História O boxeador e a princesa ( Marichat ) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Marichat, Plakki, Romance
Visualizações 97
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Super Sentai, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá,meus queridos leitores, muito obrigada pelos comentários do capítulo anterior.
Eu trouxe mais um capítulo para vocês . Obrigada pelos 26 favoritos, estamos chegando aos 50 favoritos.

Espero que gostem do capítulo de hoje.

Capítulo 4 - A pesagem - segunda parte



___  Que bom que se comportou direito  quando eu estive ausente -  Le Paon parabenizando pelo comportamento do filho quando ela esteve ausente  -  Hum... que cheiro gostoso, fizeram pipoca ? -  a mulher pavão perguntando para o filho se ele e a babá fizeram pipoca enquanto ela chegava no sofá.

__  Sim, foi ideia da minha babá -  o gato ainda perdurando no sofá  -  Quer um pouco, mãe ? -  o gato convidando a mãe para comer com eles enquanto a babá levava o bebê para o seu quarto -   Fizemos bastante  -  o gato contando que ele e a babá  tinham feito muitas pipocas.

__  Que bom, ah, estão vendo um filme de aventura ?  -   a mãe chegando no sofá  e vendo a televisão quando se sentava no sofá  e perguntando para o filho sobre ele e a babá assistiam antes que ela chegasse do ginásio.

__   Sim  -   o gato se ajoelhado no sofá confirmado para a mãe dele -   Eu queria um de terror ,mas a Rosemary me disse que eu sou muito novo para ver este tipo  -   o gato contando para a mãe que queria ver um filme de terror  e contou que a babá dele não   deixou ver por causa da idade dele.

___   Eu vou concordar com a sua babá, Chat  , você tem apenas 5 anos de idade, mas eu prometo , assim que você completar os seus quinze anos  , eu vou deixar você ver um de terror -  a mãe concordando com a babá  sobre o que o filho havia contando para ela   e prometendo ao filho quando ele tiver quinze anos á ver um filme de terror.

___ Mãe, o que você foi fazer hoje ?  -   o gato mudando de assunto  e perguntou para a mãe sobre o motivo da ausência dela.

___   Eu tive conversando com o seu pai,meu filho  -   a mãe olhando para o filho  e respondeu a sua pergunta com calma.

____    Ah sim, sobre ele abandonar o boxe ?  -   o filho perguntou   para a  mãe sobre o assunto entre os seus pais .

___   Sim,meu filho  -   a mãe tirando um dos sapatos sentada no sofá , o gato olhando para ela  tirando o sapato  -   Você sabe o meus motivos para que eu faça isso, sei que quer seguir os mesmos passos do seu pai -   a mãe colocando o seu sapato ao lado do sofá  e sabendo que o filho queria seguir a carreira perigosa do seu pai.

___   Rosemary contou para você, puxa, ela prometeu aguardar segredo -  o gato abaixando as orelhas  e ficando chateado pela a babá ter desfeito a promessa dela com ele.

___ Não, a Rosemary não me contou nada,meu filho  -   a mãe falando que a babá havia cumprindo a promessa dela  -   É instinto maternal, quando tiver uma esposa e filhos vai entender -  a mãe explicando para o filho.


___  O que é instinto maternal ?  -   o gato mudando a sua expressão de magoado para de curioso e perguntando para a mãe o que era o instinto maternal.

___  É uma coisa que apenas uma mãe sente , é um tipo um alarme quando um dos filhos precisa de ajuda -   a mãe explicando á respeito do instinto maternal para o filho.

___  Isso acontece com os pais também ?  -   o gato perguntou sobre se o mesmo acontecia com os pais.

___  Sim, o nome disto é instinto paternal  -   a mãe confirmando para o seu filho .

___  Mãe, posso te pedir uma coisa ?  -   o gato concordando com a explicação da mãe    e pedindo uma coisa para ela.

___   Claro, meu filho , pode pedir  -  a mãe aceitando o pedido do filho   e pediu para que ele peça a ela.


___  Posso ver a luta do meu pai ?  -  o gato pedindo para a  mãe para ver a luta do papai dele e esperando a reação de sua mãe á respeito do seu pedido.

__  Bem,meu filho  -   a mulher pavão pensando no pedido do filho e ficando um pouco nervosa.

___  Por favor, mãe , eu me comportei bem com a Rosemary como sempre  -   o gato argumentando á favor do seu pedido e se ajoelhando perante á mãe e fazendo uma carinha de gato abandonado.

___  Ah, essa carinha tão fofinha -   a mãe vendo a expressão do filho e sendo vencida pelo argumento do filho  -  Está bem, pode ver a luta do seu pai -   a mãe deixando o filho ver a luta do pai dele.

___   Obrigada ,mãe -   o gato dando um abraço na mãe em agradecimento á aceitação do seu pedido á ele.

__   O que eu não faço pelos meus filhos  -  a mãe abraçando o filho e fazendo carinho nos cabelos sedosos de Chat enquanto abraçava o seu filho mais velho.

___  Pronto,senhora Noir....  -  a babá voltando para a sala para avisar que havia colocado o  Plagg em seu braço e antes que ela termine o seu aviso , viu os dois se abraçando no sofá  -   Que lindo !!  -  a babá amando ver a cena do abraço entre mãe e filho.

___ Ah, você voltou, Rosemary -  a mulher pavão sentindo a presença da babá que havia voltado do quarto do seu filho mais novo  e desfazendo o abraço que estava dando no seu filho mais velho -   Colocou o meu filho Plagg no berço dele ?  -  a mulher pavão perguntou para a babá sobre a sua última tarefa que ela havia dado para ela.

___  Sim,senhora Noir, o seu filho Plagg está dormindo com os anjinhos de Deus agora , eu completei a caixa de música para tocar para embalar o sono dele -   a babá confirmando para  a senhora Noir e também colocou que havia colocado a caixa de música para tocar no quarto do bebê.

___   Fez muito bem, Rosemary, muito obrigada mesmo  -   Le Paon agradecendo a babá por ter feito aquilo com o filho mais novo  e dando um sorriso para a babá.

___  Precisa que fique mais um pouco ?  -  Rosemary  pedindo para a senhora Noir sobre a sua presença na casa.

___  Quer ver a luta do meu pai ? -   Chat pedindo para que a babá fique até  a luta do senhor Noir terminar  e convidado ela.

__  Que fofinho, Chat, mas tenho um encontro com o meu namorado -   a babá falando que ela tinha um encontro com o seu namorado, Fernando.

___  O que é um encontro ? -  o gato perguntou sobre o que era um encontro para a sua babá.


Notas Finais


Espero que gostem.
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...