História O branco de neve - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens , Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Sai, Sakura Haruno, Temari, TenTen Mitsashi, Yugito Nii
Tags By Yugito, Ino, Inosai, Naruto, Sai
Exibições 20
Palavras 1.082
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!!! Espero que gostem!!!!

Capítulo 1 - O branco de neve


Sai, era um menino muito pequeno, quando perdeu sua mãe . E, seu pai, se casou com outra, Fuka. Mais tarde, seu pai morreu também , e agora ,  Fuka, que tratava Sai com carinho, o despreza, e ordenou que ele virasse uma espécie de servo. Um dia, limpando o lado de fora, aproveitou ,  que sua madrasta não estava olhando ,  e começou a desenhar. Era um simples desenho, de um simples pássaro ,  mas foi o suficiente, para chamar a atenção de uma princesa que passava por esse castelo. Com sua habilidade ,  a princesa escala o muro, e pula para dentro do castelo. Assustado, o príncipe pergunta á ela:

- Quem é você ? 

- Ino, Ino Yamanaka .  E o seu?

- Bem.... - Ele olha para o lado, e vê sua madrasta a olhando .

- Você tem que ir, agora!

- Mas...

- Rápido ! 

De cima ,  Fuka reclamava, que ele estava chamando muita atenção para o gosto dela.

A rainha, tinha um espelho mágico , e todos os dias ela perguntava ao espelho:

- Espelho espelho meu, quem é mais bela do que eu?

- Ninguém ,  minha rainha.

Um dia, a rainha fez a mesma pergunta, mas a resposta foi diferente:

- Minha rainha, você é muito bela, mas, Sai é mais bonito.

- Como aquele magrelo pode ser mais bonito do que eu? Quero meus direitos de volta ! 

A rainha, enciumada e com raiva, chamou uma caçadora, chamada Konan, e ordenou que levasse Sai para a floresta, e a matasse.

- Que legal, quase nunca saio do castelo! - Sai dizia animado.

- ..... -  Konan não sabia o que falar.

Os dois chegaram em uma parte mais afastada, e enquanto Sai se distraía ,  a sacou sua espingarda e apontou para ele. O mesmo se dando conta, se abaixou, e fez uma expressão de medo e surpresa . 

- Não consigo! - Konan se lamentava . 

- Por que?

- A rainha, quer te matar, e me mandou fazer isso, mas não dá!- Ela se ajoelhou- Perdão ! 

- Tudo bem.

- Corra, entre floresta adentro, e fuja! Ela nunca te achará . 

- Mas... 

Sem mais palavras, ela á empurra floresta dentro. Sai nunca passou por isso. Era totalmente novo. Estava escuro, frio, cheio de animais. De repente ,  ele para e caí no chão , e começa a chorar . Os animais, se revelando ,  serem apenas coelhos, veados, ou esquilos, se aproximam dele.

- Eram apenas vocês... me desculpem. Será , que vocês não conhecem nenhum lugar para mim ficar?

Os animais, o puxam, o empurram, até uma cabana próxima . Eles adentram a pequena cabana, que por sinal, era bem bagunçada. Ele reparou que havia 7 cadeiras, sete camas, sete de quase tudo. Ele e os animais decidem limpar o lugar. Os animais limpavam com suas caudas, ou pelos. Já o príncipe,  pegava vassouras, ou espanadores ( que pareciam estar em boas condições. ) Ele começa a cozinhar uma sopa. Já era de noite, e ele estava muito cançado. Ele se deita nas camas, que já que eram pequenas, teve qye juntar elas. Os animais, também foram dormir, mas eles não imaginavam quem eram os donos, ou melhor,  as donas.

Numa colina um pouco distante, estavam a caminhar, sete anãs.

- Bora cambada, se não nós não vamos cegar hoje! - Yugito reclamou.

- Calma...! - Tenten exclamou.

- Não era para nós estarmos cantando algo? - Hinata pergunta. 


- Era algo parecido com : Eu fui, eu fui! - Fuu respondeu.

- Não,  é: Eu vou, eu vou! - Karin corrigiu.

- Por que nós temos que cantar isso mesmo? - Temari perguntou

- Por que tá no script. - Sakura disse.

- Eu vi que também faz crescer mais rápido!  - Tenten falou.

- Nós cantamos isso  todo dia, e até agora, nada! - Temari respondeu.
Elas se aproximavam cada vez mais, e os animais, escutaram elas discutindo,  já que não estavam cantando. Eles saem as presas, deixando Sai sozinho.

- Graças a deus chegamos! - Yugito agradeceu.

- Mas espera ...... - Karin parou.

- A casa tá arrumada..... - Fuu ficou surpresa.

- Tenten malandra, tá tentando pregar uma peça na gente, né? - Sakura perguntou.

- Dessa vez não fui eu....

Elas começam a ver a casa. Sem poeira, todos os pratos lavados, sem teia de aranha.... tinha até comida decente. Elas sobem as escadas, e abrem a porta do quarto. Elas vem algo se mexendo de baixo do coberto, e decidem tira-lo.

- Ok, quem vai? - Hinata pergunta.

- Quem perdeu no uno ontem,  vai. - 

Temari propõe.

Todos olham para Fuu.

- Ok! Eu vou.

Ela se aproxima devagar, e tira com cuidado, revelando Sai. Todas ficam em volta, o admirando.

- Ele é lindo! - Karin exclama.

De repente, Sai desperta, e conta sua triste história.

- Por isso, que eu vim parar aqui. - Todas estavam chorando.

- Vem morar com a gente! - Hinata o convida.

- Não seria um encomodo?

- Claro que não,  além do mais, sua madrasta pode te achar! - Tenten exclamou.
Desde então,  ele vem morando com elas, tendo cada dia e noite, melhor do que o outro. Uma hora,  se lembra da bela princesa que invadirá o castelo.
- Ino... Yamanaka... - Ele pensa alto.
A rainha, faz a mesma pergunta,  mas o espelho responde o mesmo que antes. Ela então,  descobre que Sai ainda estava vivo. Ela se transforma em uma velha vendedora de frutas,  e vai até ele. Uma  maçã enfeitiçada, que  faria morrer, quem a comesse, e só podia ser quebrado com um beijo de amor verdadeiro,  mas ela sabia que Sai não se apaixonará por ninguém. Ela foi até a casa das anãs e oferece á Sai, a tal maçã.  Quando ele mordeu a fruta, caiu desmaiado no chão. Os animais,  que viram tudo, foram correndo atrás das anãs, e conseguiram trazer elas, e foram atrás da bruxa, e a mesma,  se desinquilibrou e caiu do penhasco. Já era tarde demais. Elas prepararam um caixão de vidro, e colocaram no meio da floresta. A princesa, de antes, passava por ali, e viu Sai. Se aproximou de todas, e perguntou o que aconteceu. Ela então,  como despedida, decidiu dar-lhe um beijo. Assim que o beijou, ele começou a despertar.
- Ino....? - Ele perguntava confuso.
As anãs comemoraram, e Ino o beija novamente. Ela o convidou para ir para seu reino. Ele aceitou, e os dois foram para o reino dela, depois se casaram.




                                                                


 

                          Fim, Yugito ,2016

          


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...