ocorrido.

- Então...?

- Então que o Soo está estranho! - Falou como se fosse obvio.

- Mas ele é.


- Você não esta entendendo Chanyeol, o Soo tá muito estranho, ele parece apaixonado... Vive suspirando, as vezes fica sorrindo para o nada e eu ouvi ele conversando no celular.

- O que você ouviu?


- Hum... – O moreno limpou a garganta antes de interpretar seu marido ao telefone, levantou do sofá e forçou a voz para uma mais fina, o que era tão desnecessário quanto a sua atuação horrível. - “Não vejo a hora desse encontro chegar! – Dizia animado. - Estou sentindo como se fosse minha primeira vez... É claro que o Jongin não sabe, ele é muito tapado, não percebe algo que está debaixo do próprio nariz.” – Terminou com um revirar de olhos e respirou frustrado saindo do personagem e se debruçando no sofá de frente para o amigo gigante. – O que eu faço, Chan?


- Eita... – Chanyeol não era capaz de opinar.

- Eu me senti tão mal, meu coração ficou apertado e eu não quis dormir em casa. – Deu ênfase a sua dor firmando um biquinho nos lábios fartos, fazendo sua melhor carinha de cachorro sem dono, com fome e sede. - Na verdade fazem dois dias inteiros que eu não volto para casa e sabe o que mais me dói?


- Oque? – O grandão estava meio comovido.


- O Soo não me procurou, não está nem ai para mim... – O moreno parecia que iria chorar a qualquer momento e Chanyeol de comovido foi para desesperado.


- Pesado... – Mas no fim era macho demais para abraçar o amigo e demostrar afeto para com o outro.

- Você não está me ajudando.


- Quer que eu faça o quê porra?!


- Alguma coisa! Fala com ele, pede para o Baek fazer alguma coisa, descobrir quem é o safado que roubou o Soo de mim! – JongIn estava ficando fora de si.


- O Baek não vai se meter nisso, nem eu! – O grandão tentava abaixar o tom de voz já alto por natureza, se Baekhyun escutasse a conversa iria querer se intrometer e isso era que Chanyeol menos queria no momento... Um boquete? Talvez!


- Se fosse você... – O mais novo começou a apelar para um lado do amigo que sabia que era tão grande quanto o seu.


- Se fosse eu o que? – Chanyeol finalmente foi atiçado, algumas palavras poderiam fazer o maior ajudar JongIn e o moreno sabia quais palavras eram essas e iria as usar ao seu favor.

- Se o Baek fosse o Soo e você fosse eu... Eu te ajudaria porque sei como você ama sua bolinha... – E sabia o quanto Chanyeol podia ser possessivo e ciumento com o namorado, até porque um ciumento possessivo conhece o outro, se houvesse uma associação anônima  de ciumentos e possessivos, Jongin seria o líder e Chanyeol o seu braço direito.


- Tudo bem, eu vou te ajudar. – O grandão desistiu por fim, iria ajudar seu amigo marrom bombom.


- Obrigado chan! – Disse feliz, sabia que o poste a o qual chamava de amigo teria compaixão e lhe ajudaria.

 

•••
 


Não séria fácil tirar a verdade do pequeno satanás, mas Chanyeol já estava decidido e mesmo que odiasse o que iria fazer, ele faria porque JongIn era seu melhor amigo, pai de sua sobrinha e lhe prometeu que compraria um boneco do Luffy, um que Chanyeol não tinha e que era muito raro de se achar.

Então juntando toda sua coragem o grandão foi pedir ajuda, ele não meteria seu neném no meio da história, não mesmo. Por isso foi pedir ajuda a quem ele tanto desgostava, uma certa fada/estrela que tinha a boca mais podre que uma fossa e que com toda certeza não era uma fada/estrela e sim um demônio.

- Vai ficar olhando para minha face maravicherry até quando? - A fada falou arqueando uma sobrancelha enquanto tirava o óculos escuro do rosto. - Sei que sou perfeito e você tem uma quedinha barra precipício em mim... Na verdade quem não tem? Mas eu amo meu chinês e só vou trocar ele se ele ficar pobre e não poder me sustentar ou quando o pau dele não subir mais...

- Amor próprio é tudo ein? - O empresário fez uma careta enquanto tomava seu suco manga.

- Vai fala estrupicio! Eu tenho hora marcada na manicure e aquela mulher odeia atrasos, da última vez que eu me atrasei ela tirou um bife enorme da minha cutícula... - O garoto chotamingava beijando os dedos da mão.


- Estou aqui porque preciso de você.


- Já disse Chanyeol, eu não vou deixar você me comer, o que o Baekkie iria pensar? - Chanyeol fez uma expressão incrédula e Tao continuou a falar. - Fora que não tem muito conteúdo na tua calça, aposto minha Gucci da temporada passada que o ativo nem é você.

- Vai se foder, seu passivo de esquina! Eu nunca enfiaria meu pau nesse teu cu seco! - O empresario gritou indignado e uma mãe tampou os ouvidos do filho saindo de perto da mesa em que a fada e o empresário estavam. - Viu o que você fez?! Eu preciso da sua ajuda, o Jongin acha que o Soo está traindo ele e eu preciso descobrir se é verdade, mas tenho medo do mini capeta levar minha alma para o inferno só porque eu perguntei; "Iai Soo? Tudo bom? Como está a vida de senhor das trevas? Arrastando muitas almas para o inferno? Traindo muito o JongIn?" - O grandão suspirou frustado. - Não posso chegar no tico de gente assim.


- Bom, eu posso, mas tenho meu preço...

- Era sol o que faltava! O que tu quer disgraça?

- Primeiro, eu vou ajudar porque sou KaiSoo shipper e ninguém meche com My OTP máster, dá excuse me please, segundo, eu sou o único nesta porra de estória que aparece sempre como o "vilão" - Fez aspas com os dedos, enfatizando a palavra vilão, modificando um pouco a voz para algo zombeteiro. - E eu estou querendo mudar essa imagem ai, então vou ajudar, terceira coisa e mais importante, Kris disse que o cartão sem limites dele tinha limites, o que não faz nenhum sentido na minha maravilhosa concepção. - Chanyeol revirou os olhos. - Por isso você vai me dar seu cartão durante uma semana.


- Nada disso!


- É pegar ou lagar... Seis dias!


- Um!

- Cinco!


- Dois!

- Quatro e não se fala mais nisso! - Os dois apertaram as mãos em um sinal de que a aliança estava sendo firmada. - Eu teria aceitado só um dia... - A fada sorriu de canto.

- E eu teria aceitado os sete. - Dessa vez quem sorriu foi Chanyeol fazendo o sorriso da fada/estrela murchar dando lugar a um bico. - Seja discreto, por favor! O Soo saca as coisas muito rápido.


- Eu sou a discrição em pessoa, po'dexá comigo.




•••

 

- A quanto tempo você está sem transar com o Jongin?

- Oi?! - O pequeno de olhos esbugalhados deixou a colher de pau, a qual mechia o almoço, cair ao chão enquanto tentava se recompor do susto por aquela pergunta tão indiscreta do garoto mais alto. - Acho... Acho que faz umas semanas... Talvez um mês ou dois...

- Como você consegue?! Eu não fico um dia sem sexo! As vezes até com o meu Chinês dormindo eu sento em cima dele e...

- Fale baixo! - KyungSoo bateu no mais alto olhando para os lados. - A Vivi está na sala assistindo pororó com o Baek. Controle sua língua.

- Aish... - O garoto fez um bico, mas logo o desmanchou para voltar a falar. - Cadê o Jongin? Não vi o moreno sedução durante esses dias... Vocês brigaram?


- Não brigamos e eu não sei onde ele está.

- Nossa que frio em relação a isso... Só se... Quem sabe o JongIn não tem outra pessoa, pois veja só, vocês não trasam mais e pelo que vejo aqui você nem se importa se ele esta em casa ou não... - A fada sorriu de modo diabólico para o próprio diabo.

- Eu quero ficar sozinho fazendo o almoço, pode ser? - Santasoo perguntou sem nem mesmo olhar para o amigo.

- Pode ser...

KyungSoo assim viu o mais alto sair da cozinha, abaixou o fogo e sentou na beirada da mesa, é claro que ele estava preocupado com JongIn, mas já era acostumado com as birras sem sentido do marido ou de seus ciúmes excessivos.

Só não sabia o que fez dessa vez para que Jongin saísse de casa, ele não tinha encontrado nenhum colega do trabalho ou muito menos conversou com a vizinha que dava em cima de JongIn, mas o moreno tapado achava que ela dava em cima do zoiudinho.

- Será que ele ouviu algo? - Claro! JongIn sempre interpretava as coisas do jeito dele, KyungSoo apenas suspirou indo até o fogão novamente desligando o fogo e deixando a tampa da panela um pouco aberta. - Eu bem que vi a sombra dele atrás da porta enquanto eu falava com o Luhannie...

 


"Não vejo a hora desse dia chegar, é chato de mais esperar por isso, parece até que é a primeira vez que faço isso... É claro que o Jongin não sabe de nada, ele é tapado demais, não vai perceber, ele nunca percebe, conto com você para organizar a festa de aniversário surpresa dele, Lu!"

CONTINUA

 


Notas Finais


Queria apenas dizer que ZuTao é destruidora e que JongIn é muito ciumento.... Tipo eu na vida.

Quem imaginou o Baek com a boquinha melada de chocolate irresistível?

Bom, a tia desapareceu por um longo tempo e vou continuar meio sumida, tô sem internet desde o começo desse mês e talvez fique nessa merda até janeiro... Mas estarei apenas atualizando uma fanfic, Who Are You, vou colocar link aqui em baixo. Só atualizei OQGV porque eu li Sodomia pela milésima vez e lembrei que esse cap estava pronto desde o mês passado... Scr... Enfim, a tia ama vocês.


Link Who Are You: https://spiritfanfics.com/fanfics/historia/who-are-you-6747622

Beijo no cu😙

XoXo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...